Gustavo Scarpa inicia ano com assistência e se consolida como um dos atletas mais versáteis do Palmeiras

Gustavo Scarpa comemora com Rony o terceiro gol do Palmeiras contra a Ponte Preta, durante partida válida pela primeira rodada do Paulistão 2022, no Allianz Parque.
Cesar Greco

Eleito pela FPF o craque do jogo contra a Ponte Preta, Gustavo Scarpa participou das jogadas dos três gols

Desde a chegada de Abel Ferreira ao Palmeiras, em outubro de 2020, Gustavo Scarpa tornou-se um jogador coringa dentro do elenco. Meia central de origem, o camisa 14 já atuou como lateral-esquerdo, ponta direita e esquerda, como um camisa “10” e, nos primeiros dois jogos da temporada de 2022, vem cumprindo mais de uma função em campo: por ora é ala-esquerdo/lateral; por ora é um ponta.

“Não só eu, mas todo o grupo entendeu o que o Abel quer da gente nesse esquema, eu acho que é extremamente importante a gente manter o foco e não se acomodar. Sabemos que os primeiros jogos do campeonato são bem difíceis, mas é muito importante para a gente pegar confiança para ir para o nosso principal objetivo, que é o Mundial”, disse o atleta na saída do gramado do Allianz Parque, após triunfo palmeirense por 3 a 0 sobre a Ponte Preta.

O grande teste de Scarpa atuando nesse esquema foi a final da Libertadores do ano passado, diante do Flamengo. Até aquele confronto, o atleta vinha tendo sequência como um meia pela direita.

“Eu vou tentar usar um camaleão como exemplo. Quando muda de cor, continua a ser um camaleão. Eu gosto muito de utilizar essa metáfora para tentar explicar às pessoas. Podemos jogar em mil e um sistemas, o mais importante é que os jogadores saibam quais os comportamentos que eles devem ter com e sem a bola”, chegou a dizer o comandante em entrevista coletiva após o duelo frente ao Novorizontino.

Gustavo Scarpa comenta preparação para o Mundial de Clubes

Eleito pela Federação Paulista de Futebol o melhor jogador do duelo contra a Ponte Preta, Scarpa enalteceu o forte início de campeonato do Palmeiras, principalmente para a preparação para o Mundial de Clubes, que será disputado entre os dias 3 a 12 de fevereiro.

“Eu tenho achado importante a gente começar jogando para pegar ritmo de jogo antes do Mundial, sabe que vai ser muito difícil esse torneio, mas é um sonho nosso e quando a gente sonha e vai com dedicação, temos grandes chances de realizar. Sabemos da dificuldade, mas vamos com tudo”, declarou.

O camisa 14 participou das jogadas dos três gols do Verdão e poderia ter terminado a partida entre os goleadores da partida. No final do primeiro tempo, Scarpa recebeu ótimo passe de Danilo e marcou o que seria o quarto gol do Palmeiras, mas o assistente Rafael Tadeu de Souza marcou equivocadamente impedimento.

Contra Ponte Preta, Rony alcançou o centésimo jogo pelo Verdão; confira os números do atacante

Rony comemora seu gol pelo Palmeiras contra a Ponte Preta, durante partida válida pela primeira rodada do Paulistão 2022, no Allianz Parque.
Cesar Greco

Novo camisa 10 do Verdão, Rony anotou o terceiro gol da equipe na vitória por 3 a 0 sobre a Ponte Preta, na noite de ontem

O Palmeiras recebeu a Ponte Preta na noite de quarta-feira, em jogo válido pela primeira rodada do Campeonato Paulista, e precisou apenas do primeiro tempo para fazer 3 a 0 e vencer a partida. Os gols foram anotados pelos zagueiros Murilo (aos 8’) e Luan (aos 21’) e por Rony (aos 27’).

Além do gol marcado e a vitória alcançada, o atacante Rony teve mais um motivo para celebrar o duelo: o camisa 10 do Verdão alcançou a marca de 100 jogos pelo Palmeiras. Contratado junto ao Athletico-PR no início de 2020, o jogador contabiliza ainda quatro títulos pelo clube, 24 gols e 13 assistências.

“Alcançar a marca de 100 jogos por um clube gigante como o Palmeiras é motivo de muito orgulho para mim, estou muito feliz. E marcar gol é sempre importante, dá muita confiança, principalmente para nós, atacantes. Acredito que o grupo como um todo está no caminho certo, evoluindo degrau por degrau, e estamos nos preparando para fazer mais um ano de vitórias e conquistas”, disse.

Entre os jogadores do atual elenco, Rony é o quinto colocado no ranking dos maiores artilheiros, atrás de Deyverson (30), Gustavo Scarpa (31), Raphael Veiga (43) e Dudu (75), e também o 11º atleta a atingir a centésima partida com a camisa palmeirense. Com ele em campo, o Palmeiras conquistou 54 vitórias contra 20 derrotas, além de 26 empates.

Além disso, foi o artilheiro do clube nas últimas duas Libertadores (5 e 6 gols) e terminou a edição de 2020 como o maior assistente (8 passes para gol).

Rony precisou passar por cima de início complicado para chegar aos 100 jogos

Adquirido como o destaque de um Athletico-PR campeão da Copa do Brasil, por 6 milhões de euros (cerca de R$28 milhões à época), Rony demorou para cair nas graças da torcida e marcar seu primeiro gol pelo Verdão.

Foram 21 partidas no total até que o atacante conseguisse balançar as redes adversárias, na goleada sobre o Bolívar por 5 a 0, na primeira fase da Libertadores de 2020. O gol trouxe tranquilidade para o jogador, mas foi após a chegada de Abel Ferreira ao Palmeiras que Rony virou peça importante e foi crucial em partidas decisivas, como o tento frente ao River Plate e a assistência para Breno Lopes na final da Libertadores contra o Santos.

Novo dono da camisa 10 e valorizado pelas conquistas, Rony estendeu seu contrato com o clube até o final de 2025, no início do mês – a renovação do vínculo do jogador foi registrada no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF na tarde de ontem.

Abel elogia primeiro tempo do Palmeiras, mas faz alerta para o segundo: “tem que continuar pressionando”

Abel Ferreira em jogo do Palmeiras contra a Ponte Preta, durante partida válida pela primeira rodada do Paulistão 2022, no Allianz Parque.
Cesar Greco

Em entrevista coletiva após vitória sobre Ponte Preta, Abel aproveitou para rasgar elogias ao trabalho de formação do Palmeiras

Com três gols marcados no primeiro tempo, o Palmeiras venceu a Ponte Preta por 3 a 0 no Allianz Parque, pelo Campeonato Paulista, e segue com 100% de aproveitamento na temporada.

A postura da equipe no início da partida agradou e muito o técnico Abel Ferreira. Em entrevista coletiva ao final do jogo, o comandante afirmou que o Palmeiras precisa ter iniciativa quando enfrenta adversários inferiores.

“Nossa pressão em cima do adversário foi o que eu mais gostei do jogo. Com todo respeito a eles, mas tínhamos que impor nosso ritmo, nossa dinâmica e foi isso que fizemos. Fomos agressivos na reação após a perda de bola”, iniciou.

“Nesses tipos de jogos [contra adversários mais fracos], precisamos ficar preparados. Porque quando eles vêm atuar contra nós, estão sempre muito motivados. Querem ganhar de nós custe o que custar. Então temos que entrar fortes, porque se começarmos a partida devagar e esperar para ver o que acontece, podemos ser surpreendidos. Hoje tivemos atitude, caráter e personalidade”, acrescentou.

Apesar dos elogios iniciais, Abel fez um alerta sobre o desempenho da equipe no segundo tempo, que diminuiu o ritmo e apenas administrou o resultado.

“O segundo tempo foi o que eu menos gostei. No Brasil há uma cultura de fazer gestão de energia na segunda etapa, principalmente por conta do calendário. Mas não pode ocorrer, temos que ter a máxima força nos dois tempos e só diminuir o ritmo quando não tivermos mais condições, aí eu realizo as trocas. Nesta altura nós não podemos gerir, tem que continuar pressionando”, avisou.

Abel rasga elogios ao trabalho de formação do Palmeiras

Além de falar da vitória sobre a Ponte Preta, Abel comentou também sobre a conquista da Copinha pelo Palmeiras. O comandante não poupou elogios aos profissionais do clube e, principalmente, ao coordenador geral da base, João Paulo Sampaio.

“Parabéns a todo o elenco e estrutura do Palmeiras pela conquista da primeira Copinha. Acho que agora a única coisa que falta na formação do Palmeiras é um CT novo, esse é o passo que precisa ser dado. O clube tem profissionais muito competentes, principalmente o João Paulo [Sampaio, coordenador da base], que é extraordinário e sabe bem o que fazer, tenho grandes conversas com ele. O Palmeiras tem presente, futuro e está em ótimas mãos. O trabalho de transição entre o Sub-20 e o profissional também é excelente”, disse o técnico.

Para finalizar, Abel voltou a pedir calma com os atletas do Sub-20 e afirmou que será difícil eles serem utilizados no profissional com frequência.

“A equipe Sub-20 tem três jogadores campeões da Libertadores (Vanderlan, Giovani e Gabriel Silva). O que temos de fazer é ter calma e paciência. Eles deram uma ótima resposta nos últimos três jogos do Brasileirão do ano passado, ganharam casca. Vai ser muito difícil qualquer jogador de formação jogar de forma regular agora. Com tempo, eles terão espaços”, finalizou.

O Palmeiras volta a campo no próximo sábado para enfrentar o São Bernardo, fora de casa, em jogo válido pela segunda rodada do estadual. O jogo está marcado para ocorrer às 16h.

Palmeiras realiza treino técnico em última atividade antes enfrentar a Ponte Preta

Gustavo Scarpa durante treino técnico do Palmeiras, na Academia de Futebol.
Cesar Greco

Com orientação de Abel Ferreira e seus auxiliares, treino técnico teve foco na agilidade e no raciocínio rápido em campo reduzido

Na tarde desta terça-feira, o elenco palmeirense realizou a última sessão de treinamentos visando o confronto diante da Ponte Preta, que acontecerá amanhã, às 21h35, no Allianz Parque, em jogo válido pela 1ª rodada do Campeonato Paulista.

No gramado, Abel Ferreira e seus auxiliares comandaram um treino técnico. De início, os jogadores realizaram uma movimentação com foco na agilidade, utilizando principalmente o cabeceio.

Em seguida, divididos em dois times e com as dimensões do campo reduzidas, participaram de um trabalho técnico com permissão de poucos toques na bola, para aperfeiçoarem o raciocínio rápido. Para completar a atividade, alguns atletas praticaram cobranças de faltas e batidas de pênaltis.

Titulares contra Novorizontino foram liberados mais cedo do treino

Marcos Rocha e Dudu durante treino técnico do Palmeiras, na Academia de Futebol.
Cesar Greco

Os atletas mais desgastados – os que atuaram como titulares contra o Novorizontino no domingo – foram liberados mais cedo para fazer atividades regenerativas como botas pneumáticas, massagem e piscina na parte interna do Centro de Excelência.

Na última coletiva, o técnico Abel Ferreira avisou que deve rodar a equipe nos três próximos jogos que antecedem a viagem do Verdão para o Mundial de Clubes. Dentre as mudanças, o Palmeiras pode ter no gol diante da Ponte Preta o goleiro Marcelo Lomba, já que Weverton, convocado por Tite, será desfalque.

Palmeiras x Ponte Preta: 11.600 ingressos vendidos antecipadamente

Palmeiras x Ponte Preta: 11.600 ingressos vendidos antecipadamente.
Reprodução

Válido pela primeira rodada do Paulistão, jogo entre Palmeiras x Ponte Preta terá lançamento de nova linha do uniforme palmeirense

Em jogo válido pela primeira rodada do Campeonato Paulista, Palmeiras x Ponte Preta se enfrentam na noite desta quarta-feira, no Allianz Parque, às 21h35. No início da noite de ontem, o clube divulgou a última parcial de ingressos vendidos: 11.600.

Para o duelo, a diretoria palmeirense decidiu por diminuir os valores das entradas. Os preços variam de R$60 a R$130, valor menor em comparação aos jogos da última temporada, quando os bilhetes custavam entre R$80 e R$250.

Venda de ingressos contra Ponte Preta abre nesta sexta-feira; preços baixaram.
Divulgação

Os bilhetes podem ser adquiridos pelo site Ingressos Palmeiras – o setor Gol Norte é o único esgotado no momento. Vale ressaltar que, por conta dos novos protocolos de saúde no Estado de São Paulo, o Allianz Parque só poderá receber 70% da sua capacidade (cerca de 27.500 pessoas).

Só poderão entrar no estádio as pessoas que apresentarem o comprovante de vacinação com duas doses (ou dose única, comprovante de vacinação da primeira dose mais o resultado negativo do teste PCR realizado nas últimas 48 horas antes do jogo; ou resultado negativo do teste antígeno nas últimas 24 horas antes do jogo). O uso de máscara é obrigatório.

Duelo entre Palmeiras x Ponte Preta terá lançamento de uniforme

Os palmeirenses que forem ao Allianz Parque, além de presenciarem o primeiro jogo do Verdão em casa na temporada, também deverão ver de perto o novo uniforme I para 2022.

Na manhã de ontem, o clube divulgou um teaser da camiseta nas redes sociais. O fardamento começará a ser comercializado nas lojas oficiais do Verdão no dia 26. Para os demais varejistas, a previsão é que as vendas se iniciem no dia 28.