Jogadores do Palmeiras ressaltam a superação e maturidade da equipe para buscar o empate contra o Atlético-MG

Jogadores do Palmeiras após jogo contra o Atlético-MG, durante primeira partida válida pelas quartas de final da Libertadores 2022, no Mineirão.
Cesar Greco

Personagens do segundo gol do Palmeiras, Danilo e Dudu deram entrevistas após o jogo e elogiaram segundo tempo da equipe

O Palmeiras mostrou superação para empatar em 2 a 2 com o Atlético-MG no primeiro jogo das quartas-de-final da Libertadores. Atuando em um Mineirão lotado, o Verdão viu o adversário abrir 2 a 0, mas buscou forças para igualar o resultado com gols de Murilo e Danilo – este já nos minutos finais, após passe de Dudu de cabeça.

Ao final da partida, o camisa 28 ressaltou o espírito de luta do Palmeiras e afirmou que a experiência em participar de jogos decisivos nos últimos anos ajudou a equipe a não se perder no duelo.

“Muito feliz pelo empenho da equipe, lutamos até o final. Estávamos perdendo por 2 a 0 e conseguimos o empate. Isso demonstra a nossa força, estamos acostumados com jogo grande e essa experiência nos ajudou muito a chegar ao empate”, disse Danilo, que também falou do segundo tempo palmeirense.

“O professor pediu para termos calma e jogarmos o que sabemos. Fizemos um ajuste no intervalo e voltamos a ser o Palmeiras, a jogar, ter a bola, marcar firme. No primeiro tempo eles estavam em cima, já no segundo a gente diminuiu os espaços deles, jogamos e fizemos os dois gols”, concluiu.

Assim como Danilo, o atacante Dudu também falou após o jogo. O camisa 7 parabenizou o time pela busca ao resultado, mas afirmou que o Palmeiras entrou em campo para ganhar.

“O empate não era o resultado que a gente queria, viemos para vencer. Mas, devido às circunstâncias da partida, chegamos a estar perdendo por 2 a 0 e conseguimos o empate, foi bom. É muito difícil jogar com o Galo aqui. Fizemos um bom segundo tempo, no primeiro não conseguimos jogar por conta da forte marcação deles, mas estamos de parabéns”, disse o camisa 7.

Dudu fala sobre segundo jogo entre Palmeiras e Atlético-MG

O duelo da volta ocorre já na quarta-feira da semana que vem, no Allianz Parque. Para avançar no tempo normal, o Palmeiras precisa vencer o time mineiro por qualquer resultado; em caso de novo empate, a vaga na semifinal será decidida nos pênaltis.

Dudu do Palmeiras em disputa com Rubens do Atlético-MG, durante primeira partida válida pelas quartas de final da Libertadores 2022, no Mineirão.
Cesar Greco

“O confronto segue em aberto. Assim como fizemos aqui, eles podem fazer um bom jogo lá. São duas grandes equipes, com grandes jogadores. Espero que quarta que vem nós estejamos mais focados, concentrados para buscar a classificação”, finalizou Dudu.

Antes de enfrentar o Atlético-MG novamente, o Verdão tem compromisso no Brasileirão. O duelo será frente ao Goiás, também no Allianz Parque, domingo às 16h.

Abel valoriza trabalho do grupo após classificação na Libertadores

Abel Ferreira em jogo do Palmeiras contra o Cerro Porteño, durante segunda partida válida pelas oitavas de final da Libertadores 2022, no Allianz Parque.
Cesar Greco

Em entrevista depois da goleada por 5 a 0 sobre o Cerro Porteño, Abel evitou também falar do adversário das quartas-de-final

O técnico Abel Ferreira enalteceu a força do grupo do Palmeiras após mais uma goleada da equipe na Libertadores. Em grande noite do atacante Rony, o Verdão venceu o Cerro Porteño por 5 a 0 e classificou-se para as quartas-de-final.

“Parece que nossos adversários são sempre fracos, mas é fruto do nosso trabalho. Aprender com erros, no último jogo baixamos os nossos níveis de intensidade ofensiva e defensiva. Futebol é feito de erros e gosto de quem sabe aprender. É um gosto ser treinador deste elenco”, disse Abel em entrevista coletiva.

“Quando alguém me convencer que é possível ser melhor no que se faz ficando deitado no sol tomando chopp, eu troco. Mas até agora ninguém conseguiu. Sem trabalho duro, disciplina e esforço, nada disso acontece”, acrescentou o treinador, que escalou o Palmeiras com algumas mudanças na equipe titular e que, nos minutos finais, formou o time com três zagueiros de origem.

“Na saída a três há algumas posições que geram mais desgaste energético, por isso o Gómez ou o Luan mudam de lado em alguns jogos. Temos duas maneiras de fazer a saída a três e uma delas é com três zagueiros. Há muitas equipes que utilizam três defensores e são elogiadas. Não sou treinador de sistema, temos muita variabilidade nas nossas características e escolhemos a melhor estratégia e plano a cada jogo. É importante também fazer gestão de energia para jogar na máxima força. Foi assim desde que cheguei”, Foi assim desde que cheguei”, declarou.

“O elenco enxuto aumenta a competição entre os jogadores e facilita o uso da base em alguns momentos. Este é o presente e futuro do clube. Os moleques precisam chegar por méritos e é o que estamos tentando fazer. Os que chegam sabem que quem está já tem lugar, quem chega vem para aumentar a competitividade, ninguém tira lugar de ninguém. Todos têm lugar no meu elenco e no meu coração”, complementou o treinador.

Abel evita falar do Atlético-MG

Na próxima fase da Libertadores, o Palmeiras reencontrará o Atlético-MG, adversário da semifinal do ano passado. A equipe mineira avançou sobre o Emelec após vitória por 1 a 0 no Mineirão.

Abel foi questionado sobre a partida e também das declarações do técnico do Atlético-MG, Antonio Mohamed, que apontou os mineiros como “favoritos”.

Abel Ferreira em jogo do Palmeiras contra o Cerro Porteño, durante segunda partida válida pelas oitavas de final da Libertadores 2022, no Allianz Parque.
Cesar Greco

“Eu não costumo comentar, não tenho por hábito comentar declarações de treinadores adversários. Vamos procurar fazer nosso trabalho como sempre fazemos. Amanhã descansar, recuperar, pensar jogo a jogo e focado no nosso caminho. Um grande adversário, um grande treinador, porventura a equipe que mais investe, mais gasta, com grande elenco”, disse.

“Quem vem para esta profissão, e eu digo isto aos meus jogadores, temos de preocupar em sermos apenas nossa melhor versão. Quando damos tudo, aceito o resultado, seja qual for. Não controlamos o que os outros dizem, mas vai ser seguramente uma grande eliminatória. Quando chegar vamos preparar para fazer os gols”, finalizou.

O Palmeiras só voltará a pensar na Libertadores no mês que vem. Até lá, a equipe joga pelo Brasileirão e pela Copa do Brasil; neste domingo, às 18h, o Verdão enfrenta o Fortaleza, no estádio do Castelão. Já na próxima quarta-feira, o time encara o SPFC no segundo jogo das oitavas-de-final do mata-mata nacional.

Com Mayke em campo, Palmeiras inicia preparação para enfrentar o Ituano

Mayke, Pedro Bicalho e Rony, durante treinamento do Palmeiras, na Academia de Futebol.
Cesar Greco

Invicto no Campeonato Paulista, Palmeiras enfrentará a equipe de Itu nas quartas-de-final

O Palmeiras deu início à preparação para o duelo contra o Ituano, válido pelas quartas-de-final do Campeonato Paulista, na manhã desta segunda-feira, na Academia de Futebol. No gramado, a comissão técnica comandou um treino técnico.

A atividade contou com as presenças dos atletas que foram poupados da partida em Bragança Paulista e também com o lateral-direito Mayke, que se recuperou de uma entorse no tornozelo direito e já está à disposição de Abel Ferreira. Além deles, os jogadores do Sub-20 que foram relacionados para o último jogo também treinaram, casos de Fabinho, Gabriel Silva, Garcia, Naves e Vanderlan.

De início, o treinador comandou um trabalho de ataque contra defesa, seguido de movimentações em campo reduzido com os atletas podendo dar poucos toques na bola. Ao final, alguns jogadores aperfeiçoaram as finalizações e treinaram cobranças de falta.

Os jogadores que atuaram por mais de 45 minutos diante do Red Bull Bragantino permaneceram na parte interna do Centro de Excelência para um trabalho regenerativo.

Palmeiras terá ausências importantes contra Ituano

Convocados para defender suas seleções nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo, Weverton, Kuscevic e Gustavo Gómez foram ausências no treinamento, assim como o atacante Giovani, chamado para a seleção brasileira Sub-20 – os quatro estão fora das quartas-de-final do Paulista.

Outro atleta que também será desfalque no mata-mata é o zagueiro Luan, que segue se recuperando de um problema na coxa esquerda. O camisa 13 não entra em campo desde a final do Mundial de Clubes, contra o Chelsea.

O Palmeiras volta a treinar amanhã, às 10h, na Academia de Futebol. O duelo diante do Ituano acontecerá na quarta-feira, às 21h35, no Allianz Parque.

Palmeiras faz 2 gols no primeiro tempo, elimina Internacional e avança às quartas da Copinha

Atletas do Sub-20 comemoram gol marcado na partida entre Palmeiras e Internacional, válida pelas oitavas de final da Copa São Paulo de Futebol Júnior, no estádio Distrital do Inamar, em Diadema-SP.
Fabio Menotti

Nas quartas-de-final da Copa São Paulo, Palmeiras enfrentará o Oeste em Barueri

Em jogo válido pelas oitavas-de-final da Copinha, o Palmeiras venceu o Internacional na manhã desta segunda-feira por 2 a 1, no estádio Distrital do Inamar, em Diadema, e avançou para as quartas-de-final. Os gols palmeirenses foram anotados por Jhonatan e Lucas Flores (contra).

Pela primeira vez na competição o técnico Paulo Victor Gomes conseguiu repetir a escalação e levou a campo o Verdão com: Mateus; Garcia, Naves, Lucas Freitas Vanderlan (Pedro Lima); Fabinho, Pedro Bicalho Jhonatan (Ian); Gabriel Silva (Endrick), Giovani (Kevin) e Vitinho.

O jogo

Assim como no jogo anterior diante do Atlético-GO, o Palmeiras começou em cima do Internacional, sem deixar o adversário sair do campo defensivo. E a pressão inicial deu resultado: aos 6 minutos, após uma boa triangulação na ponta direita, Giovani invadiu a área e tocou para Jhonatan, que chutou de primeira e fez 1 a 0 para o Verdão.

Endrick em disputa na partida entre Palmeiras e Internacional, válida pelas oitavas de final da Copa São Paulo de Futebol Júnior, no estádio Distrital do Inamar, em Diadema-SP.
Fabio Menotti

O gol acendeu a torcida palmeirense na arquibancada e elevou ainda mais o controle da equipe na partida. Jhonatan, aos 14, cabeceou com perigo e quase fez o segundo.

Por conta do forte calor, a intensidade do Palmeiras diminuiu nos minutos seguintes, mas a partida se manteve controlada e o Inter não assustou o goleiro Mateus.

Nos momentos finais do primeiro tempo, o Verdão voltou à carga total e construiu ótimos lances em sequência: Giovani foi ao chão após choque dentro da área aos 32, mas o juiz Gustavo Holanda Souza mandou seguir; aos 36’, Pedro Bicalho chutou com perigo; até que aos 43’, Garcia deu um belíssimo passe para Jhonatan, que cruzou e o goleiro adversário Lucas Flores fez contra: 2 a 0 para o Palmeiras.

Antes do encerramento da primeira etapa, Pedro Bicalho poderia ter feito o terceiro, mas desperdiçou uma cobrança de pênalti.

No segundo tempo, o Internacional alterou o time, mudou a postura em campo e buscou a pressão. A equipe de Paulo Victor, por outro lado, permaneceu bem, criando boas oportunidades, mas pecando nas finalizações.

Aos 26, Lucca apareceu bem na entrada da área e diminuiu para os gaúchos. A partir do tento colorado, o jogo mudou de cenário e o Inter veio com tudo em busca do empate. Como resposta, PV preencheu mais o meio campo palmeirense e trouxe fôlego no ataque com as entradas de Kevin e Endrick.

O Inter teve mais dificuldades de entrar na área defendida por Mateus, mas trocava bons passes no meio de campo. Em uma dessas trocas, Estevão acertou o travessão em um chute da entrada da área. Mas a reação colorada foi controlada e o Palmeiras venceu o duelo por 2 a 1.

Adversário do Palmeiras será o Oeste

O adversário do Palmeiras nas quartas-de-final da Copa São Paulo de Futebol Junior será o Oeste, que venceu o Canaã por 3 a 2 em Barueri.

O confronto acontecerá na Arena Barueri, quarta-feira às 19h, com transmissão pelo SporTV.