Rony marca contra o Emelec e se isola como o maior artilheiro do Palmeiras em Libertadores

Rony comemora seu gol pelo Palmeiras contra o Emelec, durante partida válida pela fase de grupos da Libertadores 2022, no Estádio George Capwell.
Cesar Greco

Rony chegou aos 13 gols na competição e deixou para trás o meia Alex

O Palmeiras segue com 100% de aproveitamento na Libertadores de 2022. Na noite desta quarta-feira, o Verdão visitou o Emelec, em jogo válido pela terceira rodada da Fase de Grupos da Libertadores, e venceu o adversário por 3 a 1.

Além da vitória, a partida diante dos equatorianos foi especial para o atacante Rony. O jogador marcou o primeiro gol do Verdão na noite e chegou aos 13 gols em Libertadores, na comemoração, ele fez uma homenagem a Jailson, que sofreu uma lesão nos ligamentos cruzados do joelho direito no começo da semana. Com o tento, tornou-se o maior artilheiro da História do Palmeiras na competição.

O camisa 10 ultrapassou Alex, campeão com o clube em 1999, que contabiliza 12 bolas na rede. Na sequência da lista, vêm Tupãzinho, Willian Bigode, Borja e Raphael Veiga, todos com 11 gols, e o atacante Lopes, que marcou nove.

Contratado em 2020, Rony disputou 23 jogos pelo Palmeiras na Libertadores e foi um dos principais jogadores na conquista do bicampeonato seguido, sendo o vice-artilheiro da equipe, em 2020, e o artilheiro na temporada seguinte.

Números de Rony na Libertadores

Além de ser artilheiro, Rony também vai bem nas assistências: são nove no total. Veja outros números do camisa 10 na competição:

O Palmeiras volta a campo pela Libertadores na terça-feira que vem para enfrentar o Independiente Petrolero, na altitude de Sucre. O duelo ocorre às 21h30 (horário de Brasília), no estádio Olímpico Pátria.

Rony iguala Alex e se torna o maior artilheiro do Palmeiras em Libertadores

Rony comemora seu gol pelo Palmeiras contra o Independiente Petrolero, durante partida válida pela fase de grupos da Libertadores 2022, no Allianz Parque.
Cesar Greco

Ao final da partida contra o Independiente Petrolero, Rony mostrou-se emocionado com o feito alcançado

Um dos principais jogadores do Palmeiras na conquista do bicampeonato da Libertadores (2020 e 2021), o atacante Rony alcançou uma marca histórica na última terça-feira, na goleada do Verdão por 8 a 1 sobre o Independiente Petrolero: ele se tornou o maior artilheiro do Palmeiras na competição continental, ao lado de Alex, com 12 gols marcados.

O gol do camisa 10 ocorreu aos 33 minutos da segunda etapa; após cruzamento de Navarro, Rony antecipou o zagueiro e escorou de cabeça para o fundo das redes da equipe boliviana.

“Muito feliz. Eu não sou nada, cara. Só tenho que agradecer a Deus por tudo o que tenho hoje. Sou muito grato à torcida do Palmeiras, a Deus e aos meus familiares pelo apoio na dificuldade. Estavam junto comigo, me deram apoio e força. Pra chegar no Palmeiras e bater esses números, é muito difícil” disse o jogador, que se mostrou muito emocionado.

Ponta de origem, mas que se adaptou à função de centroavante, Rony tem uma relação intrínseca com a Libertadores. Seu primeiro gol com a camisa palmeirense – após longo período de seca – ocorreu nesta competição; além disso, nas duas últimas edições ele foi o maior goleador da equipe: foram cinco gols em 2020 e seis em 2021.

“Todo apoio que recebo todos os dias para exercer meu trabalho. A torcida sempre acreditou em mim, me manda mensagens, me dá força. Sou muito grato de vestir essa camisa, de honrar e fazer história no Palmeiras”, completou o camisa 10.

Além de Rony e Alex, a lista dos maiores dos maiores artilheiros do Palmeiras em Libertadores conta ainda com: Raphael Veiga, Borja, Tupãzinho e Willian Bigode (11 gols); Ademir da Guia e Lopes (9); e César Maluco, Dudu, Edmundo e Gustavo Scarpa (8).

Alex manda recado a Rony

Após a partida, Rony foi parabenizado por Alex e recebeu um conselho do ex-jogador do Palmeiras: “Parabéns! Siga se divertindo e aproveitando tudo o que o futebol oferece. Abraços na família!”, escreveu o ídolo palmeirense.

Rony foi contratado em 2020. Ao todo, ele contabiliza 117 partidas pelo clube, com 28 gols marcados e seis títulos conquistados.

Decisivo e artilheiro: Raphael Veiga chega à marca de 30 gols com Abel Ferreira

Raphael Veiga comemora seu gol na partida entre Palmeiras e Chelsea, válida pela final do Mundial de Clubes da FIFA 2021, no Mohammed Bin Zayed Stadium, em Abu Dhabi-EAU.
Fabio Menotti

Desde a chegada do treinador, Raphael Veiga dobrou seus números com a camisa do Palmeiras

Raphael Veiga começou a temporada 2022 da mesma forma que terminou a de 2021: sendo decisivo e artilheiro. Na disputa do Mundial de Clubes, o meia participou diretamente dos três gols do Palmeiras na competição, indo duas vezes às redes e dando uma assistência.

O desempenho ofensivo no torneio intercontinental fez com que Veiga alcançasse um número expressivo: são 30 gols e 11 assistências desde a contratação de Abel Ferreira pelo Verdão. Nenhum outro atleta marcou tanto no período (o mais próximo é Rony, com 21) ou participou diretamente em lances de gols – Scarpa vem na sequência, com 39 ações ofensivas.

Esses números significam que o camisa 23 dobrou suas estatísticas com o atual comandante; antes, em duas temporadas e meia de Palmeiras, o jogador havia anotado 15 tentos e feito cinco assistências. Outro ponto que salta aos olhos são a quantidade de gols decisivos, como nas partidas contra Universidad Católica, SPFC e Flamengo, no mata-mata da última Libertadores, e diante de Al Ahly e Chelsea, no Mundial.

Segundo o próprio jogador, a confiança e a sequência de partidas dadas a ele por Abel foram os fatores primordiais para sua subida de produção no clube. Veiga disputou 86 partidas com o treinador, sendo 75 como titular – apenas Scarpa foi a campo mais vezes (90).

Alex, sobre Raphael Veiga: “só não alcança o Ademir”

Para chegar ao nível em que se encontra atualmente, Raphael Veiga precisou de tempo e um empréstimo de uma temporada ao Athletico-PR, em 2018. Agora, após quase ter deixado o clube em definitivo (Luxemburgo vetou sua saída em 2020), o jogador é constantemente comparado a Alex pelos palmeirenses nas redes sociais.

E de acordo com o ex-camisa 10 do Verdão, ele só não emparelhará com Ademir da Guia na História do clube. “Só não alcança o Ademir, porque esse é Divino. Rapha já atingiu a glória! Vai apenas elevar cada vez mais o que já está feito”, escreveu Alex em sua conta oficial no Twitter.

Em cinco temporadas pelo Palmeiras, Veiga contabiliza 167 partidas, 45 gols e quatro títulos conquistados. Seu contrato com o clube vai até o final de 2024.