Felipão deixa claro: “Não é o torcedor que coloca o jogador”

O Palmeiras saiu de Araraquara com um empate sem gols diante da Ferroviária, em jogo válido pela sétima rodada do estadual. A atuação da equipe trouxe à tona mais críticas a alguns atletas, bem como questionamentos acerca da escalação. Felipão, como sempre, deixou o seu recado.

Resultado justo perante atuação do time

Após observar os seus comandados desempenharem um jogo pouco inspirado contra a Ferroviária, em Araraquara, o treinador Luiz Felipe Scolari analisou o resultado como justo, considerando o futebol apresentado pelo Palmeiras, que, segundo ele, apresentou apatia e lentidão.

Quanto ao estilo de jogo ter sido ou não uma surpresa, Scolari afirma que já sabia muito bem como a Ferroviária joga, evidentemente. Não por acaso, o alviverde foi quem mais levou perigo à meta adversária.

Ausência de Zé Rafael nas escalações

Um dos pontos colocados em pauta na entrevista foi a preferência por outros jogadores, como o estreante Ricardo Goulart, que se recupera física e tecnicamente, a Zé Rafael, que até o momento só entrou em campo uma vez: contra o Botafogo-SP, no Allianz Parque.
“Não é o torcedor que coloca o jogador, não são vocês [da imprensa], eu é que vou analisar o momento certo de colocar e se ele está em condições de ser colocado ou não. Essa é a minha função, por enquanto” enfatiza Felipão, incomodado.

Estreia de Ricardo Goulart

A estreia do camisa 11 foi um atrativo da partida deste domingo. Mesmo distante de sua forma ideal, o meia-atacante já demonstrou visão de jogo e precisão de passe diferenciados, aspectos manifestados no lance de mais clara chance de gol do Palmeiras, quando Goulart deixou Borja de frente para a meta.

De acordo com Scolari, embora o atleta tenha entrado bem, as coisas não aconteceram dentro do planejado.

“Não era para ele [Goulart] entrar naquele momento do jogo. Nós o tínhamos preparado para uns 20 minutos, mas, infelizmente, havia acontecido aquela situação com o menino [Felipe Pires, que deixou o campo lesionado, após receber uma pancada]”.

Com 14 pontos somados até a presente rodada, o Palmeiras permanece isolado na liderança do grupo e terá pela frente mais cinco dias de treinamento até o confronto de sábado, contra o Santos, no Allianz Parque.

  • Sou igual você Conrado. Também não encho o saco de ninguém. E não deixo ninguém me encher.