Libertadores da América 1979

A Copa Libertadores da América de 1979 foi disputada por 20 clubes entre fevereiro e julho. Palmeiras e Guarani, representantes do Brasil, formaram um grupo com os peruanos do Universitário e do Alianza. Apenas uma equipe de cada grupo se classificava para os triangulares semifinais e se juntariam ao Boca Juniors-ARG, campeão do ano anterior.

O Palmeiras começou bem a disputa, viajando ao Peru e trazendo duas vitórias na bagagem (4 a 2 no Alianza e 5 a 2 no Universitário), tendo melhor sorte que o Guarani, que venceu um jogo e perdeu outro.

Essa vantagem se dissolveu no confronto contra os campineiros no Morumbi. A derrota por 4 a 1 não apenas permitiu ao Guarani empatar com Palmeiras e Universitário em pontos, como tirou o bom saldo que o Verdão tinha construído na viagem.

A situação piorou na quarta rodada, quando o Palmeiras perdeu no Pacaembu para o Universitário e o Guarani venceu o Alianza, e ficou ainda mais difícil quando o Guarani enfiou 6 a 1 no Universitário, eliminando os peruanos. O Palmeiras faria as duas últimas partidas do grupo, contra o Alianza, no Palestra, e Guarani, no Brinco.

A partida contra o Alianza foi um alento. Com uma grande exibição e precisando de muitos gols, o Verdão foi pra cima e fez 4 a 0. Mesmo assim, o Guarani tinha saldo positivo de 10, contra 5 do Palmeiras, o que obrigava o Verdão a devolver um placar por 3 gols na partida derradeira.

Não passamos nem perto disso e acabamos derrotados por 1 a 0, ficando apenas em terceiro lugar no grupo. O Guarani avançou, para acabar eliminado no triangular que também tinha Olímpia-PAR e Palestino-CHI. Os paraguaios fizeram a final contra o Boca Juniors e foram os campeões.

Lista de jogos

Lista e estatística dos jogadores