Campeonato Paulista 1975

Campeonato Paulista 1975

O Campeonato Paulista de 1975 foi disputado por 19 clubes entre março e agosto. Os finalistas foram os campeões de cada “turno”, sendo que o primeiro turno foi uma fase de pontos corridos e o segundo turno foi uma fase com grupos seguida de um hexagonal.

No primeiro turno o Palmeiras fez uma campanha aceitável, marcando 27 dos 36 pontos possíveis – mas o SPFC encaixou uma fase iluminada e fez 33 pontos, já se classificando para a final.

No segundo “turno”, os 19 clubes foram divididos em duas chaves (de 10 e 9) e um grupo jogou contra outro. Os três melhores de cada chave avançaram ao hexagonal e o Palmeiras fez 14 dos 18 pontos possíveis, ficando em segundo lugar e avançando facilmente.

Nesta fase decisiva, no entanto, o time sentiu bastante a falta de Dudu, em evidente declínio físico, de Alfredo e Zeca, que se machucaram no último jogo da fase de classificação, contra o SPFC, mas principalmente do treinador Oswaldo Brandão, que assumiu a Seleção Brasileira a um jogo de começar o hexagonal.

O Verdão até começou bem a disputa, ganhando do Santos por 2 a 0, mas sob o comando de Valdir de Morais, não venceu mais nos quatro jogos restantes e acabou eliminado, já sem chances de se classificar com uma rodada de antecedência.

Quem avançou à final acabou sendo a Portuguesa, que equilibrou os duelos com o SPFC, que só levou o campeonato após uma disputa de pênaltis.

Lista de jogos

Lista e estatística dos jogadores