2
X
1

31/05/2017 - 21:45

Pré-Jogo

Pré-jogo Internacional x Palmeiras

Na noite de hoje, a Sociedade Esportiva Palmeiras decide a passagem às quartas-de-finais da Copa do Brasil enfrentando o Inter, em Porto Alegre. Nosso time quebrou o tabu do Beira-Rio no ano passado, mas o estádio continua sendo maldito e o desafio não será fácil.

Palmeiras

DESFALQUES
Lesionados:
Thiago Martins, Arouca e Moisés
Recondicionamento físico: Luan
Não inscritos: Juninho e Mayke
Poupado:
Guerra

Sem poder contar com Guerra, que deu sinais de fadiga muscular, Cuca acenou com uma luta de três jogadores por duas vagas: um deve ficar no banco entre Raphael Veiga, Roger Guedes e Fabiano. O mais provável é que o time jogue com Jean na direita, Raphael Veiga no meio, fazendo a função de Guerra, e Roger Guedes faça sua função natural na direita.

Uma das alternativas é escalar Fabiano na direita, Jean vai para o meio e empurra Tchê Tchê para a meia, mantendo Raphael Veiga no banco. Ou fica na reserva Roger Guedes, com Tchê Tchê aberto pela direita, quase como um atacante. Ou, sabendo que trata-se de Cuca, pode aparecer algo totalmente diferente de tudo isso.

Além dessa dúvida, fica a expectativa para o comando do ataque: Borja recuperará a condição de titular ou Willian realmente assumiu a posição? Saberemos por volta das 21h. O time: Fernando Prass; Jean, Mina, Edu Dracena e Zé Roberto; Felipe Melo e Tchê Tchê; Roger Guedes (Fabiano), Raphael Veiga (Fabiano) e Dudu; Borja (Willian Bigode).

Inter

O adversário está em crise. Depois de um péssimo início de Série B, a direção demitiu Antônio Carlos Zago e o time será comandado pelo auxiliar Odair Hellmann, enquanto Guto Gordiola Ferreira não assume o time. A principal ausência é William Pottker, que já jogou a competição pela Ponte Preta – além do atacante, Marcelo Lomba e Keiller seguem no DM.

Assim, a provável escalação do time gaúcho é Danilo Fernandes; William, Léo Ortiz, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenílson, Gutiérrez e D’Alessandro; Marcelo Cirino e Nico López.

Retrospecto

Nas duas vezes em que Inter e Palmeiras se cruzaram na Copa do Brasil, quem avançou foi campeão. Confira todo o retrospecto, aproveite todas as funcionalidades do Almanaque do Verdazzo.

Consulte os links abaixo e faça os cruzamentos com outros dados como preferir:

Internacional
Internacional
Beira-Rio
Beira-Rio
Ricardo Marques Ribeiro
Ricardo Marques Ribeiro
Taça Copa do Brasil
Copa do Brasil

Parpite

Perna de volta de mata-mata muitas vezes tem duas fases distintas. Se um dos times estiver por um gol de reverter o confronto a partir dos 30 do segundo tempo, vira ataque contra defesa – e show de cera de quem está na defesa. O Palmeiras carrega a vantagem do 1 a 0 construída no Allianz Parque e tem como missão não chegar nessa marca do relógio ameaçado por um gol – o caminho mais simples é marcar ao menos um gol fora de casa, e levar no máximo um. Para isso, será necessário se impor mesmo jogando fora de casa, com agressividade.

O time já se mostrou que, nesta fase da temporada, está totalmente focado nos mata-matas, e não devemos esperar nada parecido com o que vimos no último sábado – era só o que nos faltava ter que ver um time mais uma vez sem foco, no mundo da lua, num jogo como esse. É obrigação dos nossos jogadores responder ao fiasco do clássico com uma classificação tranquila, impondo autoridade. Assim, se o juiz Margarida não atrapalhar, esperamos uma vitória por 2 a 1, com gols de Edu Dracena e Dudu, para 15.567 pagantes. VAMOS PALMEIRAS!

Transmissão

TV GloboGlobo, para SP, RS, SC, MG (Uberlândia, Uberaba e Ituiutaba), GO, TO, MS, MT, BA, SE, AL, RN, CE, MA e PA (menos Santarém)

SportvSporTV

Pós-Jogo

Inter 2x1 PalmeirasCésar Greco / Ag.Palmeiras

Foi sofrido, arrancado a fórceps, mas o Verdão conseguiu avançar na Copa do Brasil ao perder por 2 a 1 para o Inter, no Beira-Rio – o gol da classificação saiu aos 35 do segundo tempo, depois do time estar perdendo por 2 a 0. A raça e a vontade do time foi uma meia-resposta ao mau futebol apresentado nas partidas anteriores. O time continua devendo em vários aspectos, mas em situações com a desta noite, o que importa é a classificação e somente a classificação.

Agora as atenções se voltam para o Brasileiro, onde é urgente uma recuperação, depois de duas derrotas evitáveis para Chapecoense e SPFC.

PRIMEIRO TEMPO

Cuca armou o time com Willian Bigode na frente, Jean no meio e Fabiano na lateral, sem um meia armador de ofício. Tchê Tchê flutuava para preencher espaços e encorpar nosso meio-campo, enquanto Felipe Melo e Jean tentavam proteger a zaga.

Mas o Verdão não conseguiu impor sua força nos minutos iniciais, e o Inter, jogando em casa, veio para o abafa e sufocou nosso time com muita aplicação. Era nítida a mudança de atitude nos jogadores vermelhos com a saída do antigo treinador; com todos os méritos, construíram uma pressão que se mostrou insuportável.

Antes dos dois minutos, o primeiro lance: bola esticada no ataque; Edu Dracena cabeceou para trás e Nico López ficou de frente com Fernando Prass; o toque veio por baixo – parecia até que estudou as fraquezas de nosso goleiro nos últimos jogos – mas desta vez Prass fez o que tinha que fazer e defendeu com o pé direito, mostrando que não se abateu com as falhas e evoluiu, mesmo aos 38 anos.

Aos cinco, depois de batida de escanteio, Prass socou a bola pra fora da área; Leo Ortiz acionou Nico López, que ficou de frente com nosso goleiro mas tocou por cima. E aos oito, não deu pra resistir: Edenílson roubou a bola no meio-campo, avançou pelo meio, viu D’Alessandro se projetando pela direita e tocou; o argentino ajeitou o corpo e bateu de curva, no canto esquerdo de Fernando Prass.

Com o gol, a partida estava indo para os pênaltis. O Inter preferiu tirar o pé do acelerador e buscar o segundo gol de forma menos afoita, já que um gol tomado o obrigaria a fazer dois. O Palmeiras também preferiu a cautela, já que, mesmo que tomasse mais um, continuaria por um gol de avançar. E com o jogo mais “natural”, prevaleceu a técnica do Palmeiras, que passou a ter a bola nos pés e rondar a área do Inter. Aos 13, Dudu bateu escanteio pela direita; a defesa afastou e Willian, da meia-lua, bateu por cima.

Aos 16, Fabiano desceu pelo flanco e tocou para Dudu no meio, ele girou e passou a Roger Guedes, que estava um dedão do pé adiantado antes de fazer o gol que o bandeirinha anulou. Tinha mais: aos 19, Jean tabelou com Fabiano, cruzou para Tchê Tchê, que rolou pra Willian Bigode; ele bateu para o gol e Léo Ortiz travou com o braço; na sequência Roger Guedes ainda finalizou, pra fora. Margarida operando o Palmeiras pela primeira vez.

Depois dessa rápida pressão, o Palmeiras também preferiu segurar um pouco o esforço e o ritmo do jogo caiu. Só tivemos mais um lance interessante, aos 26 – Marcelo Cirino fez a jogada pela direita, nossa zaga cortou e a bola caiu no pé de Nico López, que rolou pra Gutiérrez – o chute saiu à direita de Prass.

Aos 28, Dudu sentiu a virilha direita e Cuca mandou Keno em seu lugar – a despeito dele ter entrado bem melhor que Dudu, o time continuava se ressentindo de uma cabeça pensante – Raphael Veiga poderia ter sido acionado.

Com os pênaltis pela frente, os dois times diminuíram bastante o ritmo e guardaram as emoções para a fase final.

SEGUNDO TEMPO

Eduardo Sasha entrou no lugar de Marcelo Cirino, que sentiu lesão. No Palmeiras, Thiago Santos rendeu Edu Dracena, amarelado e em noite pouco inspirada.

No início, foi o Palmeiras quem teve o domínio territorial, mas foi o Inter quem chegou com mais perigo: aos sete, escanteio da esquerda e a bola pingou no meio da pequena área; Sasha chegou um pouquinho atrasado e não fezo segundo – mas três minutos depois, o Inter chegou lá: D’Ale recebeu de Edenílson e tocou para William, por trás de Zé Roberto, mais uma vez; o cruzamento veio por baixo e Nico López escorou para o gol – Prass ainda desviou a bola, que entrou pelo alto em nossa meta.

O Palmeiras demorou um pouco para reagir. Cuca trocou Roger Guedes por Borja e queimou a última mexida. E o time finalmente acordou a partir dos 20 minutos, imprimindo uma pressão violenta – o Inter sentiu e foi para as cordas. Aos 21, Zé Roberto tentou a jogada em cima de D’Alessandro na área e foi puxado, desabando. Margarida mais uma vez mandou seguir.

Aos 25, Tchê Tchê esticou na área e Borja concluiu de cabeça, nas mãos de Danilo. Aos 26, um bombardeio: Keno fez ótima jogada pela esquerda e cruzou rasteiro; Willian fechou no segundo pau e a bola foi na trave, bateu em Victor Cuesta e voltou para Willian, que chutou de novo; Danilo defendeu parcialmente e a bola sobrou para Thiago Santos, que bateu mais uma vez, mas foi travado pela zaga. A bola foi afastada da área, o Palmeiras retomou rápido e Tchê Tchê finalizou de novo, de fora, à direita de Danilo. Um minuto depois, foi a vez de Keno experimentar o goleiro do Inter, que fez boa defesa.

Chegamos naquele ponto do mata-mata em que o time que está se classificando por um gol se retrai, e o outro time vai com tudo pra cima. Mas Cuca não sabe brincar e mandou logo um 4-2-4 pra cima do Inter, com Fabiano voltando para ser zagueiro ao lado de Felipe Melo, Jean foi para a lateral e Mina se converteu num segundo centroavante (!). E o Inter aceitou e se encolheu, chamando a classificação do Palmeiras.

Aos 35, Jean bateu falta na área, Mina e Borja subiram, mas foi Thiago Santos quem conseguiu uma cabeçada heroica, encarnando Andrei Girotto e colocando a bola no canto direito de Danilo, que nada pôde fazer. Festa e alívio na torcida do Verdão.

O dono da pressão – e da pressa – passou a ser o time que tinha feito muita cera até então. O Inter passou a tentar o ataque de forma desordenada e não chegou a ameaçar o gol de Fernando Prass, mas a bola rondando nossa área por 15 minutos no terreno molhado pela insistente chuva que caiu sobre Porto Alegre durante o jogo deu ares dramáticos à classificação, que veio com o apito final, aos 50 minutos.

FIM DE JOGO

O time não jogou bem, mas isso é o que menos importa num mata-mata. Se queremos ser campeões da Copa do Brasil e da Libertadores, temos que arrancar a classificação de qualquer jeito, feliponicamente. Não importa quem ganhou, nem quem jogou melhor, e sim quem se classificou.

O Inter valorizou demais nossa classificação. Mesmo sendo um time de série B, continua sendo o Inter, e o estádio continua sendo o Beira-Rio; livres de Antônio Carlos Zago, o time se soltou, fez a melhor partida do ano e exigiu tudo o que o Palmeiras poderia oferecer neste momento de dificuldades táticas por que o grupo passa.

Obviamente Cuca enxergou mais problemas para corrigir, e terá a chance de colocar novas ideias em prática agora, numa sequência de jogos pelo Brasileirão. Agora, sim, é hora de começar a buscar mais consistência no jogo;nem sempre o PAlmeiras vai conseguir gols no abafa nos mata-matas e e bem melhor se imppor e definir os confrontos eliminatórios sem sustos. Mas desta vez, como sempre num mata-mata, só não chora quem avançou. Essa era a obrigação de hoje, mesmo sofrida, mesmo sem atropelar, e foi alcançada. Ufa! VAMOS PALMEIRAS!

A VOZ DO PADRINHO

Hoje o pós-jogo é do Fernando Ribeiro, de Guarulhos, que quer o time com punhos de aço. Todos nós queremos! Valeu Marília!

Ficha Técnica

Internacional

Danilo Fernandes
GOL
William
LAD
Danilo Silva
LAD
Léo Ortiz
ZAG
Victor Cuesta
ZAE
Uendel
LAE
Rodrigo Dourado
VOL
Edenílson
VOL
Gutiérrez
MEI
Brenner
ATA
D'Alessandro
MEI
Marcelo Cirino
ATA
Eduardo Sasha
ATA
Nico López
ATA
Odair Hellmann
TÉCNICO

Notas


Jogador
Descrição
Nota
Fernando Prass
A defesa com os pés no início do jogo tem muito mais significado do que pode parecer.
9
Fabiano
Se continuar jogando nesse nível, vai ser a terceira opção. MAs sua experiência como zagueiro foi fundamental para liberar Mina para o ataque.
6
Mina
Agora não falta mais nada: ele virou centroavante.
7
Edu Dracena
Ruim. E a nota só não foi menor porque saiu no intervalo e não deu tempo de piorar.
3.5
Thiago Santos
Partida perfeita. Desarmou todas, não perdeu nenhuma e ainda resolveu lá na frente.
10
Zé Roberto
Tudo bem que a avenida está pavimentada. Mas os caras acertam cada passe milimétrico, que derrubam qualquer um.
4
Felipe Melo
Ainda não parece à vontade, mas compensa na técnica. Como zagueiro, quebra o galho, nada mais que isso.
7
Jean
Outra partida abaixo da média, salva pelo levantamento no lance do gol.
5
Tchê Tchê
Longe de proporcionar aquele equilíbrio ao meio-campo que justifica sua escalação.
5
Roger Guedes
Tentou várias vezes: foi pelo flanco; entrou em diagonal, mas não estava inspirado.
5.5
Borja
Segue tentando; se esforça, mas fora da área ele não consegue ajudar tanto.
5.5
Dudu
Mais uma partida fraca. Quem sabe a lesão não veio em boa hora. Desde que não seja grave e longa, pode ser o famoso mal que vem para bem.
4
Keno
Finalmente foi o Keno que vimos no Santa Cruz. Infernizou William e todo o lado direito da defesa deles.
8
Willian
Discreto, teve apenas duas boas chances, no mesmo lance, e perdeu asduas.
5.5
Cuca
Cuca
Ainda parece longe de achar uma solução tática consistente para o time; mesmo com Keno entrando bem, a mexida foi discutível. Mas a soluçãopara a hora do aperto assim que o relógio bateu em 30 do segundo tempo foi brilhante.
7





  • Com dois frangos e um pênalti perdido não há equipe no mundo que continue motivada em campo…pelamor, que noite!!! Até o Cuca errou…Jesuis!!

  • Campeonato Brasileiro é muito sério pra ficar fazendo experiências trocando meio time, ainda mais num clássico e com um tabu de 15 anos pra quebrar. Jogador ganha bem demais pra ficar sendo poupado toda semana.

  • Bigode é um ótimo jogador, agudo e muito liso, pode criar oportunidades interessantes na frente e até mesmo fazer muitos gols(como tem feito), mas fica claro que ele não funciona como falso 9, isso já foi provado com o Eduardo. Cuca deve insistir com Borja, pelo menos até chegada de uma outra referência. Outra coisa que irrita é o fato do Guerra ser a primeira opção na hora da alteração. O Venezuelano é o jogador de frente mais regular, como o próprio texto aqui do blog disse, é o único que pode criar alguma coisa lá na frente, é o jogador que pode fazer algo diferente, já que “Dudu instagram” vive um péssimo momento. Enfim, respeito o mestre Cuca, mas errou feio na escalação e mais ainda ao sacar o venezuelano. Aliás, insisto que Borja e Guerra merecem sequência, pelo investimento que foi feito, bem como pela qualidade desses jogadores. Ora, estamos falando do artilheiro e do melhor jogador da última edição da libertadores, isso não é pouca coisa. Se William fez por merecer a titularidade, que seja pelas pontas e não como referência. A bolinha murcha de Tchê Tchê e Dudu e os perus do Prass são preocupantes . Contudo, os citados tem muito crédito. De positivo destaco a atuação do Mike na primeira etapa, fez cruzamentos precisos, pena que não tinha ninguém para empurrar para as redes. Keno é outro que merece destaque e carinho do treinador, sempre que entra causa um alvoroço na defesa adversária, entendo que briga com o bigode por uma vaga na equipe titular! Só um adendo, o que preocupa não é a derrota no clássico, mesmo com um adversário tecnicamente inferior, a máxima do futebol prevalece, afinal clássico é clássico, mas as atuações da equipe no corrente ano são dignas de vaias, até mesmo nas vitórias com placares elásticos, que na minha opinião mascaram os buracos da equipe!

    • Só não concordo com a parte de vaiar o time, acho que isso mais atrapalha do que ajuda, mas realmente o time ainda não jogou uma partida inteira redondinho o ano todo.

  • De cabeça fria agora, estaria mais preocupado se esse time não tivesse como render. Não vamos esquecer que mesmo sendo o Cuca, ele está apenas há algumas semanas treinando novamente o time. Creio que a escolha do time para sábado foi equivocada, praticamente igual a do EB contra a ponte onde sabíamos que temos time para atropelar em ambas situações mas fomos engolidos na atitude. Essa vitória delas não vai causar maiores danos e não vamos nos esquecer que tem o returno. Avanti,

    • A minha é que não estão nem aí pra porja nenhuma….
      Tá na hora de uma chamada federal internamente. Ou começam a jogar com gana de campeão ou vazem daqui!!!

  • Meu deus, nao precisa de comentários. Cuca ja fez experimentos, ja brincou com a equipe, ja deu pra ver bastante gente jogando bola, agora eh começar a brincar certo. Coloca o time base e faz alterações pontuais e trabalhadas, ficou feio ontem perder as meninas… fazendo o arroz com feijão da certo, entendo que o brasileiro esta sendo mesa de testes mas poderíamos estar ganhando gordura….

    • Tem TODA razão . É a primeira vez na vida que eu leio e escuto insistentemente dos torcedores que os reservas tem que atuar tanto quanto os titulares , e na minha opinião isso é de uma estupidez inacreditável . Alguém sabe quem eram os reservas de Ademir da Guia , Leivinha , Dudu , Evair , Sampaio , Edmundo ? Ninguém sabe , afinal eles mal entravam em campo . Tudo bem que a carga de jogos é bem maior hoje em dia , mas não justifica ficar mudando 70% do time o tempo todo .

        • E os salários maior aumentam a capacidade e resistência física como exatamente??

          Desculpa amigo, mas o que tem a ver uma coisa com a outra?

          Não é só a carga de jogos que é bem maior, a intensidade, a dinâmica, as distâncias percorridas… tudo aumentou incrivelmente.

          Claro a preparação física também evoluiu, mas os caras continuam sendo humanos. Com limitações corporais que dinheiro nenhum é capaz de resolver. Não são robôs que dá pra simplesmente ‘trocar uma perna’ por outra que seja mais rápida e dure mais tempo…Trocar um pulmão por um com maior capacidade de litros de oxigênio…

      • Hoje os atletas correm o dobro do que corriam no passado. O jogo que se joga hoje é completamente diferente de vinte anos atras…

      • Ja deu pro Cuca brincar com o elenco, ver quem pode jogar onde, agora é montar a equipe pra pegar consistencia pra libertadores em outros campeonatos.
        E dentre os 11titulares, trabalhar as substituicoes p mudar a cara da partida. Pronto! O time q todos querem ver: jogadores, empresarios, investidores, televisao; um time que disputa tds os campeonatos que disputa.
        Pensa ai, levar 1 caneco a cada 4 q participa? Ta otimo! E o resto é lucro. Disputar é necessario, vencer é o objetivo.

  • Dudu e tchê tchê no banco já, estão jogando nada, meu time titular seria:
    Prass; fabiano, mina, juninho, zé; f.melo, jean; m.bastos, guerra, william; borja.

  • 1 – Devolvam o número 32 para o Tchê Tchê ( com as 8 está me lembrando um certo Marcio Araújo)
    2 – Dudu precisa ir para o banco urgentemente (não toca a bola e tenho reparado que não acerta nada a muito tempo)
    3 – O time entra em campo com a impressão de que vai ganhar o jogo a qualquer momento, sem um pingo de motivação.
    4 – O time do SP é simplesmente ridículo. Isso foi o que me deixou mais puto do que tudo ontem

    Cuca, não inventa.

    O time é:

    Prass
    Jean
    Mina
    Dracena
    Zé Roberto
    Felipe Melo
    Michel Bastos
    Guerra
    Dudu
    Willian
    Borja

  • Ficou claro nas últimas partidas que temos um dos melhores elencos do Brasil, mas não temos ainda o melhor time (na verdade não tem nenhum super time atualmente no futebol brasileiro). A grande diferença do time desse ano pro do ano passado, é que não temos lá no comando do ataque um craque, aquele cara diferenciado que podia tirar um gol da cartola (como contra os urubus naquele empate 1×1 ano passado). Ano passado tínhamos G. Jesus. Esse ano, por mais opções que tenhamos no elenco, vejo excelentes jogadores, mas nenhum como craque. Acho que precisamos de um, pelo menos no ataque. Esse kra, pra mim, seria o Diego Tardelli. O Borja é bom jogador, mas com características totalmente diferentes de um centroavante habilidoso e de velocidade como G. Jesus ou Diego Tardelli.
    No meio-campo, alguém pra dividir a responsabilidade com Guerra, seria o Everton Ribeiro mas o Flamerda parece que já fechou com ele, infelizmente.

    • Que isso cara, os gambás na ponta da tabela foi ótimo, já pude dar umas risadas com eles, estão achando que serão campeões, e ainda estamos na 3ª rodada. Quero ver o que vão dizer no final quando ficarem fora até da pré-Libertadores.

  • As vezes dá a impressão que os jogadores do Palmeiras, enquanto o placar está 0x0 vão ganhar o jogo a qualquer momento, daí toma o gol e o nervosismo toma conta. É o segundo clássico que perdemos para um rival totalmente inferior e jogando sem vontade.

  • Achei que jogamos bem no primeiro tempo. As idéias do Cuca foram interessantes. Manteria o esquema tático com troca de algumas peças. No segundo tempo, depois de perdemos o penalti, o time não conseguiu mais produzir.

    Quanto ao Mayke, eu fiquei com a mesma impressão quando vi Leandro Almeida jogando e estreando contra o SP em 2015. Foi 4 x 0 para nós. Espero estar errado…

    Em relação ao Borja, vocês viram o ânimo que ele entrou ? E no momento em que ele deveria pressionar o goleiro e precisou ir outro jogador que estava mais longe para fazer isso ?

    Futebol é estar comprometido com a equipe. Espero que ele perceba isso…

    • Jogamos bem dando 1 chute a gol??
      Sem criar absolutamente NADA???

      Dominar posse de bola não é jogar bem amigo Wilfrido.

      Especialmente quando esse domínio é totalmente inócuo. Verdade que os Bambis também não tiveram nenhuma grande chance, mas no pouco que chegaram, estiveram mais perto de furar nosso bloqueio do que nós o deles. Inclusive conquistaram vários escanteios. Escanteios são chances de gol!! Sorte que não foram bem aproveitadas. Nós nem escanteios conseguimos. só ficamos rodando a bola sem objetivo algum, sem nem sequer abrir uma brechinha pra um chute de fora…

      Foi feio, a teoria pode até ter sido interessante, mas a prática não funcionou!!
      No mais, clássico não é lugar de invenções, a não ser que já se tenha um domínio absoluto do elenco e que se tenha certeza que os jogadores corresponderão ao pé da letra. Algo que convenhamos, é IMPOSSÍVEL com 15 dias de trabalho!

      • Olá Rafael, boa noite. Sāo visões diferentes de ver o jogo meu amigo.
        Eu particularmente acho difícil sermos bem sucedidos com o mesmo esquema tático do ano passado com as características dos jogadores que temos no elenco.

        Mas agora com o Cuca, pelo menos ele terá mais respaldo em fazer as mudanças necessárias.

        Acredito muito no trabalho dele…

        • Também acredito muito no trabalho dele, Wil.

          E com certeza, se tem alguém capaz de fazer esse time jogar é ele!!

          E concordo, não podemos viver só do esquema do ano passado, tem que ir adaptando o esquema as necessidades. Aliás ano passado ele já fazia isso muito bem. Ele tinha um esquema base, mas ia mudando a estratégia de acordo com os jogadores a disposição e os adversários. É um dos grandes diferenciais do Cuca.

          Geralmente ele faz isso bem pra c…
          Mas as vezes ele erra a mão também, ele é muito bom, mas não é infalível!!!

          Ontem foi um erro homérico, (e geralmente ele vai muito mal em armar esquemas pros clássicos, ano passado só acertou o de Itaquera, os outros todos nós jogamos muito aquém do que podíamos, mas acabamos ganhando a maioria, meio na sorte, meio na gana de ser campeão). É uma falha pessoal que ele precisa trabalhar pra corrigir. Ele respeita excessivamente os rivais.

          Acredito que em mais algumas semanas ele vai achar a melhor forma desse elenco render, e vai fazer o time voar como deve!!

          Ano passado ele conseguiu isso dando a responsabilidade pra eles de dizer que o time seria campeão. Tá na hora de chegar junto dos caras e exigir que internamente eles assumam a mesma responsa (não precisa falar na imprensa, basta que eles decidam isso internamente e passem a agir de acordo em campo.

          Abs

      • Tem razão , o time não deu um mísero chute a gol . Aliás , há anos que não tem sequer um jogador no elenco que tenha este recurso – quem fazia isso ultimamente , malemal , era o Leandro banana .
        E posse de bola sem agressividade é o melhor caminho para a derrota . Essa mania de trocar passes sem muita objetividade foi o legado que o infeliz do Parreira deixou para o futebol brasileiro . Só dá certo quando se tem 11 craques no time , e 11 idiotas no time oposto .

        • Olá Antônio, bom dia. A maior seleção que vi jogar de todos os tempos foi a de 82, tinha 11 craques.

          Concordo com você em relação ao título de 94. Foi a pior coisa que poderia ter acontecido ao futebol brasileiro. Mas aquele futebol do Parreira era um jogo defensivo, pragmático, que não propunha o jogo.

          Os jogos contra o SCCP e SPFC foram diferentes na minha visão. Enquanto no primeiro contra SCCP não existia nenhum interesse em propor o jogo, fomos obrigados a isso quando eles perderam um jogador. Já neste contra o SPFC existia. O controle do jogo, a movimentação e troca de passes foi relativamente boa, mas realmente faltou ser mais incisivo no ataque. Foram poucas oportunidades…

  • Em 2016, o Palmeiras estreou goleando o CAP 4×0, depois perdemos pra Ponte 2×1 em Campinas, na terceira rodada 2×0 contra o FLU e na quarta rodada derrota de 1×0 contra o Sao Paulo no Morumbi. Lembro na epoca que apos essa derrota, ja tinha muito torcedor jogando a toalha. Mas nas rodadas seguintes o time começou a deslanchar e no final fomos eneacampeoes, Acho que é o momento de cobrar, mas nao tacar pedra no time, no Cuca. Mas o time como em 2016, reagirá e la pra decima rodada poderemos estar na liderança. Francamente eu nao gosto de começar o campeonato ja liderando desde o começo, aqui nao é Espanha. Alemanha, Inglaterra, Italia que um time lidera de ponta a ponta, aqui no Brasil isso impossivel.Quantas vezes na era dos pontos corridos um time começou liderando e faltou folego pra chegar até o fim. O Inter liderou no começo,assim como o Gremio agora e foram rebaixados. Como disse agora ha pouco, temos que cobrar e nao se desesperar.Abraços!!!!!

    • O Palmeiras , mesmo com 2 derrotas nos 4 primeiros jogos do ano passado , estava jogando bem melhor que hoje , Tanto que , logo após essa sequencia , enfrentou Grêmio , Flamengo e Gambá , e ganhou todas . A diferença é que os pontos perdidos naquela ocasião eram bem mais difíceis de se ganhar que os perdidos dessa vez .
      Embora seja o mesmo adversário , mas considerados os contextos , era mais fácil ganhar do SP neste sábado que no jogo do ano passado ,

      • A diferença é que no ano passado, neste período do campeonato só tínhamos jogos do campeonato Brasileiro e eles que estavam na libertadores, agora estamos entre meios de jogos decisivos da libertadores e copa do Brasil.

    • Temos q deixar trabalhar tb. Aquela cobrança leve só p saber q tem gente ali. Pique aquela primeira ligacao de Telemarketing

  • A postura dos jogadores está transformando a Libertadores em obrigação. Se fosse eliminado de uma Libertadores mas fazendo boa campanha no Brasileiro, jogando bem seria perdoável mas com esse futebolzinho de bosta se formos eliminados esses jogadores vão sentir o que é pressão infernal da torcida nesse ano.

    • Se ficar deixando de lado o brasileiro e depois for eliminado na libertadores, o bicho vai pegar e o ano vai para o lixo. O brasileiro é pontos corridos e a obrigação de ganhar é maior porque depende só da competência do elenco enquanto a libertadores é mata-mata e nem sempre o melhor se classifica.

  • horrível o time precisa aprender com os erros, não entendo a falta de motivação para encarar um clássico. no primeiro contra os gambás no paulista poderíamos ter goleado e acabado com o ano deles… ontem contra os bambis a mesma coisa se tivesse entrado com vontade encarando como um jogo decisivo teríamos feito uns três neles e colocaríamos eles no olho do furacão… nos anos que passávamos por dificuldades os rivais entravam contra a gente com a faca nos dentes e ajudavam a aumentar o tumultuo na academia. Já quando temos a oportunidade de bagunçar a vida dos rivais não aproveitamos a oportunidade, vide clássico contra os gambás lembro de um jogo que os galinhas perderam na pré libertadores contra o tolima, logo na proxima partida jogamos contra eles se tivéssemos vencido a partida teríamos aumentado a crise deles, o epatite provavelmente teria sido demitido e 2012 teria um outro final… sei que isso fica no Se… mais quando o time entra para disputar um jogo o contexto também tem que ser levado em conta…

    • Exatamente, na hora que pode e é superior, tem que pisar no pescoço, senão lá na frente podem nos atrapalhar..

  • Com todos os erros que tivemos, ainda assim só perdemos devido à falhas individuais, principalmente de Prass e Jean perdendo o pênalti.
    De bom tivemos uma boa novidade que foi a atuação segura do Juninho e ainda mostrou que sabe sair jogando.
    Só acho que temos de reagir urgentemente no brasileiro, senão daqui a pouco não dá mais tempo e 4ª feira é obrigação vencer o Inter.
    Dracena e Zé devem voltar e espero que Cuca volte com o Borja também, com o Jean na lateral e esqueça essa porra de 3-5-2.
    Espero que já que ele não abre mão do tche, que ele entre com o Bastos ao lado do Felipe e do Tche, deixando Guerra, Borja e Dudu à frente.
    Fazer o simples e o óbvio é o que há.

  • Time que entra pra empatar, acaba perdendo. Cuca entrou com um time covarde, inventando moda de colocar F. Melo de terceiro zagueiro. Errou na escalação e piorou ainda mais nas substituições.
    Veiga deveria ser o reserva imediato do Guerra, mas só joga joguinhos sem importância. Coloca o cara pra jogar, até ao lado do Guerra seria o ideal. Não adianta ficar colocando atacantes abertos nas beiradas e não ter meia…
    Não é de hoje que o Mina fica inventando de avançar até a área adversária, querendo dar passes em profundidade e fazer coisas que zagueiros não devem fazer, mesmo ele com a categoria que a gente sabe que tem. Tentou dar mais enfiadas de bola que o Guerra e o Dudu.
    Todo mundo está vendo que Jean, Tchê² e Dudu não estão jogando nada esse ano e eles nunca saem.
    É irritante ver o time do Palmeiras de 2017 jogar… Só toquinho de lado na bola achando que a pode ganhar qualquer jogo a qualquer momento. Torcida e time contaminados por uma arrogância sem fim e o resultado são esses jogos fracos que estamos fazendo.
    Fica poupando time pra dar esses vexames. Sou favorável de colocar todo mundo pra jogar sempre, se machucar você troca apenas o que machucou e mantém o resto dos titulares e assim vai pelo ano todo.
    Espero que o Cuca tenho abdicado dessas primeiras rodadas do BR porque tinha na mente que o mais importante era passar de fase nos mata-matas que temos (Libertadores e Copa do Brasil)… Depois as duas competições vão demorar um pouquinho, então ele pode focar no BR de vez. Espero realmente que seja isso!

  • To começando a ficar preocupado com esse Brasleirão. Os gambás ainda não assustam, duvido q tenham fôlego pra chegar ao final, mas o flamerda assusta. Tá jogando cheio de desfalques na arena da baixada, tá sendo amassado pelo AtlPR do EB (duas bolas na trave, grafite perdendo gol cara a cara…) e tá ganhando! Abre o olho Verdão, antes q seja tarde!

    • O brasileiro esta na terceira rodada ainda mas ja estamos a três pontos dos bambis e quatro dos gambas(se eles confirmarem a vitoria contra o fraco atlético go) e o Grêmio q é o líder se ganhar do Sport hj abre seis pontos

  • Só um detalhe: tenho lido alguns comentários alegando que Dudu esteja em má fase. Fiz um ligeiro levantamento nas notas do Verdazzo para os 10 últimos jogos e, em cinco, ele teve nota maior do que 5, em dois, recebeu nota 5 e, só em três, a nota foi inferior a 5.

    Contra o Vashco há duas semanas, a nota foi 8.5 acompanhada de “recuperou a alegria de jogar, estava com espírito de Edmundo”.

    Claro que é um avaliador só etc. De todo modo, pode-se ver o Verdazzo — na pessoa de seu editor, o Conrado — como uma fonte de nossa confiança, que tem reconhecido no Dudu um desempenho de razoável pra bom.

    Só falo isso, pra que todos nós nos empenhemos em ser mais factuais e nos policiemos contra uma certa cornetice acentuada quando nos sentimos frustrados como ontem.

    A cornetice estritamente subjetiva e desproporcional ao fato só potenciaiza a estabilidade do grupo e fortalece a voz dos zumbis contra a profissionalização no clube.

    #PAZ

    #AvantiPalmeiras

  • O Palmeiras conseguiu repetir o jogo pifio que ja tinha feito contra os gambás, em que com um a mais teve maior posse de bola e não fez nada…
    Os bambis tem um time tão fraco que jogaram como time pequeno ontem, encolhidinho lá atras esperando uma bola apenas. E mostramos uma passividade absurda! Um chute a gol no começo do primeiro tempo e só!
    Michel na lateral é desperdicio, é uma das cabeças mais pensantes do time, não pode ficar lá atras.
    Brasileiro são 38 finais, não da pra aliviar jogo nenhum, e de quebra ainda perdemos a chance de afundar mais ainda os bambis! Decepcionante

  • Simplesmente ridicula a atuacao de ontem , perdeu pro time mais feio q ja vi dos bambis , se vai abandonar o BR q faca com moderacao e se empenhe pelo menos nos classicos…quero so ver quarta..

  • Infelizmente estamos 5 meses atrasados no planejamento. O Cuca precisa arrumar esse time em tempo recorde. Estamos ficando pra trás no Brasileiro e correndo um sério risco de eliminação na Copa do Brasil.

  • Fernando Prass: chutou rasteiro é gol. Os adversários já manjaram isso. Ou corrige essa deficiência técnica ou terá de sair…

  • Enquanto isso a Ponte(!) do Gilson Kleina(!!!) vai ganhando fora do Patético-MG. Falta vergonha na cara da maioria dos jogadores do nosso elenco.

  • Nota de rodapé… 32.000 pessoas no panetone e 800 mil de renda! Ridículo para quem se intitula soberano! que se fodam até sumir com toda a arrogância!

  • Nós (a torcida), precisamos também saber o que queremos! O Barcos e o Kardec deram certo pq o time jogava para eles! O Barrios nos mandou um recado, é jogador de esquema e suas excessivas “contusões” era o alibi para quem não gozava do prestigio necessário para exercer o papel de referencia do grupo, vejam o que ele está fazendo agora la no sul!
    Em uma outra análise pedimos muito por um meia armador verdadeiro e recebemos o Guerra! e logo depois contrataram a sua metade a preço de ouro, Borja!
    Ou seja, tivemos tudo o que queríamos como garotos mimados, agora vamos continuar fazendo malcriação?????
    Inaceitável a torcida vaiar a saída do Borja.
    inaceitável o grupo receber reforços deste quilate e não acreditar no potencial destes novos jogadores.
    Tá na hora do Dudu esquentar um pouco a cadeira e voltar com um futebol mais solidário e o Roger Guedes levar umas palmadas na bunda para aprender a não reclamar tanto.
    No Palmeiras de hoje a fila tem que andar, sempre que for necessário.

  • Quando esse time vai dificultar para os adversários? Adversários dizem: vamos lá, fazemos 1 gol e depois metemos 2 linhas de 4, eles não saberam o que fazer com o bola.

    É sempre assim! Não só o prass errou, quase todos foram mal.já é dificil quando o coletivo val mal, com falhas individuais então ….

  • Vale a pena virar a chave ou poupar o elenco se o time estiver indo bem em alguma das competições!

    O que não está sendo o nosso caso. Começo de campeonato brasileiro um pouco desastrado, falta de punch para nocautear o Inter e liquidar a fatura na Copa do Brasil e um time que não entendeu ainda o espirito da libertadores!
    Todos nós (eu inclusive) adoramos o soco que o FM deu no paraguaio, mas isso justamente demonstra a nossa falta de esperteza ou preparo para a situação!
    A chape é time fraco, jogando com vontade e time completo é 3 pontos garantidos e a passagem de volta sempre.
    Importantíssimo, já estamos carecas de saber que todos entrarão jogando por uma bola no Allianz, já virou tradição, então temos que treinar jogo para furar retrancas… infiltrações, passes médios e jogadas de ultrapassagens.
    E por fim, não temos 2º time ou time reserva entrosado ou plano B, então chega de inventar e entrosa o time principal e chegaaaaaa de perder pênalti!

    • O Palmeiras está precisando virar a chave toda hora pq não tem se preocupado em resolver os problemas logo de cara , embora fossem metas bem alcançáveis .
      Não tivesse ido tão mal na Bolívia , já voltaria de lá classificado e o jogo contra o Tucuman seria quase um amistoso , e uma vitória de meio a zero daria o primeiro lugar geral na Libertadores .
      Não tivesse entrado tão mole contra o Inter (o time jogou para o gasto , e olhe lá) , teria resolvido a vaga no jogo de ida , e assim não precisava jogar desconcentrado no brasileiro por tantas rodadas .
      E estes dois exemplos não são nenhum exagero de exigência , eram tarefas perfeitamente cumpríveis , mas o time parece preferir deixar sempre para resolver depois .

  • Eu não sei com qual mentalidade o Palmeiras entrou no jogo. Ficava num toca bola pra lá, toca pra cá, e “cadenciando” o jogo, sem objetividade nenhuma. Tem que ir pra cima e meter gol, cadê o “porco doido”? Faltou um centroavante e chutar mais de fora do gol, pelo menos isso eu via que o EB cobrava. Tchê Tchê merece banco urgente, tá parecendo aqueles garoto da oitava série que vai jogar com a turma do terceiro ano do ensino médio, amarelão, erra tudo, não tem vontade nenhuma, parece que ta ali por obrigação. Como que o Jean perde um penalti num clássico? Não pode perder, ainda mais o time perdendo de 1 a 0. Não dá pra entender o que acontece com o Palmeiras, tá mais bipolar que a torcida. Tenho até medo dessa diretoria “amigável” com todo mundo, e deixar o ambiente conturbar. Tá na hora de por a casa em ordem, chega de estrelinhas, chega de moleza, é treinar e treinar e treinar. Vamos lá no beira-rio e classificar, somos gigantes, não dá pra ficar com essa várzea não.

  • Ontem infelizmente vimos o ressurgimento de uma das piores facetas do Mestre Cuca:
    (uma das únicas realmente IRRITANTES):

    O Respeito excessivo pelos rivais nos clássicos. Ano passado também foi a mesma coisa, tirando nosso passeio ABSOLUTO em Itaquera, todos os clássicos com o Cuca foram medrosos e com um sofrimento absolutamente desnecessário!!! É algo que nosso GRANDE treinador precisa corrigir urgentemente em sua filosofia de trabalho. Não tem porque de um time bom como o nosso não poder jogar todos os clássicos como foi o de Itaquera. Tem que respeitar, claro, mas NUNCA respeitar excessivamente, tem que entrar pra respeitosamente DOMINAR e não deixar respirar. Até porque os caras já entram em campo se borrando de medo de nós. Se apertar só um pouquinho eles entregam.

    “Respeitar o rival” não é deixar de ir pra cima!!
    “Respeitar o rival” é disputar cada bola como s fosse o último prato de comida, mas com ela no pé tem que ir pra cima pra aterrorizar os caras, sem dó nem pena!!!

    • A minha impressão Capelini é que o time tem umas recaídas burocráticas. Muito certinho, cada um no seu quadrado, sem vibração, sem criatividade. Palmeiras não funciona assim!

      • Grande Schiava,
        Concordo plenamente, tem horas que esquecem de ser ‘Um TIME”!!

        Mas isso não apaga o fato de que o Cuca não sabe trabalhar bem em clássicos, falta tanto a vibração, quanto a gana de ir pra cima pra definir.

        Ano passado eu fiquei Puto com a postura do time em TODOS os clássicos (menos o de Itaquera) e ontem foi ainda pior.

  • O que mais me preocupa, é que em dois jogos fora de casa, demos apenas um chute que foi na direção do gol, nem de pênalti conseguimos acertar. Assim como no jogo contra a Chape, parece um time sem alma, que está jogando apenas para cumprir tabela. Se isso significa que abrimos mão do Brasileirão, na minha opinião, trata-se de um grande erro.

    • Outra, se o Jean continuar a ser o batedor oficial de pênaltis, ele precisa variar um pouco as mudanças, bate sempre no mesmo canto. Contra o Vasco (se não me engano), o goleiro quase pegou, ontem o goleiro bambi foi certinho na bola. Já está manjado, ou ele varia a forma de bater ou varia o batedor.

    • To mais irritado com os torcedores do que com a derrota. Ñ é o fim do mundo perder nesse estádio de merda e com Cuca chegando ontem..

      • É verdade , não é o fim do mundo . Eu fiquei mais irritado com a postura do time que com a derrota , ontem . O que me irritou profundamente foi a idéia de escalar 9 reservas contra a Chapecoense , pra descansar o time para jogar contra o coitado do Tucumán . Um óbvio exagero , que rendeu uma derrota que não devia estar nos planos .

  • Acabei de ver o VT do jogo com bastante atenção.

    Me irrita ver o Dudu querendo atuar como um meia armador, estilo Edu Manga, Zinho, Djalminha, Alex, Valdivia.. Será que nenhum técnico ainda não viu que ele não pode ser o “dono da bola” nas bolas paradas e nem ser o lançador do time. Chega a ser cômico as tentativas de enfiadas de bola dele e sua percepção de ponto futuro. O Dudu tem que ser a flecha e não o arco, cazzo.

    O Jean é melhor no meio do que na lateral, mas sinceramente é aquele jogador pra entrar e recompor o meio durante um jogo que está sendo ganho, pois pra sair jogando ele é um jogador sem uma marca registrada. Não é nem um marcador nato, nem um armador.

    O Mina é um baita zagueiro. Tem muita qualidade, mas virou o David Luiz nos últimos jogos. Não guarda mais posição. Virou lateral-direito, armador. Mais isso que zagueiro.

    Não entendo porque o Guerra é substituído todo santo jogo. É a única cabeça pensante deste meio.

    Gostei do Mayke e Michel Bastos precisa ser mantido na lateral-esquerda. É melhor que Zé e Egídio.

    Não entendo porque o Bigode e o Borja não podem jogar juntos!!!!
    O Bigode não sabe jogar enfiado no meio dos zagueiros. O forte dele é jogar aberto na esquerda, fazendo o facão para o meio. Coisa que o Sr. Dudu deveria estar fazendo, mas não consegue.

    Acho que é hora de se mostrar critério com os jogadores que não vêm bem. Pensaria em tentar Roger Guedes na direita, Bigode na esquerda e Borja enfiado. Deixar o Dudu descansar um pouco no banco.

    Enfim, é inacreditável como este time não consegue decolar. Perde jogos contra equipes extremamente inferiores e sofre demais para ganhar jogos simples.

    • Só uma observação, ontem o MB jogou de ala, o q é bem diferente de jogar de lateral. Prefiro ele do meio pra frente.

      • Sim. Como o FM foi recuado como um líbero, o esquema virou um 3-5-2 com Mayke e MB liberados nas alas. Mas acho nos jogos contra J. Wiltermann e Chapecoense quando ele fez a lateral também foi mais efetivo.
        Na linha de 3 (4-2-3-1) ou de 4 (4-1-4-1) ele seria uma boa opção pela direita com a perna trocada para os chutes de fora, mas acho que o nosso elo mais fraco hoje ainda é a lateral-esquerda.

    • Observações perfeitas!!! Vc fez uma ótima compilação de vários problemas que todos nós temos citado aqui já há algum tempo. O que é muito frustrante é ver que o E.B. não enxergava isso e agora o Cuca, inexplicávelmente, também não… Triste um time tão qualificado sofrer por questões tão óbvias…

    • “O Dudu tem que ser a flecha e não o arco, cazzo.” EXATAMENTE. Assim como não entendi nada, quando ele tirou o Guerra para colocar o Keno. Tirou o arco pra por a flecha? Ele se equivocou nessa.

    • Moises ta chegando pro dudu ir p dele.
      Jean é lateral, meio campo ta preenchido.
      Bastos é o meia no lugar do jean neste momento.
      Mayke ganhou a posicao p mim.
      Bigode é reserva do Dudu, moises vai cansar de dar assistencia p eles.
      Borja n sai da area e pra marcar o time usa ele como referencia, ele ganha nocao de espaço brazuca e responsa nao de fazer gol mas de defender tb.
      Perdemos jogos bobos, mas agora eh a hora de unir, saudar e compactar. Da chuva de criticas pra rajadas de gols

  • Penso que o Palmeiras tirou o pé nesse jogo e concordo com o texto que cita a dificuldade do time de virar a chavinha dos campeonatos. Pragmaticamente, o certo teria sido entrar com o time reserva. Estamos devendo somente 4 pontos da meta do quartil por causa da derrota para a Chape e do empate que não veio contra o SPFC. Pontos que podem ser recuperados mais pra frente no campeonato.
    Quando estamos na briga pelos títulos, os clássicos precisam ficar em segundo plano, pois a vitória é vista como obrigação e a derrota é o argumento que a mídia e os rivais precisam para desestabilizar nossa trajetória.

  • É bom perder pro Cuca já ir achando as fragilidades da equipe, três zagueiros não dá certo.
    Tem que deixar o Mina somente na zaga, e outra coisa, nunca entendi tirar o meia para colocar um atacante e puxar o Dudu para meio, isto não faz sentido se o Guerra não der conta, traz Valdívia ou Everton Ribeiro.
    Michel Bastos tem que ser titular na lateral esquerda, William segundo tempo. E o Prass tem crédito, mas se bobear, o Jailson está pronto.

  • Alguém por favor chama o Evair por gentileza ensinar como bater pênalti ao Jean?
    PQP, o gol daquele tamanho e o sujeito consegue chutar fora.
    Tem de ver também se o Prass já está com a validade vencida por favor. Obrigado!

  • Só lembro que o jogo com 3 zagueiros foi um desastre no primeiro tempo no Uruguai. Cuca identificou o ponto fraco mas mexeu errado. O nosso problema é de segundo volante. Fica evidente que Moisés o ano passado defendia por ele e por Tche Tche. Lembro tb que F. Mello na África do Sul jogou como segundo volante. Acho que é muito por aí.

  • Preocupante a postura do Cuca frente as duas derrotas no Brasileirão: tudo bem, tudo normal, perder em Chapecó é normal, perder no morumbicha é normal… Vamos acordar! Até qdo vamos viver do título do ano passado? Já estamos no mês seis de 2017 e o time parece relaxado. A impressão q dá é q o Cuca ainda não se encontrou com esse elenco maior e mais qualificado, fica tentando inventar todo jogo. Volta pro Cucabol! Na minha opinião tem q definir o time titular e botar pra jogar em todas as competições, salvo suspensões, contusões e casos especiais como do ZR.
    Uma última observação, o discurso com o Borja, q foi perfeito, só durou o jogo contra o Vasco, saiu contra o Inter, saiu contra o Tucumã e ontem (inexplicavelmente) ficou no banco. Tá na hora da torcida começar a cobrar o time e a CT.

    • Essa história de poupar só dá certo quando o time titular está Muito Bem, REDONDINHO e os reservas que entram estejam também em boa fase tentando pedir passagem. NENHUMA das duas hipóteses estão remotamente perto da realidade atual; o time titular, apesar de não estar mais um catadão, está muito distante de estar afinado, com várias falhas ainda por corrigir e praticamente todos os reservas estão em momento ridículo!!!

      E realmente não tá dando pra entender o ‘caso’ Borja, parece que tem alguém internamente forçando a barra pro cara não dar certo; sabe uma dessas pessoas que ano passado não tinha acesso ao vestiário e CT e esse ano voltou a frequentar áreas que deveriam estar blindadas…

      (EDIT:) E realmente essa postura de “normal perder” é extramamente irritante, tem que parar com isso URGENTE!!! normal é o … VSF!!! não tem nada de normal!!!

  • Concordo com quem diz que não se deve poupar jogador num clássico. Mas, assim como apontou o Conrado, Mayke e Juninho não comprometeram. E Michel Bastos no lugar do Zé Roberto me parece uma troca recomendável para o resto do ano. Cuca errou mesmo foi inventando – justamente num clássico – um esquema com o qual os jogadores não estão acostumados. Tivemos boa posse de bola no primeiro tempo? Dane-se. O goleiro adversário não fez uma única defesa o jogo inteiro. O forte do Palmeiras à la Cuca nunca foi a posse de bola. É a marcação sob pressão, roubada de bola e transição rápida para chegar na cara do gol. Por que abandonar isso bem num jogo tão importante?
    Cobrar que o time esteja 100% no quinto jogo do Cuca seria injusto com o técnico. Mas estamos quase no meio do ano e esse elenco continua muito abaixo das expectativas. Não parece com gana de campeão. Como se ainda estivesse na ressaca de 2016. Felipe Melo é uma exceção: parece focado em todos os jogos. Que a diretoria identifique a razão e corrija o quanto antes. E traga um centroavante para disputar a vaga com o Borja (William tem repetidamente mostrado que joga muito melhor tendo um atacante de referência ao lado) e um meia para termos opção também ao Guerra. Queremos o bi do Brasileiro para manter a tradição (1972-1973, 1993-1994).

  • 3 zagueiros. Mina subindo toda hora para apoiar o ataque, sendo que parece um retardado correndo e não tinha capacidade de acompanhar o Araújo. Jean Nota 5, foi colocado no meio, que desastre! Lembrou muito o Felipe Menezes. Willian é jogador de segundo tempo, foda-se que está jogando bem, pagamos 10k no Borja, e ele não vai ficar no banco. Esse papinho de chavinha é uma excelente desculpa, mas não pode ser mais usada. Aaaaaah se fosse o Eduardo.

  • Evitei escrever ontem com a cabeça quente. Então, hoje, dá para dizer uma coisa positiva (que custei para achar): Michel Bastos precisa ser titular desse time. Sempre joga bem, mesmo com o time indo mal. Que o Cuca arrume logo um lugar para ele. Prefiro aí, na lateral esquerda, mas pode ser como meia atacante também.

  • Nao é por nada nao, mas a tabela do Campeonato Brasileiro ta uma merda. Jogar dois jogos fora de casa em sequencia ja no inicio é sacanagem e ainda contra adversarios onde o Palmeiras nunca tem bom retrospecto, 15 anos sem ganhar no Morumbi e nunca ganhamos na Arena Conda.

  • Esse inicio de campeonato ja comeca acender a luiz amarela. Se continuar assim, vamos disputar a serie B ano que vem. Para escapar do rebaixamento este ano, Palmeiras precisa comecar a se preocupar mais no brasileiro e esquecer um pouco a libertadores.

  • Se a libertadores tá sugando o elenco então ferrou de vez, pois não está jogando bem em nenhuma das competições . Muita inconstância. Joga bem num período depois apaga. Não entendo este rodízio quando nem chegou no meio da temporada; já cansaram? Tem muito trabalho a fazer o Cuca.

  • Na verdade, esse é o terceiro jogo s/ tesão nenhuma do Verdão em 2017, (Gambas, Ponte e Bambis), na minha visão a cota já estourou, é inadmissível perder desse jeito p/ esse time dos bambis (são ruim demais, muito fracos mesmo), não da pra botar na conta do Cuca ainda, embora ele errou hoje sim, mas as falhas principais foram 2 frangos do Prass (que falhou tb contra o Tucuman) e um penalti muito mal batido pelo Jean, mas enfim, tb não é o fim do mundo, mas falta gana de campeão ainda pra esse time, joga muito de salto alto em vários jogos que é pra atropelar e ai se complica. Alguns atletas estão muito mal TT, Dudu e é claro Borja, outra coisa, Willian de costa pra zaga não vira, precisa de um centroavante, Borja ou algum outro. Perdemos 4 meses do ano c/ EB, por isso tamo iniciando do zero, é ter paciência e torcer pra dar liga o mais rápido possível, agora acho deveria se pensar em utilizar os meias que compramos, variar um pouco mais. Mas bola pra frente, pra mim hoje foi derrota vergonhosa, pois esse time dos bambis era pra meter 3 a 0 fácil….VAMO VERDÃO!!!

  • Uma substituição para melhorar o desempenho, o moral, a sorte, a segurança e a saída de bola​ do time, tudo de uma só vez:

    JAÍLSON, O INVICTO!

  • Se o elenco é tão bom como falam,não tem que ter essa desculpinha de priorizar o mata-mat.São muito bem pagos e em dia,coisa rara hoje aqui no Brasil.Que coloquem o coração na ponta da chuteira em todos os jogos e façam por merecer,senão a fila anda!Que falta está fazendo Paulo Nobre nos vestiários,hein?
    Esse banana de presidente,marionete do Mustaphante é fraco de vestiário.Basta ver a rendição e a volta ao programa do escroto do Neto.Com Nobre,a pegada era outra!!!!

  • depois da partida contra o Penarol no Allianz perdemos pra Ponte…
    e depois da vitoria contra Tucuman perdemos pros bambis… Conrado tem razão; a tal da chavinha não tá sendo virada ou a Liberta tá sugando todo gas do pessoal…

  • O Prass Falhou hoje, blz, mas contra o Vasco ele jogou muito, e contra o Inter a bola que pegou salvou o time também, perder pra essas Bixas é foda, mas querer que o Prass saia do time por esse jogo ai já e demais, na minha opinião quem ta bem mascarado e não jogando nada é o tche tche.

  • Ficou nítido que o time entrou para cumprir tabela, com a cabeça no jogo de quarta-feira.
    Nenhuma corrida mais longa, nenhuma dividida mais forte.
    Faltou entrega, faltou raça.

    Quando o SPFW percebeu que o Palmeiras estava contente com o 0x0, foi pra cima e contou com as falhas do Prass.

    O principal erro do Cuca foi tirar o Guerra, o melhor em campo, e deixar o Jean, que era um dos piores.
    Desmontou o time…

  • Ainda não sei pq o Jean é o cobrador oficial de pênaltis, tdos os pênaltis dele são mal batidos, até os convertidos são pessimamente cobrados, ele vai com aquela paradinha ridícula e chuta fraco , os goleiros sempre pulam no canto certo nas cobranças dele, na primeira rodada contra o Vasco o goleirão chegou a tocar na bola de tão mal batido que foi o penalti, sorte ter entrado, hoje ele fez a mesma coisa, so que tento colocar no alto e erro bisonhamente, mas a culpa não foi só dele, o Prass hoje tambem foi uma lastima, o primeiro gol por mais que tentem dar méritos pro Pratto igual o Corado fez na analise do jogo, aquela bola dava pra defender facilmente, nem foi no contra pé nem nada, uma bola daquela praticamente em cima dele totalmente defensável puta frango, e o segundo gol foi ridículo, parecia um goleiro juvenil…o Cuca tambem peido na farofa, não era jogo pro Willian, ele não é centroavante, nem tocou na bola, era pro Borja começar jogando , e o pior que o Cuca não viu isso no intervalo e manteve o mesmo time no segundo tempo, sem falar que mexeu mal, não devia tirar o Guerra, demorou pra por o Borja, hoje tudo deu errado mesmo, e perder pra essas bixas é quase admissível não se pode encarar como uma derrota qualquer, alem de ser um classico com rivalidade tudo tdo um contexto histórico contra essas bixas nojentas, tem que dar uma chacoalhada no elenco, la se vão 24 jogos (15 anos) sem ganhar delas no Panetone isso é vergonhoso!!

  • Para mim o jogo foi perdido pelo Cuca. O Felipe Mello nao jogou de volante mas como um terceiro zagueiro. Mina jogou aberto pela lateral direita e com uns avancos desguarnecidos. Nao achei que nem Mayke e nem Juninho tenham ido bem no jogo – nem sequer para terem notas superiores. Michel Bastos e Guerra foram um pouco melhores que o resto. Embora Keno tenha prroduzido mais que eu esperava, nao tinha espaço para a velocidade. Era jogo para o Borja jogar desde o início. Borja parece desmotivado…nao corre o bastante e suas feições são de pouco caso. William Bigode nao rendeu e Dudu deveria ser substituído. Infelizmente nosso tecnico deu uma de prof Pardal.

    • Cara, o Palmeiras controlou e não deixou a retranca bambi jogar no primeiro tempo, é culpa do Cuca que a porcaria do goleiro leva dois frangos em duas bolas que vão? É culpa dele que o atacante de 40 milhões é vagabundo, displicente, egoísta e fresco? Ou é culpa dele que o Jean chuta o penalti a 10 metros do gol?

      • É culpa dele sim que continua escalando a merda do Tchê Tchê e o Dudu que não vem jogando nada. Ficar com a posse de bola ou não sofrer riscos não quer dizer que jogou bem, Palmeiras deu um chute a gol no primeiro tempo. Agora, vc tá falando do Borja que entrou faltando 15 minutos com o time jogando porcaria nenhuma? Claro, sempre a culpa é dele… Só faltou culpar o EB tbm hahaha

        • Tche Tche até concordo, Dudu acho que não dá pra tirar e nem tem ninguém que rende mais. Borja entra com 90, 45, 0, e é sempre a mesma coisa, não dá um passo pra marcar ninguém, não se movimenta, é egoísta e não capricha nas jogadas. Banco com EB e agora banco com Cuca. A gente tem que ficar passando a mão na cabeça sempre?

          • O cara fez, se não me engano, 39 gols em 2016. Alguma coisa está errada…

  • 2 frangos do Prass que já vem falhando em todos os últimos jogos.

    Pode pegar todos os pênaltis que o Jean bateu, não tem nenhum bem batido, os que entraram foi por pura sorte ou incompetência do goleiro.

  • Prass e Jean: os culpados.

    Time jogou com muita segurança e tranquilidade contra a RETRANCA do M1co, a primeira bola que foi, Prass falhou. Jean teve a chance de empatar e bateu bizonhamente. Segunda bola no gol, Prass FRANGOU.

  • – Time que joga pra empatar, por uma bola (nossa única foi no pênalti) quase sempre perde. Tem hora boa pra inventar (2o tempo de jogos ganhos), e tem hora que o bom arroz com feijão resolve. Hoje, o único time que entrou para buscar a vitória (ainda que por um magro 1×0), venceu;

    – Os caras vêm com 3 zagueiros? Vamos de 3 atacantes + chegadas-surpresa dos meias, que hoje desapareceram do jogo. Se não fizer maioria numérica, não vai fazer gol;

    – É tão difícil perceber que MIchel Bastos rende mais na ponta direita e que Willian + Borja, nas poucas vezes que jogaram juntos, fizeram o ataque ser muito mais efetivo?

    – Temos mais de 30 atletas qualificados no elenco: chegará um momento onde teremos 02 times mesclados e competitivos (buscando as metas do ano com a mesma pegada) ou usaremos os mesmos 18-20, deixando os 10-12 restantes para nada mais que sparring?


    Por último – não que isso mude muita coisa, mas ao menos é representativo – o capitão do time é o seu técnico e grande líder dentro de campo. O cara que orienta os companheiros, cadencia a partida na hora certa e não desiste do jogo 1 minuto sequer. Esse cara pode ser Prass, Zé, Edu, Mina, Felipe Melo, Guerra… que seja um rodízio! Mas esse caminhão de moral dada ao Dudu não se justifica e acaba contribuindo para queimar um jogador altamente promissor por excesso de mão na cabeça.

    • Difícil questionar o esquema testado quando a derrota vem em falhas individuais de dois jogador regulares e incontestáveis… Os frangos do Prass foram à lá Bruno/Deola!

  • Que isso inventar esquema tático em um clássico parece o eb. com esse 9-0-1 tava demais… Sistema bem covarde. para quem pedia o willian de titular viu que não funciona. precisamos de um novo batedor de pênalti e o Jailson pra titular urgente!! 3 últimos gols foram frangos… sem contar os frangos em campinas…

  • Calma gente, tudo tem um lado positivo: depois dessa o m1co ganhou sobrevida e fica mais um bom tempo pra afundar o SPFW.

  • Alguém fala para o Dudu NÃO COMER UMA FEIJOADA ANTES DO JOGO, por favor? É o segundo jogo que ele não jogada nada, só pode ser culpa de uma baita feijoada!!!
    Jean também, não se ajuda, totalmente inoperante.
    Mas o que me preocupa mais são as falhas do Prass, 3 em 2 jogos, tá me deixando com uma pulguinha atrás da orelha… time uma máquina, com Felipe Melo, um goleiro que pegou tudo (na Inter de Milão), copa do Mundo, 2 falhas de goleiro na semi, é amigos, tomara que não seja o mesmo filme!!!

  • Defensivamente, encaixotamos o SP. Até a frango do Prass, poucos riscos. O erro ficou no ÚLTIMO terço. É o esquema para o Borja. Após o gol, Colocou Borja no Felipe e desfez o esquema, novamente desfavorecendo Borja e dando ao SP mais liberdade. Espero que a comissão técnica avalie e ñ leve em conta corneta achando que o culpado é o esquema. Pra mim, formação ideal, mas que precisa de ajustes.

  • É difícil ver alguma coisa boa nesta merda toda.

    Mas…

    Vejamos: se não fosse os dois frangos, tudo não teria passado de um zero a zero deprimente. E ainda houve o pênalti que o Jean cag….. deixa pra lá.

    Mesmo jogando cretinamente mal, a derrota foi fruto de fatos improváveis – como duas falhas de um jogador constante como o Prass.

    Acho bem difícil que Cuca cometa novamente TODOS os erros de escalação e posicionamento em um mesmo jogo.

    Bola pra frente.

  • Por pouco q o time tenha produzido, fatos pontuais foram determinantes: erro de marcação no prim gol, penalti perdido e falhas do Prass em ambos gols.
    Aliás, bem estranha essa série de 3 falhas em 2 jogos. Nesses quase 5 anos c a gente, mal lembro dele falhar.
    E pior do q a derrota é a incerteza trazida pelas recentes oscilações.
    Tomara q façam parte da quota de derrotas q costuma iniciar os ciclos do Cuca, vide chegada ao Galo e nosso próprio caso ano passado.
    #ForzaCuca

  • Difícil entender o time e Cuca hoje. O treinador monta um esquema FEITO para o Borja e põe o Willian. Ok, boa fase do bigode. Mas no segundo tempo não há explicação para o que ele quis fazer. Esperou 26 MINUTOS p/ por o colombiano e quando coloca, tira o Felipe melo, Guerra, desmonta o esquema e deixa Dudu centralizado. Selo Eduardo Baptista, pra ñ dizer outra coisa. E o time? Sempre procura a referência quando o Borja NÃO está em campo. Mas a culpa é do BORJA Ñ É MESMO? Complicado. Tudo errado contra um time todo errado. Infelizmente, estamos pagando por perder 5 meses de futebol. Ñ é o fim dos tempos, mas vai levar um tempo pro técnico encaixar o time de novo e ate lá podemos sofrer muito. Já começamos a nos embolar no sprint inicial. Em um campeonato como esse, isso pode ser fatal. Sinal de alerta ligado.

    Meu pitaco para melhorar: Primeiramente, nada de culpa do esquema, pra mim esse é o ideal, até pela volta do Moisés. Defensivamente bem. O erro no jogo foi no últiml terço. Também ficou nítido como Michel pouco rende pela esquerda. Bota Michel na faixa direita (onde mais rendeu na carreira) no lugar do Mayke, até pela capacidade dele de abrir o jogo. Borja como referência. Felipe Melo no lugar do Tchê Tchê que vem mal há um bom tempo. E por último, Mina: Vamos conter mais as súbidas alá David Luiz. Time vai cadenciar e ter mais qualidade no último passe. 

    Time mantido no 3-4-1-2: Prass; Mina, Dracena e Juninho; Felipe Melo, Jean, Zé Roberto e Michel Bastos; Guerra; Dudu e Borja.

  • E assim meus amigos , alguns pontos precisam ser analisados :
    1- Não temos o melhor elenco do Brasil , isso foi onda da imprensa e onda da nossa torcida , onde me incluo ;
    2- Time anda demonstrando uma falta de vontade inacreditável em alguns jogos ;
    3- É urgente que alguém chegue chutando a porta do vestiário e ponha ordem na casa , porque tem alguma coisa errada com o elenco e não é de hoje ;
    4- Jogos que vencemos foi mais na qualidade individual que temos , isso é inegável , e na ruindade de alguns adversários do que no conjunto ;
    5- Parece que só vale a Liberta , e se isso é verdade ela vai virar obrigação ;
    6- Do jeito que iniciamos o Brasileirão é brigar para ficar no meio da tabela…
    Quanto ao jogo de hoje , Cuca pelo amor de Deus para de inventar escalação e substituição , só fez besteira hoje e contra a Chape…
    Prass tomou dois gols rídiculos , Jean bateu o penalti com a bunda , Tche Tche e Dudu estavam jogando ?!?!?!Faz tempo que não vejo eles jogarem… Esse tal de Mayke é ruim demais , Fabiano é melhor , Mina e Felipe Mello jogaram em que posição ?!?! Não entendi porra nenhuma ( voltando ao começo , Cuca inventou demais ) , Juninho é um bom rebatedor e só , MBastos não comprometeu , mas também não ajudou ; Guerra também estava com sono ; Bigode não é a dele jogar enfiado entre os zagueiros , será que nem o Cuca vai perceber isso ?!?!?! Os que entraram não vou nem comentar porque o Cuca só cagou nas alterações…vtnc , acabou com meu fim de semana perder um clássico e para um time muito ruim…só quero ver que porra o Cuca vai fazer na quarta…

    • No ano passado, quando foi campeão, Palmeiras perdeu duas nas quatro primeiras rodadas (incluindo São Paulo). Foram seis ao todo. Tava demorando os arautos do apocalipse dizendo que o campeonato já era.

  • Vamos ver se agora o time vai entrar com pelo menos 70% do time titular todo jogo , pq tem que pontuar bastante e passar nos mata-matas , ao invés de ficar “dando rodagem pro time reserva” – uma das pragas do futebol moderno – e sacrificando pontos com isso . Quem tem que rodar , pq não estão jogando nada , são os titulares , mesmo .

  • Mayke não fugiu do jogo. Mas só acertava passe de dois metros. De resto, errava tudo.

    Pensei que estivesse tremendo sob o peso da camisa disputando um clássico.

    Mas depois da batida de escanteio RASTEIRA… lembrei que João Pedro não era tão ruim assim.

  • Pessoal, ninguém foi bem hoje. Alguns foram péssimos como Dudu e Tchê Tchê (pra variar), Prass, Cuca e Guerra. Alguns não comprometeram como o Michel e o Felipe Melo. O resto foi ruim, mas pelo menos o Mayke demonstrou alguma vontade. Basicamente foi isso. Cuca, por favor, ou coloca o Michel no lugar do Tchê Tchê e mantenha o Zé na lateral, ou coloca o Michel na lateral mesmo, mas jogue com Felipe Melo e Thiago Santos juntos. Tchê Tchê não da mais, não tem desculpa para mantê-lo.

    Obs: O problema era do Borja né?

    • Poiseh… o time teve mobilidade e criou pra caramba sem o Borja.
      Pagam 35 milhões por um cara que faz 39 gols em 50 jogos e queimam o cara consecutivamente.

  • Alguém pode dizer “ah, mas se o Jean faz o pênalti a história seria outra…”

    É um pensamento bastante equivocado. Porque o Jean simplesmente não sabe bater pênalti. É um completo mistério o motivo que o fez ser eleito batedor oficial.

    Talvez seu aproveitamento nos treinos seja absolutamente perfeito, o que é muito difícil de acreditar. Mas no jogo suas batidas são patéticas e isso deveria obrigatoriamente ter sido notado pela comissão técnica há tempos.

    Jean já perdeu outras cobranças e mesmo quando marca, a bola passa entre as mãos do goleiro e entra, ou simplesmente bate no goleiro e entra. Não inspira nenhuma confiança. Jean e Dudu é tudo o que os goleiros pediram a Deus na hora do pênalti,

    Até quando vamos ficar a mercê desta burrice?

    • Concordo que ele não bate muito bem os pênaltis, mas o aproveitamento dele nos jogos até que é bom. E concordo tbm que a história não seria outra, na verdade se ele fizesse o placar seria injusto.

    • No pênalti de hoje , a responsabilidade tinha que ficar pro Michel Bastos , que era capaz de furar a rede para calar a boca da torcida . Concordo sobre o Jean , comentei a mesma coisa com um amigo antes da cobrança – quando ele não erra , acerta por pouco (geralmente o goleiro chega a tocar na bola) . Já está na hora de termos plano B , C e D para cobradores de pênaltis e faltas .

      Pra concluir : time que não chuta uma bola no gol , vai ganhar como ?

  • O Cuca chega na apresentação e diz que vai dar confiança ao Borja. Diz que vai deixar ele jogar o tempo inteiro sem pressão de ser substituído. Ai no 1º jogo faz isso e o cara mete 2 gols.
    E aí o que ele começa a fazer na sequência????
    Ele começa a fazer o mesmo que o Eduardo Batista. Tira o cara aos 15 min. do 2º tempo contra o Inter. Não relaciona o cara contra Chape. Tira o cara aos 10 min. do 2º tempo contra o Tucumán… e deixa o cara no banco até os 30 min. do 2º tempo contra o São Paulo (time ao qual o cara tem estrela).

    Pega e devolve o cara lá pra Colômbia de uma vez, cazzo.

    • Perfeito, não entendi isso tbem. Deu uma moral pro cara, ele pegou confiança e enfiou dois no Vasco. Nos outros jogos colocou a moral do jogador lá embaixo de novo, sem sentido nenhum isso.

    • Se deixa o cara no campo , ele não se motiva … se tira do time , ele não se motiva .
      Acho que o problema está nele , não no Cuca .

    • Então rasga os 35 milhões de temers de uma vez e devolve o cara pra Colômbia ou empresta para o Grêmio. Afinal em 5 meses o cara que fez 39 gols em 50 jogos em 2016 e que foi eleito o melhor jogador das Américas desaprendeu de jogar.
      O problema desse cara é 1 só. Falta de confiança. Ele é tímido e não está se sentindo importante para o time. Dá sequência de vários jogos pra ele. Deixa ele o jogo todo como contra o Vasco. Deixa ele tranquilo que vai meter gol.
      É só ver o que o Tite fez com o Vagner Love quando voltou da China. Tirou o peso das costas do cara e depois de um início ruim foi um gol atrás do outro.

    • Nossa mano. Deixa essa opiniao guardada p vc. O cara joga bola, n eh td mundo q chega deitando igual o Mina

  • O desperdício do bom passe do F. Mello na saída de bola foi fundamental para a vitória dos bambis. Errou feio o Cuca. Mas tem crédito.

    Essa derrota nos classificou quarta-feira, podem acreditar. A soberba evaporou hoje. Caiu a ficha de vários jogadores, o time não ganha à hora que querem. Tem que ralar o côco.

    • Já pensei isso mas a ficha deles não caiu contra os gambás, contra a Ponte, contra o timeco que ganhou da gente na Bolívia. Acho que a ficha só tem chance de cair primeiro se eles levarem uma chamada forte da diretoria pra ensinar um pouquinho de humildade e segundo se nós mesmos, os torcedores pararmos de achar que esse elenco é de outra galáxia, que somos o time mais foda do Brasil, etc.

    • Contra a chapecoense, tinha a desculpa pelo fato de ser o time reserva.. Agora nao tem desculpas. Mas apesar de tudo, Felipe Melo e Mayke fizeram uma boa partida…

    • Beleza, essa derrota nos classificou quarta.

      Mas tinha que perder pros Bambis, com o time deles se defendendo como se fosse uma presa, dentro do Morumbicha, fazendo um jogo sonolento e o técnico deles sendo o Bambi Ceni pra acordar? Não podia ser uma derrota menos dolorosa, não?

  • Feijão com arroz próximo jogo:
    1) Esquema 4-2-3-1;
    2) Colocar quem está melhor pra jogar:
    Jailson, Jean, Mina, Juninho, Michel Bastos, Felipe Melo, Thiago Santos, Guerra, Dudu, Borja, William.
    3) Alguém do clube (de preferência o presidente) dar um come rabo nesses jogadores, ensinar um pouquinho de humildade, vontade, etc.

  • Essa é para quem viu a Copa de 90: o time do Palmeiras antes de entrar em campo tomou litros daquela água que deram para o Branco. E isso vale para o Cuca também.

  • Tche Tche pelamor de Deus, esqueceu de como jogar bola.. Willian no lugar do Borja nao faz sentido, sao jogadores de posições diferentes.. O lugar do Borja eh na área.. O problema eh que tanto o EB quanto o Cuca nao estão sabendo usa-lo.

    • O time chegava na lateral, alguem olhava pra área pra cruzar e não tinha centroavante. Não entendi qual foi a estratégia pro jogo.

    • tem que falar pro cuca assistir uns jogos do atlético nacional ano passado, quem sabe aprende alguma coisa

    • Poiseh, no primeiro tempo o Mayke cruzou umas 3 bolas perigosas, mas haviam 2 anões lá dentro da área.

    • Ufa, graças a Deus mais alguém criticou o Tchê Tchê…Acho que o pessoal esquece pqe ele anda jogando tão mal que ngm percebe que esteve em campo

  • O primeiro tempo já tinha sido uma merda , e o comentário do Cuca foi que ele não mexeu pq tinha gostado do time no primeiro tempo . Só caiu na real depois do primeiro gol .

  • A principal coisa pra mudar agora é mais humildade (inclusive de nós torcedores). Esse time joga muito de salto alto, nós ficamos dizendo que é um elenco espetacular e tal e a realidade por enquanto é outra. Dá impressão que essa euforia da torcida (de Real Madrid da América) contagiou os jogadores e eles jogam achando que ganham qdo querem, sem vontade, toquinho pro lado e pro outro sem chutar nunca pro gol…

  • Entrou pra empatar e perdeu!
    Prass infelizmente duas falhas hoje.
    Dudu sem produção
    Borja teve uma chance e isolou

  • Um ataque que podia matar muitos jogos logo no início , mas que não agride ninguém . Vai ganhar de quem , assim ?

  • O que aconteceu hoje foi ridículo. O time andou em campo. Parecia que aproveitaram o frio e pediram edredom. Quando o Cuca chamou o Keno eu acreditava que o Jean seria sacado, porque ele errou TUDO o que ele tentou, e ainda me chuta o pênalti daquele jeito? Nota zero pra ele. O único que entrou com vontade foi o Keno mesmo, mas sozinho não ia fazer nada. Muito doloroso perder pro time do Bambi Ceni.

    Única coisa boa de hoje foi o Cuca perder com a calça vinho. Esse papinho escroto de superstição é muito chato, e ver a torcida inteira entrar nessa palhaçada é vergonhoso, igual o time foi hoje.

  • Dudu e tche tche reserva, os cara são uns morto, muito erro individual no jogo, os caras não dando valor a importância do clássico, não tinha nada de diferente do jogo contra os gambás pelo paulista

  • É, patrocínio foda, sócio torcedor, renda, e “super elenco” não ganham jogo se a galera não tá afim. O goleiro deles teve que fazer alguma defesa no segundo tempo?

    Perdemos do Pratto, pq o timinho deles tb, bem qualquer bosta.

  • A verdade é uma só. Me dói dizer isso mas somos fregueses de carteirinha das meninas. Principalmente nesse estádio do demônio. TIME RIDÍCULO! Péssimo dia o Cuca escolheu para fazer testes. Deveria ter feito testes contra um Avaí da vida, agora aguenta a soberba das bambinas.

  • Conclusões:
    1) Cuca, não invente moda, faz o feijão com arroz do ano passado que tá muito bom;
    2) Prass tá falhando, tem que jogar quem foi bem ano passado, o Jailson
    3) Alguém do clube tem que dar um come rabo nesses caras pq eles se acham o máximo sem ser e isso em parte é culpa nossa (torcedores)
    4) Não tem esse elenco todo não, isso é ilusão que a mídia tá passando pra nós. Se tivesse esse elenco maravilhoso não tinha apanhado do São Paulo hj e nem perdido pra Chape (que não é nenhuma grande coisa)

  • dois frangaços do Prass, hoje o time tdo jogou merda nenhuma mas o Prass foi decisivo engolindo dois frangos, duas bolas totalmente defensáveis

  • Ridiculo e a unica palavra q encontro…time sem vontade , so importa a libertadores ???? Os piores hj : Cuca , escalou mal pra caralhone modificou pior ainda ,se fosse o Eduardo tava todo mundo metendo o pau , Prass , frangaco no primeiro gol , Jean bateu o penalti com a bunda … um time ridiculo…quero so ver na quarta… Libertadores virou obrigacao pq no ritmo q o brasileirao ta indo e brigar pra ficar mo meio da tabela…

  • Faz muita falta o Moises, ele tinha raça pra jogar e contagiava o time. Como o time do Palmeiras tá cagado esse ano, não tem um pingo de vontade. Dá raiva ver o Palmeiras jogando esse ano.

      • Nem Libertadores. Não vamos nos iludir pq era com certeza o grupo mais fraco da Libertadores. Conseguiram perder feio pra um timeco da Bolivia, não podemos esquecer.

        • Quem estava no comando era EB. O Cuca mandou o time pra cima e ganhou qdo foi técnico. Na Libertadores a pressão é maior. Pode esperar que nas oitavas em diante o pau vai comer solto na academia.

          • Baptista tbm não ganhou por pouco do Tucuman e jogando lá na Argentina. Com um a menos jogamos bem melhores e Borja errou uns 3 gols fáceis

  • A culpa era do Eduardo Baptista, do Borja… Mas nunca do Tchê Tchê e Dudu que não vem jogando porcaria nenhuma

  • Palmeiras foi ineficiente. Jean cagou. Prass não foi bem. Que desastre. Arrancamos mal demais neste Brasileirão.

  • Pior q perder para a Ponte preta no Paulista é perder esse jogo pros Bambis. Time horrível desde o inicio do jogo. O goleiro bambino nem sujou o uniforme.

  • Vamos como torcedores baixar mais a bola pessoal pq essa história de melhor elenco do Brasil contagiou esses jogadores. Olhem o jogo e vejam que eles pensam que são o máximo, não precisa nem chutar pro gol, é só toquinho pro lado.

  • Que péssimo resultado… perder assim deste time fraco e volátil é bizarro. Única coisa boa é que ajudamos a manter o Cenil no comando do time

  • E agora que não tem mais como por a culpa no técnico?
    Pelo menos o tche tche tá pontuando no cartola [ironico] – antes que me xinguem rs

  • É o time do toquinho cagado pro lado e pro outro. Cuca, com todo respeito baixou o estagiário burro EB nele hoje.

    • Esses caras não ligam pra tabu, quem liga é a gente hahaha Espera que vai ter uma vontade a mais deles pra quebrar?

  • Vão dizer que é falta treino pq o time ta desgastado. Esses jogadores estão sem vontade nenhuma de ganhar o jogo. Parece que importa só Libertadores, o resto é cumprir tabela.

  • Tchê Tchê é o novo olhinhos de margarida… pior que não é só pro técnico e sim pra torcida inteira! Inacreditável

  • Está mais do que na hora desse Presidente de m…,, tomar uma atitude é cobrar esse caras, trocou o técnico e a falta de vontade é latente. Quem não tiver afim de correr que saia

  • Cuca fez nesse jogo mesma coisa que no ano passado com o Santos, colocou o time todo cagado tocando a bola, se defendendo e pouco se fudendo pra chutar pro gol. No jogo contra os gambás esse ano foi a mesma coisa, esses jogadores acham que são o melhor time da história, que fazem gol quando querem. Dá raiva ver esse jogo de passe pra um lado, passe pro outro e nada de chutar pro gol nessa porra.

    • Ficar tocando bola não ganha jogo, tem q ir pra cima e chutar pro gol. Fica nesse capricho todo e ainda perde pênalti. Eh de morrer uma merda dessas.

  • Alguém pode me dizer o que o Tchê Tchê anda fazendo pra ser titular? Além de só tocar de lado, e errar maioria dos passes

  • De que adianta ficar bradando nos quatro cantos que tem o melhor time do Brasil, que tem 2 times… Perde no sábado pro time totalmente de refugos da Chapecoense e perde hoje pro pior SP da história

    • Cara, tenho a mesma percepção. Como goleiro, sempre torço pro batedor dar a paradinha. Quando ele “para” e vê que você não pulou ainda, é quase certo que vai perder.

  • Perder pra esse time dos bambis é uma vergonha… Não sei como tem gente que defende a permanência do Tchê Tchê no time titular

  • A TV pirata não tá muito boa hoje.
    O que pude perceber foi um primeiro tempo mais pra cozinhar o galo, quer dizer, a franga.

    Faltou um jogador pra fazer jogadas de infiltração e linha de fundo.
    Sugestão: sai Jean, entra Guedes ou Keno.
    Maike estreou bem.

  • Primeiro tempo de tche tche e mina muito ruins, com dudu e bigode o time fica muito fraco na frente, mas é interessante essa formação, tomara que no segundo tempo o verdão garanta os 3 pontos.

  • Não vou julgar a teoria da estratégia do Professor, mas na prática não funcionou legal não, tomara que no 2o tempo a história seja outra…

  • Um chute perigoso pro gol o primeiro tempo inteiro, não adianta dominar o meio de campo se não ataca. Torcemos pra que o time chute pro gol no segundo tempo pq nesse aspecto o verdão foi fraco até agora.

  • e galera a derrota pra chape,foi o ponto fora da curva msm, pq o vasco ganho 2 seguidas ,sinal que o time titular do palmeiras e foda msm… tenho ctz que e tudo nosso esse ano….

  • Acaba de sair a escalação BORJA NO BANCO !!!
    Vamos ver se o William esta mesmo em boa faze, ou então vamos ver se um chá de banco no Borja faz ele jogar o que sabe !!!!

  • Essa história de Tabu me parece completamente irrelevante, algo que só serve pra “eles” contarem alguma vantagem.

    Se for pra contar esse tipo de superioridade — tempo sem vitória em alguma condição específica — entre 1973 e 2000, “eles” não nos bateram no Brasileiro: em 73, ganharam de 2×1, no famoso jogo Mirandinha x Geraldo Bretas, e só voltaram a ganhar em 2000, depois que tinha havido a debandada da Parmalat e iniciava-se a saga do “bom e barato”, empreendida pelo #BatráquioZumbiMalditoGolpistaDitador.

    Foram 27 anos de tabu! Dos 15 atuais sem a gente ganhar no Panetone pros 27 que eles não ganharam da gente num torneio específico, ainda teríamos um bom tempo pra descontar.

    #AvantiPalmeiras

  • É jogo pra colocar o M Bastos… deve ta louco pra enfiar o sabugo nas meninas hoje! Hoje a zica sai! 2 a 0 fora o baile do Mina!

  • Acho que Cuca vai mudar a escalação para esse jogo. O ano passado ele foi mais precavido nos jogos fora. Penso que a escalação será: Super Prass, Fabiano, Mina sua dança é da hora, Juninho, O interminável, Melo, Tchê², Jean, Guerra, Dudu e Miguelito.

    • Precisamos dar apoio ao Borja! O cara é bom, foi um alto investimento e não podemos queimá-lo. Até o barrios que foi infinitamente pior que o Borja, tá jogando bola no Gremio. Queria muito que o Borja marcasse hoje, para ele ganhar confiança e também para ele assumir a artilharia do campeonato com o ex-Palmeiras Henrique Ceifador!

  • “A técnica Rogéria perdeu Thiaga Mendes, que quebrou a unha no jogo contra o Avaí, na última segunda-feira. Ela se junta na sauna a Wesléia, Araruna, Wellinta Nem e Morata.” kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Continua essa palhaçada de torcida única em São Paulo?

    Se for assim, público de no máximo 10 mil hoje…
    5 mil sentados e 5 mil no colo.

    Gol do Mina para a dancinha tosca deixar elas descontroladas!
    Felipe Melo, cuidado com a lei Maria da Penha!
    Cuca, deixa o Michel Bastos jogar!

  • Hahahaha – Bambis viraram nossos fregueses absolutos nestes últimos 2 anos. Hora de afundar eles novamente numa forte crise, e prolongar o sofrimento de uma década desastrosa, repleta de decepções e sem títulos. Verdao 2 x 0, gols dos Carrascos Dudu e Borja!!!!!