1
X
0

Pré-Jogo

Pré Jogo Barcelona-EQU x Palmeiras

A VIDA SEGUE!

Na noite desta quarta-feira, a Sociedade Esportiva Palmeiras visita o Barcelona, em Guayaquil, na partida de ida das oitavas-de-finais. Depois da ótima sequência de recuperação no Brasileirão, o Verdão chega com confiança e com os novos reforços inscritos para esta nova fase. A expectativa é otimista.

Palmeiras

DESFALQUES
Lesionado:
Jean
Recuperação física: Arouca
Suspenso: Felipe Melo
Não inscritos: Daniel Fuzato, Moisés, Thiago Martins e Gabriel Furtado

Com os reforços de Mayke, Luan, Bruno Henrique e Juninho, inscritos na última segunda-feira, o Verdão deve montar a primeira linha de defesa bem forte – a dúvida é na lateral direita, onde tanto Mayke como Tchê Tchê podem aparecer.

Caso Mayke jogue, Tchê Tchê pode ir para o meio, e a outra vaga ficaria entre Thiago Santos e Bruno Henrique. Na armação, Guerra se recuperou da tendinite no quadril e vai para o jogo. Assim, nossa escalação deve ser Fernando Prass; Tchê Tchê, Mina, Luan e Juninho; Bruno Henrique (Mayke) e Thiago Santos (Mayke); Roger Guedes, Guerra e Dudu; Willian Bigode.

Barcelona

Segundo colocado no campeonato local, o Barcelona poupou seus titulares no final de semana, quando o time foi derrotado pelo modesto Macara por 2 a 1. O treinador Guillermo Almada tem apenas uma dúvida para a partida: o ponta Marcos Caicedo teve seu contrato encerrado e negocia com outras equipes; em seu lugar podem entrar José Ayoví ou Erick Castillo.

O time que deve entrar em campo é Banguera; Velasco, Aimar, Arreaga e Pineida; Minda e Oyola; Esterilla, Díaz e Ayoví (Castillo); Alvez.

Retrospecto

Um jogo no histórico contra o adversário. Um jogo no histórico com este juiz. Adivinhem quem leva vantagem.

Aproveite todas as funcionalidades do Almanaque do Verdazzo. Consulte os links abaixo, e faça os cruzamentos com outros dados como preferir:

Barcelona-EQU
Barcelona-EQU
Isidro Romero Carbo
Isidro Romero Carbo
Patrício Lostau
Patrício Lostau
Libertadores da América
Libertadores da América

 

Parpite

Jogo chato. Tenso. Mas é bem melhor do que jogar contra argentino, paraguaio, chileno ou uruguaio. O Verdão deve se impor no início, fazer o porco doido para sair na frente logo de cara – e a chance do time equatoriano ser surpreendido com isso é grande – e depois controlar o jogo no toque de bola. Se este plano der certo, pode perfeitamente intimidar o time da casa e fazer mais gols. Dá Verdão, 2 a 1, com gols de Willian e Dudu, para 41.234 pagantes. VAMOS PALMEIRAS!

Transmissão

Fox SportsFOX Sports

TV GloboGlobo, para SP, RS, SC, PR, MS e MT

Pós-Jogo

Barcelona 1x0 PalmeirasCesar Greco / Ag.Palmeiras

O Palmeiras foi derrotado pelo Barcelona na noite de quarta-feira em Guayaquil, em jogo válido pelas oitavas-de-finais da Taça Libertadores. Com o resultado, o time vai precisar de uma vitória por dois gols no Allianz Parque, daqui a cinco semanas, para avançar direto – vitória por um gol, sem levar gols, vai para os pênaltis; e levando gols não serve.

PRIMEIRO TEMPO

A partida foi antecedida por um acontecimento grave envolvendo o filho pequeno do meia Guerra, que teve que voltar às pressas para o Brasil. Cuca decidiu por escalar Zé Roberto na meia, tentando não alterar muito o plano tático do jogo, mas obviamente as características dos jogadores são distintas e o Palmeiras acabou muito prejudicado.

Mas no futebol os imprevistos fazem parte do jogo e chora menos quem consegue achar boas soluções para as surpresas. E o Palmeiras, pelo menos no primeiro tempo, achou uma forma de jogo bastante digna, controlando o jogo e sendo mais agudo que o time da casa.

Logo a um minuto, depois de roubada de bola no campo de ataque, Willian tentou o arremate de longe, mas o goleiro, que estava adiantado, voltou a tempo para fazer a defesa. O Palmeiras marcava forte, como de costume, e o Barcelona tinha dificuldades para trocar três passes.

Aos 10 o time da casa chegou pela primeira vez: após escanteio da direita, a defesa tirou e Díaz bateu de fora – por cima, sem perigo. A marcação do Palmeiras seguia muito bem, mas quando o time tinha a posse de bola sofria um pouco com a falta de uma cabeça pensante. Zé Roberto forçava o jogo demais pela direita, com Willian, que estava bem marcado; Dudu não era acionado pela esquerda e o jogo ficou penso.

Aos 20, Dudu recuperou uma bola no campo de defesa e arrancou em velocidade, pelo meio do gramado; Willian acompanhou pela direita e recebeu o passe já dentro da área; ele bateu cruzado e Banguera defendeu com o tornozelo, desviando a escanteio, na melhor chance do primeiro tempo.

O Barcelona também insistia demais por seu lado direito, forçando com Esterilla em cima de Juninho, mas nosso lateral/zagueiro não dava chances, auxiliado por Luan na cobertura e Thiago Santos no primeiro combate. Assim, o primeiro tempo transcorreu de forma tranquila para o Palmeiras; bem postado e tentando sair na surpresa; apenas pecando um pouco quando a velocidade do ataque não era tão grande.

SEGUNDO TEMPO

Cuca não mexeu no time para o segundo tempo, acreditando que a fórmula daria certo. Mas o Barcelona voltou com outra pegada. Sem maiores mudanças táticas, mas com muita atitude, o time equatoriano assumiu o controle da partida e não aceitou o controle do Palmeiras.

Aos dois minutos, após escanteio da esquerda, a bola ficou viva e sobrou para Arreaga, no bico da pequena área, e Fernando Prass teve que se arrojar a seus pés para evitar o gol, cedendo mais um escanteio.

O Palmeiras respondeu com Borja , que chutou de longe após boa jogada de Dudu, aos sete minutos – a bola saiu por cima. Parecia que o Palmeiras não tinha se assustado com a nova postura do time da casa.

Pode até não ter se assustado, mas sentiu de alguma forma. O Barcelona passou a tomar conta do jogo completamente. Já não se via mais a formação defensiva compacta do Verdão; Thiago Santos e Bruno Henrique já não eram aquele muro sólido que repelia as tentativas de aproximação coordenadas por Díaz e Ayoví e Esterilla eram acionados com muito mais frequência.

A bola passou a cruzar por nossa área toda hora e foi um sufoco de mais de meia hora. O Barcelona não chegava a finalizar, mas muito mais por incompetência na hora do último passe do que por nossa atuação defensiva.

Cuca tentou mexer no time. Primeiro, tirou Zé Roberto par colocar Roger Guedes; passando Dudu para o meio e Willian para a esquerda; depois trocou Dudu por Michel Bastos; e por fim mandou Keno a campo no lugar de Borja. Nada adiantou.

O Palmeiras parecia esgotado fisicamente, sem condições de brecar o time do Barcelona, que se aproximava de nossa meta como queria. Poucas vezes este ano a bola ficou tão próxima de Fernando Prass por tanto tempo. E para piorar, começamos a errar passes no campo de defesa, jogando exatamente como nossos adversários no Allianz Parque: acuados, precipitados e torcendo para o jogo acabar logo.

Já que era para ser assim, que pelo menos fizessem o que fazem os pequenos: que dessem um jeito do relógio andar mais rápido. Faltou, mais uma vez, tarimba para nosso time. Fernando Prass teve 35 chances de cair e rolar para ganhar tempo, mas de forma ingênua repôs a bola com muita rapidez todas as vezes que a teve nas mãos, mesmo acossado. Não adianta querer jogar Libertadores sem ser um time de Libertadores – e isso inclui algumas manhas que Felipão exigiria do nosso time.

O gol nos acréscimos foi um castigo para o time que jogou de forma muito correta o primeiro tempo, mas que não soube catimbar, cansou e permitiu que o adversário mandasse no jogo: aos 46, Álvez arriscou o tiro de média distância; a bola desviou em Bruno Henrique; Thiago Santos tentou cortar e desviou de novo, e Prass não teve como chegar na bola, que entrou mansinha, no canto esquerdo. Barcelona um a zero e pouco depois o juiz, que apitou direitinho, encerrou o jogo.

FIM DE JOGO

Se, por um lado, Felipão jamais permitiria que nosso time jogasse de forma tão ingênua o segundo tempo, por outro lado acabava quase sempre perdendo o jogo de ida por um gol e resolvia as coisas em casa.

Na época, no entanto, não havia a regra do gol qualificado e o Verdão traz para casa um resultado ruim. Vai ter que vencer por dois gols de diferença e vai precisar muito da torcida no jogo da volta. Bem, disso Cuca não vai poder reclamar, com toda a certeza.

Agora o time pode voltar a focar por cinco partidas no Brasileiro, numa sequência fundamental para o campeonato, a começar pelo Cruzeiro no Mineirão e com um Derby à vista. VAMOS PALMEIRAS!

Ficha Técnica

Barcelona-EQU

Banguera
Velasco
Aimar
Arreaga
Pineida
Valencia
Minda
Castillo
Oyola
Esterilla
Diaz
Ayovi
Vera
Álvez

Notas


Jogador
Descrição
Nota
Fernando Prass
Além de insistir em socar as bolas aéreas para o chão, faltou malandragem nas disputas em que poderia ganhar tempo.
5
Tchê Tchê
Sólido, por seu lado o Barcelona não se criou.
7
Mina
Partida típica,com muita presença na saída de bola e força física na marcação.
7.5
Luan
Sempre bem colocado e aparentemente bem entrosado com Juninho.
7
Juninho
Foi muito acionado pelas descidas de Esterilla, e saiu-se bem, fazendo sua parte para que o último passe saísse sempre pressionado.
7
Thiago Santos
Bem no primeiro tempo, caiu muito no segundo, e ainda deu azar no lance do gol.
5.5
Bruno Henrique
Vimos que ele também erra passes - e neste jogo, fez questão de não deixar dúvidas disso.
5.5
Willian
Começou a milhão, mas aí foi caindo, caindo...
5.5
Zé Roberto
Dentro de suas possibilidades, fez uma partida razoável.
6
Roger Guedes
Nas poucas vezes que tentou furar o lado esquerdo da defesa adversária, não tinha ninguém para tocar curto.
5.5
Dudu
Escondido no primeiro tempo, escondido no segundo tembém.
5.5
Michel Bastos
Entrou já num momento de apatia total do time, sem chance de aparecer.
s/n
Borja
É inegável que ele está tentando jogar para o time. Mas o lance dele é ÁREA.
6
Keno
Conseguiu levar uma bela braçada do Días na napa e só.
s/n
Cuca
Cuca
Desta vez não achou a melhor formação, apesar do desfalque inesperado. O time se perdeu na defesa, que vinha sendo um ponto muito forte do time, mas ele tentou consertar o ataque.
5





  • Borja fez um bom jogo, sempre está bem posicionado, em algumas bolas ele ficou muito isolado, aí esperar que ele pegue a bola e drible meio mundo igual ao Keno, não vai rolar.

    O único erro foi o gol perdido, que foi a única boa bola que recebeu.

    Eu acho engraçado que tem muito palmeirense reclamando que ele perde com certa facilidade algumas bolas ou domina errado, o Bigode deve perder e dominar errado mais bolas que ele, mais a galera não reclama.

    Eu colocaria o Borja de centroavante titular e o William com opção, já deu para notar que o Bigode rende mais com o Borja.

    Eu gosto do futebol do William, só acho que para centroavante o Borja é a melhor opção do Palmeiras.

    • agora, imagine se o Fred tivesse vindo para a SEP? Em 5 jogos já teria brigado com a torcida. Em questão de mobilidade ele é zero também.
      Guerreiro está aparecendo no FRA agora.
      Abila é reserva no CRu.
      Fred também é contestado.
      Ceifador o time joga por ele e bate todos os penaltis.
      Na SEP os caras preferem chutar para o alto do que tocar para o 9.

  • Boa partida do time alternativo, chegou a jogar muito bem em alguns momentos, claro que muito pela baixa qualidade dos reservas do Gremio mas nosso time no geral foi bem. Mayke jogou bem e ganhou moral, sem pressao adversaria o Ze comandou o meio e correu ate o fim, B. Henrique estreou perfeitamente encaixado, bom jogador e isso ai, joga bem em qq time a hora que chegar. Esse jogo em especial so serviu pra uma coisa alem dos 3 pontos, ver a atuaçao do Borja jogando do jeito que gosta, so faltou alguem pra botar ele pra correr entre os zagueiros, ele so recebeu na corrida pelas pontas. O MB que devia lançar o Borja estava mais preocupado em jogar pra si do que pro time. Sem receber assistencias Borja fez o que pode, teve suas tres chances por partida mas errou feio todas, ruim pq e afobado e perde gols, bom pq esta sempre na jogada e a bola procura ele. Fez uma boa jogada mas cruzou com força demais, nao pq o Erick chegou atrasado

  • Se a paciência que se tem e com o trabalho que é feito com o Borja, fossem disponibilizado a um menino que se destacasse na base, o resultado seria mais rápido ou demorado?

    • Depende, varia muito de jogador pra jogador.

      Mas no mínimo o “menino” teria que demonstrar se não o mesmo potencial dele (já que segundo um comentário seu abaixo, você dá a entender não acreditar que ele tenha potencial ) no mínimo demonstrar ter metade da estrela que ele tem. Pois não dá pra você negar que um cara que decide uma semi-final e final de Libertadores com 5 gols em 4 jogos (e não foi só os gols, o cara jogou muito nos 4 jogos). ‘Boa fase’ apenas não justifica esse feito, tem que ter ESTRELA!!

      Só pra ‘ilustrar’: G. Jesus (que demonstrou grande potencial e enorme estrela desda base) demorou 5 meses desde sua estreia até seu primeiro gol, mais de 10 partidas. Terminando seu 1o ano profissional com ‘apenas’ 7 gols em 37 partidas. Essa marca o Colombiano já atingiu (não estou comparando os dois, são funções e estilos totalmente diferentes, apenas realçando o fator “resultado ser mais rápido ou demorado”)

      Já vi muito jogador, tanto de base, quanto contratação que inicia com tudo, jogando uma sequencia muito boa, encantando a torcida e depois minguarem aos poucos e passarem anos encostado.
      Ao mesmo passo; já vi ainda muitos mais jogadores, tanto de base quanto contratações que demoraram meses pra engrenar e depois acabaram se tornando ídolos consagrados. (obviamente esses dois parágrafos se referem ao Futebol em geral, e não apenas ao PALMEIRAS)

      Do mesmo jeito que ele protagonizou alguns lances bizarros, como por exemplo o lance da dupla cabeçada no último jogo, ele também já demonstrou capacidade em outros. Não ‘habilidade’; mas explosão, faro de gol, frieza, poder de decisão…

      Jogador bom tem as vezes fases de caneludo, mas um caneludo, por mais que tenha uma fase muito boa, não é capaz de demonstrar qualidades que não possui, especialmente quando essas qualidades aparecem, mesmo que de relance, em momentos de fase ruim.

      Sinceramente acompanho apenas de leve a nossa base, mas não vi NINGUÉM despontar ‘ainda’ com potencial pra ir mais longe que ele que merecesse “o mesmo tratamento”

    • Não acho que a paciência com o Borja esteja no limite, estamos em Julho, e ele foi contratado em Fevereiro; custou 35 milhões. O mínimo que se espera é paciência.

      Não vi ainda o Borja ter uma sequência com o Cuca. Talvez tenha tido com o EB, quando todos estavam mal. Quero ver o time engrenado, com o colombiano lá na frente.

      Em relação a nossa base, queria muito que aparecesse mais um Gabriel Jesus, mas é bem difícil. Vamos focar em trabalhar o Borja mesmo.

      • Exatamente! E já ouvi de pessoas próximas ao Cuca que ele não está dando uma sequência ao Borja, justamente por ele não estar preparado. Não é querer queimar nem nada.

        O Borja vai deslanchar…é nítido que precisa trabalhar o psicológico do garoto. Ontem mesmo eu vi todos os gols dele de 2016… A confiança dele era outra, é só ver os pênaltis dele, aquele voleio em cima do Coxa, etc.

  • Comprei um Fusion, top de linha, sem desconto, veio sem pneu e sem a chave. A empresa me pediu para ter paciência, e vai me mandar 01 pneu a cada 04 meses, e a chave só no final, depois do último pneu entregue, sem garantia nenhuma que vai ligar… Minha sensação!!!

      • Graças a Deus que demissão não é crime… Se você for gerente de alguma firma, e investe financeiramente em mão de obra manual qualificada, com multas para contratos, beneficios e bônus finaceiros de todos os tipos, e é tão permissivo quanto tu queres que eu seja com ele… Qual é o índice de falência das empresas atual do Brasil mesmo?

        • Se investiram é porque ele pode produzir, acho dificil pagar 35 milhoes em Wellington Paulista, andré lima, joel, etc

      • O incrível não é perceber que Borja não está dando certo, e que não dar sinais que não vai dar a curto, médio e longo prazo… É criticar pq percebo. “Ah, é corneta…”, se o fato de eu fazer comentários abstratos/irreais aqui, que Borja é o melhor atacante do mundo, o ajudasse acertar o gol de qualquer jeito, ou jogar bem… Você ia me ver falando aqui diariamente “Au, Au, Au, o Borjão é animal…”.

  • Como Cuca disse, estamos falando muito do Borja pelo valor que ele custou.

    Uma boa parte da nossa torcida, muitas vezes, está comentando sobre Borja para apoiá-lo ou criticá-lo baseado no que ele custou.

    Acho que devemos esquecer um pouco o valor e analisar o jogador como qualquer outro jogador do elenco. Com suas virtudes e deficiências. Com partidas boas e com partidas ruins que ele fez e irá fazer.

    Jogador esse que tanto pode ser titular como reserva no Palmeiras, dependendo da situação e da necessidade da partida…

    • Mas se o esquema do time fosse focado nele… talvez ele estaria rendendo como no Atl Medelin

      • Eu vejo nas últimas apresentações do Borja muita vontade dele fazer o que Cuca vem solicitando. E acredito que Cuca vem gostando do que está vendo.

        É bem possível que o desempenho dele melhorasse se o Cuca fizesse um esquema focado nele, sem dúvida.

        Mas será que fazendo um esquema assim, o Palmeiras teria um bom rendimento como equipe ? Eu acredito que não…

        • O Grêmio tem desempenho melhor que o nosso e joga com o Barrios livre na frente fazendo gol todo jogo.
          O Cuca tem peças para fazer o que ele quiser neste time. Seja jogando com um meio mais leve e com atacantes que recompõe melhor ou seja com um meio mais brigador e com um atacante mais livre na frente.
          Vamos acreditar que ele tenha a exata noção do rendimento em ambas as situações e esteja o escolhendo o melhor.

          • Acho o Grêmio o futebol mais bonito nesta temporada. Realmente estão jogando muito.

            Gostaria de ver o Palmeiras jogando parecido como eles jogam.

            Quem sabe o Cuca não encontra um formato e rendimento igual ao Grêmio.

            Eu acharia ótimo…

          • Acho que dá muito bem pra fazer a compactação com nove e deixar um cara solto (no caso o Borja) na linha do meio campo.
            Ele faria parte da ‘compactação só do meio pra frente, e quando o adversário ultrapassa a linha do meio campo se ‘estacionaria’ (em termos, porque na verdade ele ficaria se movendo por sobre ela de um lado pro outro).

            “Ah mas ai ficaríamos em desvantagem numérica lá atrás”…

            -EM TERMOS, porque um homem parado na linha de meio campo ‘OBRIGA’ um zagueiro do adversário a ficar junto, senão tome contra-ataque com o cara sozinho toda hora, sem impedimento. Se ninguém fica junto, o cara ia cansar de fazer gol, bastava um corte lá atrás e esticar a bola.

            E também acredito que poderia libera-lo de ter que voltar pra marcar o escanteio, afinal ele nem é tão alto assim. Deixa ele como um dos puxadores de contra-ataque.

            Quantos lances de 4×4, 4×3, 3×2, que já desperdiçamos esse ano… um dos pontos mais falhos do nosso time atualmente…

            Será que com um Finalizador de referência e explosão (Borja de novo) não dava pra aumentar radicalmente o aproveitamento nesse quesito!!!

            Ai, ele tendo que ‘se preocupar’ só em atacar, Se CONCENTRANDO em fazer só o que sabe e faz bem, com certeza ficaria muito mais à vontade e focado.

          • Eu também acho que daria para fazer desta forma.

            O Cuca já disse nas últimas entrevistas que ele quer que o Borja faça a recomposição. Ele até disse que não quer e nunca pediu para o Borja marcar e sim recompor.

            Eu já vejo o Borja fazendo isso nos últimos jogos, recompondo e dificultando a saída de bola.

            Agora é apenas dar sequência ao Borja…

          • Posso estar enganado, mas eu entendi o contrario da entrevista do Cuca. Eu entendi que ele quer o Borja sempre compactando e sempre próximo do resto do time, Ou seja se o adversário está próximo a linha de fundo, no máximo ele poderia estar na nossa intermediaria, próximo a nossa grande área.

            Se for esse o caso: Não é que eu ache que o Cuca esteja errado, apenas vejo a alternativa de ele não voltar para além da linha de meio-campo, pois como eu falei, mesmo que fique “espaçado” dos demais, é apenas um que fica fora da compactação, e que por consequência, acaba obrigando o adversário a também ter um a menos na sua compactação ofensiva, pois se deixarem um cara sozinho no meio-campo, sem impedimento, é fatal o contra-ataque.

        • Cuca ja mostrou aos jogadores que esta disposto a por qualquer um que nao se encaixe na reserva, ele nao abre mao do sistema em que acredita. O treinador segue tentando achar o time ideal mas mudar o estilo de jogo por um jogador que ainda esta se firmando, isso ele nao vai fazer mesmo.

          • Mudar o esquema concordo que NÃO deveria, mas dar uma leve adaptada pra tirar melhor proveito das características e qualidades dos jogadores(como o exemplo do Borja que eu e o Wilfrido discutimos abaixo), acho muito bem que ele poderia, deveria e até acho que VAI fazer!! Mas primeiro ele quer ‘firmar’ o esquema, pra depois ajustar e adaptar.

    • Eu até acho que não foi uma quantia absurda utilizada para contratar o Borja, visto que Vitor Hugo e Maicon-Bambi foram vendidos por quase 30 mi. A parte econômica do futebol foi mudada totalmente, os valores são outros. Porém, ainda é a contratação mais cara da história do clube e foi o “Rei da América 2016”, é lógico que se cria uma expectativa enorme, que não é correspondida. Não só pela ausência de gols, mas pela falta de qualidade técnica que o colombiano demonstra em alguns jogos; gols perdidos, passes errados, escolhas errôneas, etc…

      • Eu também percebo que os patamares de valores mudaram bastante. Também acho que 35 milhões é um valor “normal” nos dias atuais.

        Como exemplo, temos o caso do Richarlison que oferecemos mais de 40 milhões por um menino que ainda não é realidade no futebol.

        Eu quando vi o Borja jogando a Libertadores do ano passado, pensei comigo, poxa bem que o Palmeiras poderia contratar esse cara para substituir o Gabriel Jesus.

        Acho que a contratação foi correta. Precisamos apenas ter paciência e esperar os resultados virem com naturalidade.

        O Barrios perdemos por este motivo, falta de paciência.

        Fez uma 2015 muito bom, sendo protagonista na Copa do Brasil e depois entramos na conversa da imprensa sobre contusões e convocações para a seleção.

        Poderia estar no grupo até hoje…

        • Só não sei quanto ao Barrios ainda poder esta no grupo, porque tava difícil dele re-encontrar a motivação que precisava pra render aqui. As vezes mesmo com uma sequencia, ele não conseguiria.
          Isso as vezes vai muito da cabeça do jogador também, muitas vezes o cara entra em parafuso, e só consegue sair com mudança de ambiente. O que não é o caso do Borja, que vê-se que nitidamente que o cara ainda quer se provar aqui!!!

          Sobre os valores, concordo plenamente, não tem lógica o urubuzinho que nunca jogou profissionalmente ir pro Real por 45mi e acharem 34 muito no Borja, que já decidiu Libertadores.

          E tem ainda MENOS lógica o Besikitas achar que o Dudu não valha no minimo o dobro deles. 10mi de Euros, é pra rir na cara desses Turcos…

          • Sem dúvida, Dudu por 10 milhões de euros é uma piada de mal gosto…

          • Barrios foi um desperdicio, um luxo reforçar logo o Gremio um dos times mais fortes do Brasil. Se o Borja tem restriçao e pega banco direto pq so quer cercar zagueiro, imagina a moral do Barrios pesado que nem cercar ele tenta. Com Cuca jogador assim so entra aos 35 do 2T e ai dele se nao ajuda no gol de empate. O Atl.MG nao quis vender o Pratto pra nos, pra nao nos reforçar. O Palmeiras paga pro Barrios jogar num concorrente direto, espero que tenham tido a decencia de pedir por favor ao Gremio de aceitar ele nao jogar contra nos, ja que esta emprestado.

          • Pior que não. O Barrios rescindiu com o Palmeiras pra jogar no Grêmio. O Palmeiras tinha direito a um multa pela recisão mas abriu mão. Barrios ganhava 1 milhão no Palmeiras e hj ganha 350 mil no Grêmio. Palmeiras fez cagada em ceder jogador a forte concorrente na libertadores. Que cedesse pra outros times fora da liberta.

  • O campeonato vai gradativamente se ajustando, com os favoritos Pal, Fla e Atl-MG começando a fazer sua condição prevalecer.
    O campeonato está cada vez mais próximo do que deve realmente ser.
    Grê e San eu acredito que devem perder folego gradativamente e já está acontecendo…
    O SCCP está com uma vantagem muito grande e o técnico se mostra bastante competente. A tabela é muito favorável a eles, a arbitragem está dando uma força e ainda tem o agravante de estarem priorizando o brasileiro enquanto os rivais estão com libertadores e copa do brasil. Complicado, mas ainda acredito que perderão força no decorrer do campeonato que ainda está em sua primeira metade. A força de nosso elenco deve prevalecer. Teremos o retorno de jogadores importantes nos momentos mais importantes que estão por vir.
    Vamos que vamos!

  • Borja tem mostrado evolução, mais dificilmente o Palmeiras (crefisa) recupera o investimento, foi muito dinhero para pouco futebol.

    • Acho que pode recuperar sim. Depende de dar sequencia pro cara. Se ele faz um bom 2º semestre, e uma boa temporada 2018, metendo gols e ganhando títulos, no mínimo aparecerá proposta da china pra ele de novo. Anota aí.

    • isso é o de menos né… o problema é que queriamos um cara de alto nivel para poder ganhar os titulos, e até agora ele nao mostrou chegar nem perto disso… aquelas 2 cabeçadas que ele deu sabado foi um balde de agua fria

  • Já que o assunto é Borja, todo meu apoio a ele. Tem mostrado evolução. Pode ter muito futuro ainda, SIM, em minha humilde opinião. Uma coisa é certa, pra fazer a função de nove-nove, é o melhor que temos no elenco hoje, e, no geral, considerando inclusive a possibilidade de evolução e futura negociação, prefiro ele a Alecgol, Rafael Marques e mesmo o Barrius. Agora, tem que dar sequência pro cara.

  • Rapaz, primeira vez que vejo o time alternativo do Palmeiras tão entrosado, tão encaixado, tão bem taticamente no setor defensivo. Parabéns, Cuca! Individualmente, gostei das atuações de muita gente (talvez isto explique o bom desempenho coletivo) Zé Roberto (roubando bolas e distribuindo passes), Michel Bastos, Keno, Bruno Henrique, a dupla de zaga, Mayke, Borja. Muita gente mostrou um bom desempenho, com exceção, e isto se aplica a todos, não apenas ao Borja, no quesito finalização.

    No geral, o Verdão mandou no jogo, só passou um susto (valeu, Egídio), e seria muito desmerecido se não saísse de campo com os três pontos.

    E o Mayke, hein? Começa a mostrar muita qualidade. Aliás, Mayke, Felipe melo, Bruno Henrique, Luan, Guerra, Borja, Juninho, Rafael Veiga (pra reserva), vejam as “recentres” (algumas nem tão recentes assim) contratações do Palmeiras. É inadmissível que alguém duvide do Mattos, o cara é fera. Por mim, enquanto ele seguir nessa fase, continua no Palestra.

  • Na minha opinião, existem dois tipos de atacante: Um é o perfil do menino Jesus, que dá o sangue, marca, joga pro time, sai para o jogo. O outro é o atacante matador, que fica na espera de uma assistencia, de um rebote, e põe pra dentro. Mas o resto do time precisa jogar em função dele.

    Exemplos de segundo tipo: Pastor Oliveira e Borja.

    Não dá para esperar do Borja o que era comum no Gabriel Jesus. O perfil de jogo é outro, e me parece que não é o perfil que agrada o Cuca. Ele não vai mudar o esquema de jogo preferido dele para que o time jogue em função do Borja. Pode ser que ele não dê certo aqui, vá para um time com uma proposta de jogo diferente e arrebente. Mas para o nosso atual treinador e filosofia, me parece que não vem servindo.

    Nesse caso, é mais fácil o jogador mudar de perfil, principalmente sem a bola, do que esperar que o treinador mude…

    • Borja começa a mostrar que pode ser o primeiro tipo de atacante também. Sábado caiu pelos lados, pressionou a saída de bola, trocou passe na intermediária e tal. Agora, driblar é que não é a dele. Ele pode fazer bem o pivô, marcar saída de bola, finalizar com qualidade, acompanhar na marcação etc, etc, mas não vai aprender é a driblar, isto requer talento para tanto.

    • Isso me encomoda.
      Por que não dar um esquema para o time para destacar o Borja?
      Mesmo que não seja em todos os jogos, faça um esquema como o de sabado para o time jogar para o Borja e ele ser o que ele é, ATACANTE MATADOR como citado nos comentarios hoje.

  • Ta tudo muito bom, ta tudo muito bem, mas agora é o momento do Cuca sentar com os meninos e perguntar: o que tá acontecendo, meninos, que vocês não acertam uma bola no gol? Desceu o espírito do Luan Curupira em vocês?

  • Meus parabéns pela boa partida a todos os jogadores, mas especialmente a Bruno Henrique (boa estréia), Mayke (até q enfim uma boa partida), Egídio(vive seu melhor momento no Palmeiras), Luan (baita zagueiro) e Keno (como dribla fácil).

  • ja que o assunto é borja, pra mim foi uma das melhores partidas dele no palmeiras, jogou pro time, marcou, etc….agora tecnicamente realmente me parece bem abaixo do que imaginávamos quando pagamos 10 milhoes de dolares… nao vejo um matador nele, mas sim ele estava numa fase dos sonhos no ano passado onde tudo dava certo…uma pena. nao sei pq estao comparando com o caso do barrios ano passado, o cara nao tinha sequencia por lesoes, agora nao tem mais no gremio….o que a torcida tem de culpa nisso? acontece… seria igual se o arouca fosse pra outro time no fim do ano e começasse a arrebentar

    • Damião Colombiano.

      Até 2016, era um jogador comum, com uma passagem medíocre pela Itália. E assim como o limitado atacante brasileiro, que hoje engana no Flamerda, Borja fez uma temporada atípica em 2016, que enganou muita gente.

      No fim…. Alecsandro estava certo.

  • Rapaz tá difícil de um atacante dar certo no Palmeiras, tá certo que não foi uma partida excepcional do Borja, mas ele vem mostrando clara evolução nos dois últimos jogos. A corneta ta muito grande , desse jeito nem Soares , Ibra e Benzema dariam certo aqui, ultimamente estou vendo mais técnicos e jogadores profissionais nas arquibancadas que torcedores todo mundo entende mais de futebol que o Cuca e todo mundo joga melhor que os jogadores. VAMOS PARA O ESTÁDIO PARA APOIAR GALERA E NÃO PARA CRITICAR E ACHAR QUE SABEM MAIS QUE AS PESSOAS PROFISSIONAIS QUE LÁ ESTÃO FAZENDO SEU TRABALHO COM EMPENHO, ULTIMAMENTE ESTAMOS CRITICANDO DE MAIS E TORCENDO MENOS .

  • Eu não me iludo. Alguns jogadores, pelo conjunto da obra não servem nem pra serem reservas imediatos do Palmeiras. Erick e Egídio não são essenciais para o elenco.

  • Velho na moral nao e defesa nem nada mas todo mundo corneta de mais os atacantes aqui da um tempo, o Barios era horrivel ta metendo o monte de gol por ai, deem tempo ao Borja ele melhorou sim ele fez o que o Willian costuma fazer ficou perto deixou o time proximo parou de chutar de qqr lugar na libertadores vai meter 2

    • e o ceifador? fez um monte de gols jogando numa equipe que nos deu muita dor de cabeça e….
      pq não está aqui ainda?
      Ah, ele foi vendido para ‘brilhar’ no fluminense

  • Enfim chegou o período que pode-se comentar que o Borja perde muitos gols, está ruim, não é craque, foi investimento errado, que foi uma decepção, e não ser quase crucificado aqui…

  • Borja jogou bem. Buscou a bola no meio, caiu pelos lados, roubou uma bola, deu carrinho na marcação, passava a linha da bola, fez a parede, sofreu 4 faltas, deu uma boa assistência para o Érik… tudo que o Cuca pedia.
    Faltou o gol. Finalizou 2 bolas: uma numa espirrada de um chute precipitado do MB e outra num lance brigado de cabeça num cruzamento que espirrou e subiu. Nenhum dos lances recebeu uma assistência clara.
    No geral jogar de centroavante no Palmeiras não deve ser muito simples, pois os atacantes muitas vezes buscam a finalização ao invés da assistência. Vide ontem, Érik, Keno e principalmente o Michel chuta-chuta Bastos.

    • Não diria que “jogou bem” porque ainda está devendo tecnicamente, e não participou efetivamente de nenhum lance importante …

      Mas cumpriu bem sua função sim.

  • Aquele chute do Michel de perna direita mostrou que ela só serve mesmo pra subir no ônibus. Era pra afundar o goleiro e ia ser um golaço. Puta jogada bonita!

    • Ai que ta, era so pra deslocar o goleiro com o cantao direito todo aberto, nem precisava força, so jeito, nessa hora que diferencia o jogador bom do mediano.

  • Sobre o Borja, vale a pena a leitura do texto no blog ‘Peron na arquibancada’ do GE.
    intitulado:
    “Atacantes viraram carregadores de Piano”

    vale a reflexão.

    • Futebol moderno, futebol moderno meu caro Rafael.

      Eu diria que hoje em dia o fator surpresa são os zagueiros que sabem armar o time e ir para o ataque.

      O que Mina tem feito neste último ano no Palmeiras e que fará em breve no Barcelona…

      • Pior que é verdade. “Infelizmente” o atacante tem que correr tanto quanto o volante ou mais até! E realmente, vejo muita gente criticando as subidas do Mina, mas pouca gente entende que isso é algo novo(na verdade não é), uma forma de surpreender o adversário.

        • Acho só que não pode exagerar, tipo subir toda hora, aí deixa de ser ‘surpresa’ e facilita a marcação.

      • Já imaginou algum técnico tentando ‘convencer’ o Romário a “compactar”, “voltar pra marcar o escanteio”… kkk

  • O problema com o Borja é q foi criada uma expectativa q não corresponde a realidade. O cara não é craque e nunca foi, não é um GJ, ele é um matador. O negocio do cara é empurrar a bola pro gol, mas ele tá nitidamente com dificuldade em se adaptar ao estilo de jogo do Palmeiras, sem contar q tá muito ansioso. Tem q ter paciência, uma hora ele vai descobrir a melhor maneira de usar o potencial dele nesse nosso esquema, só não esperem um craque, com jogadas geniais, o lance dele é na explosão e meter o canudo pro gol.

  • Taticamente a equipe fez um jogo muito bom, o que preocupa é a finalização. A dificuldade em se chutar uma bola no gol foi notória ontem, tanto que criaram muitas jogadas de gol, mas o goleiro do Grêmio fez poucas defesas, quase todas as finalizações foram para fora.
    Este é um problema sério, haja vista, que se não fosse o gol contra, teríamos perdido dois pontos precioso em casa (assim como já aconteceu contra o CAM), num jogo em que o time foi muito bem e poderia ter ganho com uma boa margem de gols.

    • Acho que se não fosse o gol contra e continuássemos sufocando, fatalmente a bola acabaria entrando. Tava muita intensa nossa busca pelo gol.

      TOTALMENTE oposto do que aconteceu contra o CAM, onde o time ficou apaticamente tocando a bola no meio-campo sem ir pro ABAFA em momento algum. Foi o que me deixou muito puto naquele jogo. O time simplesmente ‘aceitou’ o resultado. E olha que o CAM jogou aquela partida com um DESINTERESSE absurdo, era só ter forçado um pouquinho a barra que o gol sairia. E contra os bambi também foi a mesma coisa, não fomos pra sufocar quando precisou. Eu até aceito o time eventualmente jogar mal, mas se satisfazer com resultado adverso, não ir feito louco pro abafa, mesmo que seja no bumba-meu-porco buscar um gol na raça, quando o mesmo vai acabando e não estamos ganhando, isso eu não tolero.

      Mas agora não adianta ficar chorando esses pontos. Tem que recupera-los em jogos teoricamente mais complexos.

  • Quanto ao jogo, desempenho exemplar como equipe, mas uma tarde um pouco infeliz do ataque, que mostra que os pés andam meio descalibrados e a inteligência na hora de tomar decisões está deficitária. Melhorando um pouco o aproveitamento no ataque, vamos ser O time.

  • O Borja realmente está melhorando, e estou torcendo para que ele deslanche e prove que não é jogador de 4 jogos.

    Mas não dá pra se iludir, ele não foi contratado para “ir melhorando aos poucos”, ele foi contratado como atacante pra chegar, assumir a titularidade e ser protagonista. E cada jogo que passa, fica cada vez mais difícil acreditar que ele possa entregar isso.

    Lembrando que, o Atlético Nacional não era só ele, então não necessariamente, os triunfos da equipe devem ser totalmente creditados a um suposto super desempenho dele, como se ele fosse o Cristiano Ronaldo do Atlético, e também lembrando que o Palmeiras não é o Atlético Nacional, então não necessariamente ele vai vingar aqui algum dia, esquema de jogo e cultura totalmente diferente.

    Dito isto, sim, eu fico feliz cada vez que sai gol dele, e também, sou muito mais ele, do que o Willian de CA, mas é preciso ter pé no chão e aceitar que talvez, ele nunca chegue a ser o que ele foi contratado para ser.

  • A patifaria que rendeu ao Borja o cartão amarelo ao Borja é o resumo do que ele vem fazendo. Ridículo. Esse cara tem que ser estudado.

    Reservas corresponderam bem, gostei muito do Bruno Henrique, dos dois zagueiros, Mayke e Keno. Não consigo gostar do M. Bastos, é esforçado, mas faz tudo errado.

    Cuca pegou o embalo, se os reservas corresponderem nos jogos que precisarem jogar, brigaremos por essa taça.

    Nesse jogo deu pra ver que só tem hm time que tem um elenco que chega perto do nosso, que é o Flamengo. Grêmio cheio de reservas desconhecidos e ruins de bola, enquantos nós jogamos com ótimos jogadores, que seriam titulares em qualquer time.

  • Sobre o Borja, concordo com quem deu a nota, e é sim DECEPCIONANTE. Independente que ele tenha melhorado, e que vá continuar melhorando, muito já perceberam que ele não é um grande centro-avante. Não é O CARA. Já que o Palmeiras está com grana e querendo montar um time fortíssimo, tem que ter um atacante muito bom, muito técnico e muito decisivo, e comissão técnica, diretoria e parte da torcida já perceberam que ele não é a melhor opção, não é esse cara, e que pode ser qualquer outro que o dinheiro da crefisa ou do próprio clube possa comprar. O mais correto é oferecer o Borja para o exterior para ele brincar de estrela por lá. Aqui já é, e continuará sendo, um mero coadjuvante. William Bigode que não é nenhum primor tem total preferência do Cuca pra sair jogando.
    Keno joga bem, é muito habilidoso mas parece que cansa no segundo tempo. Começa a errar passes. Apesar disso, na minha cabeça ele é mais jogador que o Roger Guedes e mereceria ficar com a sua vaga.
    Luan vem mostrando que é jogador de seleção, titular absoluto do palmeiras com o Mina. Que zaga!
    Bruno Henrique muito técnico, vai jogar o Tchê Tchê pra lateral, fácil.

    Pra quarta, se o Guerra não jogar, eu colocaria o Dudu pra fazer a dele, keno na esquerda, RG na direita e William avante. Se o venezualano tiver condição, sai o Roger. BH poderá ser inscrito e jogar? Tchê Tchê não passa a mínima confiança no meio mais. Ele iria pra lateral, egídio ou juninho na outra, Thiago Santos e BH (ou ZR) de volantes. Mina e Luan. Timaço.

  • Esse jogo e aquele que se sai empate ou mesmo que um boa vadia nos fizesse perder (nao foi o caso gracas a Deus) o time merecia ser aplaudido cantado e festejado jogaram de mais foi dinamico tentou de tudo que jeito errou pouco foi muito bom…

  • Nota é algo muito subjetivo, cada um tem a sua visão, não sei porque sempre há tanta discussão por conta disso.

    Acho que o futebol do Borja está evoluindo. Uma pena que o Cuca queira tornar dele um novo Gabriel Jesus. Borja em velocidade, com a bola no pé, é uma tristeza. O negócio dele é dentro da área. Mas mesmo assim é nítido que ele se esforça e está incomodado com a situação.

    Eu que corneto tanto nossos laterais, hoje tenho que admitir, Egídio e Mayke foram muito bem. Juninho e Luan, ótimos, embora não tenham tido uma tarefa tão dura. Boa estreia do Bruno Henrique, deve tomar a vaga do Tchê Tchê. Zé Roberto mostrou que o meio campo é o lugar dele. Michel Bastos ficou um pouco afobado no segundo tempo, mas é um monstro. O restante foi bem.

    Bom jogo do Palmeiras, resultado mais que merecido.

    Acho difícil os Gambás perderem amanhã, mas quem sabe? Tem muito campeonato ainda.

    • Tem vontade e tal, mas é fraco. Pode ser que acerte uma hora, igual o Barrios acertou no Grêmio e faça uns golzinhos, mas é grosso, caneludo…

  • Bruno Henrique acertou 100% dos passes, 41 passes, 41 passes certos, nenhum errado ! caraca ta de parabéns

  • Esse negócio de notas é muito subjetivo. Vai da percepção do que cada um teve do jogo e do que enxergou que o jogador fez ou deixou de fazer dentro de campo.
    Se colocar 10 pessoas atribuíram notas, provavelmente 95% das notas serão diferentes.

  • honestamente, não vi essa partida toda do Borja como vocês estão dizendo.
    Mas isso não quer dizer que eu perdi a paciência com o cara,muito menos que eu estou o “queimando”, como um protozoário chegou a sugerir. Apenas acho que ele não foi bem hoje.

    • Também acho que ele não foi bem hoje. O lance que ele errou duas cabeçadas seguidas foi inaceitável pra mim, um centroavante errar daquele jeito…
      Só que é aquela coisa também: ele é o único NOVE-NOVE do elenco. Willian Bigode, em todas as vezes que jogou como centroavante, não conseguiu mostrar o seu melhor futebol. O Mattos precisa contratar um bom centroavante, pra colocar uma pulga atrás da orelha do Borja.

    • Tive a impressão que ele evoluiu muito taticamente, só falta ter a tranquilidade pra começar a guardar as bolas. E ele encaixando no sistema do Cuca, a hora que entrar a primeira vai um caminhão de gols dele. Ele deve estar nervoso agora pra voltar a fazer gol só.

    • Eu não acho que ele fez um baita jogo, mas evoluiu. Está muito abaixo do imaginado, mas participou bem, tentou, fez o pivô, ajudou a ganhar bolas la na frente, enfim… minha nota seria 6 (mais que isso seria exagero, mas menos não vejo como uma nota de quem viu apenas o jogo de hoje).

    • Concordo Conrado. Ele não tá tão mal, mas devemos sempre lembrar que ele foi contratado pra ser O cara, e melhorar um pouco não quer dizer que ele esteja área arrasando. Tá devendo, e muito.

  • Hoje tb discordo da nota do Borja, Verdazzo pede pra ter paciência c/ o cara, mas pelo jeito perdeu a própria paciência kkkkk…Acho q ele tá evoluindo sim e ajudando muito no posicionamento agora ficando mais próximo da área, finalização ainda tá devendo, mas acho que é mais por ansiedade de começar a dar certo, é só meter gol em algum jogo importante que vai embalar..Vamo q vamo!!!

  • Conrado, importante falar da vergonha que foi a organização das trocas dos ingressos hoje no Pacaembu! Metade do estádio só conseguiu entrar muito depois do intervalo… diretoria precisa dar uma explicação por ter sub-julgado o potencial de público hoje… tenho certeza que o público teria sido muito maior se a confusão não fosse tão grande! Ao que parece teremos que jogar mais vezes no pacaembu esse ano e não dá pra tolerar esse nível de organização cobrando preço do Allianz Parque!

  • Vi agora a nota do Borja…
    Está ainda longe do esperado, mas tem que analizar o jogo. E hoje ele participou o jogo todo, incomodou o adversário. Não fez o gol, mas jogou. Mereceu nota melhor.

  • Ganhamos um baita volante, BH é muito bom e fará uma dupla perfeita com Moisés.
    Mayke e Egidio dando conta das laterais…que subam de produção, calem as nossas bocas e possam repetir o título brasileiro que ganharam juntos.
    Nosso Borja, o Borja, ajude a gente a ajudar você !! Tá lembrando mais o Obina do que nunca…

  • Foi só sair o Tche Tche que o meio campo melhorou tanto defensiva como ofensivamente, merece um chá de banco ele

  • Apenas não concordo com a avaliação do Borja. Para mim, funcionou bem junto com o time no primeiro tempo, sempre se movendo e abrindo a defesa. Parece também estar melhorando o trabalho de pivô, ganhou algumas boas jogadas. Vejo-o em evolução, ao contrário do que a avaliação do Verdazzo possa sugerir.

    • Tive a mesma leitura que você. Hoje ele fez parte do jogo. Não fez gol, mas jogou bem.

  • Achei a nota do Michel Basto abaixo do que ele mostrou, pra mim no minimo 7. Por está voltando de lesão, mostrou vontante de deu ótimos passes tb.

      • Ainda creio q esse garoto vai dar alegria por verdao. Deixemos de ser imediatistas. Acredito no trabalho que esta sendo feito. Ele eh garoto ainda, só jogadores mto diferenciados arrebentam de prima.

  • Fomos bem hj, quero so ver cono Cuca vai armar o “trio” de araque na quarta.. keno ta voando e tbm merece uma chance

    • Se o Guerra estiver machucado ele devia por Dudu na meia, com Keno, R. Guedes e William no ataque (Borja evoluiu, mas o William tem mais bagagem).

      • Acho q vai ser dudu na meia mesmo; pelos comentários do pos jogo de Cuca.
        Prass, tche, Mina, Edu, Egidio, t.Santos e Bruno Henrique, Roger, Dudu, Keno e Willian acho que aprendeu com o Cruzeiro

  • Já viu o nosso meio de campo, Bruno Henrique, Felipe Mello, Tche-Tche, Zé Roberto, Thiago Santos, Guerra e Moisés ou seja, temos quantidade e qualidade, tem alguém jogando mal, machucado, suspenso? troca e vamos em frente ou algum time tem melhor ???

  • otima vitoria, apesar do placar minimo o Palmeiras foi muito superior, merecia mais, agora é focar na Libertadores, e amanha aquela secadinha esperta no gamba.

  • boa partida do time todo, ninguem foi mal, vitoria merecida….mostramos que nosso time reserva pode segurar o rojao qdo for preciso. que venha o barça kkk

  • Individualmente o time todo jogou BEM hoje!!!
    Até Egídio e Erick “The Usual Suspects” erraram relativamente pouco.

    Nenhum destaque negativo, a não ser a finalização e um ou outro passe final.

    Mayke, que a galera vinha pegando no pé foi MUITO bem, especialmente defensivamente onde ganhou todas. Luan e Juninho muito firmes. Zé achou a função dele esse ano. Bruno Henrique estreia maiúscula. Bastos, habilidade e inteligência de sempre, com bastante disposição, precisa só simplificar em alguns lances, como por exemplo naquela finalização quase dentro da pequena área: caiu na perna ruim, dali: fecha os olhos e enche o pé. Keno, se caprichar mais na conclusão da jogada é seleção. Borja, ainda meio afobado e sem a frieza que o consagrou, mas crescendo em disposição e entrega tática!! Boas mexidas, que aumentaram o fator ‘sufocar’, deu resultado.

    Importantíssimos esses 3 pontos.

      • Eu não sou fã do erik, mas aí tu exagerou mano.. kkkk
        Cabe ao M. Bastos saber chutar com o pé direito.
        Me desculpe, mas o cara recebeu um bom passe e não teve qualidade pra aproveitar..

    • Só discordo como respeito ao Zé. Mesmo atuando muito melhor do que na lateral, ele não tem intensidade suficiente pra ser um volante (hoje não sofreu muito pois pegamos os reservas do Grêmio). Pra mim hj ele só pode jogar de meia armador, isso ainda nos jogos mais tranquilos…

      • Acho que ‘a função’ dele é jogar pelo meio ou de 2o volante em jogos e casos específicos, como o de hoje por exemplo, e outros semelhantes. Claro que não é pra ser o volante titular, até porque a fila é grande, mas com certeza por ali ele ainda pode ser útil em certos momentos.

  • Placar justo, venceu quem mais buscou a vitória, e quem foi escandalosamente prejudicado pela arbitragem.

    Bom jogo de todo o nosso setor defensivo. Ofensivamente tivemos problemas na hora da conclusão, mas felizmente não comprometeu.

    Tem rival tremendo!!!

    Agora vamos virar a chavinha e buscar uma vitória no Equador! Vamos, Palmeiras!

  • O apitador na verdade tentou nos AJUDAR!!!

    O pênalti foi tão claro que até a mãe do becão marcaria, mas ai o apitador pensou: o Palmeiras tá péssimo em cobranças de pênalti, e são muito forte na bola aérea, se marcar falta a probabilidade de gol é maior…

    huhauhauhauhauha,

    só rindo pra não enlouquecer com essas ‘arbitrarieragens’

  • Boa partida, o Grêmio diante do desentrosamento, foi mais inofensivo do que se esperava, mas foi bom ver a qualidade do elenco, principalmente com Bruno Henrique e Luan, que devem se tornar titulares desse time.
    No mais, me chamou atenção a quantidade de ataques brecados por conta da bola sempre cair no pé ruim do jogador, principalmente michel pela direta e keno na esquerda.

  • Excelente resultado! Arrancar 3 pontos contra o Gremio, jogando com o time reserva está muito bom! E já são 4 vitórias seguidas no Brasileirão! Emplacamos de vez… agora é voltar o foco pra Libertadores porque 4a-f é o jogo mais importante do ano! É bater o Barcelona para mais uma vez figurarmos entre os 8 principais time das Américas!

  • Gostei do jogo de hoje. Mesmo com nosso time quase com muitos reservas, mostramos uma organização boa, melhor até que a equipe titular em muitas partidas (confiança é tudo, né?!). O time voltou meio devagar no começo do segundo tempo, qnd pra mim foi o único momento que o Grêmio no ameaçou no jogo. Gostei bastante do Bruno henrique e Luan estreando e do Zé no meio. Egídio salvando o jogo, quem diria hein?!

  • 2 jogadores que serão titulares fáceis no Palmeiras, Luan e Bruno Henrique.
    Zé Roberto como segundo volante muito melhor que Tchetche.

  • É isso ai turma, vou dar meu palpitão de hoje, o Palmeiras vai ganhar de 4 x 1, o Borja vai fazer 3 gols hoje.

  • Acredito em um 3×1 com 2 de Borja e um do Luan. Depois de sair 3×0 é que o Grêmio diminui, pq o jogo já vai ter acabado. E amanhã os gambás vão perder pro Botafogo que gosta de jogar no contra-ataque.

  • o time reserva do gremio é muito bom, esses dias mesmo deram um sufoco em algum time ai (sport talvez)… vamos ganhar mas imagino uma vitoria sofrida, 3×2

  • Reparei que o Felipe Melo além de lesionado tá pendurado e me veio uma ideia à mente: partindo da premissa de que ele provavelmente não joga o próximo jogo, não seria possível levar ele pra ficar no banco e fazer com que ele forçasse discretamente o 3º amarelo? Assim cumpriria suspensão em um jogo que já não poderia jogar em virtude da lesão e voltaria zerado de cartões. É plausível?

  • Não seria uma boa a linha de zaga com
    Mayke Luan Juninho e MB ????
    Testaria uma opção pra nossa LE que tá osso !!!!
    TS BH
    Guedes Veiga Keno
    Borja
    E também concordo que o Jailsão tem que jogar .

    • Acho que para funcionar seria necessário ter uma muito boa cobertura pela esquerda, se não ficara uma avenida como foi no primeiro tempo de quarta.

  • Nunca entenderei a lógica de nao se trocar o goleiro. Eu acho o argumento de falta de ritmo uma bobagem. Se o Palmeiras folga durante a semana o Prass perde o ritmo? Pior ainda, quando o Prass se machucar ou tomar o terceiro cartao… O Jailson entra com que ritmo mesmo????

  • Jogarmos de vez em quando no Pacaembu é excelente! Resgata tempos de um futebol que não volta mais, mas que ainda deixa saudades. O Pacaembu é uma arma motivacional ao verdão. É como aquele empreendedor rico, que teve origem humilde e sempre volta a sua casa antiga pra dar valor às suas origens e reconhecer sua evolução. O Pacaembu é, foi e sempre será completamente alviverde.

  • hoje é dia de mostrar que temos elenco. Continuaremos a caça aos ossudo-líderes. 3×1, pelo menos 1 do Borja, que, aliás, será um golaço!

  • Hj e dia dos ditos reservas entrarem motivados, acho que ele poupa o Dudu e usa o Keno aberto pela esquerda e o Michel pela direita. Dois a zero pra nós sem sustos !!

  • Conrado, existe algum local em que dê pra verificar em quais canais de TV os jogos do Palmeiras serão transmitidos?

      • Quero saber com antecedência. Não tem como saber o dos próximos 10 jogos, por exemplo? As próprias emissoras demoram um pouco pra divulgar, aparentemente.

        • José Neto, acho que com 10 jogos de antecedência nem as emissoras sabem. A distribuição dos jogos é definida uma ou duas semanas antes, em conjunto com a CBF.

    • Só ler o post atentamente que o amigo encontra!

      dica: geralmente fica no rodapé da postagem, um pouco acima do inicio dos comentários…