Campeonato Paulista 1976

O Campeonato Paulista de 1976 foi disputado por 18 clubes entre março e agosto. Foram formados para a Primeira Fase três grupos de seis clubes, mas todos jogaram contra todos em turno único. Após 17 rodadas, os quatro melhores de cada grupo avançaram para a Segunda Fase.

Jorge Mendonça e Toninho, novos contratados, encaixaram muito bem com Ademir, Edu e Nei. A chegada de Pires deu mais solidez à defesa e o time ficou muito equilibrado, fazendo um Primeiro Turno convincente.

O Palmeiras ficou em primeiro lugar em seu grupo com apenas uma derrota, mas o Guarani acabou fazendo a melhor campanha no geral por apenas um ponto – o que deu ao clube campineiro um ponto extra na Segunda Fase.

Os 12 clubes classificados jogaram entre si também em turno único na Segunda Fase; quem fizesse mais pontos seria o campeão paulista. O Verdão iniciou a caminhada com uma vitória por 3 a 2 sobre o América, no Palestra, com um gol de Jorge Mendonça quase no fim do jogo.

O Santos nem se classificou para a Segunda Fase. O SCCP ficou para trás rapidamente. Na rodada 9, o Palmeiras tirou o SPFC da parada ao vencer o inimigo no Morumbi com um gol de Ademir, da risca da pequena área, após jogada de Toninho.

A duas rodadas do fim, o Palmeiras tinha 3 pontos de vantagem para o América e para o XV de Piracicaba, os dois únicos clubes que ainda poderiam tirar o título do Verdão. E na penúltima rodada a tabela previa exatamente um confronto contra o XV, no Palestra.

Precisando apenas de um empate para ser campeão, o Verdão não decepcionou as 40 mil pessoas presentes e venceu por 1 a 0, gol de Jorge Mendonça, e levantou mais um troféu do Paulistão.

Na última rodada, o Verdão recebeu as faixas de campeão antes de mais um Derby, que também venceu – 2 a 1, para fechar a campanha com chave de ouro.

Lista de jogos

Lista e estatística dos jogadores