Campeão do Mundo pela terceira vez, Gabriel Veron ganha a Bola de Ouro da FIFA

Gabriel Veron
Reprodução

O Brasil sagrou-se campeão da Copa do Mundo sub-17 agora há pouco, ao bater o México por 2 a 1, de virada. O gol de empate veio aos 38 do segundo tempo, em pênalti sofrido por Gabriel Veron, atacante do Palmeiras.

Por toda a campanha no Mundial, nossa cria da base acabou recebendo o maior prêmio individual da competição: a Bola de Ouro, como o melhor jogador do torneio. 

A façanha é mais um passo na brilhante carreira desse atleta, que aos 17 anos é campeão do mundo pela terceira vez. Com o Palmeiras, ele já havia conquistado o Mundial de Clubes, em 2018 e 2019. Em sua primeira conquista, Veron tinha apenas 15 anos e já havia sido o destaque do torneio.

O Palmeiras também contribuiu com mais três atletas na seleção campeã: Henri, zagueiro titular e capitão da equipe, que ergueu o troféu de campeão do mundo; Garcia, lateral-direito reserva, que entrou em várias partidas da campanha, e Renan, zagueiro reserva.

Renan, Henri, Garcia e Veron
Renan, Henri, Garcia e Veron – Divulgação
  • Corrige aí: Vanderlei Luxemburgo, no entanto, graças a Deus abriu mão de contar com o avante em 2020.rsrs

  • Tivemos a chance de despachar esse cara pra China por uma quantia exorbitante e não mandamos (à pedidos do Felipão)…

    Agora empresta de graça e temos que torcer pra atingir as metas, senão ele volta. Tudo isso pra pegar somente o mesmo valor gasto. Essa diretoria sabe mesmo negociar!