0
X
0

Pré-Jogo

Pré-jogo Athletico-PR x Palmeiras

Na noite desta segunda-feira, a Sociedade Esportiva Palmeiras cumpre tabela no Brasileirão e enfrenta o Athletico-PR, na Arena da Baixada.

O Campeão da América já deu férias aos principais jogadores do elenco e vai para a partida com um elenco recheado de atletas do sub-20, que já fizeram bonito no jogo anterior vencendo o Cuiabá.

Palmeiras

PalmeirasNem Abel Ferreira viajou a Curitiba – a equipe será comandada pelo treinador do sub-20, Paulo Victor Gomes.

O Verdão terá 3 atletas que não fazem parte do elenco sub-20 nesta partida: Vinicius, Matheus Fernandes e Kuscevic. PV deve mandar a campo a seguinte formação: Vinicius Silvestre; Garcia, Michel, Kuscevic e Vanderlan; Fabinho e Matheus Fernandes; Giovani, Pedro Bicalho e Kevin; Gabriel Silva.

Athletico-PR

AthleticoAlberto Valentim também tem problemas para escalar o Athletico na partida desta noite; embora ainda precise de alguns pontos para afastar o risco do rebaixamento, o pensamento está mesmo todo voltado para as finais da Copa do Brasil. Até por isso, boa parte dos titulares ficará no banco de reservas esta noite, como Santos, Nikão, Thiago Heleno e Fernando Canesin, entre outros.

Sem David Terans, suspenso, Valentim deverá mandar a campo Bento; Zé Ivaldo, Lucas Fasson e Nicolas; Khellven, Juninho, Jader (Fernando Canesin) e Márcio Azevedo; Carlos Eduardo (Pedro Rocha), Christian e Bissoli

Números

  • O domínio do Palmeiras no confronto é grande: em 60 confrontos desde 1938, foram 31 vitórias, 18 empates e 11 derrotas;
  • Como visitante, o Palmeiras também leva vantagem: foram 12 vitórias do Palestra/Palmeiras; 12 empates e apenas 8 do CAP;
  • Pelo Campeonato Brasileiro, houve 46 confrontos, com 22 vitórias do Palmeiras, 14 empates e 10 triunfos dos paranaenses;
  • Já são 7 jogos sem perder para o CAP – a última derrota foi em 2017, com Alberto Valentim no comando do Palmeiras;
  • Faça os cruzamentos de dados históricos como quiser usando nosso Almanaque. Clique aqui!

Odds

Poucas vezes uma vitória do Palmeiras pagou tanto no mercado. Os principais sites de aposta pagarão, em média, para cada real aplicado:

AthleticoAthletico-PR: R$ 1,57
Empate: R$ 3,95
PalmeirasPalmeiras: R$ 5,93

No calendário

O Palmeiras já disputou 12 jogos no dia 6 de dezembro e ganhou 7 vezes. Veja a lista completa clicando neste link.

Lei do Ex

Carlos Eduardo teve uma passagem tumultuada pelo Verdão em 2019; Thiago Heleno ganhou a Copa do Brasil de 2012 pelo Verdão e é opção de banco.

Arbitragem

Wagner Nascimento MagalhãesÁrbitro Principal:
Wagner do Nascimento Magalhães

Rodrigo Carvalhaes de MirandaVAR:
Rodrigo Carvalhaes de Miranda

Parpite

Num jogo sem maiores atrativos, um empate é bom para os dois e não será surpresa se o placar não for aberto – embora o time jovem do Palmeiras, rápido, tenha a característica de tornar o jogo bastante dinâmico.

Então vamos de 1 a 1, com gol de Giovani, para 3.765 pagantes na Arena da Baixada. VAMOS PALMEIRAS!

Vento, temperatura e umidade

Vento: 16km/h ENE
Temperatura: 20° C
Umidade relativa do ar: 80%

Transmissão

TNTTNT (menos PR)

HBO MAXHBO Max

Pós-Jogo

Athletico-PR 0x0 PalmeirasFabio Menotti

Jogando com quase todo o time sub-20, o Palmeiras conseguiu um bom empate sem gols com o Athletico-PR, em Curitiba.

Mostrando bastante maturidade e com uma disciplina tática exemplar, nossos meninos fizeram bonito e seguraram o time titular do Athletico, que está se preparando para as finais da Copa do Brasil.

Primeiro tempo

4'
Athletico-PR

Depois de tentativa de infiltração de Pedro Rocha na área, a zaga rebateu e Erick tentou o chute cruzado; a bola desviou na zaga e Pedro Rocha ficou com a sobra dentro da pequena área, mas Vinicius se atirou nos pés do atacante do Athletico e fechou o ângulo – a bola saiu em tiro de meta.

20'
Palmeiras

Matheus Fernandes articulou e abriu na profundidade para Garcia, que cruzou no primeiro pau; Vitinho fechou e testou firme – a bola beijou a trave esquerda de Santos e saiu pela linha de fundo.

24'
Palmeiras

Desta vez Matheus Fernandes distribuiu pela esquerda; Vanderlan cruzou e Garcia chegou testando no segundo pau, mas errou o alvo.

33'

Vitinho marcou a saída de bola, roubou de Pedro Henrique e tentou rolar para a área; Thiago Heleno deu o carrinho e interceptou a bola com a mão. O árbitro foi ao VAR e marcou falta de Vitinho na roubada de bola e salvou o CAP de ter um pênalti contra si.

41'
Athletico-PR

Pedro Rocha tabelou com Abner e entrou na área; Vinicius saiu por baixo e rachou com o atacante, que deu o último toque na bola que saiu pela linha de fundo.

46'
Athletico-PR

Canesin recebeu de Pedro Rocha livre na marca do pênalti e tocou na saída de Vinicius, que atacou a bola e fez uma enorme defesa.

48'

O árbitro encerrou o primeiro tempo.


Segundo tempo

O Palmeiras voltou sem alterações para o segundo tempo.

16'
Athletico-PR

Após escanteio da direita, Bissoli testou no canto direito de Vinicius, que voou rasante, trocou de mão e salvou o Verdão.

24'
Athletico-PR

Após escanteio da esquerda, a bola cruzou a área e Marcinho bateu cruzado; a bola ia em direção ao poste direito mas Matheus Fernandes, na dúvida, afastou o perigo debaixo do travessão.

32'
Athletico-PR

Pedrinho entrou driblando pela esquerda e rolou para Canesin, que disparou da entrada da área – a bola saiu por cima do travessão.

34'
Athletico-PR

Nikão recebeu em velocidade pela direita, passou por Fabinho, foi ao fundo para tirar de Vinicius e tocou quase sem ângulo; mesmo assim a bola entraria se Michel não tirasse o perigo em cima da risca.

36'
Athletico-PR

Pedro Henrique bateu forte da intermediária; Vinicius pegou bem por baixo, sem rebote.

39'

Pedro Bicalho entrou no lugar de Lucas Freitas; o Palmeiras desmanchou a linha de cinco.

50'

O sempre fraco Wagner Magalhães encerrou a partida.





Fim de jogo

Muito boa a apresentação dos meninos em Curitiba, aumentando o tabu do Palmeiras não perder para o Athletico para oito jogos.

Com uma linha de cinco, Matheus Fernandes distribuindo o jogo e Fabinho flutuando entre as duas linhas, o Palmeiras resistiu à pressão inicial do time da casa, equilibrou o jogo e chegou a ter uma bola na trave e quase conseguiu um pênalti.

Obviamente o ritmo do Athletico, com seu experiente time praticamente completo, prevaleceu e o domínio das ações coube ao time da casa. Foi aí que apareceram a organização e a disciplina tática de nossos meninos, algo incomum para a idade.

Diante de uma torcida atuante, com quase 20 mil pessoas no estádio, nossa molecada não se intimidou e segurou o empate como um grande resultado. Para isso, contou com uma estupenda atuação de Vinicius Silvestre, capitão do time, que aos 27 anos vai ganhando confiança a cada chance recebida.

A poucos minutos do fim do jogo, PV Gomes arriscou um pouco para tentar a vitória, ao tirar Lucas Freitas para colocar Pedro Bicalho, aumentando o poder de ligação com a velocidade dos pontas e desmontando a linha de 5. Ninguém abriu o placar, mas a ousadia precisa ser reconhecida.

Foi um belo teste para esses meninos, que tendem a ser a base do time que vai jogar o campeonato paulista a partir da última semana de janeiro – e claro, a Copa São Paulo, de volta ao calendário em 2022. A base vem forte! VAMOS PALMEIRAS!

Ficha Técnica

Athletico-PR

Santos
Pedro Henrique
Zé Ivaldo
Thiago Heleno
Nicolas
Hernández
Marcinho
Erick
Fernando Canesin
Márcio Azevedo
Abner
Pedrinho
Nikão
Bissoli
Pedro Rocha
Jader
Alberto Valentim
TÉCNICO

Notas


Jogador
Descrição
Nota
Vinicius Silvestre
Fez duas defesaças que, se virarem rotina, o credenciam até para disputar a posição com Weverton.
9
Gustavo Garcia
Compôs com perfeição a última linha, com o posicionamento sempre correto.
7
Michel
Comandou a zaga com panca de xerife. Tem futuro!
8
Naves
Doação completa; chegou a se atirar com a cabeça numa bola que tinha o endereço - e foi a nocaute.
6.5
Lucas Freitas
Jogou sério, rebatendo tudo e não dando chances aos atacantes do time da casa.
7.5
Pedro Bicalho
Jogou pouco.
s/n
Vanderlan
Não apenas fechou muito bem o lado esquerdo, como também apoiou com bons cruzamentos.
7
Fabinho
Parece que joga muito mais quando está no profissional do que na base.
7
Giovani
Pouco acionado, apareceu mais compondo a primeira linha na marcação, com muita consciência tática.
6.5
Matheus Fernandes
Aos 23 anos, parecia um veterano, comandando a molecada e cavando com propriedade um lugar de mais destaque no elenco principal.
8.5
Vitinho
Criou boas jogadas e chegou a cabecear uma bola na trave.
7
Gabriel Silva
Apareceu pouco, mas era claramente uma ameaça ao gol de Santos: com uma bola encaixada, estaria na cara do gol.
6.5
Paulo Victor Gomes
Paulo Victor Gomes
Manteve o time encaixado e até tentou ganhar o jogo no fim, arriscando um pouco o resultado. Não é medroso.
7.5