Abel comanda duas horas de treino técnico na Academia de Futebol

Os jogadores Zé Rafael e Raphael Veiga participam de treino na Academia de Futebol do Palmeiras
Cesar Greco

Há um mês no Verdão, o lateral-esquerdo Jorge continua em processo de recondicionamento físico

Após receberem uma folga na terça-feira, os jogadores do Palmeiras se reapresentaram hoje de manhã na Academia de Futebol e deram sequência à preparação para enfrentar o Athlético Paranaense, no sábado, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro – o duelo acontecerá no Allianz Parque, às 21h.

No gramado e com quase todo o elenco completo à disposição, Abel Ferreira e seus auxiliares comandaram cerca de duas horas de atividades técnicas. Primeiro, o grupo foi divido por setores ofensivo e defensivo.

De um lado do gramado os atletas de ataque aperfeiçoaram jogadas de linha de fundo e finalizações. Enquanto isso, o restante do elenco dava ênfase a posicionamentos, encaixes de marcação e balanços defensivos.

Na segunda parte, com o grupo dividido em três times, os atletas disputaram minijogos com as dimensões do campo reduzidas. Para finalizar, alguns jogadores aprimoraram cobranças de falta e outros realizaram trabalhos individuais específicos.

Há um mês no clube, Jorge segue em treinos à parte, em processo de recondicionamento físico

O lateral-esquerdo Jorge continua realizando trabalhos de recondicionamento físico. Na semana passada, o camisa 6 chegou a participar do aquecimento antes do treino, ao lado dos companheiros.

Já o goleiro Vinicius Silvestre está recuperado de um problema que teve no joelho esquerdo e já treina normalmente com o grupo.

O Palmeiras volta a treinar nesta quinta-feira, às 11h, na Academia de Futebol.

Palmeiras anuncia inauguração da sala de troféus para o dia do aniversário de 107 anos do clube

Espaço destinado à nova sala de troféus do Palmeiras será inaugurado na próxima quinta-feira
Fabio Menotti

Primeiros dias de funcionamento da nova sala de troféus serão exclusivos para eventos; o espaço será disponibilizado para o público geral a partir do dia 20 de setembro

Depois soltar um teaser com alguns detalhes da nova terceira camisa, o Palmeiras anunciou que na próxima quinta-feira à noite, data do aniversário de 107 anos do clube, será inaugurada a nova sala de troféus no Allianz Parque – um projeto que estava engavetado desde a demolição do antigo estádio, em 2010.

O evento de abertura contará com a presença de alguns jogadores do atual elenco, ex-atletas e funcionários do clube. A TV Palmeiras Plus fará a cobertura da inauguração e transmitirá o evento nas redes sociais.

O espaço abrigará os mais de cinco mil troféus conquistados pelos atletas palmeirenses nas mais diversas modalidades. Para que fossem expostas, todos as taças passaram por um processo de manutenção.

Sala de troféus terá visitação exclusiva nos primeiros dias; para o público em geral, o espaço será aberto em setembro

Nos primeiros 25 dias de atividade, a nova sala de troféus receberá somente eventos exclusivos, como visitas dos sócios Avanti, patrocinadores, funcionários do clube e do Allianz Parque e também para os atletas do Palmeiras.

Para o público em geral, a previsão é que o espaço esteja aberto à visitação a partir do dia 20 de setembro.

Inicialmente, o local será apenas para exposição das taças. O projeto final prevê a transformação do espaço num memorial.

Periscazzo (31/08/2018)

A classificação épica do Verdão sobre o Cerro Porteño e a besteira do Felipe Melo.

Apoie o Verdazzo, torne-se um padrinho do site: http://www.padrim.com.br/verdazzo

Presença de Andrés Sanchez em festa de aniversário é uma afronta à torcida palmeirense

O Palmeiras promoveu a festa de aniversário de 104 anos ontem à noite numa casa de shows da capital paulista. Um dos convidados, como acontece sempre, foi o presidente do SCCP – no caso, o infame Andrés Sanchez.

Esse cidadão vem manchando não apenas a historicamente cordial relação entre os dois clubes, mas também a própria instituição que preside. Deputado Federal com desempenho nulo; é um dos campeões na lista de deputados com menos projetos aprovados e assim sangra os cofres públicos recebendo todas as mordomias a que os parlamentares têm direito sem dar nenhuma contrapartida ao país.

Vestiário do Allianz Parque na final do Paulista-2018Toca seu clube sem a menor vergonha de recorrer a métodos não-convencionais para chegar às vitórias esportivas. Declarou sem o menor pudor que no futebol, se não roubar, não ganha. E deixou isso muito claro, na prática, no dia 8 de abril deste ano, quando o Palmeiras foi assaltado dentro do Allianz Parque na final do Campeonato Paulista. Seu clube ainda teve a desfaçatez de adesivar todo o vestiário que disponibilizamos a eles e divulgaram o ato amplamente.

Não bastasse tudo isso, participou ativamente do processo que viabilizou a construção do Itaquerão, numa negociata que envolveu uma das empreiteiras mais comprometidas nos atos de corrupção apurados pela Polícia Federal. É alvo de investigação na Operação Lava Jato e responde a inquéritos por corrupção passiva, crimes tributários, entre outros. A lista não é pequena.

Faltou bom senso

Salvador Hugo Palaia e Andrés SanchezDiante de todo este histórico, o protocolar convite do Palmeiras ao presidente do SCCP, este ano, não deveria ter acontecido. Nosso clube deveria suspender as relações cordiais com o rival enquanto esse cidadão que dá contínuas demonstrações de falta de educação e de princípios for seu representante máximo. O dia 8 de abril de 2018 não pode jamais ser esquecido.

A festa de aniversário do clube é um evento que deve celebrar todas as idiossincrasias palmeirenses e a rivalidade com o SCCP é uma delas. A presença do mandatário rival na comemoração deveria simbolizar o respeito mútuo entre os dois rivais esportivos – até porque, é exatamente essa rivalidade que potencializa a grandeza das duas instituições.

Mas as atitudes deste Andrés Sanchez à frente de seu clube não apenas desrespeitam o Palmeiras, mas também o próprio SCCP, ao vilipendiar a rivalidade que é um dos maiores combustíveis para os torcedores dos dois lados.

Maurício Galiotte e Andrés SanchezAprendi durante toda a minha existência a odiar o SPFC e a nutrir uma rivalidade saudável contra o SCCP, por tudo o que aconteceu nesta História centenária. Mas o que o SCCP vem fazendo, sob o comando de seu atual presidente, rebaixa o clube ao mesmo patamar dos tricolores: deixam de ser rivais para se tornarem inimigos.

E não se convida um inimigo para jantar em sua casa. Uma coisa é mantê-los por perto, outra é impor sua presença junto aos seus. Faltou bom senso ao presidente do Palmeiras ao autorizar o convite, assim como vetou a presença de representantes da FPF, cúmplices na pantomima de abril.

Solidariedade

Andrés Sanchez foi ao banheiro durante a celebração e foi interpelado de forma jocosa por um torcedor palmeirense. Foi provocado futebolisticamente, chamado de freguês.

Não poderíamos esperar nada diferente: em vez de agir diplomaticamente como um representante de uma instituição, Sanchez reagiu ofendendo o palmeirense, o que causou uma reação aos outros presentes. Dedos em riste e xingamentos foram registrados e por pouco não aconteceu algo mais sério.

O rapaz foi retirado da festa, como se tivesse envergonhado o nosso clube. Uma humilhação completa. Segundo relatos, saiu chorando de raiva, agarrado a uma camisa do Palmeiras.

Registramos aqui total solidariedade a quem só fez defender a dignidade de nossas cores frente a um inimigo. Força, e cabeça erguida, rapaz. Você representou a milhões e milhões de palmeirenses, ao contrário de nosso presidente.

As relações entre os dois clubes devem, com o tempo, voltar ao normal. Mas não enquanto o desqualificado Andrés Sanchez estiver à frente do lado de lá.


Verdazzo é um projeto de independência da mídia tradicional patrocinado pela torcida do Palmeiras.

Conheça mais clicando aqui: https://www.padrim.com.br/verdazzo

Periscazzo (27/08/2018)

Felipão está certo em escalar times diferentes em competições diferentes?

Apoie o Verdazzo, torne-se um padrinho do site: http://www.padrim.com.br/verdazzo