Zé Rafael celebra período sem lesões e projeta metas mais goleadoras para 2022

Zé Rafael do Palmeiras comemora seu gol contra o Novorizontino, durante partida válida pela fase de grupos do Paulistão 2022, no Estádio Dr. Jorge Ismael de Biase.
Cesar Greco

Semifinalista da Copinha pelo Coritiba em 2012, Zé Rafael aproveitou para também parabenizar garotos do Palmeiras

O ano de 2022 não poderia ter começado melhor para Zé Rafael. Titular na partida contra o Novorizontino, o camisa 8 foi às redes logo na estreia da equipe na temporada e vem mantendo uma sequência sem lesões, algo que o atrapalhou nos anos anteriores.

“Foi muito importante ter feito uma pré-temporada inteira sem lesões. A nossa equipe tem muito a ganhar com isso. A pré-temporada é a base para o ano todo e estamos nos preparando muito. Com o início dos jogos, a tendência é crescer taticamente, fisicamente e tecnicamente. Estamos seguindo os passos da maneira correta e procurando evoluir sempre”, disse Zé à TV Palmeiras/FAM.

Durante um período entre o final de 2020 e o começo de 2021, Zé sofreu com problemas no tornozelo direito e por algumas oportunidades teve que ir a campo no sacrifício. Na temporada passada, realizou trabalhos à parte por semanas até conseguir se recuperar e o esforço deu certo: o meio-campista foi um dos destaques do Verdão na decisão da Libertadores.

“Começar o ano com o pé direito e fazendo gol é muito bom. Eu me cobro muito por isso. No ano passado, eu acabei não fazendo uma marca muito boa, mas este ano estou com novas metas e espero ajudar o Palmeiras no máximo de jogos que eu puder”, acrescentou.

Em 2021, contabilizando os jogos das duas temporadas disputadas no ano, o meio-campista anotou apenas 3 gols, em 60 jogos disputados. Desde sua chegada ao clube em janeiro de 2019, Zé Rafael já marcou 16 gols, além de contribuir com mais 16 assistências.

Zé Rafael parabeniza garotos por título da Copinha

Aos 28 anos de idade, Zé, que teve a chance de jogar uma Copinha pelo Coritiba, em 2012, parabenizou os atletas palmeirenses que levantaram o troféu na manhã de terça-feira, ao golearem o Santos por 4 a 0.

“Queria dar parabéns aos meninos e dizer que estamos muito orgulhosos. A conquista foi o reflexo do quanto eles se prepararam. Eles mereceram, tiveram total mérito e entraram para a História do Palmeiras como os primeiros campeões do clube da Copa São Paulo. Parabéns e estamos juntos, molecada”, finalizou.

O jogador esteve presente ao Allianz Parque e acompanhou o triunfo do Verdão de perto. Nas redes sociais, aproveitou para mandar uma mensagem enaltecendo o seu colega de posição, Pedro Bicalho.

“Brabo demais Bica, grande partida! Parabéns pelo título, mereceram muito! Eu falei que ia ser tudo nosso”, escreveu Zé Rafael.

Zé Rafael completa 3 anos de Palmeiras e marca o primeiro gol da equipe na temporada

Zé Rafael do Palmeiras em jogo contra o Novorizontino, durante partida válida pela fase de grupos, do Paulistão 2022, no Estádio Dr. Jorge Ismael de Biase.
Cesar Greco

Contratado junto ao Bahia em 2019, Zé Rafael soma 152 partidas, com 16 gols marcados

No domingo, o meio-campista Zé Rafael completou três anos de sua estreia com a camisa do Palmeiras. O atleta iniciou sua trajetória no clube no dia 23 de janeiro de 2019, em duelo vencido pelo Verdão sobre o Botafogo-SP, por 1 a 0.

Além da marca e da vitória palmeirense sobre o Novorizontino por 2 a 0, o meio-campista tem um motivo a mais para celebrar a data: anotou um belo gol, o primeiro do clube na temporada 2022.

Aos 48 minutos do primeiro tempo, no último lance do Verdão antes do jogo ir para o intervalo, Zé recebeu de Rony, levou a bola para a perna esquerda e acertou um lindo chute, sem chances para o goleiro adversário Giovanni.

Os números de Zé Rafael pelo Palmeiras

Contratado junto ao Bahia, cercado de boas expectativas, Zé Rafael soma 152 partidas pelo Palmeiras e, com o gol marcado diante do Novorizontino, chegou a 16 bolas nas redes com a camisa palmeirense. Entre os atletas do atual elenco, o meia ocupa a sétima posição na lista dos maiores goleadores, logo atrás de Gustavo Gómez.

Além disso, contribuiu com outras 15 assistências (quarto colocado no plantel) e contabiliza expressivos números de ações defensivas. Em 2021, foi o líder em desarmes da equipe, com 85 roubadas de bola, enquanto em 2020, foi o segundo melhor no quesito, com 114.

Presente como titular em todos os quatro títulos do Palmeiras nas últimas duas temporadas, Zé Rafael tem contrato com o clube até o final de 2024.

Palmeiras vence Novorizontino e mantém escrita de 27 anos sem derrota em estreias no Paulistão

Dudu do Palmeiras comemora seu gol contra o Novorizontino, durante partida válida pela fase de grupos do Paulistão 2022 no Estádio Dr. Jorge Ismael de Biase.
Cesar Greco

Dudu e Zé Rafael foram às redes para o Palmeiras, que enfrentará a Ponte Preta no próximo jogo

O Palmeiras realizou seu primeiro jogo oficial na temporada 2022 na tarde deste domingo, contra o Novorizontino, no estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte. Em partida que Atuesta, Murilo e Navarro estrearam e que Zé Rafael e Dudu foram às redes, o Verdão venceu o duelo por 2 a 0.

“Gostei da seriedade da equipe. Eles estiveram 100% focados, competitivos e unidos, levando principalmente em conta todo o contexto do jogo, o forte calor e o gramado seco. Para nós, todos jogos são testes [para o Mundial], temos a obrigação de sempre jogar para ganhar e os atletas demonstraram muito comprometimento”, comentou Abel Ferreira sobre o confronto.

Com isso, o Palmeiras manteve uma escrita de 27 anos sem saber o que é perder em uma estreia de Campeonato Paulista. O último revés aconteceu para a Portuguesa, em 29 de janeiro de 1995, quando o time palmeirense perdeu por 2 a 1, no Canindé.

Palmeiras posa para foto em jogo contra o Novorizontino, durante partida válida pela fase de grupos do Paulistão 2022, no Estádio Dr. Jorge Ismael de Biase.
Cesar Greco

Desde então, foram 26 jogos, com 16 vitórias, sendo quatro goleadas, e dez empates. A estatística não computa os dados de 2002, quando o Verdão não jogou o Paulistão e, sim, o Supercampeonato Paulista.

23 vezes campeão Estadual, o Palmeiras enfrentará na sequência da competição a Ponte Preta; a partida acontece quarta-feira no Allianz Parque, às 21h35.

Confira a relação completa das últimas estreias do Palmeiras no Paulista

  • 28/01/1996 – Palmeiras 6 x 1 Ferroviária;
  • 08/02/1997 – São José 1 x 1 Palmeiras;
  • 07/03/1998 – Palmeiras 2 x 2 Guarani;
  • 07/03/1999 – Palmeiras 1 x 1 Santos;
  • 08/03/2000 – Palmeiras 1 x 1 Guarani;
  • 21/01/2001 – Botafogo 3 x 3 Palmeiras;
  • 26/01/2003 – Palmeiras 2 x 1 Mogi Mirim;
  • 21/01/2004 – Palmeiras 5 x 2 Paulista de Jundiaí;
  • 19/01/2005 – Inter de Limeira 3 x 5 Palmeiras;
  • 12/01/2006 – Palmeiras 2 x 1 Ituano;
  • 18/01/2007 – Paulista de Jundiaí 2 x 4 Palmeiras;
  • 17/01/2008 – Palmeiras 3 x 1 Sertãozinho;
  • 21/01/2009 – Santo André 0 x 1 Palmeiras;
  • 16/01/2010 – Palmeiras 5 x 1 Mogi Mirim;
  • 15/01/2011 – Palmeiras 0 x 0 Botafogo;
  • 22/01/2012 – Bragantino 1 x 2 Palmeiras;
  • 20/01/2013 – Palmeiras 0 x 0 Bragantino;
  • 18/01/2014 – Palmeiras 2 x 1 Linense;
  • 31/01/2015 – Palmeiras 3 x 1 Audax;
  • 31/01/2016 – Botafogo 0 x 2 Palmeiras;
  • 05/02/2017 – Palmeiras 1 x 0 Botafogo;
  • 18/01/2018 – Palmeiras 3 x 1 Santo André;
  • 20/01/2019 – Red Bull Brasil 1 x 1 Palmeiras;
  • 22/01/2020 – Ituano 0 x 4 Palmeiras;
  • 03/03/2021 – SCCP 2 x 2 Palmeiras;
  • 23/01/2022 – Novorizontino 0 x 2 Palmeiras.

Pedro Bicalho fala sobre conselhos de Zé Rafael e celebra oportunidade no time principal

Pedro Bicalho em disputa durante partida do Palmeiras contra o Athletico-PR, válida pela trigésima sétima rodada do Brasileirão 2021, na Arena da Baixada, em Curitiba-PR.
Fabio Menotti

Em seu último ano de Sub-20, Pedro Bicalho tem seis jogos pelo profissional do Palmeiras

Com os profissionais de férias, os jogadores do Sub-20 do Palmeiras e a comissão técnica da categoria estão tendo a oportunidade de representar o clube nesta reta final de Campeonato Brasileiro.

Vivendo seu último ano de Sub-20, o meio-campista Pedro Bicalho, que veio do Cruzeiro para a base do Palmeiras no final do ano passado, celebrou as oportunidades que ele e seus colegas estão tendo de jogar no time profissional.

“Está sendo uma oportunidade muito boa. A gente vem trabalhando no Sub-20 visando uma chance no profissional. Graças a Deus o principal foi campeão da Libertadores e a gente está conseguindo jogar, honrar a camisa do Palmeiras. Por ter já jogado no profissional do Cruzeiro eu consigo exercer um papel de liderança e os outros meninos me escutam bem”, disse à TV Palmeiras.

Titular e capitão da equipe no Paulista Sub-20, o jogador começou as duas partidas (contra Cuiabá e Athletico-PR) no banco de reservas e entrou no segundo tempo. Ao todo, contabiliza seis jogos pela equipe principal.

“No Cruzeiro eu cheguei a jogar com alguns caras de nome e aqui não é diferente. É muito bom estar do lado deles, pegar a experiência. É algo único porque eu só os via pela TV. Procuro aprender sempre, tentando sugar o máximo deles”, declarou o meio-campista, que revelou receber conselhos de Zé Rafael.

“Converso bastante com o Zé Rafael, ele falava muito com a gente [do Sub-20]. Pergunto sobre posicionamento já que ele é da mesma posição que eu. Ele me deu umas dicas, muito bom. Além do Zé, outro que observo bastante é o Danilo”, contou.

Pedro Bicalho vive a expectativa de primeiro jogo com torcida a favor

Depois de dois jogos fora de casa, o Palmeiras fará seu último jogo no Campeonato Brasileiro diante do Ceará, que acontecerá nesta quinta-feira, às 21h30, na Arena Barueri.

O duelo contra a equipe cearense será o primeiro em que muitos garotos do Verdão terão a oportunidade de jogar com a torcida a favor. Dos 18 jogadores relacionados para a partida da última segunda-feira, apenas Vinicius e Matheus Fernandes tiveram essa chance.

“Vai ser meu primeiro jogo com a torcida do Palmeiras, será muito gratificante. Um momento único poder jogar com a torcida do lado. A preparação está boa e com certeza a gente estará preparado para fazer um ótimo jogo”, finalizou Bicalho.

Até o momento, conforme divulgado pelo Palmeiras, 3.000 ingressos foram vendidos antecipadamente.

Zé Rafael repete bons números defensivos de 2020 e termina temporada com mais de 80 desarmes certos

Zé Rafael do Palmeiras em disputa com De Arrascaeta do Flamengo, durante partida final da Libertadores 2021, no Estádio Centenário, em Montevidéu.
Cesar Greco

Desde que começou a jogar como volante, Zé Rafael se consolidou como um dos titulares do Palmeiras

Há três temporadas no Palmeiras, Zé Rafael teve seu momento de consolidação no clube quando começou a ser deslocado para a posição de volante. Meia que jogava aberto pela esquerda no Bahia (e também em seu primeiro ano de Verdão), o camisa 8 iniciou a mudança de função com Luxemburgo nos primeiros jogos de 2020 e se firmou com Abel Ferreira.

Jogando nesta faixa do campo, Zé se notabilizou pelo alto número de ações defensivas (desarmes + interceptações) em toda a temporada. Ele é o líder neste quesito no atual período, com 85 desarmes e 17 interceptações (102 ações no total), seguido por Marcos Rocha e Luan.

Na temporada passada, o meio-campista também havia se destacado nessas estatísticas: foram 114 desarmes certos. Entretanto, apesar de um número maior que em 2021, o jogador ficou em segundo lugar no elenco, atrás de Matías Viña e Marcos Rocha (130 cada).

Contra o Flamengo na decisão da Libertadores, Zé esteve em campo por 82 minutos e conseguiu 12 roubadas de bola. Após a conquista, o jogador que é bem ativo nas redes sociais, utilizou a estatística para provocar os críticos.

Como o Palmeiras decidiu por antecipar as férias dos principais jogadores, os números de Zé Rafael não terão mais alterações.

Zé Rafael foi titular nas 4 conquistas do Palmeiras em 2020 e 2021

A solidez de Zé Rafael na parte defensiva e também na ofensiva, já que é um dos líderes do elenco em dribles e assistências, fez com que o jogador fosse um dos únicos três atletas do elenco a estar presente como titular nas quatro conquistas do Palmeiras em 2020 e 2021 – os outros são Gómez e Weverton.

Contra o SCCP, na final do Paulista de 2020, Zé ficou em campo por 76 minutos até ser substituído por Raphael Veiga; frente ao Grêmio na Copa do Brasil, permaneceu em 143 dos 180 minutos da decisão. E nas duas finalíssimas da Libertadores, atuou por 79 e 82 minutos diante de Santos e Flamengo, respectivamente.

Nas outras finais em que o Palmeiras disputou, Recopa, Supercopa e Paulistão 2021, ficou de fora de um duelo contra o Defensa Y Justicia e não participou do clássico contra o SPFC por estar machucado.

Ao todo, o meio-campista tem 151 partidas com a camisa do Verdão, com 15 gols marcados e 15 passes para gol. Em junho deste ano, Zé teve seu contrato estendido com o clube até o final de 2024.