Campeonato Brasileiro 1985

O Campeonato Brasileiro de 1985 foi disputado por 44 clubes entre janeiro e maio, com uma fórmula das mais bizarras. Foram formados quatro grupos, sendo que os grupos A e B reuniram os 20 clubes mais importantes do país segundo o ranking da CBF, e os grupos C e D tinham 22 classificados via campeonatos estaduais mais os dois melhores da segunda divisão do ano anterior.

Para a fase seguinte, classificavam-se quatro clubes de cada grupo, dando a mesma importância, sem misturar, aos clubes do primeiro e segundo escalão.

Assim, o Palmeiras, no Grupo A, fez 20 jogos contra os times do Grupo B, buscando uma das quatro vagas: ou sendo campeão do primeiro turno, ou do segundo turno, ou ficando entre os quatro com mais pontos ao fim dos dois turnos. Mas fracassou miseravelmente, com uma medíocre campanha de 5 vitórias, 8 empates e 7 derrotas.

Neste campeonato, o Palmeiras não passou nenhum grande vexame, porque sequer chegou perto de fazer uma campanha convincente. No primeiro turno, sob o comando de Fedato, finalizou em sétimo lugar.

No segundo turno, assumiu o cargo Mário Travaglini e o time iniciou a campanha com duas derrotas, Ficou difícil para reagir e as chances matemáticas acabaram a três rodadas do fim.

As semifinais contaram com Atlético-MG, Brasil de Pelotas, Bangu e Coritiba, com os dois últimos fazendo as finais, vencidas pelos paranaenses nos pênaltis.

Como boa lembrança, fica o grande clássico disputado no Pacaembu contra o SPFC, que terminou 4 a 4. O Palmeiras perdia por 4 a 3 e o SPFC teve um pênalti aos 44 minutos do segundo tempo, desperdiçado por Careca. No lance seguinte, o Verdão empatou com Ditinho.

Lista de jogos

Lista e estatística dos jogadores