2
X
1

20/11/2017 - 20:00

Pré-Jogo

Pré-jogo Avaí x Palmeiras

Na tarde noite desta segunda-feira, a Sociedade Esportiva Palmeiras visita o Avaí, em jogo válido pela 36ª rodada do Brasileirão. Já classificado para a fase de grupo Libertadores, o Verdão briga agora pelo nada desprezível prêmio de mais de R$ 11 milhões reservado ao vice-campeão. Uma vitória simples nos reconduzirá a esse posto, com apenas mais duas partidas para o fim da temporada. Uma vitória por um placar largo pode ajudar a reverter a vantagem de dois gols que o Grêmio tem no saldo em caso de empate em número de pontos ao final do campeonato.

Palmeiras

DESFALQUES
Lesionado:
Mayke
Suspenso: Felipe Melo

Pendurados: Fernando Prass, Edu Dracena, Gabriel Furtado, Felipe Melo, Tchê Tchê, Keno, Roger Guedes e Dudu.

O Palmeiras não poderá contar com Felipe Melo, suspenso pelo STJD. Além dele, Mayke também segue de fora, ainda com dores no quadril. Mina e Borja treinaram normalmente e estão à disposição do treinador.

Mina deve voltar ao time titular. A grande dúvida fica para o ataque. Entre Dudu e Keno em grande fases; Willian Bigode, artilheiro do ano, Borja e Deyverson cheios de confiança, Alberto Valentim precisa escolher três. Os dois primeiros parecem insaíveis no momento, o que diminui as chances de Willian. Como Deyverson vem de quatro gols em dois jogos, pode ser o escolhido, mandando Borja de volta ao banco. O provável time titular é Fernando Prass; Jean, Mina, Edu Dracena e Michel Bastos; Thiago Santos, Tchê Tchê e Moisés; Keno, Deyverson (Borja) e Dudu.

Avaí

Tendo como única alternativa para fugir do rebaixamento a vitória, o Avaí deve fugir de suas características de jogar no contra-ataque e apostar no clima do estádio como arma para intimidar o Verdão. O técnico Claudinei Oliveira não poderá contar com o goleiro Douglas, um dos destaques da equipe no campeonato – Maurício Kozlinski assume o lugar. No mais, o time deve ser o mesmo que empatou com o Cruzeiro na última rodada: Maurício Kozlinski; Maicon, Alemão, Betão e João Paulo; Judson, Pedro Castro e Marquinhos; Maurinho, Júnior Dutra e Rômulo.

Lei do Ex

Ninguém no Avaí já teve a honra de defender o Palmeiras em suas carreiras. Do lado de cá, apenas Antônio Carlos já jogou pelo time catarinense.

Retrospecto

O Avaí é tão freguês, mas tão freguês, que poderia ser chamado de “Avaí seis pontos”; é uma pena que eles estejam à beira da Série B.

Aproveite todas as funcionalidades do Almanaque do Verdazzo. Consulte os links abaixo, e faça os cruzamentos com outros dados como preferir:

Avaí
Avaí
Ressacada
Ressacada
Ricardo Marques Ribeiro
Ricardo Marques Ribeiro
Campeonato Brasileiro
Campeonato Brasileiro

 

Parpite

Podendo aproveitar os espaços que o time da casa deve dar, o Palmeiras tem a chance de fazer um bom resultado. Jogando leve, mais uma vez sem pressão, e com um bom estímulo para correr atrás do prêmio em dinheiro (é possível que a diretoria tenha prometido aos jogadores uma boa fatia), dá Verdão: 3 a 0, com gols de Moisés, Keno e Edu Dracena (finalmente), para 9.998 pagantes. VAMOS PALMEIRAS!

Transmissão

SportvSporTV – menos para SC

PFCPFC e PFCI

Pós-Jogo

Avaí 2x1 PalmeirasCesar Greco/Ag.Palmeiras

Mesmo com amplo domínio da partida,o Palmeiras conseguiu perder do Avaí por 2 a 1 e permanece na terceira colocação do campeonato. Após dominar completamente o primeiro tempo, o time entrou desligado no segundo, sofreu dois gols logo no início, e não teve forças para reagir. Em ritmo de férias, o time se prepara para receber o Botafogo, no último jogo em casa no ano.

PRIMEIRO TEMPO

Borja ganhou a briga pela posição no comando do ataque e saiu jogando. Na zaga, Edu Dracena não se recuperou de uma pancada recebida no jogo contra o Sport e deixou a vaga para Luan, que jogou pelo lado esquerdo – Mina, naturalmente, recuperou seu lugar no time titular.

O Palmeiras desde o início mostrou muita superioridade com a bola nos pés. Aos três minutos, depois de boa troca de passes, Borja bateu forte de média distância, exigindo boa defesa de Kozlinski.  Aos 5, Maicon cruzou de longe, a bola fez a curva e Júnior Dutra conseguiu o cabeceio, por cima do travessão.

Aos sete, Borja veio buscar a bola na intermediária e abriu para Keno na direita; o atacante puxou para o meio e bateu forte, mas a bola saiu à esquerda do gol do Avaí – boa participação do centroavante saindo da área para participar do jogo. Aos nove, mais uma troca de passes que resultou em chute de fora da área do colombiano, mas a bola saiu à esquerda do gol, sem perigo.

A expectativa de que o Avaí, por necessidade, sairia para o jogo, não se confirmou e o Palmeiras seguia controlando a bola. Aos 11 foi a vez de Tchê Tchê arriscar da entrada da área após longa troca de passes – mais uma vez, sem direção.

Borja seguia calibrando a perna: aos 14, mais um chute torto. Foi a quinta finalização do time. A sexta veio um minuto depois, em nova finalização de Tchê Tchê, que desta vez foi no travessão. Um massacre.

Aos 17, Rômulo tocou Thiago Santos em cobrança de escanteio; nosso volante acabou resvalando o braço na bola e o time da casa pediu pênalti, mas Ricardo Marques Ribeiro, o Margarida, apontou a falta do atacante avaiano no camisa 21. Dois minutos depois, a defesa cochilou e Marquinhos puxou o contra-ataque; cercado por Mina, ele conseguiu o toque para Rômulo, por trás de Luan, e o atacante bateu firme, para excelente defesa de Fernando Prass.

Depois desses sustos, o Palmeiras voltou à frente: Michel Bastos aproveitou uma bola rebatida pelo lado esquerdo, invadiu a área e disparou – mais um chute para fora do gol.

O Avaí entendeu após 20 minutos de jogo como atacar o Palmeiras diante da linha de retaguarda mais alta, que voltou a aparecer em nosso time. Junior Dutra e Rômulo passaram a incomodar nossa dupla de zaga com freqüência e o que se configurava um massacre virou um jogo equilibrado.

Aos 29, Tchê Tchê lançou Borja por trás da zaga e o colombiano foi empurrado por Betão – pênalti claríssimo que Margarida não apontou. Na sequência,  Júnior Dutra sentiu lesão muscular e deu lugar a Luanzinho.

Depois de 30 minutos bastante intensos, a bola passou a ficar mais na faixa central do campo e com muitos erros de passes. Aos 39, linda jogada de Michel Bastos pela esquerda; ele cruzou mas Borja conseguiu apenas raspar com a testa; Keno aproveitou do outro lado e recolocou na área; Borja brigou e a bola sobrou para Dudu, que bateu colocado, para boa defesa de Kozlinski. Aos 41, Michel Bastos começou o ataque; Moisés serviu a Keno que dominou e bateu – mais uma vez para fora. E foi só no primeiro tempo. Muitas finalizações do Palmeiras, a maioria sem direção.

SEGUNDO TEMPO

Logo a 50 segundos, Rômulo foi lançado e ia ficando na cara do gol, mas Michel Bastos fez excelente cobertura. NUNCA que o Egídio faria uma dessas. Aos sete, a primeira chegada interessante: Moisés enfiou para Tchê Tchê, que cortou Betão, invadiu a área e bateu por baixo – travada por Pedro Castro, a bola chegou mansa no goleiro.

Aos 11, Maurinho foi lançado por trás de Mina por Rômulo, invadiu a área e sofreu pênalti claro de Fernando Prass – Margarida apontou a cal. Marquinhos bateu no canto esquerdo, muito bem colocado – Prass foi bem na bola, mas não alcançou.

Numa jogada em que Mina virou o segundo centroavante, Jean levantou na área e Borja cabeceou forte, à direita do gol. Mas aos 16, Michel Bastos, que fazia ótima partida, falhou na cobertura e Maurinho desceu com liberdade, lançou Lourenço, que tinha acabado de entrar – o atacante saiu na cara de Prass e tocou na saída de nosso goleiro, fazendo o segundo gol.

Com dois gols de desvantagem, Alberto Valentim abriu o time: tirou Thiago Santos e colocou Willian Bigode. Aos 23, depois de algumas jogadas sem objetividade, o time conseguiu a primeira finalização, mais uma vez com Tchê Tchê – a bola saiu por cima. Kozlinski, goleiro do Avaí, caiu vergonhosamente e parou o jogo por quase três minutos. Maurinho desabou um minuto depois e comeu mais tempo no relógio para ser substituído. Não houve jogo entre os 23 e os 29 minutos.

Quando a bola rolou, Dudu enfiou para Borja, que foi ao fundo e rolou para a chegada de Willian na velocidade – a bola explodiu na trave pela segunda vez e se ofereceu para o goleiro Kozlinski. Mas no lance seguinte, Dudu bateu forte de fora, desta vez com endereço certo – Kozlinski defendeu com rebote e Keno mergulhou de cabeça para diminuir o placar.

O time da casa só queria saber de fazer cera e se defender. Deyverson foi a campo, no lugar de Tchê Tchê; Alberto abriu o time de vez: Moisés ficou mais atrás, e Dudu passou a ser o meia armador.

Aos 38, Dudu sofreu falta frontal ao gol; Michel Bastos bateu de três dedos e assustou o goleiro Kozlinski. Mesmo com uma configuração ultraofensiva, o Palmeiras não aproveitou o momento favorável após o gol e o que se via era um time apático em campo, como no primeiro tempo da partida contra o Sport.

Moisés bateu de longe, aos 43, e deu a deixa para mais uma cera do goleiro, que sentiu fortes cãibras após olhar a bola passar por cima do travessão. Aos 46, Alberto Valentim decidiu que ia ganhar o jogo e mandou Guerra a campo, no lugar de Moisés – o time ficou sem volantes.

Aos 49, todo desengonçado, mas efetivo, Deyverson deu  seu primeiro toque na bola e obrigou Kozlinski a fazer ótima defesa. Na cobrança, ele conseguiu um bom cabeceio e Kozlinski defendeu de novo. E o jogo acabou.

FIM DE JOGO

A tal da linha alta ainda precisa de muito treino – e não sabemos se Alberto Valentim terá esse luxo. O Palmeiras conseguiu perder de um dos piores times do campeonato. Jogando melhor e muito superior tecnicamente, sofreu dois gols e não teve a postura necessária para buscar a virada – talvez a falta de estímulo esportivo explique tamanha apatia, mesmo com o time armado de forma bastante ofensiva e com um adversário absolutamente amedrontado.

A semana vai ser de muitas especulações, não só de atletas mas também no comando técnico. O time terá que conviver com essas conversinhas e focar na preparação para o próximo jogo, quando, esperamos, o time tenha mais respeito pela torcida que pagará ingresso do que teve hoje. VAMOS, PALMEIRAS!

Ficha Técnica

Avaí

GOL
Maurício Kozlinski
LAD
Maicon
ZAG
Alemão
ZAE
Betão
LAE
João Paulo
VOL
Judson
VOL
Pedro Castro
MEI
Marquinhos
ATA
Maurinho
VOL
Simião
ATA
Júnior Dutra
ATA
Luanzinho
ATA
Rômulo
ATA
Lourenço
TÉCNICO
Claudinei Oliveira

Notas


Jogador
Descrição
Nota
Fernando Prass
Sem chances nos gols, ainda fez boas defesas cara a cara com os atacantes
7.5
Jean
Um burocrata perfeito - como boa parte do time.
5
Mina
Errou muitos passes na saída de bola - um de seus pontos fortes.
6
Luan
Numa partida em que não teria muito trabalho, conseguiu se complicar em lances simples.
5
Michel Bastos
Vinha sendo um dos melhores do time, até falhar bisonhamente no lance que definiu o jogo.
5
Thiago Santos
Bem no desarme, pavoroso no passe.
5.5
Willian
Aberto na esquerda, apareceu com perigo em apenas um ou dois lances. Pouco.
5.5
Tchê Tchê
Um dos poucos que se salvou, com ótima presença ofensiva e a correria de sempre.
7
Deyverson
Tocou duas vezes na bola.
s/n
Moisés
Partida correta, mas sem a intensidade que conhecemos.
6
Guerra
Deve estar muito feliz com o treinador.
s/n
Keno
Além do gol, era sempre uma boa opção de desafogo - pena que não foi muito acionado.
7
Borja
Começou bem, muito participativo, mas foi sumindo, sumindo...
6
Dudu
Foi o oposto de Borja: começou apático e cresceu quando foi deslocado para o meio - mas estava numa noite infeliz tecnicamente.
5.5
Alberto Valentim
Alberto Valentim
Demorou para mexer no time e falhou na dose da pilha - o time entrou achando que resolveria o jogo a qualquer momento.
6





  • Para mim o Dudu foi muito bem tecnicamente. Não fez gols, mas movimentou-se, buscou jogo e acertou tudo que tentou, não vi ele perder nenhuma vez a bola. ô louco, assistimos jogos diferentes?

  • Impressionante, O Palmeiras parece o Deus mítico egípcio Hórus que ressuscitava os Mortos. Neste caso os mortos do campeonato.

  • O grande foco daqui para a frente tem que ser arrumar a defesa. Se não vierem 2 zagueiraços e um LD bom, o próximo técnico (muito provavelmente Abel), vai continuar penando assim como EB, Cuca e Valentim.

    Nos jogos que restam até o fim do ano, dificilmente se verá algo diferente de ontem. Os jogadores já estão tirando perna, inclusive têm cara ai se oferecendo para os bambis.

  • O que será feito com o FM para o ano que vem ?????
    Pra mim tem que vazar, alias desde o famoso ” audio” …. foi um dos grandes erros do nosso presidente mante-lo no elenco.

    • Ali era a chance de meter uma justa causa e negociar as tais luvas. O cavalo passou arreado e não montamos. Agora é esperar aparecer um doido!

  • Não consigo entender a insistência com um Moisés que tá achando que tá jogando na década de 70, só dando passes de trivela (a grande maioria errados). Na boa, ele é bom de bola, craque até. Mas não tá no seu esplendor físico, e não é dando toquinhos lentos e insignificantes que vai mudar isso. Cabe e muito uma chance pro Guerra, e até mesmo pros jovens Hyoran e Veiga, principalmente. Se não mais uma vez não valerá a pena contratar “jovens promissores” que nunca entram em campo e tem suas chances. Na boa, campeonato acabou se não colocar pra jogar agora, vai por quando?

  • Segundo boatos, estamos a procura de um goleiro .
    Se o Jailson estiver totalmente recuperado da lesão e renovarmos com o Prass … pra que um terceiro ????
    Só se for um cara superior aos dois .

          • Será que o Gatito também não foi só uma grande temporada?? Tenho minhas dúvidas…

            Eu preferia que se começasse a preparar o Fuzato, parece ter espirito de liderança e ser um ‘VENCEDOR’.

          • O Fuzato deveria ser emprestado ano que vem para algum time de serie A ou B e ganhar cancha. Parece que é da velha escola. O Weverton é uma oportunidade de negócio, pois está no fim de contrato, mas também fica em dúvida se seria necessário. Muitos medalhões no banco não dá certo ou quando precisa deles estão acomodados

          • Ainda mais hoje em dia. “Pode assinar pré-contrato. Vai sair de graça”. Aí o cara pede um caminhão de luvas e o preço vai lá em cima!

          • Já vi alguns jogos do Botafogo (meu sogro é doente kkk) e ele tem os fundamentos, sai muito bem do gol e tem grandes reflexos. Enfim, se tem quem enxergou o Jailsão da Massa no Fortaleza deve ter o mesmo alguém com o feeling para um próximo goleiro. Tbm acho que o Fuzato vai vingar, mas precisa de mais cancha e de mais “horas de vôo”

  • Essa falta de estimulo deve ser resolvida com a entrada de jogadores que querem ou precisam mostrar serviço. Gostei da escalação inicial, mas acho que o Valentim se perdeu nas alterações e na demora em trocar. Com um primeiro tempo apático, já deveria trocar e colocar alguém com mais gana. Achei que as necessidades seriam colocar alguém para melhorar a armação (Veiga ou Hyoran no Tiago Santos) logo no intervalo. O duro é que o Avaí fazia 200 partidas que não ganhava em casa e colaboramos com isso. Vamos em frente.

  • Meu time para segunda feira que vem seria:

    Jailson – Mayke – Mina – Luan – Zé (gratidão eterna)
    Tche2 – Moisés – Guerra (nesta ordem)
    Keno – Borja – Dudu

    • TTChe, Moisés e Guerra, com nossas laterais e zaga inconstantes é suicídio..

      Gosto dessa formação, quem sabe ano que vem com a zaga e laterais acertadas, esse ano não dá..

      ZR pra mim tinha que jogar no meio, como segundo volante.. LE é sacanagem com o veinho! hahaha

      • Já que estamos jogando com o freio de mão puxado, eu usaria a tática de “a melhor defesa é o ataque” rsss Cansei de ver esse time se arrastando. Poderíamos tomar 3 gols, mas faríamos uns 4 no mínimo

      • Disse num grupo do whats que só pelo fato do Guerra conseguir fazer os escanteios chegarem na área ele já merece uma vaga entre os titulares.

        Tenho dito já faz um tempo que apostaria nessa formação e concordo quando diz que é suicídio jogar assim com nossa defesa exposta como está, mas por outro lado penso que poderíamos usar esses 2 jogos que faltam como laboratório: testar algumas idéias alternativas, jogadores em diferentes posições e até dar alguns minutos pra jovens que estão no grupo e pouco jogaram no ano. Mas sem a garantia da continuidade do Valentim qualquer experiência nova é meio inútil agora.

        • Concordo, mas antes de dar chances para os jovens, temos que ver o time jogar com os jogadores já consagrados, como Guerra.. Que tem tido chances muito esporádicas..
          Depois de o time se adaptar com um meia ofensivo de verdade, já pronto, poderíamos testar os jovens meias, para ver como se sairiam.. Infelizmente não tem mais tempo pra isso..

          Abçs

    • Moisés é banco está fora de forma , Borja é pior que o Deyverson ( meu Deus !). Deveriam ter colocado os moleques para jogar.

      • É uma questão de gosto: Moisés é nosso melhor meia disparado. Sem ele, provavelmente não teríamos levado o jogo contra o Barça genérico para os pênaltis e muitos, MUITOS dos gols nos últimos jogos que nos levaram à vaga antecipada à Liberta passaram pelos seus pés. Deyverson ser “melhor” que o Borja é mais um exemplo de gosto. Abs

  • Por causa do trabalho ontem não pude assistir o jogo, mas parece que o filme foi o mesmo. Tática furada do treinador na defesa. Além do fator ROUBO DISCARADO, ajudou a enterrar o time contra Cruzeiro, Gambá e Vitória.
    Para contratar jogador o Palmeiras está rápido, mas agora precisamos contratar o quanto antes possível um técnico/comandante capaz de nos levar aos objetivos de 2018. Na minha opinião, tentaria nesta ordem:
    1 – Renato Gaúcho
    2 – Abel
    3 – Felipão
    4 – Luxemburgo

  • Moisés e Tche Tche como armadores não vamos ganhar nada. Um ótimo 2016 da dupla. Em 2017 péssimos. E o Guerra que apesar que não disse a que veio para o Brasil, fica no Banco, Hyoran e Veiga também. Assim não dá pra ganhar nem dos Havaíanos mesmo…

  • Torci pelo Valentim, mas ele não conseguiu montar um esquema defensivo que funcione .
    Foram 9 jogos e não houve melhora alguma neste sentido, contra o Sport o placar foi completamente mentiroso, o Prass pegou tudo no primeiro tempo.
    Ele deveria fazer o feijão com arroz e começar pela defesa, acho que meteu os pés pelas mãos .
    O problema é …… contratar quem para 2018 ????

  • Ano desastroso e vexatório! termina logo 2017!! Mas uma coisa que fica é a fama de Levantador Mór de Defuntos!!! Incrível a capacidade histórica nossa (só os Gambás levantamos 3x nesse ano).

  • Contra o bota toda a nossa gratidão ao Zé. Põe de titular, substitui no começo do segundo tempo, pra sair aplaudido, com todo mundo batendo no peito. O cara merece.

  • Acho que Dudu anda vendo jogos do PSG.

    E também deve estar prestando muita atenção no que o Neymar faz.

    Mas não necessariamente naquilo que o ex-santista sabe fazer de melhor, e sim naquelas palhaçadas de ficar segurando a bola embaixo do pé, empurrando o marcador com o braço aberto, enquanto o jogo desacelera, seus colegas param de se deslocar porque sabem que não receberão a bola e o possível ataque do time simplesmente morre. Tudo a troco de nada, exceto pela exacerbação do ego.

    Aquelas coisinhas que estão “encantando” a mídia parisiense e estão começando a me “encantar” também.

    • Cara, perfeito! O Dudu pega a bola e fica segurando, se enrolando e o jogo esfria, Nao chegou nenhuma bola em condiçoes para o Borja, assim fica dificil. No momento em que o Dudu acelerou e foi agressivo saiu o gol. Depois parou de novo..vai entender…

    • Dudu me deixou muito irritado ontem!! Não sei quem inventou que ele é meia!! Sempre tenta um drible, uma firula desnecessária a mais. No lance em que foi objetivo, limpou o marcador e chutou, saiu nosso gol.

  • Eita que ano difcil !!!!Não tinha visto a coletiva do Valentim , ele acha que o time foi bem e perdeu em duas bolas durante o jogo !!! Esse realmente não vai ser efetivado , muito fraco !!! O time perdeu porque os caras estão totalmente sem motivação pra esse fim de temporada , não tem mais objetivos , ele não consegue motivá-los o suficiente e porque essa marcação alta do treinador não funciona e ele insiste nisso…ACABA LOGO 2017!!!!!

  • Eu não vi o mesmo jogo..

    Vi um meio com muito toque de bola, pros lados e pouca criação.. com a maioria dos chutes de fora da área, pq o meio não conseguia uma boa bola.. Culpa não é dos atacantes se a bola não chega com qualidade pra eles.

    TTche foi bem nos chutes de fora da área e só.

    Moisés sumido, só na bolinha pro lado, deve ter dado uns dois passes em profundidade.

    Mina e sua mania irritante de se achar atacante quando tomamos gol, deixou MB no mano a mano (coisa que o Egídio fazia com a zaga) e fodeu com o jogo! MB foi mal, mas se tivesse cobertura, não teria dado em nada.. Luan então nem se fala.

    AV e as mesmas trocas de sempre, antes era RGuedes e Borja, agora é Bigode e Deyverson.. se a bola não chegar pros atacantes, pode por 9 atacantes que não vai sair gol!!

    Chamou o Guerra aos 45 min do segundo tempo, Guerra cobrou dois dos 3 escanteios que viraram chances de gol.. em 6 minutos!!!

    Eu coloco na conta do AV e do Mina essa derrota, um mexeu mal e não teve pulso pra exigir que os jogadores guardassem suas posições e o outro fez a coisa mais idiota que um zagueiro pode fazer, abandonar a zaga e ir atrapalhar o ataque.. Não lembro de uma vez que a subida do Mina virou gol..

    AV parece mais do mesmo, um esquema, que se não dá certo faz as mesmas substituições sempre, que não dão certo nunca e só.. Antes dele, EB e Cuca fizeram isso.. Será que tem alguém que consegue fazer algo a mais?

    • Concordo com quase tudo, só discordo (um pouco) do que você falou do Mina (um pouco, porque tem um fundo de verdade, mas acho um pouco de exagero e sua parte, e não concordo que seja “na conta dele”).
      Acho que ele enlouquece com a apatia do time e QUER tentar ‘resolver’ sozinho. Quando o pecado é por excesso de vontade de ganhar, eu dou um desconto, ainda mais considerando a falta de GANA dos demais.

      Ah e as subidas dele resultaram em gols pelo menos umas 3 vezes..

      de cabeça lembro só contra o Flamerda no 1o turno, mas no ano passado também teve…

      É um expediente que usado OCASIONALMENTE pra pegar o adversário desprevenido, funciona… toda hora.. tizzzz

      • Eu acho que o jogador que sai destrambelhado porque não se conforma com o resultado ou com a apatia do resto do time merece todo o perdão do mundo.

        Por isso não coloco nada na conta do Mina.

        • Eu discordo, jogador tem que fazer o melhor em sua posição, não adianta se meter a fazer o que não é a dele.. Nesse jogo mesmo, numa bola cruzada pro Borja, Mina estava na cola dele, deixou ele sem espaço e o cabeceio saiu por cima..

          Tá puto com o time, vai no vestiário e manda todo mundo a merda, isso eu perdoaria!

          Abçs..

          • Vejo da seguinte forma: quando um jogador (qualquer que seja) se perde e sai fazendo o que não deveria é porque alguma merda GIGANTE já foi feita antes disso pelo time, ou mais frequentemente, pelo técnico.

            É nesta merda que deve ser o foco de atenção, o ponto que precisa ser corrigido, o erro que precisa ser evitado.

          • Já acho que os dois devem ser evitados..

            Se o MB não tivesse ficado no mano a mano com o atacante, com ctza Mina (que é excelente zagueiro) teria bloqueado o atacante mediano..

            Fico me perguntando onde estava o Luan nessa jogada..

          • É o problema clássico de jogar com linha alta sem treinar devidamente.

            Suicídio.

          • Concordo tbm, se jogar com a linha alta, Zagueiro tem que fazer o básico, senão fica no mano a mano, se o Mina subir pra dar um dos seus bons passes, tem que alguém fazer as costas dele.. se não tiver ninguém fazendo a proteção, não pode tentar um passe tão perigoso!

          • Até Concordaria, se todos DE FATO fizessem suas partes. QUANDO muitos não tem interesse de fazer, culpar quem está tentando fazer por eles é sacanagem.

          • Daí acontece o que aconteceu.. Enqto o meia não fazia a parte dela mas a zaga fazia a sua, estava empatado. 1 ponto que nos colocaria lado a lado com o GFPA..

            Aí a zaga deu pane e o nosso melhor zagueiro resolveu ir fazer o serviço do atacante e do meia e deixou a zaga aberta, tomamos o segundo e perdemos..

          • Não acho que seja certo, mas prefiro sangue nas veias do que a indiferença.

            Por outro lado, apontar o dedo para o Mina como se este fosse o problema, e ignorar todos os erros que levam o time a tomar baile de frequentadores assíduos do Z4 (isso sim é Várzea!) não faz sentido algum.

          • Viu, não estou crucificando o Mina, acho que ele errou e que é fácil de corrigir seu erro..

            Por a culpa nele, não quer dizer que ele é ruim, não presta ou sei lá o que..

            Quer dizer só que ele tem que melhorar.. e olha que é bem pouca coisa..

          • Concordaria, se todos DE FATO fizessem suas partes. QUANDO muitos não tem interesse de fazer, culpar quem está tentando fazer por eles é sacanagem.

        • Eu acho o Mina o melhor zagueiro em atividade por aqui, mas essas descidas destrambelhadas dele vem desde o Paulistão e não acontecem somente quando o time está precisando do resultado. Não foram poucas vezes que ele fez isso antes da metade do primeiro tempo com o jogo em 0x0.
          Não sei se está com a cabeça em Barcelona, não sei os gols e boas atuações do ano passado mexeram com ele que agora se achando o Luis Pereira, não sei até onde o problema vem dele ou se são os treinadores que lhe deram essa liberdade, mas pra mim já ficou mais que claro que não tá funcionando.

      • No lance contra o Flamengo no primeiro turno, ele esticou a bola, chegou no máximo no 3/4 de campo, com outro jogador fazendo a proteção, aí não tem problema, o problema é se meter na área.. como fez ontem..

        E a merda do segundo gol foi que ele foi inventar sendo o último jogador.. passe na vertical normalmente é dado pelo meia, pq se ele errar tem dois zagueiros e um volante atrás pra proteger, Mina tava no mano a mano.. Errou e foi parte importante do segundo gol!

    • Concordo que AV está fazendo mais do mesmo.

      Acho que é clamoroso o erro de escalação e posicionamento do meio campo. As jogadas ficam sempre engessadas e repetitivas facilitando a marcação. Vira, no máximo, um domínio vazio, sem efetividade.

      O meio precisa permanentemente de alguém que dê aquela faísca, aquele toque imprevisível que desmonta defesas. E quem poderia fazê-lo (Guerra, Veiga, Hyoran) nunca entram em campo. Sem contar que Moisés rende melhor posicionado mais atrás e o desempenho de Tche-Tche certamente melhoraria com alguém pensante ao lado.

      • Mas pra mim hoje sairia o TTChe, deixaria um volante marcador por causa das nossas laterais fracas e nossa zaga instável..

        Se tivesse laterais e zaga acertadas, aí jogaria com Moisés e Ttche (quem sabe até o ZR no TTche de vez em qdo) e o Guerra como meia ofensivo.

  • Valentim não tem cacife para ser o treinador do Palmeiras. Quando não há pulso firme, a boleirada monta no treinador e estabelecem as famosas panelas. Nosso meio campo está ridículo. Tchê-Tchê em uma fase medonha, Moisés longe da sua melhor forma física e o Guerra continua no banco!!!
    Vou torcer muito para seja verdade mesmo a especulação sobre o Abel Braga.

  • Pronto, o vexame do ano já foi consumado. Perdemos do Vitória e do Avaí, kkkkkkkkkkkkkk que palhaçada. Vontade ZERO, time sem alma, sem pegada, uma VERGONHA! E o Guerra no banco….

    • Sinto muito lhe informar que ESSE não foi o Vexame do ano.
      Vexame foi ser desclassificado da Libertadores daquela forma
      Vexame foi perder o campeonato que nos fora oferecido
      Vexame foi ter sido massacrado pelos gambás

      Entretanto, ainda assim foi um “bom ano” (depende muito da sua perspectiva).

      • Foram tantos ‘vexames’ que dá até preguiça de listar.
        Resumindo, VEXAME foram todos os jogos DECISIVOS o ano.

        • Perfeito, sem contar os roubos na cara de pau!!! E cadê O CARA para dar um murro na mesa, chamar o time e falar: Que porra é essa???? Aqui é Palmeiras caralho!!! Todos assistem inertes, é inacreditável….

      • Cara eu até to deixando de lado isso, levando em conta que faz parte perder ou ganhar. Agora perder do Vitória, os caras estavam desde AGOSTO sem ganhar em casa velho…Perder do Avaí…porra isso é demais pra mim!

      • Não acho que ser eliminado da Libertadores nos pênaltis contra um time bem chato (pra se ter uma idéia, só não ganhou fora de casa da gente e em outro jogo da primeira fase) seja vexame, mas com os demais eu concordo. Troco esse jogo pelos 3×0 que levamos da Ponte no primeiro tempo na semi do Paulista.

    • Calma, não foi tão ruim assim. Afinal, não levamos nenhuma goleada como nos últimos anos.

      Se bem que ainda faltam dois jogos…….Ih….

  • Caraca que ano que não acaba… ACABA LOGOOOOOO

    Não aguento mais esse sofrimento, essa apatia dos caras, tá sofrível assistir esses jogos. Vontade de dormir e acordar no “ano que vem” novamente.

  • O ano deveria ter acabado após a derrota para os GAM;
    Infelizmente o calvário não terminou…
    Sobre ontem, decepcionante, nem sei se esta palavra expressa corretamente o sentimento. Alias o jogo contra o AVAI é um retrato claro do nosso ano:
    Expectativa de vitória lá nas nuvens;
    Objetivo em jogo.( era só ganhar seriamos vice);
    Time superior tecnicamente;
    Maior posse de bola;
    Falha nas laterais;
    Falha do goleiro;
    Meio de campo acéfalo;
    Substituições equivocadas;
    Derrota.
    Este tem sido o script, só não enxerga quem não quer.
    Meu receio, vamos conseguir corrigir isto para o ano que vem? Os jogadores serão os mesmos, podem contratar o Messi ele não vai resolver sozinho….então…..senhores……não sei vocês, mas eu vou colocar a expectativa lá embaixo e não se iludam com a janela de transferência e contratações.
    Alias, onde está o Cicero Souza? O que faz o gerente de futebol?

  • Tá na hora, sim, de levantar a tal da lebre das dispensas, ou a diretoria ainda acredita que esse elenco merece respeito faltando apenas 2 jogos para o (ufa!) encerramento do ano? Prass, obrigado pelas defesas, pela liderança, mas… Jean, Fabiano, Michel Bastos, Egídio, Mina (seleção colombiana e Barcelona, tchau), Luan, Juninho, Dracena, Antonio Carlos???, Felipe Melo, Guerra, Roger Guedes, Erik, Zé Roberto. Tchê Tchê, Arouca, Maike, Deiverson e Borja, segunda chance. Moedas de trocas e dispensa. Hyoran e Veiga, emprestaria. Retornaria Thiago Martins, Artur e Vitor Luiz. Técnico: Renato Gaúcho

  • – Moisés merece um chá de banco;
    – Guerra merece mais oportunidades;
    – Felipe Melo não tem substituto;
    – Valentim ontem deu um tremendo tiro no pé se queria ser efetivado.

  • Ambos os gols foram em falha do Michel. Eu não achei o lance completo do penalti, mas lembro que foi uma tabela nas costas dele pela esquerda, que resultou na enfiada para o cara que sofreu o penal…péssima partida do MB. Que o Diogo Barbosa consiga suprir esse buraco negro que é a nossa lateral…

  • Eu discordo das avaliações.
    Luan: Acho que Luan foi horroroso, muito abaixo de um (5). Ele parece apavorado, não tem a tranquilidade que o fez se destacar no Vasco. Nem a liderança peculiar que eu via nele aparece mais. Um mudo em campo, parece insatisfeito.
    Michel Bastos: Tá de brincadeira. Errou todos os cruzamentos, caiu de bunda no lance do gol e fez um outro penalti não marcado pelo juiz. Ex atleta, Palmeiras precisa de gente voando… passou a fase do ex atleta. (0)
    Borja: Pode fazer um milhão de gols. Mas ele é RRRRRRRRRRRRuim. Apanha da bola. Cemitério de contra ataque. Tomara que algum chinês tenha se encantado com os gols dele por lá. Não vou aturar esse cara mais uma temporada.

    • Cara, eu tive uma impressão diferente. Ele deu excelentes passes. Deixou o Keno na cara do gol com um 3 dedos. E o Keno devolveu a bola errado. Ele tem muita qualidade, faz o simples. Talvez esteja pesado… tenho a sensação que não conseguiu voltar em forma após a lesão.

  • Ficou claro que, aquele papo de buscar o vice campeonato por uma premiação maior era pura balela. O time está satisfeito com a vaga direta para a Libertadores, e agora só está cumprindo tabela.

    • Não enxerguei ontem o time “querendo correr” pelo técnico que tanto gostam e tanto querem a efetivação

  • É visivel que nosso meio não tem criação, temos bons atacantes, mas o meio não cria nada, pq não dar uma chance pro Hyoran, RVeiga, se não jogarem como vamos saber se merecem ou não continuar no grupo, pq Moises é um excelente 2 volante, não é meia, Falta sintonia entre os 3 do meio com os 3 da frente, o AV tem que fazer isso funcionar

  • Pra mim ficou claro que o time não quis jogar .Tivesse colocado a molecada ao invés do time titular. Deu raiva assistir o jogo ontem, tava na cara que se tivesse corrido um pouco mais tínhamos ganhado o jogo. Abel Braga já. Se Valentim quisesse mesmo ficar não aceitaria o comportamento do time ontem !!

  • Eu gosto de vir aqui, é como uma realidade paralela, um mundo invertido. Conrado sempre generoso e olhando o copo meio cheio, pra mim, o time TODO foi horrível hoje. E o prass de frente com um mlk da base do avai é batido fácil. Enfim, valentim é sim, outro estágiario. Espero que mattos ja tenha percebido.

  • Essa linha alta já rendeu muita alegria aos adversários que jogam fechados. Precisa mudar muita coisa nessa baba de defesa.

    • Precisa de variação tática.. coisa que nenhum dos nossos 3 treinadores esse ano conseguiram.. sempre o mesmo esquema, com as mesmas substituições..

  • Tchê tchê não marca, não arma, perde bolas fáceis no ataque. Acho que ele enfeitiçou o Conrado com os olhos de Margarida do Marcio Araujo.

  • PRASS – No cara a cara ele é horrível. Sempre cai pra trás com as pernocas abertas antes do chute.

    JEAN – Burocrata ficou perfeito. Recebe na lateral intermediária e toca de lado ou chuveira pra área. Lento e incapaz de dar um drible, fazer uma ultrapassagem ou de ir para cima dos marcadores.

    MINA – Até o nosso melhor zagueiro pecou hoje. Não acompanhou o atacante no lance do penalti e errou o passe no lance do segundo gol. Mas é bom jogador.

    LUAN – O que aconteceu com aquele promissor zagueiro? Deu várias entortadas dignas de jogador varzeano.

    MICHEL BASTOS – apesar de jogar isolado na esquerda, pois Dudu centralizava, gostei bastante de sua partida. Apoiou bem, marcou firme… tentou o bote no lance do 2º gol, mas ficou batido após o erro na saída de bola.

    THIAGO SANTOS – Imaginem com a intensidade e força que ele tem na marcação, se tivesse a técnica do Felipe Melo na saída de bola…

    TCHE-TCHE – Apesar do ano muito abaixo, ele é o motorzinho deste meio-de-campo. Jamais se esconde do jogo e é fundamental no desafogo. Acertou chutes perigosos. Falta um pouco de intensidade defensiva.

    MOISÉS – Bom jogador. Tem crédito. Mas retornou da lesão muito abaixo do que pode jogar. Visivelmente cansa no 2º tempo. Hoje mesmo ficou muito evidente que ele estava se arrastando. Cabe ao técnico ver isso.

    DUDU – Tem que jogar aberto pelos lados e indo pra dentro dos defensores. Quando centraliza e tenta ser meia, falta vocação.

    KENO – Um pouco tímido hoje. Deveria ter desrespeitado mais o lateral deles. Ido mais para o 1 contra 1.

    BORJA – Gostei do jogo. Falta um bom meia para alimentá-lo em projeção ao ponto futuro. Hoje em 2 metidas, uma ele sofreu penalti e outra serviu o Willian que meteu na trave. Precisa aprimorar o cabeceio.

    WILLIAN – Jogador extremamente perigoso. Mesmo fora de ritmo quase guardou o seu.

    DEYVERSON – Entrou meio apagado, mas no final quase fez o mal por 2 vezes ao goleiro do Avaí. Mesmo que não seja um primor tecnicamente, vem fazendo a sua parte como centroavante.

    GUERRA – O Valentim está de brincadeira. O Moisés desmaiando em campo desde os 15 minutos da etapa final e ele me coloca o Guerra somente aos 45?

    ALBERTO VALENTIM – Torci muito para ele encaixar o time e para receber uma oportunidade como técnico em 2018. No entanto, infelizmente, está claro que seria um risco muito grande apostar nele neste momento.
    Lhe faltou cautela nos jogos chaves contra Cruzeiro e Gambás quando achou que jogando sem nenhum 1º volante, com a linha defensiva alta e com zagueiros e laterais lentos, poderia ter o mesmo sucesso que teve contra 2 equipes do Z4 e o time reserva do Gaymio.
    Não conseguiu tirar a ressaca pós-derbi dos jogadores e fez um jogo pífio contra o Vitória.
    Perde hoje para o vice-lanterna numa tragédia já anunciada no 1º tempo, quando por várias vezes os atacantes do Avaí acabaram entrando em impedimento na sua linha defensiva alta.
    Os jogadores do Avaí anunciaram aos 4 cantos no intervalo que treinaram para jogar encima desta tática e no 2º tempo foram 2 vezes na cara do Prass e mataram o jogo.

  • Cara ver jogo do Verdão esse ano é um sofrimento só , mesmo quando ganha , imagina quando perde…Nunca vi um time tão “sem graça” , desmotivado , sem pegada , realmente já pensando nas festas de fim de ano…Só conseguimos a vaga na Liberta , não por nosso méritos , mas sim por incompetência dos demais…Só servimos para uma coisa esse ano , ressuscitar defunto , Gambá ,Vitória , Avaí , tá louco , time mais pipoqueiro e pamonha que esse acho que nunca vi , nem os que caíram tinham tanta má vontade como esse…Valentim parece ser um cara bacana , mas ainda esta muito cru para segurar esse bando de pipoqueiro , precisamos de um treinador que bote “sangue no zóio” desses caras ou então vamos ficar na mesma…ACABA LOGO 2017 !!!!!!Que time chato de ver jogar…nunca pensei que diria isso…

  • Tem que mudar este jeito de jogar porra….joga no 4-4-2, com dois volantes, um meia armador, um mais avançado e dois atacantes….dudu não joga bem vindo de trás armando as jogadas, ele tem que ficar mais perto do gol recebendo as bolas, partindo pra cima dos zagueiros para fazer o gol ou passar para o centroavante fazer….moisés joga melhor de segundo volante, de meia armador dez não é a dele….precisa contratar um primeiro volante que marque bem e saiba sair jogando, pois tiago santos é quebra galho e felipe melo tá velho e sempre se mete em confusão….precisamos definir a dupla de zaga, pois luan não passa confiança alguma, muito menos juninho…..mina vai sair depois da copa ou talvez antes…..tem que ter um treinador com experiência, Valentim não aguentará o rojão……

    • Não entendo essa ideia de jogo do Dudu, querendo jogar mais atrás. Ele consagrou ninguém menos que Hernán Barcos no Grêmio assim, e chamou a atenção nossa e dos nossos rivais.

  • Esse time do Palmeiras, é tipo aquele cara que paquera, paquera a mina, e na hora do vamos ver, o cara brocha! PQP! Que time pipoqueiro! Que absurdo!!

  • Jogador que quer sair tem que ser negociado , senão contamina o vestiário. Ninguém nesse elenco é insubstituível .

    • Vamos cometer mais um erro e trocar pelo trocentos e um…quando seria melhor ter um coordenador tecnico que tivesse uma filosofia. Se o treinador desrespeita a filosofia cai…e o coordenador tecnico dirige o time ate vir o próximo…preferem ter um interino para assumir…do que um chefe..

  • Derrota patética. Uma pena o time não aproveitar o jogo teoricamente fácil e contra um adversário que não vencia desde agosto.

    Vai ser um final de ano melancólico em que o clube precisa fazer o máximo para pavimentar o caminho para um 2018 votorioso. Todos os esforços devem estar nisso!

      • Um time precisa de organização ofensiva e defensiva e equilíbrio. Se um mísero passe errado faz ter que correr como loucos atrás do gigante Avaí, tem algo estrutural e grave errado. Ficar tocando de lado pode até abrir a defesa e fazer o buraco aparecer. Mas fazer isso durante um ano inteiro sem resultado, e achar que vai surtir efeitos diferentes do que aqueles que apareceram é burrice! Einstein explica.

        • Nem ficar o jogo todo dando toquinho de lado, nem passar o jogo todo tentando apenas passes pra frente e aprofundados…

          EQUILÍBRIO é a palavra chave!!

          Saber a hora de tocar até aparecer a brecha (principalmente saber aproveitar a tal ‘brecha’ quando aparece, isso esse time não soube) e saber que tem horas que tem que IR PRA CIMA, impor CALOR no adversário…

          • Em 2017, eu só vi “calor no adversário” quando o resultado era adverso. Só assim!

  • Infelizmente, a manutenção do Alberto seria uma aposta muito arriscada. Ele já mostrou nesta sequencia que ainda não tem casca e experiencia para o projeto de 2018.
    O próximo jogo está ganho, pois irá jogar o Jailsão da Massa.

    CHEGA 2018.

  • Olha, vou te dizer hein.. Moisés tá jogando com o nome faz um tempo. Tem todos os créditos do mundo, mas não consegue dominar a bola, quando passa parece um tijolo que ou faz ele escorregar ou acerta com força no colega. Gosto muito dele, mas estou torcendo pra esse ano acabar pra ele fazer uma pré temporada aceitável.
    O Jean foi praticamente nulo
    Já o Mina, parece um pouco desinteressado. Sei lá.

    Enfim.. fica claro que o Valentim não soube aproveitar a oportunidade .. talvez fosse muito exigir DELE ser campeão, mas o setor defensivo e o desinteresse dos jogadores deveriam ser trabalhados por ele..
    Acho que vai vir Abel… se o inter não pular na frente.

  • Primeiro tempo preguiçoso e displicente. O time só foi incisivo depois de estar perdendo. Vergonhoso!!!

  • Falta de compromisso, profissionalismo e respeito pela instituição e pela torcida. Se nosso presidente tiver um mínimo de brio, terá de cobrar isto do elenco e comissão técnica.

  • Se a gente pensar bem…mas bem mesmo foram muitas as vezes que ficamos com esse joguinho modorrento de passes laterais. Inumeras vezes. Se a gente pensar direito foram vezes e mais vezes que tomamos um…dois e ate tres gols ANTES de começar a se importar. O termo é esse mesmo…o nosso time nao se importa…pelo menos nao de verdade. Esses caras só correm quando precisa. O time tem grandes valores..mas nao tem ambição. Tenho a pesada impressão que não é o Valentim…talvez nao seja nem o Guedes..e nem o Egidio. Falta paixão no time. Falta paixão no presidente…so nao falta a nossa.

    • Esse presidente, como foi frisado em outro post aqui do Verdazzo, se preocupou mais em fazer política do que com o futebol. É bom ele mudar a postura ano que vem e se espelhar um pouco em seu antecessor. Blindar a Academia e cobrar firme quando preciso. Concordo com tudo o que disse e acredito que seja reflexo de um presidente ausente.

      • Sim… eu penso que no Palmeiras não dá pra tentar fazer política, por que os conselheiros começam a se meter demais… ficam cada vez mais carentes e começam a vazar noticias… muita conversa e pouca açao…

    • Perfeito seu comentário… Falta paixão pra todo mundo (menos pros torcedores) e isso começa de cima. Nosso presidente não bate o pau na mesa e fica puto com o treinador nem com jogadores quando é preciso e o resultado é esse mesmo: desinteresse de todos!

  • É difícil de entender o Valentin, colocar o Deyverson e tirar outro meia, ficamos c/ 5 atacantes, é de lascar, ele não quer ser efetivado, só pode ser isso, outra coisa, se nesse jogo não dá pra dar uma chance pro Hyoran, ele vai jogar quando !?

  • Um técnico para desburocratizar o futebol do Palmeiras em 2018. Que levou fácil o Prêmio Totó na Bola da Rede Bobo de Palmeirenses.

    Eficiência zero, mas salário em dia.

  • O jeito é esquecer 2017. Dos males o menor, já estamos na fase de grupos da Libertadores, agora é apressar a escolha do novo técnico e a composição do elenco. De resto, não dá pra confiar em jogador, fazem juras de amor ao Valentim, mas na hora H não querem porra nenhuma, ja tão de férias!

  • Vamos voltar lá atrás e relembrar o jogo do primeiro turno contra o SCCP. Com um a mais, a inoperância do Palmeiras era algo assustadora e irritante. Não mudou nada a atitude dos jogadores de lá pra cá. Tocam a bola até perdê-la. Pode vir qual técnico for, o problema é de jogadores. Na minha opinião, poucos merecem ficar no time titular para 2018.

    • Concordo em partes, Também não é o caso de mudar tudo. Reiniciar o time do Zero…
      Tem uns que com um bom choque de fio desencapado ainda podem mudar a mentalidade.

      O que precisamos é de LIDERANÇA!!! Dudu não pode mais ser capitão nem líder técnico do time.

  • AV já estava no limite da minha paciência pela insistência em povoar o meio de campo somente com volantes. Não, Moisés NÃO É MEIA.

    O elenco do Palmeiras não é time para ser rebaixado e não precisa se manter o tempo todo acéfalo com medo de perder até de time do Z4. É obrigatório que se mantenha uma pegada ofensiva.

    Poderia ter mantido alguma coerência nas suas convicções e nem utilizar a terceira substituição. Isso eu poderia até respeitar

    Mas colocar o Guerra para jogar os dois últimos minutos simplesmente enterra qualquer pretensão de se tornar técnico de qualquer merda.

    Não serve para o Palmeiras, não serve para a várzea, não serve para nada.

    • Valentim fez com Guerra o que o Cuca fez com o Borja. Desrespeito total ao atleta. E olha que em quase três minutos jogando, o Guerra criou mais do que todo meio campo do Palmeiras em todo o jogo.

      • O guerra acelera o jogo, toca sempre de primeira, muitas vezes erra, mas é melhor pecar por excesso do que se omitir ao exagerar em passes sem produção alguma.

      • Não acho que é desrespeito, acho que é uma convicção idiota, que aos 45 ele chuta a convicção e tenta qualquer coisa.. Aí o time não empata e ele pensa “eu sabia que não ia dar certo, mas tinha que tentar”

    • TS, Moisés e Guerra.. temos um setor defensivo protegido (segura o TS, não pode passar do meio campo, até pq só faz merda quando passa) temos um segundo volante de muita qualidade e um meia que torna o jogo vertical..

      Até o Borja percebeu que tinha atacante demais, tanto que foi visto no meio campo algumas vezes..

      Enqto não fizer isso, pode por 9 atacantes, que a bola não vai chegar e não vai sair gol..

  • Esse time atual do Palmeiras carece de alma. Parecem um bando de zumbis tocando a bola de um lado para outro. Dudu hoje errou TODOS os contra-ataques que ele puxou.

    Fora o “futebol-migué” que esse time pratica. Joga com uma passividade tremenda e, depois que toma dois gols é que ensaia uma correria sem saber para onde ir ou onde quer chegar.

    Agora, ficou evidente o que o Palmeiras precisa: laterais (improvisar meio campista e segundo volante não vai dar em nada), um meia de criação (Moisés não pode ser jamais camisa 10 do Palmeiras – ele pode vestir a 10, não ter a função de um camisa 10), uma injeção de adrenalina no Dudu, que só corre quando o time está perdendo e de treinador, pois não adianta ter um treinador onde um time tem que correr (se é que corre) por ele. Infelizmente, o Valentim ainda não é capacitado para o cargo…

    • Foi bom pra tirar de vez a dúvida!!

      Não creio que ele seja apenas ‘enganação’, tem potencial,mas está longe de estar pronto. Se bem que o fracasso de não conseguir aproveitar a grande chance pode pesar negativamente pra sequencia de sua carreira.

      • E é bom que baixe um pouco sua bolinha, pq li ontem que ele disse que não seguirá como interino. Então, bye bye my friend!

  • Vai pra pqp com esse time. Joga a hr q quer. Fala q nao falta raça, vontade. Falta eh vergonha na cara. O elenco eh 10000x melhor q do Avai e os cara da conta de perder. Volta PN, bota ordem ai na casa.

  • Time modorrento, sem vontade, se tivessem um pouco de gana hoje estaríamos comemorando o bi do Brasileirão, mas não, perdemos pro Avaí, penúltimo colocado…

    • Nem com toda a gana do mundo ganharíamos do apito contra Bahea, Cuzeiro e Gambás. Não tire isso da balança pq pesou muitoo

      • Chapecoense, Atlético Paranaense, Vasco, Bahia, Avaí… Citando somente alguns pontos perdidos por apatia, falta de gana. Concordo que contra o Cruzeiro e os Gambás o “apito amigo” foi determinante, mas concorda também que se não fossem esses pontos perdidos que citei aí em cima já teríamos assumido a liderança antes mesmo desses 2 jogos?

  • Enfim, 2017 acabou! So nos resta as 5 finais dos times da base.

    Minha perspectiva sobre 2017:

    – Referencia vs. expectativa criada para o ano: pessimo ano
    – Referencia vs. os ultimos 15 do Palmeiras: excepcional

    Perspectiva real: Fomos protagonistas o ano todo. Estamos em 3o no Brasileirao, ficamos entre os 16 da Libertadores (eliminados nos penaltis) e entre os 8 da Copa do Brasil (perdemos dos campeoes com gol nos ultimos 5 minutos).

    Temos bastante coisa a corrigir e sabemos que o time de 2018, sera provavelmente bem mais forte do que o deste ano. Estamos resolvendo problemas enormes, tipo a Lateral esquerda.

    O futuro do Verdao eh grande, sem nem mencionar o trabalho da base, que ta dando gosto de ver.

  • Achei que nunca mais ia ver essa desgraça de “linha alta” na minha frente, mas ta aí… Levar correria do glorioso Avaí só mostra que o Verdão classificou pra Liberta apesar do Valentim… Era só entrar com o time bem postado em campo e ganhar o jogo… TNC viu… Como sou otário de perder meu tempo com isso…

      • A pergunta que não quer calar: Pra quê? Era só entrar com o time bem postado e ganhar o jogo. Achei que o interino tinha aprendido, mas pelo jeito, é só interino mesmo… O duro sou eu perdendo tempo com uma merda dessas…

        • Vc não perdeu tempo sozinho, irmão! Eu tbm me senti um idiota ontem durante todo o jogo. Agora, só pra te consolar. Imagina o Guerra…

    • A linha alta não é o problema.

      Na verdade pode ser até a solução.

      A maioria esmagadora dos melhores times do mundo usa este recurso.

      Só que isso precisa ser treinado PRA CARALHO.

      Eu diria que isso deveria ser treinado no Palmeiras desde já, mas para ser aplicado só em 2019.

      AV achou que bastava uma conversinha para tudo se resolver.

      • O problema da linha alta, é como o Hans falou, depender da idoneidade e competência da arbitragem…

        • Além de depender da “idoneidade e competência da arbitragem”, ainda temos que depender da velocidade de volantes, Jeans (não a calça, mas o que joga com ela), Egídios, Michéis e Edus Dracenas, Juninhos e Luans e tantos outros

          • Sim claro, mas o que eu quis dizer, é que: Como o Amigo Czar falou, hoje os times que tem jogado futebol mais vistoso praticam a linha alta. E poderia funcionar no VERDÃO também.

            Concordaria, porque realmente um sistema de marcação alta bem treinado é extremamente EFICIENTE, no entanto, o que eu quis dizer, é que pro Parmera seria difícil dar certo, porque por mais bem treinado e eficiente que seja (com os jogadores ‘corretos’ e tudo o mais) na prática estaríamos nos colocando ainda mais nas mãos da ‘competentíssima’ arbitragem brasileira… acho que nem com arbitro de vídeo não deixaríamos de ser ferrado propositalmente por quem manda nessa gente…

  • O Palmeiras jogou tão “leve”. Leve nas divididas, leve na ofensividade e leve no combate homem a homem. Daí levou uma derrota para casa…

  • Domingo tem que vair essa equipe o jogo inteiro. Salário em dia infraestrutura de 1mundo. Vai se danar. Caçamba para esses vagabundos

  • Hoje os jogadores faltaram respeito com a camisa do Palmeiras.

    Valentim selou seu destino de não ser o treinador do Palmeiras em 2018.

    SOLTA A BOLA, DUDU!!!

  • Eu estava tranquilo, com bom humor e curtindo o feriado.

    Desgraçada foi a hora em que decidi ver este jogo.

    Acabou com o fim de semana..

    • Só não foi idêntico meu sentimento, porque já fui assistir sem grandes expectativas, já imaginava o roteiro timtim por timtim como se passou. É o típico jogo que a SEP (nas equipes que não tem espírito de PALMEIRAS) adora dificultar!!!

      Mas mesmo já esperando algo parecido, ainda dói.

  • Vamos ver qual será a desculpa pra esse jogo! O horário de verão, será? ou pode ser que o time já está pensando em 2018? ou a bola que é muito redonda?

  • Colocar o Gerra nos 45, é assinar o certificado de incompetência. Vai estudar mais A.V porque vc não merece ser treinador do maior campeão nacional.

  • Alguém aí lembra qual o último gol de falta do Palmeiras? Será que foi ainda o Marcos Assunção? rsrs

      • Teve um do Jean no ano passado contra o Santa Cruz… apesar de terem rolado a bola, considero gol de falta… mesmo assim, é muito pouco…

        • Tinha me esquecido desse gol. Eu também considero como gol de falta. Mas isso não é só no Palmeiras, está difícil ver gols de falta em muitos times daqui do Brasil.

      • Teve um do Jean no começo do Brasileirão do ano passado, que só não foi direto porque deram uma roladinha de lado pra ele pra tirar da barreira, antes disso foi o Robinho mesmo, e antes do robinho, e antes foi do Ayrton em 2013 acho… absurdo
        em quase 5 anos 3 gols de falta…

        • Verdade, eu tinha me esquecido desse gol do Jean. Eu também considero como um gol de falta.
          Agora 3 gols de falta em 5 anos é algo perturbador.

        • Este do Jean deve ter sido a última vez que ele acertou um chute na direção do gol.

          Porque, neste ano, todas as tentativas que ele fez ou saíram pela lateral ou saíram do estádio.

          • Ele fez mas uns 2 ou 3 de forada área na campanha do ano passado, um foi contra o flor, o outro agora não lembro…
            Mas realmente, média de acerto do meio do ano passado pra cá é assombrosa.

  • Que tranquilidade!

    Este time é muito zen.

    Passa uma paz, uma ausência de agressividade que dá até vontade de acender um incenso e meditar.

  • Time sem tesão nenhum, falta comprometimento do jogador brasileiro no geral, feio de ver, até tava dominando o jogo, mas achando que ganha a hora que quer, como foi em diversos jogos do ano. Falar de premiação de 2º lugar pra jogador que ganha 300 paus por mês é piada, não motiva nada. Agora uma coisa fica clara, o mais preguiça hj é o Dudu, e não é de hoje. Quando ele acorda é outro time, mas tem dormido muito esse ano. E me desculpem os amigos, mas reclamar do Borja hj é sacanagem, o cara tá passando fome hj, e as poucas que chegou ele fez jogada. No mais é chega logo 2018!!

  • O erro de hoje e o mesmo do jogo com os curica. Zaga mto adiantada, na linha do meio campo, com times q jogam no contraataque, no erro do adversário. Burrice…

  • Valentim defenitivamente fora dos planos para 2018. Nao acho que a culpa eh toda dele, mas a performance vs os imundos, Vitoria e Avai sao inadmissiveis.

    E nao estou sendo resultadista. Contra o Cruzeiro, precisavamos muito da vitoria, veio o empate mas o time jogou muito bem.

  • No lance do segundo gol o Michel Bastos levou um drible que caiu de bunda no chão. Que má vontade desse time.

  • Além de ficar longe de qualquer título, tem que passar vergonha! Minha nossa, levando baile de timinho de segunda divisão!

  • O título do post era “Jogando Leve”, mas acho que os jogadores do Palmeiras
    não entraram do mesmo jeito… Comeram um feijoada antes da partida.
    Não conseguimos sequer fazer o goleiro do poderoso Avaí sujar o uniforme
    e ainda por cima tomamos dois gols!

  • Que defesa ridícula. Arruma essa merda ai AV. Esse Mina não sabe ser zagueiro. Só tem altura. Tem q tirar esse Mina.

  • Qual a diferença da disputa entre Borja e o zagueiro do Açaí e aquele penalti Mandrake no jô do classico (pergunta retórica)?

  • Nada otimista com placar largo, espero um jogo difícil contra um time que, mesmo em desespero, não deve ir tão pra cima assim como pensamos. Ganhar num 2×1 é o que acho mais provável para nós. Keno e Moisés

  • Por favor Mattos, Lucas Lima SÓ DE GRAÇA. Invista melhor nossos recursos e vá atrás de quem venha pra resolver. LL é um Ganso sem grife. Lento demais.

  • Agora tem um porém né, lateral do cruzado geralmente é presente de grego né….

    Egicio, Fabiano, Mayke…

    Pelo menos mandamos o Rafael Marques pra eles, kkkkkk

  • Nossa meu, quando vi o primeiro jogo do Erik pelo Palestra, falei que seria um bom reserva pro Gabriel Jesus… Acho que estava bebado, hahhahahhha

  • Pelo visto o Mattos resolveu o problema da lateral esquerda (assim espero), pode aproveitar a onda e resolver a lateral direita também né…

    • O Rafinha do Bayer seria uma boa opção, mas se for jogar com linha alta será que ele aguenta a velocidade??

      • Então, 32 anos né? Não sei como ele esta jogando, não acompanho, acho que viria com salário altissimo né… Tem o lateral do patético mineiro que foi oferecido, mas por ser oferecido, acho que deve estar uma draga, kkkkk

  • Temos o MB e o Jean que poderiam ser alas, o AV poderia testar um time no 352, Prass, Mina,Dracena,Luan, Jean,MB. Moises,Guerra,Dudu,Bigode,Borja , Ver qual dos 3 zagueiros ficaria como o terceiro, teriamos boa saida de bola pelas laterais assim com bom apoio ofensivo, com Moises e Guerra tbem boa saida de bola pelo meio

        • Então temos que entrar com (algum goleiro da base), Fabiano, Antonio C., Juninho, Egídio, Arouca, R. Veiga, Yohran, Guedes, Erik, Deyverson.

          Esses gostaria que fossem vendidos. #Vitrine$$$$

          • Eu ainda não venderia o Veiga e o Yohran, acho que podem evoluir, emprestava os dois, o resto, o resto eu doava.

          • +11, com o Erik em campo já entramos com 1 a menos kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

          • Na hora de vender, o marketing vai ter que trabalhar forte, prá compensar essa defasagem …..kkkk

  • Maicon (aquele) e Betão (aqueeeeeeele). Time pra gente passar o carro, sério mesmo! Pelo menos 3 gols pra animar a gente.

  • Já estamos na Libertadores de 2018, se fosse o Valentim, aproveitava pra montar o time do jeito que ele realmente quer e ver se assina o contrato pra 2018 de uma vez.

  • 0 a 1, Erik, de voleio, após chapelar 3 adversários. Ainda no vestiário, ele é vendido para um time turco por 30 milhões.

  • Palpitar em placar sem tomar um gol com a péssima fase da nossa zaga é realmente uma aposta.. A menos que MB consiga proteger a LE impedindo os atacantes adversários de ficar no mano a mano com o Dracena.. Quem sabe TS consiga fazer a proteção que ninguém conseguiu até agora.

    Insisto (ainda mais com a possível escalação do TS) em ver o Guerra ao lado do Moisés no time, deixando Moisés arredondando as bolas vindas do TS..

    Deyverson fez quatro gols em 2 jogos, Borja também vem de uma boa fase e a qualidade técnica do segundo impõe que ele seja titular, se o Deyverson jogar será por puro sentimentalismo barato! Quem sabe no próximo jogo o Borja não chora tbm pra poder jogar..

    3 a 1.. Dudu, Borja e Mina.

    • Só pra te contrariar então kkkkk 3×0 – Deyverson 2x (pra manter a média) e Mina com direito a bailado! hehehe

      • Hhahahhaha

        Sem problemas, torço pro Palmeiras, não pra jogador!

        Só acho foda que se o Borja não tiver sequência, fatalmente pedirá pra sair e acredito mais no futebol dele, no que nos 4 gols do Deyverson, qm pra mim é um ótimo reserva!

        Ganhando pode ser 3 até do Erick (HAHAHHAHA IMPOSSÍVEL!!!)

        • Eu prefiro infinitamente o Borja ao Deyverson! Pra mim, o Borja é titular absoluto pelo que vinha fazendo até a convocação!!! E não acredito que ele vá embora antes de ganhar algo relevante pelo Palmeiras. ABS

  • Hoje dá verdão, de novo de goleada. Palmeiras 6×1, de virada, com gols de: Mina, Deyverson, Dudu, Keno (x2) e Moises, para um público de 9.937 pagantes. Avanti Palestra!