Com atividades técnicas e táticas, Palmeiras finaliza preparação para enfrentar o Atlético-MG

Gustavo Gómez, Murilo e Dudu durante treinamento do Palmeiras, na Academia de Futebol.
Cesar Greco

Time de melhor campanha da fase de grupos da Libertadores, Palmeiras inicia caminhada à semifinal como visitante

O Palmeiras está pronto para enfrentar o Atlético-MG no jogo de ida das quartas-de-final da Libertadores, que acontece amanhã, às 21h30, no estádio Mineirão. Na manhã desta terça-feira, a equipe realizou o último treinamento na Academia de Futebol.

A comissão técnica propôs aos jogadores atividades técnicas e táticas. De começo, os atletas fizeram um trabalho de linha de fundo com cruzamentos e finalizações; em seguida, em campo reduzido, participaram de um treino recreativo.

Para finalizar, Abel Ferreira e seus auxiliares passaram orientações táticas de posicionamento e o time ensaiou jogadas de bola parada defensivas e ofensivas.

Reforços do Palmeiras para o restante da temporada, os atacantes Flaco López e Merentiel podem estrear na Libertadores. Os dois foram inscritos pelo clube na competição na semana passada, nos lugares dos juniores Serafim e Daniel. Outro que pode ser a novidade do time para o duelo de amanhã é Rony, recuperado de lesão muscular.

A delegação palmeirense almoça na Academia de Futebol e, no período da tarde, embarca à capital mineira.

“É continuar com a nossa alegria e união. Sabemos que temos de mudar a chavinha. No Brasileiro, somos líderes, mas pela Libertadores será um jogo difícil. Sabemos que lá teremos uma pressão da torcida, do time deles, que vem de um resultado negativo. Vamos confiantes para entrarmos firmes e buscar um bom resultado”, disse o meio-campista Danilo, sobre o confronto desta quarta-feira.

Palmeiras busca 3ª semifinal seguida de Libertadores

Palmeiras, em jogo contra o Atlético-MG, durante segunda partida válida pelas semifinais da Conmebol Libertadores 2021, no Mineirão.
Cesar Greco

Bicampeão seguido da Libertadores e time de melhor campanha da fase de grupos, o Palmeiras iniciará a busca pela disputa de sua terceira semifinal seguida na competição, feito que o clube conquistou apenas uma vez: entre 1999 a 2001, quando bateu campeão em cima do Deportivo Cali e caiu duas vezes para o Boca Juniors.

Historicamente, o Verdão tem vantagem em mata-matas de Libertadores contra equipes mineiras. Em 2001, a equipe superou o Cruzeiro, à época dirigido por Felipão, nos pênaltis (4 a 3) dentro do Mineirão. E em 2021, no mesmo estádio, a equipe avançou diante do Atlético-MG após empatar em 1 a 1 e prevalecer por conta do critério do gol qualificado – vale ressaltar que tal regra não está mais em vigor.

Gustavo Gómez alcança outro recorde pelo clube e declara: “Melhor decisão foi vir ao Palmeiras”

Gustavo Gómez em jogo do Palmeiras contra o Ceará, durante partida válida pela vigésima rodada do Brasileirão 2022, no Castelão.
Cesar Greco

Capitão da equipe, Gustavo Gómez chegou a 122 vitórias pelo Palmeiras e igualou os números de Valdivia

Titular absoluto da zaga palmeirense e um dos líderes do elenco, Gustavo Gómez celebrou mais uma marca pelo clube no último sábado, quando o Verdão bateu o Ceará por 2 a 1, fora de casa, pelo Campeonato Brasileiro.

O camisa 15 chegou a 122 triunfos com a camisa do Palmeiras e se tornou o estrangeiro com mais vitórias em toda a História do clube, ao lado do chileno Valdivia. “Muito feliz, muito grato ao Palmeiras, aos meus companheiros, à diretoria, à comissão técnica. Sem eles, eu não conseguiria as vitórias”, disse o zagueiro, que no critério é seguido por Arce (115), Villadóniga e Echevarrieta (85 cada).

No Palmeiras desde 2018, após passagem sem tanto sucesso pela Europa, Gómez acumula diversos feitos pelo clube. Dentre eles: é o estrangeiro com mais títulos conquistados (7); o terceiro zagueiro com mais gols marcados (25) e está próximo de alcançar 200 jogos – atualmente contabiliza 198 partidas.

“Tomei a melhor decisão de vir ao Palmeiras. Aqui, o jogador tem tudo para mostrar sua capacidade e comigo aconteceu isso. Foi muito natural”, declarou Gómez, que em setembro do ano passado, já havia dito que no Palmeiras ele encontrou seu “lugar no mundo”.

Artilheiro do time no Brasileirão, Gómez era anunciado pelo clube há exatos quatro anos.

Gustavo Gómez projeta Atlético-MG x Palmeiras

Vindo de vitórias seguidas no Brasileirão, o Palmeiras enfrentará o Atlético-MG nesta quarta-feira pela Libertadores, no jogo de ida das quartas-de-final. As duas equipes voltam a se enfrentar na competição continental pouco menos de um ano depois do Verdão ter levado a melhor na semifinal de 2021.

Gustavo Gómez comemora seu gol pelo Palmeiras, contra o Internacional durante partida válida pela décima nona rodada do Brasileirão 2022, no Allianz Parque.
Cesar Greco

“O mais legal do nosso elenco é que vivemos cada jogo. Será um jogo de Libertadores, contra um rival muito difícil e que já enfrentamos no ano passado na semifinal. Sabemos que é um estádio muito difícil também. Estamos nos preparando para fazer o nosso melhor e tentar trazer a vitória”, finalizou Gómez.

Diferentemente do ano passado, o Palmeiras fará o primeiro jogo fora de casa e decidirá a vaga no Allianz Parque, no próximo dia 10. Os ingressos para a partida de volta já estão sendo comercializados e mais de 21 mil foram vendidos antecipadamente.

Palmeiras inscreve Endrick, Flaco López e Merentiel na Libertadores

Mayke, Miguel Merentiel, Flaco López e Vanderlan durante treinamento do Palmeiras, na Academia de Futebol.
Cesar Greco

Os três substituíram Deyverson, Daniel e Serafim; estrangeiros devem atuar no confronto do Palmeiras contra o Atlético-MG

O Palmeiras anunciou, na tarde de ontem, três mudanças na lista dos jogadores inscritos para a Libertadores. Os recém-contratados Flaco López e Merentiel e o atacante Endrick reforçarão o time a partir das quartas-de-final.

Os três entram no lugar de Serafim, Daniel (ambos da base) e Deyverson. Assim, os estrangeiros usarão as camisas 18 e 9; e Endrick, por sua vez, herdará a 16 na competição continental.

A promessa palmeirense assinou seu primeiro contrato profissional com o clube na semana passada, embora ainda não seja opção imediata para Abel Ferreira, já que se recupera de uma entorse no tornozelo direito.

López e Merentiel, que já tiveram oportunidades de jogar, devem ser utilizados nas partidas contra o Atlético-MG – o jogo de ida ocorre na quarta-feira da semana que vem, no Mineirão, enquanto a volta está marcada para o dia 10 de agosto, no Allianz Parque. O argentino ainda não disputou um jogo de Libertadores na carreira; o uruguaio atuou no torneio pelo Godoy Cruz e Defensa Y Justicia.

Caso o Palmeiras avance de fase, mais três substituições poderão ser realizadas na lista.

Confira como ficou a lista de inscritos do Palmeiras na Libertadores

Goleada sobre Cerro Porteño faz Palmeiras alcançar mais recordes na Libertadores

Palmeiras posa para foto oficial em jogo contra o Cerro Porteño, durante segunda partida válida pelas oitavas de final da Libertadores 2022, no Allianz Parque.
Cesar Greco

Palmeiras garantiu classificação às quartas-de-final pela 5ª vez seguida e venceu 9ª partida seguida na Libertadores

Em 2022, o Palmeiras se especializou em quebrar recordes na Libertadores. Depois de conseguir a melhor campanha da História da primeira fase e ser o ataque mais produtivo (25 gols anotados nos seis jogos iniciais), o Verdão, contra o Cerro Porteño, tornou-se o único time brasileiro a avançar para as quartas-de-final por cinco vezes seguidas, ao vencer o confronto por 8 a 0 no placar agregado.

A sequência começou em 2018, quando o time também superou o Cerro Porteño nas oitavas-de-final e, em seguida, enfrentou o Colo-Colo; já no ano seguinte, o Verdão deixou para trás os argentinos do Godoy Cruz, com uma goleada por 4 a 0 no jogo decisivo. Em 2020, foi a vez do Delfín, do Equador, ser a vítima, assim como a Universidad Católica, na trajetória do tricampeonato, em 2021.

O time brasileiro que mais se aproximou da marca palmeirense foi o Grêmio, que conseguiu quatro avanços consecutivos entre 2017 a 2020.

Além disso, o Palmeiras registrou o novo recorde de vitórias seguidas na História da Libertadores, com 9 – deixando para trás os números de Peñarol-URU (1966), Estudiantes (1968 a 1970), Cruzeiro (1976), Vasco da Gama (2001) e Santos (2007), que conseguiram oito vitórias seguidas cada.

A série contabiliza todos os jogos da atual edição, na qual o Verdão segue com 100% de aproveitamento, mais a final do ano passado, diante do Flamengo.

“Parece que nossos adversários são sempre fracos, mas é fruto do nosso trabalho. Aprender com erros, no último jogo baixamos os nossos níveis de intensidade ofensiva e defensiva. Futebol é feito de erros e gosto de quem sabe aprender. Sem trabalho duro, disciplina e esforço, nada disso acontece”, disse o técnico Abel Ferreira ao final do jogo.

Palmeiras amplia invencibilidade na Libertadores

O triunfo sobre o Cerro Porteño também fez com que o Palmeiras ampliasse sua sequência de invencibilidade dentro da competição, independentemente do mando de campo. São 16 jogos sem perder, apenas duas partidas atrás do número do Atlético-MG (18), que é o líder do ranking – o último revés ocorreu para o Defensa Y Justicia.

Para igualar a estatística, a equipe de Abel Ferreira precisará superar, justamente, o time mineiro nas quartas-de-final. As duas equipes se enfrentarão em mata-mata da Libertadores pelo segundo ano consecutivo, com a diferença de que, em 2022, o Palmeiras tem a vantagem de decidir o confronto no Allianz Parque.

As datas das partidas de ida e volta ainda não estão definidas, mas devem acontecer nas primeiras semanas de agosto. Até lá, o Verdão atuará pela Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro.

Bicicleta, artilharia e classificação: Rony vive noite histórica no Allianz Parque

Rony comemora seu segundo gol - o de BICICLETA - decretando a vitória do Palmeiras por 5x0 contra o Cerro Porteño, durante segunda partida válida pelas oitavas de final da Libertadores 2022, no Allianz Parque.
Cesar Greco

Após múltiplas tentativas, Rony fez, diante do Cerro Porteño, o esperado gol de bicicleta

Depois de muito tentar, o atacante Rony, enfim, marcou o tão esperado gol de bicicleta. O tento, que fez o Allianz Parque explodir de alegria, ocorreu na noite de quarta-feira na goleada palmeirense sobre o Cerro Porteño, por 5 a 0, pela Libertadores.

“Foi impressionante tudo que aconteceu, esta noite vai ficar marcada para o resto da minha vida. Eu já vinha tentando fazer isso havia alguns jogos. Estava até brincando com o Veiga no vestiário, tento desde a época do Athletico”, celebrou Rony, que revelou também ter pensado em parar de tentar.

“Às vezes as coisas não acontecem e a gente para de fazer. Mas voltei a tentar, a torcida me incentivou e era algo que buscava”, acrescentou.

Antes ‘meme’ na internet por algumas tentativas malsucedidas, Rony viu a torcida, gradativamente, o apoiar. Os segundos antes do encontro da bola com seu pé foram de silêncio e expectativa, assim como já havia acontecido contra o Atlético-GO, mês passado.

“Em uma entrevista disse que ia continuar tentando, ia errar, mas uma hora ia acertar”, conta. “O que chamou mais a atenção mesmo é chegar em casa e ver o filho fazendo o movimento da bicicleta. É algo que com certeza me motivou mais ainda a fazer. Já estava em mente, não desisti por ele. Teve o apoio e incentivo da torcida também, que já começava a gritar quando eu armava a bicicleta”, completou.

Para o técnico Abel Ferreira, a persistência de Rony em busca do gol acrobático é “o espelho da nossa equipe”. “Tentar, tentar, tentar, até conseguir. Mesmo que os outros zoem. Vou dar os parabéns pelo gol que fez, que é magnífico”.

Rony se isola na artilharia

Rony comemora seu segundo gol - o de BICICLETA - decretando a vitória do Palmeiras por 5x0 contra o Cerro Porteño, durante segunda partida válida pelas oitavas de final da Libertadores 2022, no Allianz Parque.
Cesar Greco

Mas não foi apenas o golaço de bicicleta decretando a goleada, que Rony marcou na noite de ontem: antes, o camisa 10 já havia aproveitado passe de Mayke aos 28′ do segundo tempo para ampliar o placar em 2 a 0, além da assistência no toque de calcanhar – três minutos depois – culminando no gol de Breno Lopes, e o terceiro da noite. Com os seus dois gols, ele chegou a 18 bolas na rede na temporada e se tornou o artilheiro isolado da equipe, ultrapassando Raphael Veiga, que fez 16.

No ranking dos maiores artilheiros do Palmeiras na Libertadores, o atacante abriu mais vantagem frente ao segundo colocado, que também é Veiga: 18 contra 14.