Em ótimo momento, Gustavo Gómez valoriza a organização tática da equipe

Na tarde desta terça-feira, véspera do jogo contra o San Lorenzo, no Allianz Parque, o zagueiro Gustavo Gómez foi o escolhido para falar por cerca de 15 minutos em entrevista coletiva, diretamente da Academia de Futebol.

Quase 700 minutos sem saber o que é sofrer gol

O sólido sistema defensivo do Palmeiras tem gerado notáveis estatísticas. Como se não bastasse a equipe ter sofrido apenas oito gols nas 24 partidas que disputou na temporada, a marca é ainda mais surpreendente quando a dupla de zaga é formada por Luan e Gustavo Gómez, que acumula 695 minutos sem tomar gols.

“Acho que é o fruto de um trabalho, né? O Luan está fazendo um trabalho muito legal. Eu joguei também com Dracena e Antônio Carlos, todos os defensores estão bem e isso é muito importante para o Palmeiras”, explicou o paraguaio, arriscando-se no famoso “portunhol”.

Expectativa de jogo difícil contra os argentinos

Tendo em vista a preparação para o jogo de domingo pelo Campeonato Brasileiro, contra o Atlético Mineiro, Felipão já deixou claro que poupará vários atletas para quarta-feira em função da classificação já garantida. O zagueiro ponderou sobre a dificuldade do confronto.

“Amanhã vamos ver como se apresenta o jogo, o que o professor vai preparar hoje, a formação… Vamos enfrentar um time muito forte, mas que não estão bem no campeonato argentino, porém eles têm um treinador muito bom porque gosta de futebol bem jogado.”

Vantagens em atuar numa equipe que valoriza o jogo defensivo

Para o zagueiro não há dúvidas de que fazer parte de um time bem coordenado taticamente e que sabe se defender é uma vantagem e tanto. Contudo, mais do que a zaga bem protegida, Gómez celebra os resultados que esse estilo de jogo vem trazendo.

“Sim. No ano passado conseguimos jogar semifinal de Libertadores e Copa do Brasil e, jogando assim, coordenado taticamente, aproveitando as oportunidades. Inclusive acho que estamos melhorando a posse de bola, então somos um time muito complicado de se enfrentar”, destacou.

Confira a entrevista completa disponibilizada pelo canal TV Palmeiras/FAM: