0
(3)
X
1
(4)

08/04/2018 - 16:00

Pré-Jogo

Na tarde de hoje, a Sociedade Esportiva Palmeiras enfrenta o SCCP na grande final do Paulistão 2018.

Por isso, não esperem um pré-jogo como os de sempre, quadradinho, com todas aquelas informações de sempre. Este jogo é muito mais que isso.

É Derby. Nosso maior rival. O time que mais enfrentamos na História – e contra quem temos vantagem. E vale taça.

Quis o destino, há cerca de cem anos, que estes dois clubes desenvolvessem uma rivalidade que hoje é um dos pilares da identidade da capital paulista. E que seduz milhões de pessoas que não vivem nesta cidade.

Não existe SCCP sem Palmeiras. Não existe Palmeiras sem SCCP.

E os dois clubes, como se fosse combinado, deixaram o mundo dezenove anos sem uma final entre eles. Tanto tempo sem os dois gigantes brigando por um troféu fez deste pequeno campeonato paulista de 2018 um PAULISTÃO, quase do mesmo tamanho daqueles, gloriosos, de tempos que não voltam mais. Até bandeiras com mastro foram vistas.

Hoje o Palmeiras respira ares inimagináveis há cinco anos. Por trás do time, temos uma estrutura e uma administração que prima pela excelência, o que nos dá uma condição de protagonista que tende a perdurar. O SCCP, por sua vez, segue competitivo a seu modo: com acordos malcheirosos, favorecimento das arbitragens, tribunais e autoridades.

É uma pena que nosso rival tenha se convertido praticamente numa organização criminosa. E é exatamente isso que faz deste jogo muito mais do que uma partida de futebol; muito mais até que uma final.

O duelo deste domingo, além de reviver o embate das duas camisas mais emblemáticas do país, hoje representa a luta do certo contra o errado, do mérito contra o jeitinho, do suor contra os telefonemas. Do limpo contra o sujo.

E o limpo tem que ganhar. Nosso país precisa romper com o estigma de que o crime compensa. E nada melhor que uma vitória do Palmeiras sobre o SCCP neste abril de 2018 para reforçar esse rompimento.

O Palmeiras não joga só por si e por sua torcida neste domingo: joga pelo Brasil.

E é por isso que o Allianz Parque, esta tarde, será o maior lugar do Universo.

Que os homens de verde amassem os de preto e branco. Quem dêem um banho de bola, e que esse banho limpe também as entranhas do nosso futebol e do nosso país. Incentivo não vai faltar: serão mais de 40 mil vozes em transe, agigantando nossos heróis e enfraquecendo os representantes da Organização Criminosa de Itaquera. Nós também seremos parte disso.

Esta tarde o Brasil viverá um momento especial em seus mais de 500 anos. Nunca na História deste país o circo do futebol viveu um momento tão importante e significativo.

Em caso de derrota, seguiremos lutando, com o mesmo amor de sempre. E em caso de vitória, comemoraremos demais. Cantaremos, dançaremos, beberemos. E a partir de amanhã retomaremos a luta, porque não pode parar só por aqui. Queremos mais.

VAMOS PALMEIRAS!

Pós-Jogo

O Palmeiras foi assaltado vergonhosamente pela arbitragem nesta tarde e perdeu o título paulista para a Organização Criminosa de Itaquera.

É mais fácil passar a política de Brasília a limpo que o nosso futebol.

É hora de todos que fazem nosso esporte pararem tudo o que estão fazendo e repensarem a forma com que estão conduzindo tudo. Vai chegar uma hora que ninguém mais vai dar bola pra futebol.

E se não é pelo amor que o povo sente pelo esporte, que seja pelo dinheiro que vai deixar de girar. Eles podem ser ladrões e canalhas, mas não podem ser tão burros assim.

Estão matando o nosso futebol.

 

Ficha Técnica

41.226

R$ 4.001.277,68

Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza

Palmeiras

GOL
Jailson
LAD
Marcos Rocha
ZAG
Antônio Carlos
ZAE
Thiago Martins
LAE
Victor Luis
VOL
Bruno Henrique
VOL
Thiago Santos
VOL
Moisés
MEI
Dudu
MEI
Lucas Lima
MEI
Willian Bigode
ATA
Keno
ATA
Borja
ATA
Deyverson
TÉCNICO
Roger Machado

SCCP

GOL
Cássio
LAD
Fágner
ZAG
Balbuena
ZAE
Henrique
LAE
Sidcley
VOL
Ralf
VOL
Maycon
MEI
Jadson
ATA
Emerson Sheik
MEI
Rodriguinho
MEI
Danilo
MEI
Matheus Vital
MEI
Lucca
ATA
Romero
TÉCNICO
Fábio Carille

Notas


Jogador
Descrição
Nota
Jailson
s/n
Marcos Rocha
s/n
Antônio Carlos
s/n
Thiago Martins
s/n
Victor Luis
s/n
Bruno Henrique
s/n
Thiago Santos
s/n
Moisés
s/n
Dudu
s/n
Lucas Lima
s/n
Willian Bigode
s/n
Keno
s/n
Borja
s/n
Deyverson
s/n
Roger Machado
Roger Machado
s/n