Scolari encara derrota no Castelão como motivo de alerta

Felipão
Reprodução

Após ver o time ser derrotado pela equipe do Ceará na 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, Felipão concedeu entrevista coletiva, na qual explicou sua visão sobre o resultado. Em resumo, o comandante enxergou o Palmeiras “mais ansioso que o comum”.

Abaixo, os principais momentos da coletiva:

“Que eu me lembre, nós não tivemos, nessa sequência de um ano, duas derrotas seguidas. Temos que analisar muita coisa, têm detalhes que saíram dentro do que imaginávamos, outro não. Estamos nervosos na hora de fazer o gol, dando contra-ataques para adversário”, explicou.

Complementando a resposta acima, Scolari disse que pretende trabalhar o aspecto psicológico dos atletas para que os erros cometidos nas últimas três partidas não voltem à tona na terça-feira, quando o Verdão enfrentará os argentinos do Godoy Cruz, pela Libertadores.

“Vou ter que trabalhar bem o aspecto psicológico, vi um jogo em que estivemos mais nervosos que o comum, alguns jogadores até mais experientes, vendo que não iam ganhar o jogo, se irritando com adversário passando o pé na bola, querendo brigar com jogadores adversários.”

Sobre a teoria de que a pausa para a Copa América tenha afetado negativamente o trabalho da equipe, o treinador acredita que é justamente isso que vem acontecendo com os jogadores.

“Não me lembro qual ano, mas teve uma parada e quem esteve na frente teve dificuldades, e é o nosso caso, mas temos só dois dias para corrigir. Temos que ter calma, não mudar nossas características. Claro que fica uma expectativa de melhora para o próximo jogo, temos um mata-mata de novo, só temos que ter calma porque, senão, vamos jogar fora tudo o que fizemos até o momento”, disse.