Copa do Brasil 2014

A Copa do Brasil de 2014 foi disputada no formato de mata-mata por 86 clubes. Seis clubes entraram direto na chave final, a partir das oitavas-de-final. Os 80 clubes restantes, dentre eles o Palmeiras, disputaram as outras vagas em dez chaves de oito, sempre em mata-mata.

O Palmeiras passou por sua chave enfrentando o Vilhena, o Sampaio Corrêa e o Avaí. O único tropeço nessa trajetória foi a ida, em São Luís - uma derrota que obrigou o time a reverter a situação no Pacaembu com uma goleada por 3 a 0.

Na fase final, no segundo semestre, o time estava em fase tenebrosa. O argentino Ricardo Gareca, contratado como grande esperança de recolocar o time no rumo das vitórias, foi um retumbante fracasso e acabou demitido antes do jogo da volta. Sob o comando do auxiliar Alberto Valentim, o time não passou nem perto de reverter a vantagem que o Atlético-MG construiu na ida, no Pacaembu, e se despediu do torneio com duas derrotas (0 a 1 e 0 a 2). O Atlético, por sua vez, estava numa fase iluminada, avançou à final com viradas espetaculares e conquistou o campeonato sobre seu maior rival, o Cruzeiro.

Lista de jogos

Lista e estatística dos jogadores