1
X
0

Depois de uma campanha espetacular na primeira e segunda fases do Paulistão de 1976, o Palmeiras enfrentou  o XV de Piracicaba na penúltima rodada para concretizar mais um título estadual. O duelo, além de garantir o troféu ao Verdão, registrou também o maior público da História do Palestra Italia: 40.283  presentes (35.533 pagantes).

Sob o comando de Dudu, estreando na carreira de técnico, o Verdão tinha três pontos de vantagem sobre o XV e o América, únicas equipes que ainda podiam reverter a situação na tabela. Assim, um empate já seria suficiente para a conquista do título.

No primeiro tempo, o Verdão forçou bastante o jogo pela direita com o cruzamento direto para área. Por duas oportunidades Jorge Mendonça não conseguiu balançar as redes, porém na terceira, aos 39 minutos, não perdoou. Edu cobrou falta, o goleiro Donah falhou e o camisa 8 cabeceou para o fundo do gol.

Se o empate já estava de ótimo tamanho para o Verdão, a vantagem no placar só dava mais tranquilidade aos jogadores. No segundo tempo, o Palmeiras viu Ademir da Guia controlar completamente as ações da partida e, com muita superioridade, administrou o resultado.

O título Paulista de 1976 estará marcado para sempre nos registros históricos do Palmeiras, pois, além da trajetória excepcional (17 vitórias, 10 empates e uma derrota), foi a última conquista do Divino com a camisa alviverde.

Ficha Técnica

35.533

Cr$ 777.913,00

Romualdo Arppi Filho

Escalação

XV de Piracicaba

Donah
Volmil
Fernando
Elói
Almeida
Muri
Vágner
Pitanga
Nardela
Capitão
Benê
Paulinho Massariol
João Paulo
Dema
TÉCNICO