Campeonato Paulista 1973

O Campeonato Paulista de 1973 foi disputado por 12 clubes entre março e agosto. O regulamento era bem simples: após 22 rodadas, o campeão do turno enfrentaria o campeão do returno para definir o campeão.

No Primeiro Turno a briga foi entre Palmeiras e Santos, taco a taco. O Palmeiras desperdiçou uma boa chance de pular na frente na tabela na rodada 9, já que vencia o confronto direto no Morumbi para mais de 92 mil pessoas, mas acabou permitindo o empate já perto do fim – gol de Pelé.

Na última rodada, os dois times chegaram empatados. O Santos aplicou um sonoro 5 a 1 na Ponte Preta enquanto o Palmeiras ficou no 0 a 0 contra o SPFC, mesmo jogando com um atleta a mais desde o fim do primeiro tempo (o goleiro Sérgio foi expulso).

O Segundo Turno começou em julho, depois de uma pausa de cerca de 40 dias, quando foi disputada a Taça São Paulo (competição politiqueira da FPF para promover confrontos entre times do interior com os grandes), ao mesmo tempo em que a Seleção Brasileira excursionava pela Europa, com Leão, Luís Pereira e Leivinha.

Dudu, lesionado, não jogou; Oswaldo Brandão decidiu avançar Alfredo para a cabeça da área e o time não conseguiu um bom encaixe, terminando o turno apenas em quinto lugar, seis pontos atrás da Portuguesa, que fez a final com o Santos.

Depois de empatarem no tempo normal, os dois times foram para a disputa de pênaltis. O Santos tinha convertido duas de três cobranças quando Wilsinho, da Lusa, errou o terceiro pênalti da Portuguesa, que continuava com zero. Ainda havia a chance do empate se o Santos errasse os dois pênaltis que tinha pela frente e a Lusa fizesse os dois, mas o juiz Armando Marques errou na conta e declarou a disputa encerrada. A Portuguesa saiu de campo, não voltou mais e os dois times acabaram sendo declarados campeões, dividindo o título.

Lista de jogos

Lista e estatística dos jogadores