Campeonato Paulista 2009

O Campeonato Paulista de 2009 foi disputado por 20 equipes, de janeiro a maio, com uma fase de classificação em turno único que classificou, depois de dezenove rodadas, os quatro melhores clubes que disputaram o título após semifinais e finais em mata-mata.

Depois de um começo excepcional, quando ganhou nove jogos e empatou apenas um, com o centroavante Keirrison fazendo gols de todas as formas, o Palmeiras passou a dividir as atenções com a Libertadores, onde se complicou logo de cara, e diminuiu um pouco o ritmo. Mesmo assim, terminou a fase de classificação em primeiro lugar, com quatro pontos de margem.

Nas semifinais, o adversário foi o Santos, que venceu o primeiro jogo de virada na Vila Belmiro. Na volta, pressionado e com uma decisão pela Libertadores marcada para alguns dias depois, o Verdão jogava mal e acabou sofrendo dois gols. Mas mesmo com um jogador a menos, o Palmeiras diminuiu o placar com um gol de Pierre no segundo tempo e o Palestra se inflamou.

Foi quando o treinador do Santos Vagner Mancini substituiu Neymar por Domingos com uma única instrução: tirar Diego Souza do jogo. Nosso atacante, em fase exuberante, mas fácil de ser pilhado, caiu na catimba e foi para a briga com o zagueiro santista um minuto depois de sua entrada. Os dois acabaram expulsos e o jogo esfriou, ficando fácil para o Santos conter o caldeirão que começava a ferver. Como castigo, acabou humilhado pelo SCCP nas finais.

Lista de jogos

Lista e estatística dos jogadores