Libertadores da América 1968

Libertadores da América 1968

A Copa Libertadores da América de 1968 foi disputada entre janeiro e maio de 1968, ao mesmo tempo em que o Campeonato Paulista. O Palmeiras, campeão do Robertão e da Taça Brasil de 1967, representou o Brasil ao lado do Náutico, vice-campeão da Taça Brasil.

Na Primeira Fase, os adversários dos brasileiros foram os venezuelanos do Deportivo Galícia e do Deportivo Português. O Verdão passou de fase de forma muito tranquila, ao vencer cinco jogos e empatar um.

Os dez classificados para a Segunda Fase foram distribuídos em três grupos, um com quatro clubes e dois com três. O campeão de cada grupo se classificou para a semifinal, que já tinha o Racing, campeão do ano anterior.

O grupo do Palmeiras tinha ainda o Guaraní-PAR e a Universidad Católica-CHI. Todos os clubes foram vencendo seus jogos em casa - o Verdão caiu no Defensores del Chaco diante do Guaraní. A escrita foi quebrada no Chile, quando o Verdão venceu a Católica por 1 a 0, gol de Dudu.

Assim, era preciso apenas um empate contra os paraguaios no jogo final, no Pacaembu. O jogo não foi fácil e o Verdão precisou virar o jogo para vencer por 2 a 1, com gols de Júlio Amaral e Tupãzinho.

Na semifinal, o adversário foi o Peñarol-URU, que havia nos vencido na final de 1961. O jogo de ida foi no Pacaembu e o Verdão venceu por 1 a 0. Na volta, em Montevideo, deu Verdão mais uma vez: 2 a 1, mais uma vez de virada. Os três gols sobre os uruguaios foram marcados por Tupãzinho, artilheiro da competição.

As finais foram disputadas contra o Estudiantes-ARG de Carlos Bilardo e Juan Verón, que passou pelo Racing na outra semifinal. Na primeira partida, em La Plata, vitória de virada dos argentinos por 2 a 1.

No Pacaembu, o Palmeiras mostrou sua força e venceu por 3 a 1, com dois gols de Tupãzinho e um de Rinaldo. O regulamento não considerava o saldo de gols e uma partida desempate foi marcada em campo neutro: o Estádio Centenário, em Montevideo.

Juan Verón fez uma grande partida e comandou seu time para vencer a finalíssima por 2 a 0, marcando o segundo gol aos 36 do segundo tempo - Ribaudo havia aberto o placar aos 13 do primeiro tempo. O Palmeiras, em sua segunda participação na Libertadores, ficou novamente com o vice-campeonato.

Lista de jogos

Lista e estatística dos jogadores