Paulo Victor minimiza pressão por título da Copinha e projeta decisão no Allianz Parque

Paulo Victor minimiza pressão por título da Copinha e projeta decisão no Allianz Parque.
Reprodução

Em coletiva de imprensa na sede da FPF, Paulo Victor falou também sobre atacante Endrick

Os times Sub-20 de Palmeiras e Santos decidem amanhã, no Allianz Parque, às 10h, a Copa São Paulo de Futebol Junior. Na manhã desta segunda-feira, o técnico Paulo Victor concedeu entrevista coletiva na sede da Federação Paulista de Futebol e comentou sobre a pressão pelo título do lado do Verdão, já que o clube ainda busca o primeiro troféu da competição.

“A pressão é um privilégio para quem trabalha no alto nível, em grandes equipes. A gente está lidando com muita naturalidade com essa final, focando sempre naquilo que nós controlamos, que é nosso trabalho, o dia a dia, a entrega. Não tenho dúvidas que amanhã teremos um grande jogo e quem tiver um maior merecimento sairá com o título”, declarou.

PV chegou ao Palmeiras para comandar o Sub-20 em outubro do ano passado, para substituir Wesley Carvalho. O treinador segue invicto à frente da equipe, com 16 vitórias e seis empates, e busca seu segundo título pela categoria.

“Jogar ao lado do nosso torcedor, com o estádio cheio, é muito bom e acredito que valida e favorece muito a formação dos atletas, que é o principal objetivo do clube. A gente já pôde ter outras experiências assim nessa competição e na final do Campeonato Paulista [Sub-20]”, comentou o treinador sobre a escolha do Allianz Parque como sede da decisão.

Os ingressos para a final foram esgotados na madrugada desta segunda-feira. Ao todo, foram colocados à venda um pouco mais de 26 mil bilhetes – por conta das restrições pela Covid-19, apenas 50% da capacidade do estádio será utilizada.

Paulo Victor comenta sobre Endrick

Endrick comemora seu primeiro gol na vitória do Palmeiras por 6x1 sobre o ASSU-RN, em partida válida pela primeira rodada da Copa São Paulo de Futebol Júnior, no estádio Distrital do Inamar, em Diadema-SP.
Fabio Menotti

O garoto Endrick, de 15 anos, também foi assunto da coletiva. Indagado sobre a situação do atacante, que é destaque na imprensa nacional e internacional, PV afirmou que o clube vem trabalhando diariamente com ele e que seu foco está totalmente direcionado para a Copinha.

“O Endrick tem mostrado todo seu potencial dentro da competição junto do trabalho de todo o grupo, as individualidades só aparecem com o grande trabalho coletivo. É assim que a gente pensa. Ele tem uma ótima postura, está com a cabeça boa, tranquila, e estamos instruindo-o para que continue assim, focado nos objetivos coletivos”, pontuou.

Para finalizar, o treinador elogiou a decisão de Abel Ferreira em não inscrever Endrick para o Mundial de Clubes.

“Essa situação dele ir para o Mundial eu atribuo muito mais para o externo. Ele é um menino de 15 anos e que tem muita coisa pela frente ainda. Desde o dia 5 de janeiro ele está focado na Copinha e assim que tratamos essa situação. O Abel foi muito feliz ontem nas palavras e nas considerações”, finalizou.

FPF define Allianz Parque como palco da final da Copinha; Santos protesta

FPF define Allianz Parque como palco da final da Copinha; Santos protesta.
Reprodução

Partida acontecerá no Allianz Parque porque Pacaembu está em reforma; jogo começará às 10h

Na noite de domingo, a Federação Paulista de Futebol confirmou o Allianz Parque como palco da final da Copinha, entre Palmeiras e Santos, que ocorre nesta terça-feira. A entidade definiu também que o clássico acontecerá às 10h.

Tradicionalmente a decisão da Copinha é disputada no Pacaembu, porém o estádio não está disponível por conta de reformas após a venda para a iniciativa privada. De acordo com a FPF, a escolha pela arena palmeirense ocorreu após “análise minuciosa de todas variáveis envolvidas na grande final da Copa São Paulo e diálogo com a Polícia Militar de São Paulo”.

Outro motivo levado em consideração foi a campanha do Verdão na competição, que foi melhor que a do Santos. Por conta disso, também, só palmeirenses poderão assistir ao duelo no estádio.

Já a opção pelo horário, segundo a entidade, se deu pelo fato de a estreia do SCCP no Paulistão estar marcada para a mesma data, às 21h, no estádio do Itaquerão.

Em suas redes sociais, o Santos protestou contra a escolha pelo Allianz Parque. Confira:

Os ingressos para o jogo foram colocados à venda online no início da madrugada de domingo e já estão esgotados.

Confira a nota completa da FPF sobre a definição do Allianz Parque

Após análise minuciosa de todas variáveis envolvidas na grande final da Copa São Paulo e diálogo com a Polícia Militar de São Paulo, a FPF anuncia horário e local da partida entre Palmeiras e Santos.

Enfrentamos a impossibilidade de utilizar o Pacaembu, tradicional palco da final da Copinha, e, por motivos de segurança, outras instalações na capital paulista. Considerando a melhor campanha entre os finalistas e a regulamentação de torcida única entre os clássicos paulistas, o Palmeiras naturalmente teria sua torcida. Portanto, a grande final acontecerá no Allianz Parque.

Há, na terça-feira, 25 de janeiro, data da grande final, agendada partida entre Corinthians e Ferroviária, às 21h, pelo Paulistão Sicredi 2022. Com esta agenda, também por motivos de segurança dos torcedores e torcedoras paulistas, a FPF optou por agendar a final entre Palmeiras e Santos para 10h, evitando possível encontro entre torcedores no transporte público.

Segue, assim, as informações oficiais para a grande final:

Final da Copa São Paulo 2022
Palmeiras x Santos
Data: 25/01/2022
Horário: 10h
Local: Allianz Parque

No Allianz Parque, Palmeiras sofre revés para Portuguesa em jogo-treino

Dudu durante jogo-treino do Palmeiras contra a Portuguesa, no Allianz Parque.
Cesar Greco

Partida acabou em 2 a 1 para os visitantes e Gabriel Veron foi o autor do gol do Palmeiras; Marcelo Lomba testou positivo para Covid-19 e não atuou

Dando sequência ao planejamento da pré-temporada, o Palmeiras recebeu na manhã desta quarta-feira a equipe da Portuguesa, no Allianz Parque, para um jogo-treino. A partida terminou com vitória da Lusa por 2 a 1. O único gol palmeirense foi anotado por Gabriel Veron; já para os adversários, Luan, ex-jogador do Verdão, e Anderson Ligueiro foram às redes.

A escalação inicial do Palmeiras foi: Vinicius; Gómez, Kuscevic e Renan; Breno Lopes, Patrick de Paula, Atuesta e Piquerez; Raphael Veiga, Dudu e Deyverson. Nos primeiros 45 minutos, os melhores momentos saíram dos pés de Dudu, após lançamento de Piquerez, e Breno Lopes.

No segundo tempo, o Verdão foi a campo com: Vinicius; Marcos Rocha, Naves e Luan; Mayke, Danilo, Jailson e Wesley; Gustavo Scarpa, Gabriel Veron e Rafael Navarro. Logo no começo da etapa final, Veron marcou o gol palmeirense em um belo chute rasteiro. As outras oportunidades da equipe foram com arremates de fora da área do volante Jailson e com uma batida perigosa de Marcos Rocha.

O técnico Abel Ferreira, ainda, promoveu as entradas de Pedro Bicalho (Jailson), Giovani (Veron) e Bruno Menezes (Danilo) no segundo tempo. Anunciado como quinto reforço para a temporada, o zagueiro Murilo correu em volta do campo sob a supervisão da preparação física.

A partida contra a Portuguesa foi o segundo jogo-treino do Palmeiras na pré-temporada. No domingo, a equipe empatou em 2 a 2 com o Pouso Alegre. Já no próximo sábado, mais dois jogos-treino estão marcados: contra o Juventus, às 9h30, e diante do Primavera, às 16h30 – ambos acontecerão no CT palmeirense.

Para encerrar a quarta-feira, o elenco fará, às 16h, mais um treinamento na Academia de Futebol.

Palmeiras tem mais um caso de Covid-19: Marcelo Lomba

O goleiro Marcelo Lomba, que foi apresentado oficialmente na tarde de ontem, testou positivo para Covid-19 e por isso não participou do jogo-treino. O novo camisa 42 se junta a Gabriel Menino, Matheus Fernandes, Rony, Jorge e Weverton, que também foram infectados pela doença.

Outro jogador ausente no duelo contra a Lusa foi o meio-campista Zé Rafael, que cumpriu um cronograma individualizado com os profissionais do Núcleo de Saúde e Performance.

Palmeiras bate o Mirassol na primeira final do Paulista Sub-20 2021

Pelo Paulista Sub-20, Palmeiras abre vantagem na final contra o Mirassol.
Leonardo Benhossi

Jogando no Allianz Parque, a equipe Sub-20 do Palmeiras venceu o adversário por 2 a 0; partida decisiva será na quarta-feira

No Allianz Parque, o Palmeiras entrou em campo na noite de ontem e enfrentou o Mirassol, no jogo de ida da final do Campeonato Paulista Sub-20. Com gols de Giovani no primeiro tempo, e Kevin na etapa final, o Verdão venceu a partida por 2 a 0 e abriu vantagem para o confronto decisivo.

O duelo contra a equipe do interior foi o primeiro da base com a presença do público desde 11 de março de 2020, quando o Verdão goleou o Botafogo por 5 a 0 no Campeonato Brasileiro Sub-17.

Sem poder contar com Garcia (suspenso) e Michel (machucado), Paulo Victor Gomes escalou o Palmeiras com: Mateus; Lucas Sena (Jhonatan), Naves, Lucas Freitas e Ian; Fabinho, Pedro Bicalho (Thiago) e Gabriel Silva (Endrick); Giovani (Miguel), Vanderlan e Vitor Hugo (Kevin).

A partida de volta acontecerá no próximo dia 22 (quarta-feira) às 19h, em Mirassol. Com o resultado obtido, o Verdão pode perder até por um gol de diferença para se sagrar campeão paulista pela quinta vez seguida.

Maior campeão da categoria com 11 títulos, o Palmeiras venceu a competição em: 1976, 1977, 1992, 1998, 2002, 2004, 2009, 2017, 2018, 2019 e 2020.

Campanha do Palmeiras no Paulista Sub-20, até a final

Na primeira fase, o Palmeiras esteve no Grupo 8, ao lado de Taubaté, Flamengo-SP, União Mogi, São José e ECUS. O time se classificou na liderança da chave, com 24 pontos (oito vitórias e duas derrotas). Na segunda fase, na companhia de Audax, Itapirense e VOCEM, o Verdão avançou invicto na primeira colocação, com 16 pontos (cinco vitórias e um empate).

No mata-mata, o Palmeiras segue invicto. Nas oitavas, vitória (4×0) fora e empate (1×1) em casa diante do São Caetano. Nas quartas, o clássico diante do Santos teve bastante equilíbrio, com um empate (1×1) e um triunfo (1×0) como mandante.

Nas semifinais, em confronto duríssimo com a Ferroviária, dois empates por 1 a 1 e decisão por pênaltis na Academia 2, sob um dilúvio. Nas penalidades máximas, vitória palmeirense por 4 a 3 graças ao goleiro Kaique, que defendeu duas cobranças.

1ª final do Paulista Sub-20 entre Palmeiras x Mirassol terá entrada gratuita aos torcedores

1ª final do Paulista Sub-20 entre Palmeiras x Mirassol terá entrada gratuita aos torcedores.
Reprodução

Palmeiras x Mirassol se enfrentarão no domingo, às 21h30, no Allianz Parque

Pela primeira vez na temporada, os palmeirenses poderão assistir a uma partida da equipe Sub-20 no Allianz Parque.

Na tarde desta sexta-feira, o clube informou que a partida entre Palmeiras x Mirassol, pelo primeiro jogo da final do Campeonato Paulista da categoria, que acontecerá neste domingo na arena do Verdão, às 21h30, estará com os portões abertos e, além disso, a entrada será gratuita ao público.

Para isso, os torcedores terão que acessar o site Ingressos Palmeiras e adquirir o bilhete virtual (e-Ticket). O ingresso começará a ser disponibilizado a partir da tarde de hoje até o início do jogo. Será permitido adquirir cinco ingressos por CPF.

A torcida do Verdão assistirá ao duelo no setor Central Leste, que tem capacidade para 4.300 lugares aproximadamente; enquanto a visitante ficará no setor Superior Sul, com entrada pelo Portão D (Rua Padre Antônio Tomás).

Além do ingresso, cada torcedor terá que apresentar o comprovante com as duas doses da vacina contra a Covid-19 ou, em caso de imunização parcial (uma dose tomada), ter em mãos um teste PCR negativo realizado nas 48h anteriores ao jogo.

A última vez que um jogo das categorias de base do Verdão teve a presença do público foi em 11 de março de 2020, quando o Palmeiras goleou o Botafogo por 5 a 0 pelo Campeonato Brasileiro Sub-17.

Jogo da volta entre Palmeiras x Mirassol será no dia 22

Assim como nas fases anteriores, a final do Paulista Sub-20 também será decidida em dois jogos. Enquanto a primeira partida já acontece neste domingo, o segundo duelo ocorrerá na próxima quarta-feira, dia 22. Por ter tido uma melhor campanha na tabela geral, o Mirassol tem o direito de fazer o jogo decisivo em seu estádio.

Após passar por São Caetano (oitavas-de-final), Santos (quartas) e Ferroviária (semifinal), o Verdão encara a equipe do interior paulista em busca do pentacampeonato seguido da competição.

Até o momento, a campanha do Palmeiras no estadual é de 15 vitórias, 5 empates e duas derrotas.