Em atividade com três períodos, Palmeiras vence o Atibaia em jogo-treino

O Palmeiras disputou o primeiro jogo-treino da temporada contra o Atibaia, na tarde desta sexta-feira. Foi a primeira movimentação onde pudemos ter contato com o trabalho tático desenvolvido por Roger Machado nesta pré-temporada. O jogo teve três tempos: um com 35 minutos, outro com 30, e o terceiro com 25.

PRIMEIRO TEMPO

Lucas Lima
Cesar Greco/Ag.Palmeiras

Nosso treinador mandou a campo Weverton; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Luan e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Tchê Tchê e Lucas Lima; Keno, Borja e Dudu. Conforme esperado, o time teve muitas dificuldades, não conseguindo articular jogadas de forma consistente, num claro sintoma da falta de ritmo de jogo.

Aos dez minutos, Diogo Barbosa sentiu o tornozelo esquerdo e deixou o campo – Victor Luis entrou em seu lugar. O time do Atibaia conseguia chegar perto da área de Weverton com alguma facilidade, embora não ameaçasse nosso goleiro de forma concreta.

Conforme o primeiro tempo se desenvolvia, o posicionamento defensivo foi ficando mais compacto e o Palmeiras passou a controlar a posse da bola, sem, no entanto, finalizar ao gol. Keno também sentiu uma pancada nas costas e deu lugar a Willian Bigode. E com pouco mais de 35 minutos disputados, o jogo-treino teve o primeiro tempo encerrado. Destaque para Luan, no lado esquerdo da zaga.

SEGUNDO TEMPO

Emerson Santos
Cesar Greco/Ag.Palmeiras

O segundo tempo começou e o Palmeiras entrou com Fernando Prass; Mayke, Emerson Santos, Juninho e Victor Luis; Thiago Santos, Bruno Henrique e Guerra; Michel Bastos, Deyverson e Willian Bigode. O Atibaia manteve seu time.

A primeira chance veio aos 12, em falta da esquerda batida por Michel Bastos – Emerson Santos cabeceou por cima do gol. Um minuto depois, Willian Bigode marcou o único gol da atividade, na sorte: ele roubou a bola, puxou o contra-ataque e tentou abrir com Deyverson; a zaga cortou e a bola voltou para ele, que seguiu na jogada e adiantou um pouco a bola, que correu para o goleiro Cairo. Na tentativa de afastar, o goleiro chutou no corpo de Willian e a bola acabou morrendo no fundo do gol.

O time permanecia sem mostrar nenhum avanço tático – talvez o fato mais interessante tenha sido a movimentação de Michel e Willian, que trocaram de posição algumas vezes no ataque. Os melhores desta parte do treino foram Emerson Santos e Bruno Henrique.

TERCEIRO TEMPO

Artur
Cesar Greco/Ag.Palmeiras

Para a parte final do treino, o Palmeiras voltou com Jailson; Fabiano, Pedrão, Thiago Martins e Emerson Santos; Thiago Santos, Bruno Henrique e Hyoran; Artur, Deyverson e Allione. O adversário também promoveu várias alterações.

Aos seis minutos, Bruno Henrique cobrou muito bem uma falta sofrida por Thiago Santos, mas a bola passou à esquerda do gol. Os reservas do Atibaia ofereciam pouquíssima resistência e o Palmeiras chegava à frente do gol de Cairo com muito mais facilidade que nos períodos anteriores. A dificuldade em finalizar, no entanto, permaneceu.

Aos dez, Pedrão cometeu um erro bobo na saída de bola e precisou cometer falta. Felizmente Gilsinho bateu por cima. Como curiosidade, Gilsinho é o mesmo que teve algum destaque em nossas categorias de base entre 2009 e 2010. Está com 26 anos.

Emerson Santos deu lugar a Michel Bastos; Guerra substituiu Bruno Henrique, jogando mais retraído. Aos 15, após boa troca de passes, Artur recebeu, puxou para o meio e bateu forte de esquerda, mas a bola saiu por pouco. A atividade transcorreu até os 25 minutos, quando o árbitro trilou o apito pela última vez. Hyoran, Artur e Allione tiveram boas participações.

IMPRESSÕES

O esquema básico tende a ser o 4-2-3-1, mas não foi possível identificar os movimentos básicos, como a recomposição defensiva ou a transição rápida para o ataque porque os jogadores, na maioria do tempo, guardaram a posição. Não vimos grandes movimentações, nenhuma triangulação e os atletas estavam mesmo é tirando a ferrugem.

Como não poderia deixar de ser, alguns jogadores voltaram em ritmo mais intenso que os demais e conseguiram se destacar. Na parte médica, a pancada sobre Keno não preocupa e Diogo Barbosa ainda será avaliado, mas os exames clínicos preliminares indicaram que não foi nada sério.

Estamos a seis dias da estreia no Paulistão e o time ainda tem muito a evoluir. Mesmo assim, conseguiu se impor sobre o modesto Atibaia e chegou ao resultado, o que é importante para manter a confiança em alta e a fúria da torcida sob controle.

Todos na contagem regressiva para o início da temporada. VAMOS PALMEIRAS!

  • Helder Gonzales

    Ritmo de pré-temporada, né. Mas a corneta nos comentários das transmissão já soou alto, pra variar.

    • Gabriel Fogal

      Realmente amigo, cornetagem insuportável e isso pode por na conta da mídia gambá assim como a baixíssima qualidade das entrevistas coletivas

    • Matheus

      Sinceramente eu fiquei nervoso com a quantidade de cornetas nos comentários das fotos postadas dessa partida no Instagram oficial do Palmeiras.

      • Verdazzo

        podia estar beeeem pior….

  • 9 – MARQUINHO

    Lucas Lima o melhor neste primeiro teste. Chamando o jogo e se movimentando por todo o campo.
    Gostei também do Antonio Carlos pelo lado direito da zaga.

    Não tem o que criticar. São apenas 9 dias de treinos. Hoje foi só pra tirar a inhaca.