Copa Sul-Americana 2010

A Copa Sul-Americana de 2010 foi disputada por 39 clubes. Inicialmente, 16 equipes sul-americanas de oito países disputaram um mata-mata após sorteio. Essas equipes eram as segundas e terceiras mais bem-colocadas de cada país dentre os inscritos do Uruguai, Paraguai, Chile, Bolívia, Peru, Colômbia, Equador e Venezuela. O oito clubes que avançaram se juntaram aos mais bem colocados destes oito países, mais aos seis argentinos e oito brasileiros, na segunda fase.

Estas 30 equipes foram emparelhadas em mais um mata-mata, e os quinze vencedores se juntaram à LDU, do Equador – campeã da edição anterior, para a chave final. Na segunda fase, o sorteio emparelhou Palmeiras e Vitória. Depois de perder no Barradão por 2 a 0, o Palmeiras precisava de três gols para reverter a situação no Pacaembu. Dois gols de Tadeu estavam levando a decisão para os pênaltis, até que Marcos Assunção acertou um balaço de falta, do meio da praça, aos 43 do segundo tempo, e ela foi morrer na gaveta de Viáfara, classificando o Verdão.

Na chave final, o Palmeiras passou pelo Universitário Sucre (1 a 0 e 3 a 1) e pelo Atlético-MG (1 a 1 e 2 a 0), e chegou às semifinais contra o Goiás. Na ida, no Serra Dourada, mais uma vez Marcos Assunção foi decisivo e o Verdão abriu vantagem ao vencer pela contagem mínima.

Na volta, no Pacaembu, Luan abriu o placar e as finais pareciam bem próximas, mas o Verdão vacilou e permitiu o empate no último lance do primeiro tempo. O placar de 1 a 1 ainda nos dava a classificação, mas num lance patético onde Márcio Araújo levou um chapéu do gramado, a bola sobrou na esquerda para Marcão, que cruzou para Ernando fazer de cabeça o gol que levou o Goiás para a final contra o Independiente. O time argentino passou pelos goianos nos pênaltis e foi o campeão.

Lista de jogos

Lista e estatística dos jogadores