Palmeiras inicia preparação para decisão contra Católica

Matías Viña, do Palmeiras, em treino de preparação na Academia de Futebol
Cesar Greco

Voltando de lesões, Rony e Luan trabalharam no campo e na parte interna da Academia de Futebol

Após vencer o Atlético-GO, em Goiânia, por 3 a 0, o Palmeiras retornou à capital paulista na noite de ontem e, na manhã desta segunda-feira, já iniciou a preparação para o confronto contra a Universidad Católica, pelas oitavas-de-final da Libertadores. O jogo contra os chilenos acontecerá às 19h15 da quarta-feira, no Allianz Parque.

A atividade contou com as presenças dos jogadores que entraram no segundo tempo da partida frente ao Atlético e também dos que ficaram apenas no banco de reservas. Os titulares realizaram atividades regenerativas no Centro de Excelência.

No gramado, com o grupo dividido em dois e em campo reduzido, o primeiro trabalho proposto pela comissão técnica consistiu em aprimorar transições e movimentações em poucos toques na bola. Na sequência, os jogadores dos setores ofensivo e defensivo foram separados para atividades específicas.

Luan e Rony treinam no campo e na parte interna

 Desfalques nas últimas partidas, Luan e Rony seguiram seus cronogramas e trabalharam tanto no gramado, com bola, quanto na parte interna da Academia de Futebol. O zagueiro se recupera de um edema na panturrilha direita; o camisa 7 trata uma lesão muscular no adutor da coxa esquerda.

Assim como ocorreu no sábado, o meio-campista Matheus Fernandes fez trabalhos à parte sob a supervisão dos preparadores do Núcleo de Saúde e Performance.

Amanhã, às 16h, o elenco faz o último treino antes de enfrentar a Universidad Católica. Após vencer o jogo de ida, no Chile, por 1 a 0, o Verdão joga pelo empate para avançar às quartas-de-final.

  • Com esse cidadão aí é derrota a vista. Picota o jogo, marca toda faltinha, inverte as faltas e sempre faz vista grossa pra lances que o Palmeiras é prejudicado.

    • Isso, e o SP vai utilizar a mesma receita das finais do Paulista, ou seja, sabe que se encarar de igual apanha, vai jogar no erro, e esse arbitro coopera com esse propósito.