Copa do Brasil 2007

A Copa do Brasil de 2007 foi disputada no formato de mata-mata por 64 clubes. Os clubes que jogavam a Libertadores, por questões de calendário, não disputavam a competição. Nas duas rodadas iniciais, os times que vencessem seus adversários por dois gols na partida de ida dispensariam o segundo jogo.

Na primeira fase, o Palmeiras enfrentou o Operário de Várzea Grande, em Cuiabá, e eliminou o time da casa numa noite inspirada do paraguaio Florentín, que marcou três gols.

Na fase seguinte, o Verdão jogou contra o Ipatinga, e o primeiro jogo não foi bom: tímido, o Palmeiras administrava uma derrota pelo placar mínimo, mas acabou tomando o segundo gol nos acréscimos e complicou a classificação. Na volta, o Palmeiras fez um grande primeiro tempo e já devolvia o placar com 32 minutos de jogo.

O time ficou ansioso e não conseguiu aproveitar a vantagem de um homem a mais desde os dez minutos do segundo tempo, e a decisão acabou indo para os pênaltis. O Palmeiras vencia por 3 a 2 e Edmundo foi para a última batida - era só marcar que o Palmeiras fecharia a conta, mas o Animal errou a cobrança, dando a chance ao Ipatinga de empatar e levar para as alternadas. Adeílson bateu e Diego Cavalieri defendeu, mas o auxiliar mandou voltar de forma vergonhosa - é nítida a posição do pé de Diego sobre a linha no momento da batida. Na sexta cobrança, Amaral errou, Luciano Sorriso converteu e o Ipatinga avançou.

Lista de jogos

Lista e estatística dos jogadores