3
X
2

Pré-Jogo

Pré-jogo Palmeiras x Peñarol

Pela Libertadores, o Palmeiras recebe esta noite o Peñarol, no Allianz Parque, numa das partidas mais aguardadas do semestre. Todos os ingressos foram vendidos antecipadamente e a expectativa é de uma noite inesquecível na Zona Oeste da Capital.

O gramado foi totalmente trocado e replantado com uma técnica diferente; os dois times já testaram o terreno e aparentemente a operação foi bem sucedida – algo de suma importância para o Verdão, que precisa do toque de bola para achar espaços na defesa uruguaia.

A vitória é fundamental para as pretensões do time na competição, sobretudo após a vitória do Jorge Wilstermann, ontem, contra o Tucumán. Os bolivianos, contra quem ainda jogaremos fora de casa, assumiram provisoriamente a liderança do grupo e o Palmeiras precisa dos três pontos para recuperá-la.

Palmeiras

DESFALQUES
Lesionado:
Arouca
Não inscritos
: Daniel Fuzato, Thiago Martins, Luan e Moisés

O Verdão vai com força máxima, consciente das dificuldades que o time uruguaio vai imprimir. Além da retranca, nosso time vai precisar usar de toda sua experiência para vencer a tradicional catimba.

O que não falta no time que vai entrar em campo são jogadores tarimbados nesse tipo de jogo. Além da dupla Guerra-Borja, campeões no ano passado pelo Nacional de Medellín, nosso elenco tem jogadores do naipe de Felipe Melo, que já disputou dezenas de vezes o clássico turco Galatasaray x Fenerbahce, um dos mais cercados de rivalidades no mundo.

Para o jogo desta noite, Eduardo Baptista tende a repetir o time que jogou muita bola contra o Novorizontino, no Pacaembu. Jean já treinou com bola e está liberado para o jogo, mas o treinador tende a manter Fabiano, que está com ritmo de jogo. Roger Guedes, que cumpriu suspensão, também tem chances, mas Willian Bigode agarrou a vaga e deve permanecer entre os titulares: Fernando Prass; Fabiano, Mina, Edu Dracena e Zé Roberto; Felipe Melo; Willian Bigode, Tchê Tchê, Guerra e Dudu; Borja.

Peñarol

O time treinado por Leonardo Ramos vem ao Brasil com uma proposta clara e manjada: fechar-se na defesa e buscar os contra-ataques; se ganhar, achará ótimo, mas considera o empate um excelente resultado.

O time joga com Junior Arias como referência na frente, municiado pelo rodado Cebolla Rodriguez e pelo jovem Nahitan Nandez. A seu lado, o velocista Mauricio Affonso. A defesa tem sido o ponto vulnerável do time aurinegro, que é o terceiro colocado no campeonato uruguaio, nas últimas partidas. O time deve entrar em campo com Guruceaga; Petryk, Quintana, Ramón Arias e Hernández; Pereira, Novick, Nandez e Cebolla Rodríguez; Affonso e Junior Arias.

Retrospecto

Aproveite todas as funcionalidades do Almanaque do Verdazzo. Consulte os links abaixo, e faça os cruzamentos com outros dados como preferir:

Peñarol
Peñarol
Allianz Parque
Allianz Parque
Roddy Zambrano
Roddy Zambrano
Libertadores da América
Libertadores da América

 

Parpite

Gol no primeiro tempo ajuda muito. Caso consiga abrir o placar na primeira metade do jogo, o Palmeiras tende a conseguir uma vitória tranquila; do contrário, vai penar como no jogo contra o Jorge Wilstermann – só esperamos que não seja com gol aos 50 minutos.

Sem mureta: contra o Novorizontino do Uruguai, dá Verdão: 3 a 0, com gols de Willian Bigode, Borja e Dudu, para 40.321 pagantes.

Transmissão

TV GloboGlobo, para SP, MG (somente Varginha), MS e MT

SportvSporTV

BÔNUS

A TV Palmeiras soltou ontem este vídeo espetacular. Coloque os fones, bem alto, e veja em tela cheia. Entra no clima aí e VAMOS PALMEIRAS!

Pós-Jogo

Palmeiras 3x2 PeñarolCésar Greco / Ag.Palmeiras

O Verdão penou, mas venceu o Peñarol por 3 a 2 no Allianz Parque e reassumiu a liderança do grupo 5 da Libertadores da América. Depois de sair atrás no primeiro tempo, o time virou o placar, permitiu o empate, mas chegou à vitória aos 54 do segundo tempo, tendo que vencer a catimba dos adversários e até a do juiz. Quando um árbitro faz cera, lembramos que jamais teremos visto de tudo nesta vida; sempre vai haver algo novo.

PRIMEIRO TEMPO

Eduardo Baptista escalou o mesmo time que venceu com autoridade o Novorizontino na sexta-feira. A torcida, que lotou mais uma vez o Allianz Parque, esperava ver novamente aquelas trocas de passes rápidas e insinuantes. Mas Libertadores, sabemos, é diferente. Além do “Novorizontino do Uruguai” ter uma camisa bem mais pesada, a ansiedade dos nossos jogadores e a catimba dos adversários fazem dos jogos do torneio continental confrontos quase sempre heroicos.

Logo de cara, o primeiro lance “de Libertadores”: após bola muito esticada, Fernando Prass saiu por baixo para fazer a defesa; Junior Arias, com a bola já dominada por nosso goleiro, deixou a sola na coxa direita de Prass. O juiz equatoriano Roddy Zambrano começou sua enorme sequência de bananadas não fazendo nada.

Com bola, o Verdão chegou pela primeira vez aos 9: Guerra foi ao fundo pela direita e rolou para Willian; ele foi travado na hora do chute e a bola sobrou com Tchê Tchê, que bateu de chapa, nas mãos de Guruceaga. Aos 14, o Peñarol tentou encaixar um contra-ataque, mas Junior Arias bateu por cima num lance que poderia ser perigoso se ele alçasse para Affonso, que fechava pela esquerda.

O Palmeiras tinha dificuldades em penetrar no sistema defensivo do time carbonero – algo já esperado diante do forte sistema defensivo armado por Leonardo Ramos. Mas nossos jogadores, em vez de usar a movimentação e os toques rápidos, preferiam carregar a bola, o que facilitava a tarefa dos uruguaios.

O Palmeiras chegou perto da área do Peñarol várias vezes, sobretudo pela esquerda, com Dudu; os espaços existiam e mesmo com problemas, o desenho do jogo apontava para um gol do Palmeiras a qualquer momento, bastava acertar o último passe. Mas aí, a surpresa: num escanteio pela direita, cedido por Felipe Melo, Ramón Arias saiu de trás, completamente livre, e conseguiu uma testada violenta, no ângulo esquerdo de Fernando Prass, inapelável. Fabiano dormiu na marcação.

Nosso time ficou muito nervoso após sofrer o gol e por alguns minutos o filme imaginário que passava no telão era o da Libertadores do ano passado. O script era idêntico após o primeiro gol do Nico Lopez. Um enorme apagão defensivo se abateu sobre nosso time, e o Peñarol poderia ter feito o segundo. Aos 38, Junior Arias foi lançado por trás de toda a zaga e ficou na cara de Fernando Prass, mas nosso goleiro saiu em seus pés e abafou a conclusão; no rebote Nandez recolocou na área e Affonso, pressionado por Mina, cabeceou por cima, com o gol vazio.

Aos poucos o Palmeiras se recuperou do baque. Queixo duro, o time encaixou o golpe e voltou para o jogo, mas seguia sem saber como chegar ao gol uruguaio. Mina arriscou um chutão de fora aos 40 e Dudu bateu uma falta, da meia-lua, por cima – foi o máximo que o Verdão fez na parte final do primeiro tempo. O time precisava muito de uma boa orientação no intervalo.

SEGUNDO TEMPO

Sem mudanças, o Verdão foi um rolo compressor no início do segundo tempo. Antes de completar um minuto, Guerra pegou uma sobra e entrou driblando; a bola ficou com Borja que tentou bater por baixo mas Guruceaga defendeu.

No lance seguinte, gol do Verdão: Fabiano cruzou de esquerda; Edu Dracena e Borja disputaram e a bola sobrou do lado direito para Willian Bigode, que bateu firme e empatou o jogo com menos de dois minutos jogados. Era tudo o que o Verdão precisava. Ou quase tudo.

O time uruguaio se assustou. O Allianz Parque se inflamou e o Palmeiras, bem mais rápido nas trocas de passes, engoliu o Peñarol. E aos 5 minutos, saiu o segundo: Fabiano bateu lateral; Borja raspou de cabeça e o zagueiro Quintana falhou feio deixando a bola passar por baixo de seus pés; Guerra pegou a sobra, invadiu a área, enxergou Dudu livre do lado esquerdo e rolou para que o camisa 7 apenas escorasse para dentro do gol, decretando a virada do Verdão. Aí sim, era tudo o que o Palmeiras precisava.

O Peñarol estava nocauteado em pé; faltava apenas o golpe de misericórdia. E aos 9, ele se desenhou: Tchê Tchê cruzou da direita na direção de Dudu; Petryk empurrou nosso capitão pelas costas e o juiz, depois de vacilar por alguns segundos, viu-se obrigado a marcar. Borja foi para a cobrança mas bateu por cima. Nosso time ainda teve uma ótima chance em nova finalização do camisa 12, depois de linda troca de passes entre Tchê Tchê e Guerra.

Mas o jogo mudou. O Palmeiras esfriou e passou a esperar pelo Peñarol no campo de defesa. O time uruguaio avançou e deixou espaços. Era hora de mandar Keno a campo, mas Eduardo Baptista demorava para tomar a decisão. Felipe Melo cortou um contra-ataque com falta e foi amarelado – pouco depois, vieram as primeiras mexidas: Michel Bastos no Borja (Willian foi para o comando do ataque) e Thiago Santos no Felipe Melo.

O Verdão teve mais uma chance de matar o jogo aos 29: Michel Bastos aproveitou o espaço do lado esquerdo da defesa, entrou na área e bateu de chapa, buscando o canto direito de Guruceaga, que defendeu com a ponta dos dedos; Tchê Tchê pegou a sobra, mas com dois zagueiros pela frente; ele bateu forte, mas Hernandez salvou em cima da risca, e a bola ainda bateu no travessão.

Como castigo, o Palmeiras tomou o empate um minuto depois: após cobrança de falta da esquerda; Quintana conseguiu o cabeceio no meio de Edu Dracena e Mina; Prass fez o milagre mas no rebote Gastón Rodriguez tocou para o gol vazio, empatando o jogo.

Aí começou uma sequência inacreditável de cera e catimba. Não que não esperássemos que o Peñarol fosse fazer isso se tivesse o resultado. Mas o nível de sofisticação das técnicas saltou aos olhos. Os uruguaios chegaram ao requinte de comunicar o número errado do jogador que seria substituído apenas para confundir e ganhar mais tempo.

Aos 32, Guerra achou Willian Bigode com espaço na ponta direita; o camisa 29 invadiu, driblou Guruceaga e tocou para o gol vazio, mas a bola subiu e tocou o travessão. Impressionante. Quatro minutos depois, finalmente, Keno foi a campo, mas Eduardo optou por tirar Guerra, que vinha sendo nosso melhor e mais lúcido jogador. Tomou uma enorme vaia do estádio.

Seguiram-se 15 minutos de pressão inócua, catimba e discussão. Até o juiz fazia cera; para ele, quanto menos a bola rolasse, menos chance de se complicar. Até que, já nos acréscimos, Dudu tentou bater rápido uma falta pela direita mas Hernandez ficou na frente da bola, atrapalhando. Muito irritado, nosso capitão cobrou uma atitude do juiz, que reagiu mostrando-lhe cartão amarelo. Dudu, inconformado, uniu as pontas dos dedos fazendo o manjadíssimo “ma che???”, ao que o juiz lhe mostrou mais uma vez o amarelo e por consequência o vermelho. Um absurdo.

Depois de muita discussão e mais de quatro minutos de novas paralisações, com um a menos, o Verdão foi para o abafa final. Lateral na área; Mina desviou e Fabiano testou no chão, mas Guruceaga fez excepcional defesa mandando a escanteio. Já com 54 no relógio, no último lance da partida, Michel Bastos bateu o escanteio e Fabiano testou firme de novo, no cantinho direito – a bola ainda bateu na trave antes de entrar. E logicamente o juiz acabou o jogo logo na sequência.

FIM DE JOGO

Numa análise mais estrita pode-se encontrar vários problemas na postura do Palmeiras em campo neste jogo. Mas a natureza da disputa ameniza as falhas de posicionamento e de movimentação do time. A atmosfera no estádio jogou a tática para segundo plano num jogo entre duas das cinco camisas mais pesadas do futebol sul-americano. Tudo isso, somado à forma e ao tempo que saíram os gols, faz deste jogo um clássico instantâneo. Lembraremos deste jogo por anos a fio.

Nosso time agora tem a difícil missão de virar a chavinha para o Paulistão, onde enfrenta a Ponte Preta em ida e volta por uma vaga na final; para depois voltar novamente as atenções para a Libertadores – daqui a duas semanas, a revanche em Montevideo. Se você achava que isto foi muita emoção, ainda tem mais. VAMOS PALMEIRAS!

A VOZ DO PADRINHO

Hoje o áudio é do Rodrigo Prinholato, de Piraçununga. E tem até produção. A rapaziada tá caprichando, valeu Prinholato!

Ficha Técnica

38.483

R$ 2.582.842,67

Roddy Zambrano

Peñarol

Guruceaga
GOL
Petryk
LAD
Quintana
ZAG
Ramón Arias
ZAE
Hernández
LAE
Pereira
VOL
Novick
VOL
Gastón Rodriguez
ATA
Nandez
MEI
Cebolla Rodríguez
MEI
Affonso
ATA
Perg
LAD
Junior Arias
ATA
Angel Rodriguez
VOL
Leonardo Ramos
TÉCNICO

Notas


Jogador
Descrição
Nota
Fernando Prass
Sem culpa nos gols, seguro nas poucas bolas que foram em sua direção.
7
Fabiano
Errou na marcação no lance do primeiro gol do Peñarol, mas participou dos três gols do Verdão - o último, épico.
8.5
Mina
Mais uma vez importante na saída de bola; dormu no lance do segundo gol.
7
Edu Dracena
Fez companhia a Mina no cochilo no gol de Gastón Rodriguez, mas mais uma vez deu seu toque num lance de gol nosso.
7
Zé Roberto
Mais uma vez ficou um pouco preso - não fez falta porque Dudu teve o apoio de Guerra e Tchê Tchê.
6.5
Felipe Melo
Sobrou OUSADURA.
8
Thiago Santos
Fez cosplay do Felipe Melo, mas obviamente não tem a categoria do original.
6.5
Willian
Tentou, tentou; errou, errou; mas sempre deixa o seu.
8
Tchê Tchê
Sonolento no primeiro tempo, acordou na etapa final.
7
Guerra
El Lobo fez sua melhor partida com a camisa do Verdão; foi um pecado tirá-lo do jogo.
9
Keno
Ficou pouco tempo em campo, foi importante na recuperação de bola antes da pressão final.
6
Dudu
O mais acionado do ataque, deixou o dele e participou intensamente de todo o jogo. No lance da expulsão, tá absolvido. É muito fácil falar de fora.
8
Borja
Errou, não desistiu, continuou tentando - e errando. O pênalti perdido ficou bem barato para ele.
4
Michel Bastos
Mais uma vez entrou perto do fim e se tornou uma ameaça letal ao adversário.
8.5
Eduardo Baptista
Eduardo Baptista
Demorou para colocar o Keno; não achou a medida certa na hora de botar pilha no time; mas, como todos, se salvou no final.
6





  • Fabiano é tecnicamente bem limitado.

    Mas tem noção de suas limitações. Dentro da sua capacidade fez um jogo fantástico.

    Me irritou em vários lances quando não conseguiu dar sequência aos ataques.

    Mas quebrou muitas jogadas do adversário inclusive batendo bastante, mas tomando somente um amarelo.

    Tem gana e não desistiu quando até eu mesmo já estava conformado com o empate.

    Não se abate, corre feito um louco e sabe fazer faltas.

    Tô achando que vai fazer o gol da vitória e deixar Cristiano Ronaldo putinho dentro das calçolas.

  • SPFW tá um fiasco! Tomando de 2×0 em casa e praticamente garantindo a eliminação na Copa do Brasil! Situação vergonhosa! Mais um ano desastroso para os arrogantes do Morumbi. Mais um ano de fila!

  • Nos 3 jogos da Libertadores até o momento poderíamos ter ganho o 1º e ganho o 2º e o 3º sem sofrimento. Bastava para isso ter sido mais preciso nas finalizações. Foram muitas chances criadas.
    O Borja é um baita centroavante. Protege bem a bola. Briga. Abre espaços e se posiciona muito bem. Só está lhe faltando mais confiança nas finalizações. Vi ele cobrar uns 5 penaltis ano passado e vi que é sempre no alto, indefensável. Infelizmente, ontem subiu um pouco.

  • Por incrível que pareça o Felipe Melo era o cara menos pilhado ontem não pipocou e não passou do limite em nenhum momento, tem que passar isso aos outros

  • Estive no Allianz ontem e uma coisa ficou clara para mim: o Dudu, embora tenha jogado um barbaridade, não pode mais ser o responsável pelas cobranças de bola parada. O Palmeiras praticamente não criou perigo nos lances em ele cobrou faltas e escanteios: geralmente aqueles balõeszinhos lentos que só facilitam o corte da zagueiro adversária. Foi só o Michel Bastos entrar e começar a bater faltas/escanteios de forma mais firme e incisiva (como o Arce fazia) que o Palmeiras começou a levar mais perigo nas bolas paradas, conseguindo inclusive o terceiro gol assim. Contra times retrancados a bola parada é muito importante. Se o Michel continuar reserva, tem que colocar outro cobrador que não seja o Dudu…

    • Fomos de longe o time com mais gols de bola parada ano passado, com o Dudu cobrando. Talvez tenha ficado manjado, também acho que precise mudar. Mas não podemos simplesmente esquecer do ano passado!

      • Sim. Com o Cuca a bola parada funcionava mais, principalmente no segundo semestre do brasileiro. O esquema de jogo privilegiava esse tipo de jogada. Embora o Dudu nunca tenha sido um exímio cobrador. Já o time do Eduardo é um estilo mais de posse e toque de bola, tem saído pouquíssimos gols de bola parada, mas o Michel tem se mostrado melhor cobrador que o Dudu. Sou a favor de diversicar, ter mais opções de cobradores e não deixar a maioria pro Dudu.

        • Me parece que o no passado o Dudu cobrava melhor (as que levantava na área, pois faltas diretas ele deveria ser proibido rsrs), talvez treinasse mais, mas esse ano tá lastimável mesmo, a maioria que ele cobra tem sido esses balões fáceis de marcar, ou bolas que sequer chegam na 1a trave ou passam do 1o marcador.

          Realmente tá precisando dar uma reciclada.

          É um dos pontos que o time esse ano ainda precisa EVOLUIR MUITO!! As bolas paradas são arma imprescindível pra qualquer time que queira ser Campeão, Por mais que nosso jogo privilegie outras situações de gols, não podemos abrir mão de uma arma tão eficaz e tão ao nosso alcance.

          Aliás a partir do momento que tornarmos todo escanteio ou falta no campo ofensivo em meio-gol, vai facilitar também os lances de drible e toque rápido, pois os adversários tomaram ainda mais cuidado para não ceder o lance livre.

          • Exatamente. Contra times retrancados tentar furar o bloqueio através de dribles e triangulações é bem mais difícil. A bola parada é fundamental pq se vc faz um gol de escanteio ou falta, isso abre a retranca do adversário e sobra espaço pra habilidade e toque de bola que nós temos de sobra. O time já melhorou o posicionamento no ataque pois contra o wilstermann a qtd de impedimentos foi ridícula. Agora falta melhorar a bola parada e isso começa com um bom cobrador. Ou o Dudu treina e passa a bater faltas de forma mais firme e direta, ou coloque o Michel Bastos pra bater, que tem feito isso muito bem.

          • Vitor Hugo é muito mais letal na jogada aérea que o Dracena, sem ele, a gente tá perdendo muito nesse quesito…

    • Concordo que o Dudu está mal nesse quesito. Porém ano passado foi o Cuca que instruiu ele bater dessa forma pois como temos zagueiros muito alto dava tempo e vantagem para eles. Lembro que nossa zaga fez gols a rodo dessa forma. Infelizmente esse ano está faltando aquele algo a mais para voltarmos a sermos letais na bola parada.

    • O melhor batedor que temos no elenco é o Rafael Veiga, o futuro vai confirmar isso ,
      Esperem e me cobrem

  • Só pra constar sobre a avaliação do EB : creio que escalou bem e uma coisa a observar foi a melhora contundente do time na volta do intervalo , certamente devemos reconhecer seus créditos nisso. A nota em si não mudaria tanto , talvez um 7 ou 7,5 . Aos poucos ele vai convencendo , sim. Ele não tem culpa das chances absurdas perdidas , que se não fossem teríamos aplicado uma sonora goleada nos valentões pernas-de-pau do Peñarol , jogando bem apenas meio tempo.

  • Se os jogadores do Palmeiras parar d querer resolver tudo sozinho, e procurar a aproximação pra tabelar ,e parar com esta pilha ,dá pra enfiar uns 5 nesse penarol no próximo jogo .

  • Pode ser só corneta, mas tivesse a impressão que se o Vitor Hugo tivesse jogando não tomariamos nenhum dos gols.

  • SENSACIONAL, Prinholato!

    A propósito, segundo se sabe, a famosa cachaça de sua cidade de residência tem o nome em homenagem à Copa Rio!

    Abrazzo.

  • Pqp, como eu sou feliz por ser palmeirense. Jogo não foi necessariamente como imaginávamos, mas valeu o “queixo duro”, como diz o Conrado. Destaque positivo pro Guerra, jogou muito, pena que cansou. O psicológico do nosso time precisa ser trabalhado, ficamos pilhados além da conta nos jogos da libertadores e isso tem nos prejudicado. Pra volta, apostaria em Kenaldinho na do Dududibres, mete correria nesses uruguaio e fazer muitos gols de cabeça. Avanti Palestra!

    • Jogador que sabe prender a bola, o Keno tem que jogar no Uruguai, vai cavar varias faltas pra nos e o Mina vai guardar um com certeza.

  • Ontem os dois jogadores mais criticados durante a partida, inclusive por mim, foram fundamentais para a nosso vitoria, Borja e Fabiano. Futebol realmente é muito difícil! Bom para nós, bom para o time e bom para o EB que aos poucos esta conseguindo encaixar o time sempre rodando o elenco.

  • Nunca tinha visto jogo com 30 minutos de bola parada! Já expulsar o jogador que é caçado em campo por reclamação isso é quase regra na america do sul…. inclusive Brasil lógico!

  • Os varios gols perdidos estressaram a torcida e os jogadores, mas foi um jogo atipico, temos que nos ater nas liçoes que o jogo passou, tocar mais a bola no primeiro tempo, fazer a bola correr mais que o adversario pra fugir da marcaçao. O principal ponto, ATENÇAO nas bolas aereas defensivas que sao a unica arma dos adversarios castelhanos. Quatro jogadores deles amarelados e ninguem pra partir pra cima com dribles, detesto isso mas era jogo pra passar o pe em cima da bola depois que conseguimos a virada, ficar fazendo um dois em cima deles pra irritar, buscar jogada de efeito e depois voltar a bola, os gringos ficam loucos com isso quando estao perdendo, todos sabem que o catimbeiro fica louco quando a catimba e contra ele, o jogo continuou rapido quando era pra ter sido cadenciado, um dois, um dois, e quando eles adiantarem a marcaçao, bola enfiada rapida, esta tudo no manual libertador dos gringos, temos que usar as taticas deles contra eles mesmo.

  • ‘(…) A gente pensa agora na Ponte Preta, jogo muito difícil, eliminou o Santos – queria até mandar um abraço pro Dória…’
    (MELO, Felipe)

    Hahaha

  • Toda vez que o Verdao arranca uma vitória dessas eu esqueço o boicote que faço nas emissoras nojentas e dou uma passadinha pra ver eles morrendo de raiva. Hoje foi um dos piores dias em todas elas, chega dar nojo. Teve uma delas que fez uma enquete perguntado quem está mais com o DNA de libertadores Palmeiras ou Flabosta, o boicote dos palmeirenses a essa emissora é tão grande que os primeiros minutos Estava dando 98% para o Flabosta. Fiquei esperando para ver o que eles fariam, tiraram a enquete do ar e depois de alguns minutos voltou com a porcentagem parelha, eu tenho certeza que eles alteraram, pois sabe que essas enquetes são votadas pelos torcedores das torcidas dos times citados, e se continuasse 98% como eles iam explicar que nenhum palmeirense votou a favor do time? Se não votou é porque não está assistindo. Chupa impressa lixo.

  • Alguns pontos: O gelo no VH ao meu ver ja foi suficiente, perdemos MUITO na bola area ofensiva e defensiva sem ele. Segundo gol ninguém acompanhou.. erro fatal que por benevolência dos Deuses do futebol não nos tiraram os 3 pontos. E o borja ao menos saiu fodido e claramente chateado, tem futebol de sobra, precisa se afobar menos que os gols irão sair.

  • Muito mimimi dos rivais kkkk, mas que jogo foi esse, tem que ajustar muita coisa, erros de zaga e por ai vai, e que juiz bundão tirou o Dudu do próximo jogo.

  • Borja é muito bom jogador. Melhor que o Gabriel Jesus pra fazer aquela função. Ele abre todos os espaços pros outros jogadores chegarem e finalizarem. O fato de o time fazer tantos gols se deve a marcação dobrada que ele recebe, e é por isso que tanto Willian, quanto Dudu, quanto Tchê Tchê e qualquer outro jogador que chegar na área adversária vai ter chances, na hora que os outros times perceberem que não adianta só marcar o Borja, ai é que a gente tem que se preocupar. Por enquanto, temos um jogador que faz o time inteiro jogar.

    • Concordo com você, mas ele precisa marcar os golzinhos dele quando tiver a oportunidade tb, porque ontem ele perdeu mais umas boas chances na cara! Assim como foi contra o Tucuman….

    • Se o Borja tivesse metade da sorte do Fabiano seria um super goleador, sei que sorte e relativo, a decisao certa que leva ate ela, ta faltando ele dar cavadinha quando ta cara a cara, ele parece que fecha o olho e enfia a bica, a coisa mais linda e jogador dar so um toquinho por cima, chutar rasteiro sempre da chance de bater nas pernas do goleiro.

    • Pra mim Gabriel jesus já é TOP 10 no mundo, e um atacante pronto, humilde que aprende com os erros e tem muita, mas muita qualidade e futebol moderno, o Borja, para este momento, pode ser que esteja um pouco mais pronto, mas tecnicamente falando Jesus é bem melhor !

  • Tudo bem que jogo com emoção é marcante, mas todo jogo?!!! Assim a torcida diminui (fator enfarto)…

  • Só vejo cornetas aqui… No mesmo período ano passado estávamos lamentando uma derrota em casa, para um time equivalente.

    -O Guerra perdeu mais da metade dos jogos na ultima temporada pelo A. Nacional. Por mais que seja o melhor em campo, ele saiu em um momento que o jogo estava na mão, e estávamos ganhando. Não vejo como erro do EB.
    -Borja joga muito, mas precisa começar a guardar pra aumentar a auto estima.

    Observação:
    Ontem desliguei o celular pra ver o jogo, e após o jogo li as conversas dos grupos palestrinos. A nossa torcida é MUITO bipolar.

  • Ainda estou emocionado com o jogo de ontem. Alguns comentarios:

    1. Fabiano falhou no primeiro gol do Penarol mas salvou a patria com muita raca no gol aos 54min.
    2. As criticas ao Borja nao sao desproporcionais. Ele tem muita presenca de area, chama a marcacao, participou nos 2 primeiros gols do Palmeiras (podem falar que eh cagada, mas ele ta sempre la) e o penalti passou muito perto. Ele nao isolou o penal. Ele bateu forte no angulo.
    3. E. Baptista ganhou o folego que ele tanto precisava. Esta com moral alta.
    4. O que foi o passe do Guerra naquele lance que o William perdeu o gol feito?
    5. O time ta cascudo. Agora eh fazer a licao de casa no Paulista e esperar a definicao do classico na final. Gambas ou bambis, as duas finais me divertem! Ha anos nao temos uma final de Paulista contra um dos dois!

  • Acho que o Borja até mereça algum puxão de orelha do técnico, mas mesmo assim, ele foi importante ontem. Pessoal precisa entender que ele não é só útil pra colocar bolas pra dentro, ele busca bastante e abre espaço para chegarem os outros companheiros, o que é quase tão importante. Luta muito e não merece vaias ainda. É óbvio que atacante vive de gols, e ele precisa se acalmar, ta muito ansioso pra justificar os 33 milhões investidos nele.

    Mas ele não é o morto do Barrios, esse sim, um morto que não fazia gols e pouco ajudava, e mesmo assim tinha la os seus fãs por aí, vai entender…

    • Pois é, no primeiro gol a bola só sobra limpa pro Bigode graças a luta dele, no segundo uma casquinha sensacional pra deixar Guerra e Dudu no 2 contra 1… o tempo todo buscando o gol.

      • exatamente. o torcedor parece nao esta percebendo isso. Mesmo contra o Jorge Wilsterman, a parede que ele fez foi fundamental no gol do Palmeiras. Borja ja mostrou que joga muito bola. Torcendo muito para ele meter uns gols para ganhar mais tranquilidade e confianca.

    • Foi no ponto certo, Luis, o Borja sentiu o peso de ser a contrataçao mais cara da America do Sul. Eu nao tinha noçao que ele tem muita tecnica, pensava que era um trombador veloz com eximio poder de finalizaçao, me enganei completamente, ele e exatamente o contrario disso, inteligente, abre espaços, tecnico, brigador, se coloca bem na area, acredita em todas.
      Alguem tem que chegar nele e dizer que ele nao tem que carregar o time nas costas, tirar o peso que ele poe nele mesmo, tipico jogador que precisa ser elogiado pelo tecnico e torcida pra render, se cobrar ele fica mais ansioso do que ja e.

  • A torcida do Palmeiras tem que parar de pegar no pé do Fabiano , não é porque ele fez o gol dá vitória , ele sempre tem participado dos ataques mais do que o Jean , ele falhou no primeiro gol do penarol ontem mas. No segundo gol pelo menos uns 4 falharam e ninguém falou nada , tenho defendido o Fabiano não é de hoje ,quem acompanha o verdazzo sabe que sempre falo bem dele aqui

    • eu tb cara… acho que nossa torcida PRECISA ter alguem para pegar no pé, é tradicional isso…. há alguns anos atrás não faltavam opções, já esse ano está dificil… ele fez um jogo ruim contra o cruzeiro ano passado e depois disso foi bem regular. na minha opiniao é um ótimo reserva.

  • Parece que o jogo contra o Jorge W. não foi suficiente pro time e pros torcedores aprenderem… Vi muita gente falando de novo em goleada, 5×0 e num sei mais o que. Parem com isso, pilhagem desnecessária! Jogo da Libertadores dificilmente vai ter goleada, se entrar com esse pensamento todo jogo pode abandonar.
    Novamente não jogamos bosta nenhuma no primeiro tempo, com todos os atacantes sendo fominhas e querendo resolver tudo sozinho… No segundo tempo jogamos muito melhor e mostramos que somos o melhor elenco das Américas!

    – Zé Roberto parece ter queimado todos os cartuchos… É incrível que quando parte pro ataque ele passa correndo como um foguete, mas pra voltar marcar ele não volta correndo nem a pau. Ontem só fez levantar a mão pedindo impedimento à toda hora.
    – Fabiano e Tchê² os piores no primeiro tempo pra mim, mas no segundo o Fabiano cresceu junto com o time e foi consagrado com o gol salvador. Já o Tchê² continua mal, não sei se estou pegando no pé do cara, mas desde o jogo contra o SP não o vi jogar bem de novo.
    – Michel Bastos fez falta no primeiro tempo, pois ninguém chutava pro gol. Faltou um cara como ele que chuta de qualquer lugar…
    – Um absurdo tirar Guerra que vinha sendo nosso melhor jogador… Péssimas mexidas ontem EB!
    – Borja é um excelente jogador, mas se ontem tivesse empatado/perdido a culpa ia ser dele. Tem que ficar treinando o dia todo chutes pro gol, porque toda vez que tenta chutar de fora da área ele manda pro alto e dentro da área chuta em cima do goleiro. Perdeu 3 gols contra o Tucuman e ontem um pênalti e mais 2 gols pelo menos… Gabriel Jesus também perdia uns golzinhos, mas depois se redimia. Mesmo assim não teria tirado ele do jogo, pois isso queima o cara. Acho que faltou sensibilidade do treinador.

    E só pra não deixar passar… CHUPA URUGUAIOS FDPs!

    • Falou tudo oque eu penso , acho que a nossa torcida tem que descer desse salto alto até esses tempos atrás éramos motivo de piada e com razão pelas mas administrações etc. Sabemos muito bem oq passamos , ganhamos dois títulos recentemente mas não é motivo pra está soberba toda que tenho visto,. Claro que temos o direito de comemorar ter esperança de muitos títulos , mas essa soberba de achar que vamos atropelar todo mundo é de achar que pq o temos dinheiro que tem que sair arrotando isso o tempo todo não vai acrescentar nada de bom no nosso presente e futuro ..

      • Exato. Claro que podemos e devemos sonhar com muitos títulos pelo time que foi montado… Mas daí achar que todo jogo vai ser goleada sem respeitar os adversários é muita arrogância.

    • Eu não acreditava em goleada antes da partida, mas acho que se o Borja converte o pênalti ela viria.

  • Esse “primeiro turno” da fase de grupo foi importantíssimo pro time se ambientar no clima da Liberta. A principal lição é a seguinte: se entrar nos jogos da Liberta achando q tá enfrentando o “novorizontino que fala castelhano” vai cair do cavalo.

    • Não acho que seja salto alto. Eu acho que tão botando pilha demais. O video do pré-jogo, foi bacana e tal, mas essa coisa de “Libertadores é Obsessão” tem que ficar pra torcida só. Os jogadores precisam ter mais tranquilidade.

      • Concordo integralmente. Tb não acho q foi salto alto, acho q tem essa questão da pilha excessiva, é preciso ter mais sangue frio, mas tem q entender tb q o jogo é outro, numa dinâmica diferente de paulistinha e mesmo do brasileiro.

          • Em todos os sentidos! Em alguns jogos do Paulista, por ex., dá pra ficar cozinhando o jogo esperando a chance aparecer, na Liberta (mais ainda no mata-mata), muitas vezes não dá, tem q mudar a atitude durante o jogo.

  • Palmeiras é o melhor elenco da libertadores, FATO!!
    Mas o que me preocupa não é isso, o que me preocupa é a gente jogar num 4-1-4-1 onde o Felipe Melo fica vendido no meio, o que me preocupa é termos um buraco do TAMANHO DO ESTADIO no meio e o nosso técnico não notar e pra piorar tirar o segundo melhor jogador em campo (Guerra) o que me preocupa é a falta de inteligência do time aonde espirito de libertadores é confundido com porrada e jogo físico!!!! Só perdemos essa libertadores por dois motivos: instabilidade emocional ou o EB continuar não lendo o jogo direito!!!

  • Para quem tá CORNETANDO o Borja por ontem, achando que ele é um lixo, que o Bigode é melhor, e outros absurdos que li aqui. Vocês merecem Betinho e todos atacantes PODRES que tivemos neste século!

  • A culpa de todo esse sufoco foi do Borja. Pode ser corneta e, espero, que ele cale minha boca, mas até agora o cara não mostrou a que veio. Que pipocada monstra foi aquela ontem? Nota 4 foi muito! Ele perdeu o penalti e ainda perdeu o gol cara a cara logo depois, se não tivessemos os acréscimos até virar, o empate era nas costas dele.

    • “Acréscimos até virar” – amigo, foi pouco a quantidade de acréscimos.

      Ganha – corneta
      Perde – corneta
      Só faltou criticar o EB. Fala sério

      • Você realmente acha que não foi o badalado Borja que complicou um jogo que era pra ter se resolvido em um daqueles dois lances?

        • Gol perdido do Bigode foi pior. Penalti, como alguém disse mais embaixo, até o Evair já perdeu. Cornetada desnecessária no cara.

          • Concordo, e outra, é preciso ver o jogo como um todo, o cara tem uma presença de área e uma ofensividade muito boa, o jogo vai jogando e ele lá na frente é animador, esse cara vai deslanchar no Palmeiras ainda, não sei porque mas sinto isso.

          • Vai sim, é só não cornetarem, o cara é bom, dá para perceber pelo toque de bola.

          • Concordo, da pra perceber mesmo, ontem no Gol do William, ele faria, porém ele próprio tocou com a mão na bola sem querer, coitado, esta afoito e querendo mostrar serviço, e vai conseguir é jovem e muito bom

    • Ridículo criticar o Borja, o cara esta sendo muito mais participativo que o Próprio William, ta faltando só um pouquinho de sorte, logo ele deslancha, pois joga muito !!!!

    • Olha Thiago, é injusto colocar a responsabilidade em cima de um único jogador. Vários jogadores perderam gols no segundo tempo. Nos gols que tomamos também ocorreram falhas. Tenha fé, seremos campeões…

    • Num sabia que os acréscimos não fazem parte do jogo. Que papinho de rival é esse de “acréscimo até virar”?

      • Choradeira de quem tá vendo de fora. São os mesmos que vão chorar quando enfrentarem os mesmos problemas de cera e catimba.

    • Calma, cara! O colombiano é matador, briga o tempo todo, se desloca, incomoda o adversário pra cacete! A atuação de ontem faz parte, acho até q se o EB não tivesse tirado ele (errou, na minha opinião), ele teria guardado um.

    • amigo, se você já começa querendo achar CULPA num jogo em que nós ganhamos heroicamente, voce já está começando ERRADO

      • Errado ou não, é minha opinião Conrado. A vitória, ao meu ver, só foi heróica porque complicaram um jogo fácil.

  • Que profissional que eh o Mattos.

    Vendo o jogo de ontem, lembro das palavras deles sobre a necessidade de contratar jogadores com o espirito de Libertadores. Que diferenca ter jogadores como Felipe Melo, Edu Dracena, inclusive o proprio Borja e Guerra que ja passaram por isso.

    Estes caras trazem um espirito diferente para todo o resto da galera em campo. Lideranca fundamental.

    Mattos e comissao tecnica fizeram um trabalho incrivel de planejamento. Aquele idiota do Mustafa reclamando que o elenco eh inchado…e o Mattos e comissao construiu um time tao forte, conseguindo suprir ausencias por contusao, como Moises, Jean, etc…

  • Sabedoria de Zé vai ser a aposentadoria em junho, pq se não for isso, vai manchar a carreira dita como profissionalismo

    Outra, perdi a fé em Borja, tenho esse direito, me desculpe os que vão criticar, dizendo que é a adaptação, bla bla bla, adaptação para cobrar um pênalti? De onde ele veio a bola era quadrada? Fazendo porra nenhuma. Saiu Barrios e ficou ele. E sim, estou cobrando gols…

    • Desculpe, mas o bigode foi pior, perder um gol do jeito que ele perdeu, não dá, fez o mais dificil, no mais fácil sabemos como terminou….E penalti, até o monstro sagrado do Evair já perdeu….Calma com o Borja, o cara é bom, já o bigode……

    • Como o Paulo disse, até Evair já perdeu penalti. O gol perdido do Bigode foi pior, só não tão cornetando ele, pq ele guardou um. Fala sério, você queria ter o Borja porque ele é bom ou porque queria que ele fizesse 1 gol por jogo? Se for a segunda opção, sinto muito, mas nem o Cristiano Ronaldo tá fazendo 1 gol por jogo.

  • Impressionante a quantidade de recibos que os rivais estão passando no twitter. Até gremistas apareceram para comentar o jogo falando que juiz ajudou, alguns chegaram ao requinte de falar em ROUBO para nós. Esse pessoal é doente.

    E outra esse time precisa entrar menos pilhado nos jogos.

  • É esse tipo de jogo que forja os apaixonados e aumenta a pressão arterial dos cornetas!
    Tivemos uma aula de catimba no ano passado, era para ter aprendido algo.
    Sobre o jogo, só uma coisa a declarar aos antis e cornetas: VENCEMOS, E FIM!

    Avente palestra!!!

  • Olha, bicho… Não lembro quando foi a última vez que fiquei tão puto com arbitragem/time adversário. Quando Fabiano fez o gol eu nem tinha mais voz, depois de xingar até o tataravô desse juiz. A explosão foi tanta que minha mãe acordou achando que tinha um monstro na casa, hauhauhau! E pra dormir depois? Acho que peguei o sono por volta das 3h. Quando acordei, fiquei emocionado, não sei… como se já soubesse que seremos campeões da liberta. SÓ tenho agradecer ao meu pai por me ter feito palmeirense. Sobre o jogo, deixo a comissão técnica analisar os erros, eu só quero lembrar dos momentos positivos. Obrigado, PALMEIRAS!

  • nao entendo qual a dificuldade de fazer o futebol no cronometro..tipo basquete… 2 tempos de 30 minutos, parando o relogio qdo a bola nao estiver rolando…

        • esfriar o jogo, irritar o adversário correndo atrás, cansar a torcida, ia ter ctimba e enrolação na mesma…

          • estou falando de retardar o jogo fazendo o relogio andar…. o resto faz parte do futebol

          • e as tvs e patrocinadores (que mandam no baguio) tendo que esperar ‘a vontade’ dos jogadores de encerrar a partida, tendo que adaptar as grades a um horário ‘não fixo’…

          • basquete é com relogio parado e nao vejo nenhum problema na NBA… serio, seria a melhor coisa….só que o problema é que essa cera descarada só acontece na america do sul, entao esperar que a FIFA va mudar isso algum dia é ilusao…

    • Já pensei nisso, mas isso tem uma resposta simples:
      A catimba é só na America Latina, assiste uma Champions vê se isso acontece.
      Pq mudar o futebol por causa de meia duzia de boca aberta?

  • Libertadores é phoda! É um absurdo a catimba, a cera, a violência e a postura do juiz, mas isso não vai mudar tão cedo. Já foi bem pior, até q melhorou, mas ainda tem q saber lidar com isso se quiser ser campeão, até com política extra-campo.

    • Então, não sei se “libertadores é phoda”, até pq na conquista gambá não vi os adversários jogarem assim contra eles, inclusive o tão “temido” boca e sua bombonera, acho que contra o campeão do século todo mundo quer jogar bola, se esforçar, sei lá, para aparecer e fazer um bom contrato, vide o brasileiro que estava no Jorge W. e foi para os bambis…

      • É phoda para todos, não só pra nós, aí vai depender da qualidade do time e da força política do clube naquele momento. O título dos gambás é o melhor exemplo de política extra-campo. Os gambás cansaram de ser eliminados, naquela Liberta tava decidido q seriam campeões, os “donos” do futebol sulamericano já tavam devidamente avisados. Não houve pressão, não houve roubalheira contra, tudo já tava praticamente decidido (o q a rgt fez foi absurdo! No ano seguinte cagaram e andaram pro galo!). No ano seguinte tudo voltou ao “normal”, os caras foram operados pelo boca em pleno Pacaembu.

        • O pior é que vc está certo….E se puxarmos pela memória, eles garfaram o Vasco em pleno São Januário, anulando um gol legitimo deles, o que daria 1×0 e vantagem do empate no segundo jogo.

    • Joga muito, habilidoso, e tem um passe de primeira que é sensacional, jogador que toca de primeira é outro Nível, ontem fez sua melhor partida com a camisa do Palmeiras

      • Eu entendo um pouco o EB… Deve ser complicadíssimo escolher quem tirar desse time. Ontem só o Borja foi uma decisão fácil. Até o Felipe Melo com cartão amarelo eu fiquei na dúvida. Teve uma hora que cogitei a entrada do Jean no lugar do Fabiano para reforçar a direita… Já imaginou se ele faz isso que m…? Rs

    • Comentei ontem num grupo de palmeirenses no whatsapp: se alguém ainda sentir falta do Valdivia é porque não viu o Guerra jogando ontem.

    • Sei não, talvez seja mais tranquilo, pelo fato de eles PRECISAR da vitória, vão ter que sair pro jogo, em algum momento e aí se agente for letal e cirúrgico, mata a partida!!!

      • Vai depender da postura do verdao, se entrar como foi na Vila e caixao, mesmo tendo feito 2 gols em 2 minutos nos ultimos 2 jogos la, sabemos que a postura do time nao foi boa. Em Campinas tb ficamos devendo nas ultimas que jogamos la.

  • Nossa que jogo!!! Emoçao demais!!! Esse time do Penarol é muito catimbeiro e sujo, nao merecem porra nenhuma. Temos que parar de achar que é normal um time fazer este tipo de cera catimba, isto é anti-futebol. O mais importante foi a nossa vitoria…vamos PALMEIRAS!!!

  • Esse jogo não só serve de lição pro nosso time como também para qualquer time brasileiro que aspire vencer essa competição um dia. Os caras não tinham bola NENHUMA pra vencer nosso time, mas na base da catimba, malandragem e conivência do banana do apitador, transformaram o jogo e quase complicam pra gente.

    Senhor Eduardo Batista a cada partida vai se desenvolvendo mais e mais. Fazia tempo que não via alguém acertar um time no intervalo apenas com papo.

    Que partidaça de Dudu e Felipe Melo, que belo segundo tempo de Guerra e que superação incrível do Fabiano! Ainda morreremos disso, mas morreremos felizes!

  • Meu Deus, que jogo foi esse?!!? Não sei explicar, mas quando a bola foi pra escanteio, já comecei a comemorar alucinadamente. O lance nem tinha rolado ainda e eu já sabia que era gol. Tipo premonição! Nunca tinha acontecido nada parecido comigo…
    Fiquei curioso para saber quais os outros 3 times com as camisas mais pesadas do futebol sul-americano… Boca, Independiente e Nacional?
    Minha lista tem 15 times muito tradicionais. Cruzeiro, Grêmio, Santos, SPFC e Palmeiras do Brasil, Nacional e Penarol do Uruguai, Boca, River, Racing, Independiente e Estudiantes da Argentina, Olimpia do Paraguai, Colo Colo do Chile e Atlético Nacional da Colômbia.

    • Michel Batos na bola parada é muito bom! O Dudu é péssimo pra levantar bola pra área, se ele não fosse expulso…

  • Rapaz, que jogo. Se tem uma coisa que eu odeio na Libertadores, é a cêra que os adversários, sobretudo uruguaios e argentinos, invariavelmente fazem, e capricham, e, pra piorar, os juízes deixam isso ocorrer e ainda expulsam nossos jogadores irritados! É muita injustiça. Esses caras não tem medo de castigo de Deus não? Ou de levar uma bala de um torcedor enfurecido?

    Quando o adversário de ontem empatou o jogo, e ainda mais, quando o juiz expulsou o Dudu, eu olhei pra minha esposa e disse: “São nesses momentos que o cara pensa em deixar de assistir futebol”. Graças ao Sr. Deus, o Fabiano acertou aquela testada na bola e eu pude olhar pra ela e dizer: “E são por esses momentos que o cara continua assistindo e amando o futebol”!

    Caras, eu já vi o Palmeiras ser injustiçado e sair de campo com resultado adverso várias vezes devido a catimba e cêra dos adversário se péssimas atuações de árbitros, ainda bem, graça a Deus, isto não ocorreu nesses dois jogos em casa na Liberta2017. Ô glória!

    Mas vou falar uma coisa. O Palmeiras conseguiu essas duas vitórias em casa, apesar do sofrimento, porque tem muitos jogadores de qualidade e aprendeu a brigar até o fim, mas ainda não dominou o modo de jogar essa competição. Dava pra ter ganho com menos sofrimento. Enfrentando times menos encardidos nas fases seguintes, o Verdão tem futebol pra ir longe na competição.

  • Se continuar nessa pegada, na fase dos mata mata vão precisar quadruplicar as ambulâncias do Allianz!

    Roteiro dos jogos:

    Atlético Tucuman – Empate fora de casa com um jogador a menos desde os 20min . do primeiro tempo;
    Jorge Wilstermann – vitoria com gol do Mina aos 50°min;
    Penarol – Virada, 2 bolas na trave, penal perdido e gol aos 53°min com um jogador a menos.

    1 – Estamos perdendo a cabeça, mas conseguimos chegar nos resultados;
    2 – Se o roteiro de crueldade continuar a evoluir do jeito que está e evoluindo, aumentem as ambulâncias!
    3 – Copa Libertadores Bridgestone 2017 – Campeão – SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS

    È incrível a sensação de que pelo menos para mim, o Palmeiras iria fazer o gol contra o Wilstermann e como iriamos sair com a vitória ontem do Allianz.

    Não tem outra, já sei que seremos campeões!

    Avanti

  • esse jogo foi digno de uma fase de mata mata da liberta…estamos ficando cascudos, porém nao podemos depender toda hora dos acrescimos. haja coração

  • O Palmeiras quando colocou a bola no chão deu um baile que poderia ter sido muito maior, acredito que numa grande goleada se não fosse o penalti perdido. Ninguém falaria ou lembraria do juiz se tivéssemos aberto os 3×1.

  • Olha, o time foi muito bem no segundo tempo. A lamentar os gols perdidos, pois poderíamos ter goleado.

    Fiquei surpreso com a capacidade do Eduardo em conseguir arrumar o time no intervalo sem alterações. Eu teria tirado William e colocado Michel no intervalo para mudar o panorama da partida.

    O único erro absurdo de Eduardo foi ter tirado Guerra, junto com Dudu os dois melhores em campo. A partir deste momento perdemos toda a articulação do time.

  • Conrado, sobre o EB, temos também que dar o mérito pra mudança de atitude do time no começo do segundo tempo. Viramos em 5 minutos, se Borja converte o pênalti em dez minutos tava 3×1.
    No mais ele realmente demorou mexer no time, ele preferiu tirar Guerra do que Dudu por causa da bola parada (pelo que entendi na entrevista pós jogo).

  • “Até que, já nos acréscimos, Dudu tentou bater rápido uma falta pela direita mas Hernandez ficou na frente da bola, atrapalhando. ”

    Bater rápido??? o Dudu ficou uns 3 minutos tentando bater a falta e esperando o uruguaio e o juiz parar de fazer cera… Nos primeiros 40 segundos ele até esperou calmamente, depois começou a pedir pro cara sir da frente, depois pro juiz, depois pro cara de novo, ai ameaçou bater, reclamou de novo…, e o apitador sequer olhou na direção do uruguaio. Patético.

    Mas ai é que entra a falta de inteligência do time, tá com resultado desfavorável, precisando ganhar tempo, ao invés de ficar esperando ou reclamando, tinha que alguém encostar de lado, fora do alcance do uruguaio pro Dudu rolar a bola rapidamente, se o cara tá impedindo de levantar a bola diretamente pra área,, ao invés de ficar esperando a boa vontade do apitador, toca rápido de lado pro Bastos por exemplo, e ai, ‘quebra’ a marcação, e ou o próprio Bastos joga ela no bololo, ou devolve no Dudu, já em posição melhor e sem uruguaio na frente pra cruzar…

    • Quando aconteceu a falta Dudu tentou cobrar rápido mas não conseguiu. Quando começa a organizar barreira, daí já era, só pode cobrar a falta depois que o juiz apitar.

      • que barreira?? não tinha barreira, e muito menos juiz organizando barreira, tinha um cara na frente e só, o juíz tava lá do outro lado

      • Jorge, mas nao foi organizada barreira. A única barreira feita, foi este jogador do Penharol que ficou a um metro da bola por 2 minutos. Enquanto isto acontecia, o juiz também retardou a cobrança para expulsar o técnico deles. Inclusive, depois de toda confusão e o Dudu ser expulso, este mesmo jogador ficou novamente na frente da bola qaundo.o Michel iria bater a falta e finalmente tomou o amarelo. Foram 4 minutos com a bola parada.

    • Nesse lance, a bola ficou parada 4 minutos. Além do cara ter ficado estes 2 minutos na frente da bola sem o árbitro nada fazer, o técnico deles jogou outra bola dentro de campo para retardar o jogo mais ainda. Depois o Dudu apenas cobrou uma atitude e foi expulso. O árbitro, como o próprio Conrado comentou, fez cera. Nunca vi isso na minha vida.

  • Eu vejo algo muito positivo nisso tudo, o Palmeiras está extraindo a essência da Libertadores na fase de grupos. Ainda tem alguns sobressaltos, mas estamos conseguindo os resultados que nos levará a próxima fase. JW e Peñarol deram uma grande aula de como será nas próximas fases e isso ao extremo. Esse time chegará muito cascudo nas fases de mata-mata. Quanto ao Borja, é xingado hoje, mas é importante mesmo que não faça gol. Ele ainda vai desencantar mais adiante, e dai ninguém mais vai segurar a gente.

    • Concordo, a hora de sofrer é essa a experiência na fase de grupos vai ser fundamental mais a frente, o mais importante e que se deve destacar apesar do nervosismo, é que o time luta até o último segundo, literalmente, pois acredita na sua qualidade técnica e na camisa do maior campeão do Brasil.

  • Tá difícil defender o Obina gourmetizado da Colômbia. Porra, erra tudo, não corre pra marcar, quando sai da área erra passes, perde gols e como pode errar um penalti assim??? Cara chutou a bola no túmulo do Pablo Escobar, vá a merda, Borja! 40 milhões pra isso?

    E outra coisa, contratamos 125 zagueiros, 239 volantes, 755 atacantes e não contrata a desgraça de um lateral!!!!!! Ze tá beirando o ridículo e o Djosti não consegue ser mais confiável que isso, toda jogada do Penarol saía na esquerda da nossa defesa…

    EB mostrou novamente ser um bom técnico, arrumou o time na conversa no intervalo e, apesar do azar de tomar um gol cagado, a ruindade do Borja e gols perdios por Willian, Michel e Tche Tche, o time foi muito bem.

    • ontem foi mal, acho um pouco injusta sua cornetada.. o cara tem categoria, não é craque lógico. achop ele individualista demais… mas curti “obina gourmetizado da colômbia” kkkkk

        • tem que ter calma… por 12 anos a pressão excessiva da torcida prejudicou o time. veja bem, estou dizendo que a torcida teve sua parcela de culpa no período trevoso de 2002 a 2014, mas não era a única, tampouco a principal culpada… tem esse ano inteiro ainda para ele mostrar o potencial. é jogador da crefisa, então obrigatoriamente vai ser titular… tem que esperar… e a grande maioria da torcida, hoje, gosta dele e confia.

          • É jogador DO PALMEIRAS!!
            Se a Crefisa pagou ou não problema dela!!

            o Barrios também foi pago pela Crefisa (inclusive recebendo um salário muito mais polpudo)e nem por isso era ‘obrigatoriamente titular’.

            Ele é titular porque É BOM e tem características únicas no elenco, mesmo estando em fase ruim, é importante taticamente, e só precisar re-encontrar a auto-confiança pra deslanchar.

          • Ele tem recursos, mas tá sentindo muito a camisa e acho displicente MUITAS vezes, muito mais do que devia…

          • A expulsão do Vitor Hugo no 1o jogo deixou ele com uma ansiedade incrível, pois foi segundos depois dele perder um gol claro, quando tentou jogar no contra-pé do goleiro e o cara fez grande defesa. Pesou nos ombros, dá pra ver que ele sentiu o baque de não ter feito aquele gol, e depois ainda desperdiçou mais dois no mesmo jogo, contra o wilsterman também perdeu chance clara, e a auto-pressão vai só aumentando.

            Centroavante depende muito de auto-confiança, até ele fazer o 1o e ‘quebrar a zika’ vai sofrer, ainda mais depois do penal de ontém…

    • Não acho que seja ruindade, os gols que ele marcou no paulista mostram que o cara tem bastante recursos, acho que ele mesmo está se cobrando muito pra marcar na libertadores e isso tem atrapalhado.

      • A expulsão do Vitor Hugo no 1o jogo deixou ele com uma ansiedade incrível, pois foi segundos depois dele perder um gol claro, quando tentou jogar no contra-pé do goleiro e o cara fez grande defesa. Pesou nos ombros, dá pra ver que ele sentiu o baque de não ter feito aquele gol, e depois ainda desperdiçou mais dois no mesmo jogo, contra o wilsterman também perdeu chance clara, e a auto-pressão vai só aumentando.

        Centroavante depende muito de auto-confiança, até ele fazer o 1o e ‘quebrar a zika’ vai sofrer, ainda mais depois do penal de ontém…

        • Isso mesmo Rafael, aquele jogo marcou o Borja negativamente e causou essa ansiedade que ta virando bola de neve. O EB tem que conversar com ele e dar moral, tem jogador que so rende se passar a mao na cabeça, se cobrar fica pior ainda.

    • Os caras só sabem cornetar, minha nossa senhora. Essa é a hora de apoiar, e não de reclamar! O cara fez 39 GOLS ano passado. Cornetar assim, não leva a nada, temos que apoiar!

  • Parei de assistir aos 52:30, já P da vida com o empate, a expulsão absurda de Dudu, a catimba de todo mundo… Aí acordo hoje de manhã com a vitória. Nunca mais desligo antes do apito final.

  • Tinha tudo pra ser uma vitória tranquila se o Borjão acerta aquele pênalti, mas com o Palmeiras tem que ser difícil né? hahahahaha. Jogão com cara de Libertadores.

    Palmeiras mostrou que quando tem calma para jogar e envolver o adversário, é um rolo compressor que time nenhum no Brasil (e nas Américas) vai conseguir parar. Rolou um nervosismo e o time entrou na pilha do Peñarol, mas é justificável pela catimba desgraçada dos caras e da atuação ridícula do juiz.

    PS: Destaque para a entrevista GLORIOSA do Felipe Melo para a SporTV no fim. Ousadura, socão na cara, sou preto mesmo, a mulher deve ter traído ele com um negão… Sensacional.

    • Jogador de time grande que e provocado com racismo devia mais e começar a dizer que ganha 300 mil e chamar o agressor de pobre, de fracassado, tenho certeza que o agressor ia ficar muito louco pq cara assim ja e um baixa estima, ia atingir na veia.

  • Vejo muitas críticas ao time, mas, sob meu ponto de vista, tudo se desenvolveu como o esperado. Time fazendo catimba desde a entrada em campo. Pra falar a verdade achei até que o time soube se controlar. Foi jogo pra elevar a moral, mostrar e ganhar ainda mais maturidade. Em outros tempos teríamos nos contentado com o empate. O time mostrou ambição pra ir buscar mais dois pontos em situação muito adversa – tínhamos um a menos e um juiz que não queria bola rolando.
    Pra mim o único ponto a se criticar é tomar dois gols de bola parada. Coisa que ano passado não acontecia. Aliás, éramos mortais na bola parada, até mesmo de lateral.

  • Foi maravilhosa a reação da torcida após o Borja mandar aquele pênalti na Bolívia ! Melhor ainda a astúcia do Eduardo de sacar ele, saiu aplaudido, jogador preservado. Isso só vai servir como incentivo pra ele voltar babando nos próximos jogos. E se ele faz o gol a gente ganharia fácil, mas não teria ficado tão evidente a necessidade de queimar qualquer pontinha de soberba que venha à cabeça. Como já disseram aí, jogo pra formar caráter. A história sempre acaba ensinando da forma mais bonita…

  • Com um resultado desses, cravo o seguinte: PALMEIRAS CAMPEÃO! Não tem como…O Palmeiras com essa raça vai ganhar a Libertadores. É inevitável. Se manter a busca pelos resultados até o último minuto de cada jogo (como tem feito), seremos campeões. Isso não quer dizer que seremos invencíveis, mas, com certeza será o time mais difícil de se passar por cima.

  • O Palmeiras precisa fazer alguma coisa em relação a essa arbitragem terrivel. Hoje foi o cúmulo da palhaçada. A cera infinita, a expulsão ridícula do Dudu..

    Mas importante que vencemos! Time mostra raça, vontade, garra, luta até o fim!

    AVANTI PALESTRA ???

  • 125 AVCs, um pênalti perdido, o gol mais feito do mundo na trave e 2 amarelos em 2 segundos no Dudu depois – favor verem no replay, o canalha do juiz sequer baixa a mão após o 1o amarelo e expulsa sem fazer qualquer juízo de valor sem ao menos advertir o uruguaio que ficou 4 minutos na frente da bola – Fabiano Girotto, o homem que participou dos 5 gols da noite, me ressucita do caixão enrolado com a minha bandeira-cobertor amarelada do começo dos 90s. Ainda morremos do que mais nos faz vivos. Te amo meu Verdão e entorno o caneco ao som de Micha & Gidão. Vai que vai que vai, meu Palmeiras!!!!!

  • Estamos vencendo no preparo físico e na qualidade individual mas é inegável que o time cria chances quando põe a bola no chão. Num dia normal teria sido 4×1 ao natural, com certeza o pênalti que o Bayern perdeu estava na cabeça não só dos jogadores, quem aí vai negar que nao lembrou desse jogo na hora que o Borja isolou? O primeiro tempo foi muito ruim, mas a galera tem que dar um desconto, o time correspondeu totalmente no segundo. O resto foi o que escrevi. Fabiano cruza e defende melhor que o Jean e tem tanta sorte quanto, xingar esse cara é fogo amigo desnecessário.

  • Grande vitória!! Sofrida! Desnecessário pelas circunstancias do jogo, mas que engrandece o time. EB soube corrigir no intervalo e poderíamos ter goleado. Ao invés de carregar a bola, toques rápidos e time voou. Mas não aproveitamos e não mantivemos o ritmo. O próximo desafio é manter essa intensidade, jogar mais tempo com a bola no chão e acelerando. E dificilmente perderemos novamente os gols que perdemos hoje.

  • Ganhamos de qualquer maneira! Este é um jogo para marcar na caderneta!!! Com direito a juiz bandido e tudo!!!

  • Famiglia… 00h51min… conseguindo retornar os batimentos cardíacos. Vou ver o VT agora na FOX pra tentar opinar algo. Mas neste momento… sei lá… é muito sofrimento. Primeiro jogo, jogador expulso aos 19 minutos do primeiro tempo. Segundo jogo, gol da vitória aos 50. Terceiro jogo, gol da vitória aos 54…
    Acho que nestes 2 jogos em casa faltou aproveitar melhor as oportunidades para matar o jogo e não sofrer tanto.

  • Não vou cornetar o Borja por perder pênalti é gol mas por não soltar a bola eu vou sim toca e passa porra para de carregar, no mais jogo sofrido mais ganhamos de todo mundo até do juiz e isso é muito foda show de raça

  • O Mittos pedindo para termos paciência com o Fabiano. Até que concordo com ele. Mas o bicho fez raiva hoje rses

    • chega nele e o lance o acaba, toda vez, mas o bixo brilhou quando precisou. DENOVO. bom ter um jogador com a bunda pra lua.

    • Não achei ele ruim hoje, exceção ao primeiro gol do Penarol. Cruzou de esquerda para o primeiro gol e fez o dele. Boa partida na minha opinião.

  • Só eu puto e preocupado com a falta de preparo emocional do time?

    Catimba, xingamento de macaco… Todo mundo sabia que ia existir. Mesmo assim caímos igual crianças no jogo deles de irritar e esquecemos de jogar bola, coisa que esse time ridículo não tem nada. Não jogam nada! E quando botamos a bola no chão, toda hora era na cara do gol.

    Tem que ter nervo, tem que ter malícia. Faltou ano passado e foi falado que era aprendizado pra esse ano e não é o que eu vi. Com 2×1 era pra ter acabado esse jogo

    Se o milagre do Fabiano não acontece, o grande responsável pela não vitoria seria a nossa falta de preparo emocional e não catimba ou gol perdido.

    PS: Lá no Uruguai vai ter 20x mais xingamento de macaco.

    • não diria preparo emocional, até porque, se o problema fosse emocional, não faríamos gol no fim. Tá faltando Inteligência mesmo!!

    • Justamente. Falta inteligência. Temos, Zé, Dracena, Felipe Melo, Pras, Guerra. Todos acostumados com esse tipo de jogo e tem experiência para conter essas burrices.

    • Acho que o problema maior nem foi tanto a catimba dos uruguaios, mas sim a catimba com a total permissão da arbitragem. Até o juiz fez cera no jogo de ontem, inadmissível isso.
      Obvio que os jogadores tem que ter controle emocional. Porem, se fosse só a cera e catimba, tudo bem, o problema é a conivência da arbitragem.
      O gol no final ontem deu aquela sensação de que a justiça foi feita.
      Mas, com certeza, no Uruguai será pior.

    • O lance da expulsão do Dudu foi uma das coisas mais ridículas que já vi no futebol, e olha que já vi coisa pra baralho!!!

  • Que jogo! E que juiz desgraçado! Um absurdo essa arbitragem. Uma pena o Borja ter perdido o penalti, teria sido outro jogo.

  • Certeza que a patroa não vai deixar assistir mais jogo que começa 21h45…. acordar todo mundo 23h40 tá virando rotina… kkkkkkk …. da-lhe porco

      • eu acordei o bacuri de 9 meses… e pra fazer dormir denovo? a mae dele esta aqui com a faca me avisando sobre os perigos disso acontecer denovo.

  • O time jogou como campeão, lamentável as chances perdidas, mas o time tem garra, partiu pra cima e machucou o adversário, noite muito infeliz dos nossos finalizadores, sem contar o juiz horrível

    • “Jogou como campeão” no sentido de que mesmo jogando mal, jogou pra ganhar né… porque tirando o começo do 2o tempo e uns poucos lances isolados, o time não se encontrou, mas mesmo assim jogando mal, mereceu a vitória! Ai concordo.

      • Sim foi nesse sentido. Mas me diz, se entra o pênalti, entra a outra bola de Borja a de tche tche e a de Wiliam. Teríamos jogado bem ou não? Sei que esses “Se” torna as cosias um pouco distantes, mas diz aí se não seria outra análise?

        • Com Certeza a história seria diferente, e o jogo seria diferente, mas temos que analisar o que vimos, e não o que ‘poderia ter sido’. Mas mesmo que o Borja guardasse o pênalti e acabássemos goleando depois, não apagaria o 1o tempo, muito fraco e especialmente muito pouco inteligente…

          Precisamos jogar mais com a cabeça!!!

          • Concordo. O primeiro tempo foi duro de assistir. Mas o Palmeiras que teremos daqui pra frente será o que esmagou o penarol no início do segundo tempo. Confie heheje

          • Grande Capela! Concordo que o primeiro tempo foi bem fraco. Inclusive na coletiva o EB disse que, antes do jogo, tinha alertado o time pra não carregar bola e entrar no jogo físico. Mas não sei porque o time caiu na do Penarol. O lado positivo é que isso foi corrigido no intervalo e poderíamos tranquilamente ter saído com 4 ou 5 gols, não fosse a noite desastrosa nas finalizações, e que provavelmente não ocorrerá novamente. Achei que criamos muito, num curto espaço de tempo. Acredito que o próximo desafio é manter essa pegada de toques rápidos e envolver o adversário num período maior. O time ta encaixado, falta essa consistencia durante todo o jogo.

          • Verdade Fechio, mas mesmo no 2o tempo, quando tivemos nosso melhor momento no jogo e criamos bastante não jogamos com a inteligência necessária, criamos, mas demos muita sopa pro azar e deixamos o Peñarol ditar a velocidade do relógio, mesmo quando estávamos ganhando…

          • Quem ditou foi o juíz né Capela… mas é bom pra aprender a não entrar na pilha. Evitar o contato..

          • O Juiz foi folclórico, absurdo; mas só conseguiu ajudar a catimba dos uruguaios porque nós demos brecha, colaboramos muitooo. Mas quando digo ditar o ritmo do relógio, digo também acelerar ou cozinhar o jogo conforme lhes convinha,essa foi a grande diferença de sexta pra hoje, na sexta fomos Senhores absolutos do ritmo da partida, já hoje, nos deixamos ‘hipnotizar’ durante todo o 1o tempo e em boa parte do 2o.

        • fato q dessa vez jogamos bem, criando jogadas e lances perigosos….
          o primeiro jogo foi feio, difícil de ver mas empatamos fora, o segundo foi menos feio e ganhamos em casa com o gol achado e o terceiro jogamos muito bem criando jogadas (finalmente) triangulação e movimentação agradecendo ao Guerra monstro. agora o quarto jogo vamos bater nesse Penarol lah.

  • Essa vitória não me engana , time espalhado em campo os únicos que jogaram alguma coisa foram Guerra o melhor e o Dudu , time perdido o reflexo do Baptista no banco ..Tem que melhorar

      • Amigo não podemos jogar desse jeito .Toda vez que o Dudu foi pro um contra um não chegava ninguém pra dar opção pra ele fora o meio campo perdido no jogo ganhamos na força dá camisa

    • Tem q parar com esse negócio de Libertadores é obsessão, se não ganhar é fracasso etc. Acaba botando uma pressão desnecessária, o time fica uma pilha.

  • Humm, Vendo a escalação e os relacionados no GE, Eduardo errou na composição do banco…
    Com o limite de 7 atletas, em casa, onde TEM que ganhar, não pode compor o banco com 3 defensores. Só o Michel e Keno de opção ofensiva é pouco… deveria tirar ou Jean ou Egidio pra colocar o Guedes!!!
    3 defensores mais 1 volante de contenção, é muito jogador defensivo…

  • Chamar os caras de Novorizontino do Uruguai deu uma forçada hein… Sei q é brincadeira e tal, mas há coisas que não se fala nem brincando. Será que toda essa fase esplendorosa da SEP subiu à cabeça?

      • Pensando bem chamar esse time de Novorizontino é uma afronta ao time do interior. Que trupe de safados! Inclua aí o ser que apitou o prélio.

  • Não concordo com o título da matéria. O Peñarol é um dos maiores clubes da América do Sul, na verdade, um dos maiores do mundo, 5 vezes campeão da Liberta (uma vez, inclusive, em cima da gente). O fato de estar passando por um momento de baixa (aliás, como todo o futebol uruguaio), não apaga as glórias, nem o peso dessa camisa. Hj teremos um dos maiores clássicos sulamericanos, duas camisas fortíssimas e uma vitória nossa, por qq placar, tem q ser devidamente valorizada.

  • De quanto o Verdão vai ganhar não sei, sei que VAI GANHAR!!

    Agora seria muito louco se o Felipe Melo, após ser provocado o jogo inteiro sem dar a menor bola, marcar um gol e sair comemorando dando tapa na própria cara!!! Mais um Chupa daqueles na imprensa…

  • Sendo pessimista, verdão 2 x 0. Otimista, 5 x 0!

    Jogo no Allianz Parque contra um adversário que tem história, mas que hoje em dia, é só mais um time pequeno do interior de São Paulo. Qualquer resultado que não a vitória, pode ser considerado péssimo.

    Acho que o jogo mais dificil dos 6 da fase de grupos, será o Willsterman fora. No Allianz, eles demonstraram uma retranca exemplar, muito organizada.

  • Passa, tempo, tic-tac
    Tic-tac, passa, hora
    Chega logo, tic-tac
    Tic-tac, e vai-te embora
    Passa, tempo
    Bem depressa
    Não atrasa
    Não demora……………………Espera que eu tô chegando……

    Estou confiante no 2 x 0 Verdão,
    Bigode e Borja 1 gol em cada etapa para 41.392 pagantes incluso eu!
    Olê…..Olê…..canta aê!
    Avanti

  • O vídeo ficou foda. O caras lendo texto no começo é fraco, mas quando aparece o FM, mesmo calado, impõe respeito, arrepia.

    Meu parpite: 2×0 (Borja 2x), 39.812 pagantes.

  • Vai Palmeiras, com mistura de sentimentos achando que podemos golear se o gol sair logo, ou ganhar com resultado magro se o time demorar ir as redes, mas a vitória é certa.

  • Pelo nível de futebol, hoje temos condições de levar os 3 pontos.
    Por outro lado, me preocupa a catimba que os uruguaios usarão baseados na declaração de FM (sobre tapa na cara). Óbvio que foi força de expressão mas qquer chegada do FM será motivo pra cair com a mão na cara, rolar na grama como se fosse atropelado por um trem e por ai afora e o pior é que juiz sulamericano adora prejudicar time brasileiro mas ….. vamos ver! Avanti VERDÃO!

  • Jogo duro, chato no começo mas antes dos 10 min abriremos o placar com Dudu e fechamos 3 a 0 com Borja e F.Melo

  • 3 x 1, com gols de Borja (2, um da marca da cal) e Tchê-Tchê (uma assistência do Gerra, uma do Bigode e pênalti sofrido por Dudu)! Se eu acertar, pode me chamar de Pai Diná!

  • Fui deixar uma parte do meu rim hoje na academia store pra comprar a camisa nova e trocando uma ideia com a vendedora o sentimento é que esse jogo de hoje é o jogo do semestre! Acho que o Palmeiras acertou a mão e vai entrar com confiança depois do jogo de sábado, e como diria aquele narrador da RGT, hoje é coração na ponta da chuteira. Parpite de 2 a 0 pro verde com gols de Mina e Borja para um público de 40.012

  • novorizontino do uruguai kkkkkkkkkkk
    de novo teremos que furar uma retranca de um time que quer empatar… mas dessa vez acho que isso vai acontecer antes dos 10 mins de jogo. vamos botar esses caras na roda e enfiar 5×0 com tudo que tem direito: dancinha de mina, cobertura do dudu e até felipe melo dando um tapa na cara de alguem.

  • Mais um jogo duríssimo… Como o texto diz, se abrirmos o placar ainda no primeiro tempo o jogo tende a facilitar um pouco. Acredito num 2×0 (Mina e Borja).

  • (1) PRASS
    (4) JEAN – MINA – EDU DRACENA – ZÉ ROBERTO
    (1) FELIPE MELO
    (4) WILLIAN – GUERRA – TCHÊ TCHÊ – DUDU
    (1) BORJA

    Que TIMAÇO.

  • Equipe com uma postura muito boa, nos últimos jogos. Se controlar os nervos ganhamos fácil 5 a 0. Borja (2), Dudu (1), Willian(1) e Keno(1). Avanti Palmeiras…

  • O verdão vai imprimir a tão desejada pressão inicial que estamos falando faz tempo e vai abrir o placar com Willian Bigode e inclusive ampliá-lo com o primeiro gol do zagueirão Edu Dracena com a nossa camisa nos primeiros 15 minutos. Pouco antes do intervalo, fazemos o terceiro em cobrança de falta de Borja, mas eles descontam após dois lances. No segundo tempo, fazemos o quarto com Guerra em rebote de fora da área, com pressão inicial novamente e depois o time dá uma leve relaxada e toma o segundo. Porém, perto dos 40 do segundo tempo, Alecsandro, que acabara de entrar, faz um belo gol de cabeça e sacramenta a surra.

    Palmeiras 5×2 Penarol, liderança e um grande passo em direção à classificação.

    Público de 40409 apaixonados pelo verdão.

  • Hoje o parpite vai ser cauteloso, vai dar Verdão por 5 x 1 no Novo Horizontino piorado do Uruguai. Gols de Borja (2), Willian Bigode, Guerra e Mina.
    Público de 40.567 pagantes.

  • É evidente que o Palmeiras vai partir pra cima do Peñarol hoje e tentar fazer um gol o mais rápido possível, mas é muito importante que não tenhamos afobação para isso acontecer. Não podemos nos precipitar e errar justamente o ultimo passe, como aconteceu contra o JW, onde martelamos o jogo todo e só fizemos no finalzinho.

    Sou adepto daquele ensinamento do capitão nascimento no filme Tropa de Elite, no curso de treinamento do Bope: “pode estar o pau quebrando, você vai fazer tudo com calma”.

    Não significa que temos que jogar devagar, mas sim com calma, que o gol sairá naturalmente. Temos camisa, temos time e teremos uma torcida gigante. Tá tudo certo pra dar certo. E dará!!!

  • Que vídeo eh eeesse irmão…. Coração deu 220 por hora e volto!!! Esse eh o espírito porco…. E solta o cachorro louco pra cima deleeees !!!!
    Verdão 2×0
    Borja e Dudu, para 40.141 testemunhas!

  • A camisa do Peñarol é uma das mais bonitas do futebol, nosso retrospecto é ótimo contra eles, porém, no jogo mais importante entre os dois, perdemos a final da Liberta de 61. Por várias e várias vezes me peguei olhando o placar dos dois jogos e forçando pro placar ficar a nosso favor. Precisamos vencer! Apoio os 90 minutos, sempre!

  • Disparado o jogo mais importante do ano.

    1. Um classico contra um dos maiores campeoes da Copa Libertadores. Penarol tem tradicao.
    2. Metade da fase de grupos, jogo em casa, estadio totalmente lotado.
    3. Proxima rodada eh sorteio. Classificar em 1o nos daria um adversario teoricamente mais fase nas 8as.
    4. Eh Libertadores! Sonho de consumo de qualquer clube Brasileiro.

    Verdao 2 x 0 gols de Borja e Keno!

  • O primeiro gol será o mais difícil. Mas como ele sairá com dois minutos, ganharemos bem. 6 a 0. Borja (2), Bigode, Guerra, Michel Bastos e Dracena.

  • Esse é o arbitro que expulsou o Jesus lá na argentina contra o Rosário. A Expulsão até que foi justa, mas ele é bem caseiro. Tomara que continue caseiro hoje e trabalhe bem contra a cera e catimba.