Apresentado, Felipe Anderson cita projeto do Palmeiras e elogia Academia de Futebol: “Surpreendente”

Felipe Anderson é apresentado como mais novo atleta do Palmeiras, na Academia de Futebol.
Cesar Greco/Palmeiras/by Canon

Novo camisa 9 do Verdão, Felipe Anderson concedeu sua primeira entrevista coletiva no clube e foi apresentado

Depois de ser apresentado à torcida palmeirense na quinta-feira passada, antes da vitória sobre o Atlético-GO por 3 a 1, Felipe Anderson concedeu sua primeira entrevista coletiva na Academia de Futebol. Apresentado pela presidente Leila Pereira, o jogador vestirá a camisa 9 do Verdão.

Assuntos não faltaram na entrevista do meia-atacante. Felipe revelou os motivos que o fizeram voltar ao Brasil e jogar no Palmeiras, após 11 anos na Europa; comentou sobre sua versatilidade em campo; e rasgou elogios ao trabalho feito na Academia de Futebol e as instalações, entre outros assuntos.

O jogador de 31 anos pode estrear pelo Verdão no duelo desta quarta-feira, contra o Botafogo, no Rio de Janeiro, pelo Campeonato Brasileiro.

Confira as respostas de Felipe Anderson

– Escolha pelo Palmeiras:

“Estava no último ano de contrato e eu precisava de um projeto para tomar uma decisão, para dar continuidade na carreira. Esperei, com calma, analisei bastante junto com minha empresária e irmã. Com calma esperamos e apareceu a oportunidade de jogar no Palmeiras e não foi difícil por tudo que o Palmeiras é e representa”.

“Foi passado tudo que o clube pretende, almeja, a competitividade. Eu buscava isso, a fome por ganhar, competir. Quando falaram de tudo isso do Palmeiras, não foi difícil. No primeiro mês aqui trabalhando vi que foi a escolha certa. Não queria ficar com especulação e esperava um projeto como o do Palmeiras. Tudo que vivem nos últimos anos, os títulos, creio que é um clube que todo jogador quer estar, porque compete em todas as competições para vencer. Me chamou a atenção. De início não pensava em voltar ao Brasil, mas vi que era o momento e a hora certa”.

– Funções que pode desenvolver em campo:

“Nos últimos três anos na Lazio, o treinador me mudou muito. Joguei bastante na direita, mas também atuei na esquerda, no meio. No último mês joguei até de ala. Desde que cheguei na Itália aprendi muito de tática. Isso tem me ajudado muito para colaborar com o time. Joguei também de falso 9, é uma função que tenho liberdade para se movimentar. Gosto de estar disponível independentemente da posição”.

– Primeiras observações da Academia de Futebol:

“Os profissionais aqui são incríveis. Essas semanas foram intensas, boas. Me sinto bem fisicamente. Estarei disponível, estou à disposição e vamos ver o que acontece. Todos aqui estão conectados e isso me surpreendeu muito. Em todos os departamentos. São muito amigos também e isso facilita no dia a dia, encurta o tempo de adaptação. Foi isso que aconteceu comigo e com os outros que chegaram. Um grupo bom, unido, em que o ego fica fora da Academia”.

“A Academia com certeza é uma das melhores instalações do Brasil e do mundo. Nós, jogadores, falamos sobre os outros clubes e tenho certeza que aqui é uma das melhores. Não só a estrutura, mas o método de trabalho. É surpreendente. Tenho ficado horas aqui, porque quero aproveitar muito”.

– Desafios do futebol brasileiro:

“O desafio maior é o calendário, mas disso já sabia e amo jogar futebol. Então estou feliz com isso, jogo a cada três dias. Não é fácil, mas levarei pelo lado bom. Temos que abdicar das coisas para estar bem para os próximos jogos. Sabemos do nosso país, maravilhoso, um futebol maravilhoso. Eu queria um dia voltar e acabei voltando”.

Palmeiras conta com reforço em reapresentação na Academia de Futebol

Caio Paulista e Felipe Anderson em disputa observados por Raphael Veiga e Gustavo Gómez, durante treinamento do Palmeiras, na Academia de Futebol.
Cesar Greco/Palmeiras/by Canon

Após empate com o Grêmio, o Palmeiras se prepara para enfrentar o Bahia, no Allianz Parque

Horas depois de enfrentar o Grêmio em Caxias do Sul e ficar no empate em 2 a 2, o Palmeiras se reapresentou na Academia de Futebol e iniciou a preparação para o duelo contra o Bahia, domingo, no Allianz Parque, às 18h30.

A grande novidade do dia foi o retorno de Gustavo Gómez. O zagueiro estava com a seleção paraguaia na Copa América e voltou ao clube nesta sexta-feira. Ele treinou normalmente e deve reforçar o time no próximo jogo.

Em campo, enquanto os titulares do último jogo ficaram na parte interna realizando atividades regenerativas, os demais atletas fizeram um trabalho técnico em campo reduzido. Felipe Anderson, Giay e Maurício, reforços do clube para o segundo semestre, participaram das movimentações – eles só poderão estrear no duelo contra o Botafogo.

Palmeiras pode ter 4 retornos contra o Bahia

Além de Gustavo Gómez, o técnico Abel Ferreira poderá ter mais três reforços para a partida frente ao Bahia. Raphael Veiga e Gabriel Menino, que estavam suspensos, estarão à disposição. A outra peça é Murilo, que segue sendo avaliado diariamente pelo Núcleo de Saúde e Performance.

O Verdão terá somente dois dias de preparação para o duelo com o Bahia. De acordo com a última parcial divulgada pelo Palmeiras, 23.300 ingressos já foram vendidos para o confronto entre as equipes que estão na parte de cima da tabela.

Felipe Anderson na área: veja como foi o 1º treino do jogador na Academia de Futebol

Felipe Anderson e Mauricio durante treinamento do Palmeiras, na Academia de Futebol.
Cesar Greco/Palmeiras/by Canon

Reforço vindo do futebol italiano, Felipe Anderson poderá estrear pelo Palmeiras após a abertura da janela de transferências

Após a vitória sobre o SCCP no Allianz Parque, o Palmeiras se apresentou na Academia de Futebol e deu início aos trabalhos visando ao confronto diante do Grêmio, que acontece na noite de quinta-feira.

A grande novidade do dia foi a presença do meia-atacante Felipe Anderson, que realizou seu primeiro treino pelo Verdão. O jogador, contratado pelo clube após passar 11 anos na Europa, participou das atividades técnicas propostas por Abel Ferreira.

“Faz um tempo que eu estava na expectativa de começar os trabalhos ao lado dos meus novos companheiros. Fui recebido muito bem por eles. Estou feliz e motivado para dar o meu melhor”, disse o jogador, à TV Palmeiras/FAM.

“A estrutura aqui é incrível, tem tudo para o atleta se preparar. Agora é dar continuidade para que o Palmeiras se mantenha nessa sequência maravilhosa”, completou.

O jogador só poderá estrear pelo Verdão após a abertura da janela de transferências, que será no dia 10 deste mês. Além dele, o Palmeiras também contratou o meia Maurício e o polivalente Agustín Giay.

Veja o primeiro treino de Felipe Anderson:

Palmeiras treina e atacante sente lesão na coxa

Abel Ferreira durante treinamento do Palmeiras na Academia de Futebol.
Cesar Greco/Palmeiras/by Canon

Palmeiras terá alguns desfalques para enfrentar o Red Bull Bragantino, nesta quinta-feira; Dudu treinou com o time

Horas após golear o Atlético-MG, na Arena MRV, o Palmeiras se apresentou na Academia de Futebol e iniciou a preparação para o confronto diante do Red Bull Bragantino, que acontece na noite de quinta-feira, no Allianz Parque.

Substituído no segundo tempo da partida de ontem, Lázaro teve confirmada uma lesão na coxa esquerda. O camisa 17 iniciou o processo de recuperação e ficará algumas semanas afastado dos gramados.

Rômulo também está lesionado e está fora do jogo de quinta. Por outro lado, o Palmeiras pode ter o retorno de Dudu, que permaneceu no clube após toda a polêmica do final de semana o envolvendo com o Cruzeiro. Ele treinou normalmente ao lado dos companheiros e pode ser relacionado pro jogo frente ao Bragantino.

Além de Lázaro e Rômulo, o Palmeiras também não terá Gustavo Gómez e Richard Ríos, que estão com suas seleções. Aníbal Moreno e Estêvão, que saíram do jogo contra o Atlético-MG sentindo dores, fizeram trabalho regenerativo, assim como os outros titulares.

Treino do Palmeiras

Em campo, o técnico Abel Ferreira e seus auxiliares comandaram um treino coletivo em campo reduzido, com dois tempos de 20 minutos. Os atletas que entraram no segundo tempo da partida contra o Atlético e os demais atletas que não atuaram participaram da atividade.

Sem Luis Guilherme, Palmeiras treina com retorno de Estêvão

Estêvão e Fabinho durante treinamento do Palmeiras na Academia de Futebol.
Cesar Greco/Palmeiras/by Canon

Atacante voltou ao Palmeiras após período de treinos com a Seleção Brasileira Sub-20

Após o domingo de folga, o Palmeiras voltou a treinar na Academia de Futebol de olho no confronto diante do Vasco, pelo Campeonato Brasileiro, que acontece na noite de quinta-feira, no Allianz Parque.

Para a atividade desta segunda, a comissão técnica contou com os retornos de Estêvão e Vitor Reis, que passaram a semana passada treinando com a Seleção Brasileira Sub-20. Por outro lado, Luis Guillherme, que também estava na Granja Comary, não participou das movimentações – o meia viajou para a Inglaterra para realizar exames médicos no West Ham e está próximo de ser vendido pelo Palmeiras.

Em campo, os jogadores realizaram trabalhos técnicos, com foco nas construções de jogadas e transições. Totalmente recuperado de lesão no joelho, Dudu pode ser a novidade para o duelo frente ao Vasco.

O elenco volta a treinar na manhã desta terça-feira, na Academia de Futebol.

Confira como foi o dia do Palmeiras: