4
X
1

Mais um show da Academia. Invicta por mais de quatro meses (26 jogos), a segunda Academia palmeirense seguia arrasadora no início do Paulistão, no qual seguia com 100% de aproveitamento com cinco vitórias. Na sexta rodada, o Verdão encarou a Ponte Preta, de Dicá, e sem maiores problemas venceu o time campineiro por 4 a 1.

Atuando com o time que todo palmeirense sabe de cor, ou pelo menos deveria saber, o Palmeiras começou o jogo com tudo e logo aos 4 minutos abriu o placar com Leivinha, com uma cabeçada a seu estilo. O artilheiro César, de forma rompedora, marcou o segundo aos 22 e o Verdão terminou a primeira etapa vencendo por 2 a 0.

No segundo tempo, o atacante Nei foi o destaque da equipe palestrina e balançou as redes adversária por duas vezes: aos 2, aproveitando bola viva após uma jogada que ele mesmo construiu; e aos 7 minutos, depois de um excepcional lançamento de Luís Pereira. Minutos depois, Dicá descontou para a Ponte Preta.

A Academia sustentaria a invencibilidade no campeonato até a rodada final, em setembro. Com uma campanha de 15 vitórias e 7 empates, o Palmeiras se sagraria campeão paulista pela 16ª vez em meados de setembro.

Ficha Técnica

10.700

Cr$ 116.132,00

Dulcídio Wanderley Boschilia

Ponte Preta

Waldir Peres
Galli
Dagoberto
Valdir Vicente
Santos
Chicão
Adílson
Dicá
Ditinho
Manfrini
Pedro Paulo
Mosca
Serginho
Cilinho
TÉCNICO