1976

Campeonato Paulista 1976

O ano de 1976 começou com a disputa do Torneio Governador do Estado de São Paulo – novo nome do Torneio Laudo Natel, que deixara o cargo. Dino Sani usou a competição como uma espécie de vestibular para alguns jogadores do elenco de 1975, bem como para os novos contratados.

Chegaram ao Palmeiras no inicio do ano o zagueiro Samuel (SPFC), os laterais Rosemiro (Remo) e Ricardo (oriundo da nossa base, mas que estava emprestado ao Juventude), os meias Jorge Mendonça e Vasconcelos (Náutico) e o centroavante Toninho (Figueirense).

Neste torneio, o Palmeiras acabou em terceiro lugar, invicto, mas com apenas uma vitória em cinco jogos. Alfredo acabou cedido por empréstimo ao Santos; Dudu decidiu mesmo encerrar a carreira e Donizetti acabou preterido pelas boas apresentações de Ricardo – Zeca ainda tentava se recuperar de uma grave lesão no joelho.

O Paulistão começou em março, disputado em dois turnos – mas o segundo só tinha os doze melhores colocados no primeiro. O Verdão passou de fase com facilidade, liderando seu grupo. Dino Sani não resistiu às cornetas palestrinas e Dudu iniciou sua carreira de treinador. João Carlos foi liberado para o Juventus e o time finalmente repôs a aposentadoria de Dudu com qualidade ao promover o volante Pires, da base.

No segundo turno o Verdão iniciou a caminhada com uma vitória por 3 a 2 sobre o América, no Palestra, com um gol de Jorge Mendonça quase no fim do jogo. A defesa, agora bem protegida, formou um conjunto equilibrado com o ataque, que encaixou muito bem com Ademir, Edu, Jorge Mendonça, Toninho e Nei.

O Santos nem havia se classificado para a Segunda Fase. O SCCP ficou para trás rapidamente. Na rodada 9, o Palmeiras tirou o SPFC da parada ao vencer o inimigo no Morumbi com um gol de Ademir, da risca da pequena área, após jogada de Toninho.

A duas rodadas do fim, o Palmeiras tinha 3 pontos de vantagem para o América e para o XV de Piracicaba, os dois únicos clubes que ainda poderiam tirar o título do Verdão. E na penúltima rodada a tabela previa exatamente um confronto contra o XV, no Palestra.

Precisando apenas de um empate para ser campeão, o Verdão não decepcionou as 40 mil pessoas presentes e venceu por 1 a 0, gol de Jorge Mendonça, e levantou mais um troféu do Paulistão. Na última rodada, o Verdão recebeu as faixas de campeão antes de mais um Derby, que também venceu – 2 a 1, para fechar a campanha com chave de ouro.

O time partiu então para a disputa do Ramón de Carranza antes do início do Brasileiro, mas perdeu do Athletic Bilbao e teve que se contentar com o terceiro lugar, depois de bater o Nacional-URU por 4 a 1.

De volta ao Brasil, o Verdão iniciou a disputa do Nacional de forma discreta. Mesmo assim, foi fazendo o suficiente para passar à Segunda Fase. Neste estágio o time brilhou, lembrando os melhores momentos da campanha do estadual e chegando à Terceira Fase, onde apenas 18 clubes disputavam o título.

O time perdeu a vibração na reta final. A virada de fio fez com que o time desperdiçasse pontos difíceis de recuperar e o Palmeiras ficou com chances apenas matemáticas a quatro rodadas do fim, sendo efetivamente desclassificado na penúltima rodada ao empatar com o Caxias, no Pacaembu. Restou ao elenco disputar amistosos contra Vasco e Londrina em dezembro para gerar algum caixa para o clube.

Jogos no ano de 1976

Jogadores no ano de 1976