A hora de trocar de técnico

Eduardo BaptistaÉ recorrente em qualquer torcida, mas aparentemente na do Palmeiras, corneteira por natureza, o fenômeno é mais intenso: se os resultados em campo não correspondem à expectativa, o remédio é óbvio – basta demitir o treinador.

A prática não é privilégio dos palmeirenses nem do futebol brasileiro; bastam alguns minutos de pesquisa na internet para verificar que o Brasil, dentre os grandes centros, é o país onde os técnicos menos tempo permanecem no cargo – este estudo de 2015, por exemplo, mostra o quanto a paciência dos dirigentes brasileiros é curta com os comandantes.

É claro que a decisão não passa apenas por uma reflexão sobre o projeto técnico. Muitas vezes o dirigente opta por sacrificar o treinador para dar uma satisfação a sua diretoria, à oposição e à torcida, que em vez de questionar a mudança, costuma aprovar, e muito.

Se o time não alcança o objetivo, parece ser necessário que alguém leve a culpa. Alguma cabeça tem que rolar, sangue deve escorrer. É como uma compensação que o torcedor recebe pela frustração. E essa cabeça é em 99% das vezes a do técnico, o que serve também para limpar a barra da diretoria com relação à montagem elenco. Todo mundo gosta de demitir o treinador – até eles, que têm o grosso de seus rendimentos não nos salários, mas nas rescisões de contrato.

Tudo isso vai na contramão de uma gestão esportiva moderna e responsável. É evidente a relação entre um alto nível rendimento e baixo índice de oscilações com o tempo de permanência do treinador à frente do time. Quanto mais tempo o técnico está no comando, mais os jogadores assimilam seu modelo de jogo e mais sólido é o desempenho.

É normal que um time sofra oscilações no primeiro ano do trabalho de qualquer treinador – notem que estamos falando de anos num país em que a média de permanência do técnico é de cinco meses.

Eduardo Baptista

Nosso treinador chegou em dezembro. Com quatro meses no cargo, ainda está abaixo da média nacional de permanência. Trouxe no pacote uma série de características que desagradam a nosso torcedor – o time de origem, o currículo com poucas páginas e o parentesco com uma figura com histórico problemático – convenhamos, nada que justifique racionalmente tamanha rejeição. Com a eliminação no Paulista, esse conjunto se juntou à sede de sangue e o que se vê hoje pelas redes sociais é um desejo ardente pela vingança. A cabeça de Eduardo traria uma sensação imediata de compensação ao torcedor pela frustração.

Quem tem obrigação de pensar o futebol do Palmeiras é a diretoria, que se optar por fazer moral com a torcida, chama o treinador na salinha e faz as contas, como quem gere uma lanchonete. Felizmente os tempos de bananadas em nosso clube passou e hoje temos profissionais muito competentes avaliando a todo momento o desempenho do grupo e que são pagos também para suportar pressões momentâneas e manter o plano, que é de longo prazo, em andamento com o mínimo de sobressaltos.

Existe um macroprocesso. Estamos em abril e apenas uma das quatro competições que ocupam toda a temporada se foi – a menos importante de todas. O projeto técnico não chegou ainda na fase mais madura e ainda é natural que o time oscile – infelizmente isso aconteceu perto da final de um campeonato no qual nosso grupo parecia bem superior a todos os outros. Nosso maior rival tende a levantar o troféu diante de nossa falha. Temos que lidar com isso e seguir em nosso caminho, que inclui conquistar a Copa do Brasil, o Brasileiro e a Libertadores.

Para alcançar esses objetivos muito maiores, que chegarão a suas fases decisivas no final do ano, o time precisa maturar, para oscilar menos e ter menos chances de apresentar 30 minutos desastrosos como os de Campinas. Demitir o treinador agora significa voltar à estaca zero, e conviver com as oscilações por mais tempo. Isso sem mencionar que o mercado não oferece grandes alternativas disponíveis que estejam à altura de nossas aspirações.

Eduardo tem grande parte da responsabilidade pela eliminação. Após a derrota em Campinas, ele teve cinco dias para recompor o grupo e traçar um plano mais eficiente que o demonstrado na partida de sábado, em que vencemos por um placar menor que o necessário. Mas é consenso até entre os que pedem sua cabeça que perdemos mesmo a classificação no jogo de ida, graças a 30 minutos de péssimo futebol – e essa oscilação, por sua vez, está intimamente ligada à batalha que ocorreu quatro dias antes e que nos proporcionou a maior euforia do ano até agora. Circunstâncias de uma longa temporada.

O torcedor brasileiro diz adorar o mata-mata e amaldiçoa as competições de pontos corridos. Diz, com razão, que as competições eliminatórias trazem uma emoção que raramente é vista num jogo do Brasileirão, a não ser quando, por muita sorte, a tabela determina para a rodada final um jogo exatamente entre os dois pretendentes ao título. Esse gosto pela emoção do mata-mata está intimamente ligado à possibilidade de um time mais modesto eliminar um mais poderoso. Mas quando o Palmeiras, superior à Ponte Preta, acaba eliminado, os torcedores esquecem completamente essa realidade, não digerem a frustração e exigem a compensação, mergulhados no poço de incoerência e irracionalidade que ainda domina as emoções humanas.

Eduardo para sempre, então?

Todo treinador tem um ciclo. Alguns são maiores, gigantescos, como o de Alex Ferguson no Manchester United ou o de Arsène Wenger no Arsenal; outros nem tanto – mas todos devem durar, no mínimo, dois anos para exibirem elementos concretos para avaliação. No primeiro ano, o técnico implementa sua filosofia, e no segundo, já como o elenco moldado, é que o time tende a voar em campo. Era para estarmos vivendo este momento agora, em 2017, com Cuca, mas o treinador atendeu a outras prioridades de vida. Tivemos que recomeçar.

Os erros táticos que qualquer torcedor enxerga (ou acredita enxergar) são observações subjetivas, que nem sempre correspondem ao que realmente aconteceu porque quem apenas assiste aos jogos desconhece os planos de jogo e o que foi dito nas preleções. Embora possamos imaginar, nunca se sabe ao certo até que ponto as coisas não funcionaram por causa do plano ou da execução.

Mandar embora um técnico porque o time “está jogando errado” é uma prática emocional, normalmente desencadeada por um resultado frustrante, que vai na direção oposta do que esperamos hoje de nossa diretoria profissionalizada.

O processo de troca de comando técnico, antes de dois anos, só pode ser admitido numa sequência negativa de resultados, quando o desempenho do time em campo é sofrível e não há sinais de evolução, seja por que o treinador esgotou seu potencial criativo/estratégico, seja porque os jogadores perderam a confiança nos métodos do treinador e não conseguem se sentir estimulados a executar os planos de jogo. Kleina, Gareca, Oswaldo e Marcelo estavam claramente neste estágio.

Neste momento, entretanto, nenhuma das condições acima está sequer perto de ser satisfeita. Os resultados do time sob o comando de Eduardo Baptista como um todo são bastante positivos, a despeito do nível dos adversários do Paulistão: 12 vitórias, 4 empates e 4 derrotas em 20 jogos, com um aproveitamento de 66%.

Apesar da frustração pela eliminação, o grupo permanece bastante focado na temporada como um todo e aparenta seguir bastante confiante de que no final do ano o resultado será recompensador. Se os atletas não depositassem confiança no comando do treinador, veríamos demonstrações claras – o destempero de Borja ao ser substituído mais uma vez no sábado pode até ser uma delas e deve observado de perto: tanto pode ser uma frustração consigo mesmo quanto o início de um processo que levará a uma rota de colisão.

Felizmente o Paulistão é um campeonato peso-leve. O início da semana está sendo bem chato, mas na quarta-feira já temos jogo pela Libertadores; a Copa do Brasil e o Brasileirão estão na iminência de começar e logo, logo, a sede de sangue vai passar. Pelo menos até o próximo mau resultado.

  • Carlos Eduardo Leme

    Quarta e o jogo, se perder feio. RUA!!!!!

  • Matheus Braga

    A faixa de capitão está fazendo mal ao Dudu e ao Palmeiras. Dudu não é respeitado pelos árbitros e nem a faixa está adiantando. Deixa uma pressão desnecessária nele de comandar a equipe e claramente, ele não é esse jogador (não na parte técnica, e sim na parte de liderar o grupo) e ainda perde um jogador em que o árbitro precisa ouvir: o capitão. Ele está mais nervoso que antes. Contra o Peñarol ele tinha razão, mas ontem, num lance impedido, ele parecia uma criança de 7 anos porque não ganhou chocolate no mercado. Mas não foi só ontem. Em vários lances normais de jogo, como lateral, ele já dá os pitis dele. É feio demais!! Capitão tem que ter postura de capitão. Dudu está longe disso, apesar de ser muito bom jogador, tecnicamente.

    • Elvis Morais

      Olhe o Dudu do ano passado e atual, O EB tá ferrando com tudo, ele vive nervoso, ano passado era calma e olha como rendeu, esse tecnico tem que vazar

      • Matheus Braga

        Não dá pra cravar que é culpa do EB, mas claro que sendo o treinador ele precisa orientar o Dudu e ver o que está acontecendo. Não é possível que a cada lance ele fique chorando.

    • Revoredo

      Hoje o capitão moral do time é o Felipe Melo, por incrível que pareça.

    • Luciano – Apuca

      Concordo plenamente, excelente jogador mas muito pilhado, não serve como capitão, Felipe Melo com certeza seria o cara certo pra função…

      • Elvis Morais

        com o Cuca não era assim, esse EB tá acabando com o Dudu

        • Verdazzo

          aqui, um exemplo claro de relação causa/consequencia absurdamente influenciado pela vontade irracional de querer a cabeça do técnico

    • Galdino

      Penso o mesmo, acho que talvez seja a hora de trocar para o FM ou o Prass. O lance do gol anulado foi emblemático.

  • Elvis Morais

    Nunca acreditei nesse técnico ele tem cara de derrotado e bundão, o time está nervoso olhem o Dudu, do ano passado o equilíbrio que ele tinha e como está agora, esse bundão está queimando o Borja com o esquema dele, Fora bundão…

  • Luciano – Apuca

    Na verdade, acredito que não seja a hora de mudança, porque a única mudança viável talvez seja indisponível no momento, que seria a volta do Cuca que já conhece boa parte do elenco para ter um resultado mias imediato, não existe outras boas opções no mercado e infelizmente acredito que agora temos que ir com o EB mais um pouco mesmo e torcer muito para que ele consiga fazer o time jogar, não acho ele um técnico ruim, só acho ele c/ perfil de time menor, parece que não sente o jogo, não tem comando, pelo menos é a impressão que se passa, tomara que ele prove totalmente ao contrário, mas tb não gosto da leitura de jogo dele, agora uma coisa é certa, precisamos de laterais mais fortes e marcadores, pois nosso “calcanhar de Aquiles” são as laterais, um elenco forte desse precisa de laterais melhores na marcação. AVANTI VERDÃO !!! TAMO JUNTO SEMPRE!!!!

    • Elvis Morais

      Esse EB é técnico de Ponte não do Palmeiras, lição aprendida, ele está rebaixando o Palmeiras para aprender no nível dele, pode vir a ser bom, mas hoje tá longe

      • Luciano – Apuca

        Concordo contigo, o problema é pegar outro “EB” pra chegar, conhecer o elenco e começar do zero seria pior ainda, por isso acho que não temos escolha agora, enfim é apenas a minha visão, agora se o Cuca (não pq é uma lenda), mas pq é bom e conhece a maior parte do elenco seria a única opção p/ trocar de imediato (mas como “se” não existe, paciência).

        • Elvis Morais

          cara tô com medo de ser eliminado da libertadores, futebol apresentado muito abaixo do rendimento com times fraquíssimos, OREMOS

          • Luciano – Apuca

            A preocupação sua tb é a minha, mas não acho que jogamos horrivelmente os jogos da Liberta até agora, só acho que jogamos o mínimo do mínimo para ganhar de times que vem jogar 100% na retranca, que convenhamos vai ser o normal de quase todos que vierem jogar c/ o VERDÃO em casa, vamos ver qual a postura nesse jogo agora fora, ai vai dar pra ter uma boa noção…

      • Douglas_1914

        Cara, não use o verbo rebaixar e Palmeiras na mesma frase. Por favor!!!…rsrs

  • ar2142ca

    A verdade é que o Michel Bastos já demonstrou inúmeras vezes que não pode deixar de ser escalado, todos torcedores já viram menos o nosso fabuloso técnico. E agora está queimando um belíssimo jogador que inclusive foi preterido por clubes internacionais chamado Borjas, o Evair que o diga.

    • Elvis Morais

      ele está queimando o elenco é fraco demais esse EB

  • GOIANOPC

    Não sou a favor da demissão, agora. Mas uma coisa tem que ser analisada, jogadores fundamentais que não estão rendendo na mão do EB: Tche², Borja (melhor da América), Dudu, Vitor Hugo… Vamos aguardar mais alguns jogos…

    • Elvis Morais

      ou seja está acabando com a espinha do time

    • ar2142ca

      Se aguardar mais sairemos da Libertadores, da Copa do Brasil e montar outro time para o Brasleiro.

      • GOIANOPC

        Mas, supomos que demitimos ele hoje, quem contratar para quarta-feira?

        • ar2142ca

          Hoje não dá mais tempo, mas para frente é questão de sobrevivência.

          • Elvis Morais

            fala sério acho que seu sentimento é o mesmo, estou com medo de sair da libertadores com um baita elenco desse, o time está sem brio e com medo.

          • ar2142ca

            Basta ver os jogos já realizados: empatar com o fraquíssimo Tucuman, ganhar do Jorge Willstman e do Penarol num sufoco dentro do Allianz.

          • Elvis Morais

            Fato que ainda foi nos acréscimos e na sorte e se aquelas duas bolas não entram?teríamos perdido 4 pontos em casa e seriamos eliminados na certa, ainda bem que a sorte esteve do nosso lado

          • GOIANOPC

            Mas quem contratar??

          • ar2142ca

            Cucaaaaaaaa…. e se não conseguir tem o Luxa que está louquinho para mostrar o seu conhecimento e por aí o Roger e outros mais.

          • Elvis Morais

            Luxa é bom, mas muito mala e quer brilhar mais que todos, mas entre ele e EB ganha de goleada

    • Galdino

      Tem razão, é pra se pensar mesmo.

  • Carlos Eduardo Leme

    O EB saiu da Ponte Preta. Mas a Ponte Preta nao saiu do EB!!!

    • Elvis Morais

      Matou com a frase correta, não é tecnico para o verdão

  • Carlos Eduardo Leme

    Que a CREFISA de um milhao por mes e traga o Cuca de volta!!!

    • Elvis Morais

      com a economia feita com Barrios dá fácil isso

    • Verdazzo

      eu não torço pro Crefisa FC, e sim pra SE PALMEIRAS

  • Verdazzo

    Lembro aos amigos que a área de comentários não é chat. Deem oportunidade a todos de se expressarem. Obrigado.

  • Corrado Franzoso

    EB ha sbagliato, doveva tenere Borja in campo e mettere un’altro attaccante e cosi rinforzava l’attacco, oramai il Paulista e’ andato , speriamo che mercoledi il Palmeiras vence, Vincere e Vinceremo forza Palmeiras

    • Verdazzo

      d’accordo

  • Hugo

    Temos jogadores de muita qualidade no elenco e observando os últimos jogos não tem acontecidos jogadas de troca de passe para envolver o time adversário.
    No jogo de sábado era nítido a distância entre os jogadores em campo, o time não esta jogando compactado com aproximação entre os jogadores.
    Isto, pra mim, é falta de comando técnico ou de disciplina tática. Como não acompanho os treinos não posso ter uma opinião formada.
    O EB está fazendo um trabalho mediano e tbem acho que agora não é o momento. Só que a diretoria tem que cobra-lo e muito.

  • Wilfrido Paredes

    Concordo com o seu texto Conrado, a perspectiva de evolução do trabalho é evidente. Não é o momento de troca. E não temos nenhuma boa opção para a troca no momento.

    Telê Santana em 1979, Tite em 2006 são bons exemplos de técnicos que passaram pelo Palmeiras eram “fracos”, “incompetentes”, “perfil de perdedor”… Alguns anos depois foram campeões do mundo…

    Cuca era um “azarado” e “cara de chorão” até o momento que finalmente foi campeão pelo Atlético…

    Em 2012, Tite foi eliminado pela Ponte Preta na semifinal do Paulista e todos queriam sua demissão, depois vimos o que aconteceu…

    • Fernando Castro

      Exercício imaginativo: será que o Eduardo tem essa capacidade de reviravolta e aprendizagem, que tornem possível o Palmeiras brigar pelos 3 títulos que temos a disputar?

      • Wilfrido Paredes

        Fernando, infelizmente não temos como saber. Espero que deem tempo e o tempo mostre que sim.

        Interromper uma trabalho inicial agora, seria na minha opinião, improdutivo e temerário…

  • Carlos Eduardo Leme

    O Eduardo Baptista esta conseguindo queimar os jogadores, ja tem torcedor questionando a qualidade dos jogadores. Isso é muito serio!!!

  • Carlos Eduardo Leme

    O Palmeiras 2014, com o Gareca.Mesmo perdendo os jogos, a gente via uma organizaçao. O problema era a qualidade do time, mas era organizado.

  • ar2142ca

    Agora uma vitória sobre o Penarol é questão de honra para que os ânimos se acalmem e a volta da alegria retorne.

    • Fernando Castro

      Vencer alivia a pressão em cima do elenco; empate é aceitável, especialmente diante das circunstâncias que envolvem o jogo (Uruguai, jogadores mordidos com o resultado do jogo aqui…); derrota já acho que depende da postura do time: jogando bem, ainda vai, mas jogando mal ligaria um sinal de alerta.

  • Heitor Bossi Veloso

    Todo um texto questionando essa postura sanguinolenta da torcida e todo mundo responde: “É isso aí, tem que mandar embora mesmo!!”

    De qualquer forma, não há absolutamente ninguém pra por no lugar dele.

    • primeiro_campeão_mundial_51

      O Conrado expôs a opinião dele, não é porque ele falou que todos vão concordar, ele não é dono da verdade. Foi uma análise racional e ponderada, mas cheia de pontos questionáveis.

  • Torcedor Verde

    Sinceramente eu não entendo como ainda pode existir torcedor que defende EB.

    Quem
    acompanha os jogos tá careca de ver que o time não tem padrão tático,
    que o técnico é extremamente conservador e medroso, nas entrevistas
    NUNCA admite erro, portanto não consegue “blindar” o elenco e pior de
    tudo, transfere a culpa prós jogadores !!!

    Já queimou VH (geral
    pedia banco pra ele depois do jogo do Tucuman, hoje a maioria já admite
    que o cara ta fazendo falta), já queimou nosso motorzinho TcheTche pois
    só o gênio entregador de coletes acha que o jogador precisa ficar fixo
    na cobertura dá LE (que tem um buraco justamente porque VH não joga). Ta
    fazendo força pra fritar o guerra também (vide jogo contra os gambás,
    onde com um jogador a mais o guerra era o último homem), o Zé é outro
    que ficou sobrecarregando nesse esquema ridículo (todo mundo sabe que o
    vovô tem que descansar as vezes e não aguenta a sequência de jogos) e a
    novidade dá semana, já colocou o Borja contra a torcida (já vi vários
    torcedores pedindo banco pro matador)

    Temos um elenco de 30 jogadores que são titulares na maioria dos times dá série A e o EB só utiliza metade !!!
    Queimou
    o Vitinho mandando ele pro sub20, hyoran coitado soh jogou 20 minutos
    (e jogou bem), Veiga promissor não tem oportunidade nunca, Keno tá sendo
    nosso atacante mais incisivo e só entra no final quando a vaca já foi
    pro brejo.

    Eu já cansei desse estagiário!

    • Pedro Matias

      Eu estou engasgado com tudo isso aí… e ainda acho que faltou coragem pra manter o Jailson, que na minha opnião é mais goleiro que o Prass.

    • Helder Gonzales

      Essa onda de queimar os jogadores me preocupa muito! Como ele não tem casca pra matar no peito, está empurrando a culpa das falhas pra tentar sobreviver. Isso é um perigo! Vejam o contraste com o que o Cuca fez ano passado quando o Allione falhou miseravelmente: deu moral pro cara. É um dos preços da falta de experiência do EB!

  • Danilo Cunha de Oliveira

    Acredito que toda essa falta de coerência nos que pensam de modo imediatista vem de falta de maturidade emocional mesmo… São em grande parte adolescentes que não pensam a longo prazo.

  • PorcoNE

    Os dois gols obtidos “na bacia das almas” nos dois últimos jogos da Libertadores mascaram o real desempenho nesses jogos e estão dando uma sobrevida ao treinador.

  • Igor Eugenio

    Tem outro detalhe…. vai tirar o EB agora pra colocar quem?? Luxa?? Pelo amor né….. não tem outro profissional no mercado disponível agora pra assumir o Palmeiras! Trocar EB por qq outro zé mané é cagada… perderia todo trabalho feito até agora!

  • Ralf Olbertz

    Concordo plenamente, demitir agora é um erro!

    Como já disse diversas vezes, se o Mattos errou ao contratar o EB, errou em dezembro.

    E mandar embora no meio da principal competição do ano será mais um erro.

    Acho que o Mattos tomou a decisão de contratá-lo baseado em números e no seu conhecimento de futebol, como as contratações do Moisés, TcheTche, Keno, Jailson que pareciam erros, se mostraram muito acertadas.

    Isso não quer dizer que não podemos enxergar erros do técnico, todo mundo erra, não importa o salário que ganhe, espero que essa dolorida eliminação sirva para incendiar o espírito competitivo dos jogadores e que quarta tudo seja esquecido!

    Abraços.

    • NETO AMARAL

      “Como já disse diversas vezes, se o Mattos errou ao contratar o EB, errou em dezembro.

      E mandar embora no meio da principal competição do ano será mais um erro.”

      Mandar o MO embora no meio da libertadores do ano passado e contratar o Cuca foi um erro???

      • Ralf Olbertz

        Do ponto de vista da libertadores, foi!

        Outra coisa, Cuca não está disponível e não tem ninguém no seu nível disponível nesse momento.

    • primeiro_campeão_mundial_51

      A libertadores vai durar o ano inteiro, então não necessariamente vai atrapalhar o desempenho nela, se demitir agora. Com um pouco de competência (ganhar do Tucuman em casa), garantimos a classificação para a próxima fase e ganhamos pelo menos 1 mês a mais na competição, tempo suficiente para um novo técnico começar a entender o que tem em mãos.

      • Ralf Olbertz

        Se demitir agora e for eliminado na libertadores, como aconteceu com a entrada do Cuca ano passado, não vai adiantar nada.. e outra, vai por quem?

        Quem vai fzr o time jogar em um mês??

        Mesmo que contratem o melhor técnico do mundo é só uma tentativa, a única coisa que vai acontecer é que ele vai ter uma desculpa pra ter sido eliminado..

        • primeiro_campeão_mundial_51

          E manter o EB vai garantir a não eliminação como? Na fase de mata mata, na hora que o EB tomar 1, 2 gols de diferença na Argentina, Uruguai, Paraguai, no jogo no Allianz vai resolver o que, cruzar 60 bolas na area? As nossas chances de sucesso na libertadores com ele no comando, ficam extremamente delicadas. Ou pode apostar, e corre-se o risco de dar certo ou não, ou insiste no que não está fubcionando.

          • Ralf Olbertz

            Nada é garantido, é futebol!

            Melhor elenco tbm não garante, melhor técnico, tbm não.

            O consenso é que o técnico que conhece o elenco e trabalha com ele por mais tempo, tem mais chances de acertar o time, só isso. “Mais chances” não quer dizer que vai acertar..

            Somos líderes no nosso grupo na libertadores, se ganhar quarta estamos praticamente classificados.

            Não acho que faremos outra partida no ano igual a primeira partida contra a Ponte, aquilo foi um absurdo, claramente por culpa dos jogadores que entraram cheios de marra, já pensando na final, como se a Ponte não existisse.

            Veja, EB comete erros, eu vejo isso, mas todo técnico comete..

            Não estou dizendo que quero que mantenha o EB por que gosto dele, to falando pra mantê-lo porque HOJE acho que é o melhor pro Palmeiras!

  • George

    Concordo com tudo, Conrado!
    Demitir o Eduardo agora é jogar o planejamento no lixo. Foi feito isso em 2016 mas via-se que o MO não conseguia fazer o time jogar. Agora a situação é diferente. O Palmeiras saiu do Paulistão por causa de um jogo muito ruim contra a Ponte em Campinas. Mata-mata tem isso. Num torneio longo, como o Brasileirão, essas oscilações não pesam tanto, o que se sobressai é a regularidade.
    Minha única preocupação em relação ao time do Eduardo é a pilha com que os jogadores estão em campo. Dudu voltou a ser o esquentadinho de 2015. Estava bem até a convocação pela Seleção. Depois disso está jogando mal e nervoso (o que é mais preocupante). Talvez esteja se cobrando por jogar melhor, não sei.
    Tchê-Tchê e Jean também não estão bem. Culpa do esquema? Oscilações normais? Também não sei. Ou seja, não sei nada!
    Só sei que não demitiria o Eduardo agora, mesmo porque não tem ninguém melhor no mercado. Ou a torcida prefere OO, MO ou Valentim de volta? O Cuca não quis ficar, resolveu cuidar da vida. Pedir a volta dele é uma incoerência (pra não dizer burrice)!

    • Matheus Braga

      a impressão que tenho é que alguns jogadores estão perdidos no preenchimento de espaço. Tchê-Tchê é um deles. Parece confuso quando a bola está girando, quando precisa aparecer pra jogar. E a dupla Dudu e Borja não encaixou como esperávamos. Por enquanto, não deu liga. O Guerra parece ser o cara pra encostar nos dois e fazê-los jogar, mas também precisamos de outro cara no meio-campo pra encostar no Guerra e jogar junto com ele. Tchê-Tchê e o Guerra são dois passadores de primeira linha, eles jogando o que sabem no meio-campo, vamos passar a jogar melhor (espero)!

      • Carioca Verdão

        Perfeito. Tb acho q nosso maior problema é o posicionamento e a função q alguns jogadores estão desempenhando, sendo os casos mais chamativos os do Borja, Tchê Tchê e Guerra.

    • NETO AMARAL

      “Demitir o Eduardo agora é jogar o planejamento no lixo.”

      Conhece o ciclo do PDCA (Plan, Do, Check, Act ou Planejar, Fazer, Checar e Agir)?

      As etapas de um Sistema de Gestão são definir o planejamento corretamente, depois implementar o que foi planejado, depois de implementado medir os resultados para saber se o sistema está rodando adequadamente e, por último, após a medição dos resultados, tomar as medidas necessárias para corrigir o que não saiu dentro do esperado. A principal virtude de um gestor (que nunca está livre de erros, seja qual for a área profissional) é saber reconhecer o que não saiu bem, e tomar as medidas necessárias para correção em tempo hábil, para evitar que prejudique-se atingir os objetivos.

      Em um time de futebol, a contratação de um técnico é apenas uma parte (importante, é claro) do planejamento. Mudar de técnico no meio do ano realmente nunca é o ideal, mas não significa jogar todo o planejamento no lixo. Seria apenas corrigir uma etapa que entende-se (se for o caso) que não está saindo como esperado.

    • primeiro_campeão_mundial_51

      Desculpa te quotar, sei que não é o método mais polido de se debater:

      “Foi feito isso em 2016 mas via-se que o MO não conseguia fazer o time jogar”.

      Quotei essa parte para dizer, o EB também não consegue fazer esse time jogar. Essa liderança que tivemos no Paulista, foi pela fragilidade dos adversários, não pela qualidade do futebol apresentado. Como o amigo bem disse abaixo, contra times da série A (bambis, sardinhas, gambas e macaca), nosso aproveitamento é de apenas 50%, sendo que só o segundo tempo contra os bambis foi onde jogamos bem de verdade (e usando a formação do Cuca). Contra as sardinhas, cobsidero aquele jogo uma derrota, ja que fomos muito mal e achamos dois gols seguidos no final.

  • Marcio Lettra

    O problema é que não existe outro treinador que viria para ser unanimidade. Não gosto muito do Eduardo, acho ele um treinador médio, mas infelizmente não temos outra alternativa a não ser apostar nossas fichas nele. Só acho que algumas vezes ele erra mesmo, como no caso do primeiro jogo de campinas onde tomamos de 3×0 de forma grotesca! Em outras vezes ele leva “azar”, como no caso do Borja…Se ele metesse pra dentro 1 em cada 2 chances que perde de gols, salvaria a pele dele. Infelizmente nosso centroavante, maior aposta do time, vive péssima fase e time sem matador é complicado!!! Espero que não prejudique nossa campanha na Libertadores, isso seria catastrófico.

  • NETO AMARAL

    Criticá-lo baseando-se apenas na eliminação do Paulista realmente seria errado, porém, se for feita uma análise bastante crítica do desempenho da equipe ao longo do ano, veremos que o trabalho do EB está muito abaixo do esperado.

    Vejo que os torcedores orientam-se muito por resultados e, por conta disso, a melhor campanha da primeira fase no Paulista e o primeiro lugar no grupo da libertadores dão a impressão de que o time está jogando um grande futebol, o que não é verdade. A boa campanha no Paulista explica-se devido à fragilidade dos adversários, sendo que dos 4 times da séria A que enfrentamos na primeira fase, ganhamos 1 com facilidade (SPFC), um com certa dificuldade (SFC) e perdemos 2 (SCCP e Ponte), ou seja, aproveitamento de apenas 50%. Na libertadores, estamos em primeiro lugar devido a 2 gols marcados em situações completamente inimagináveis, sendo que, não fossem tais situações, teríamos apenas 3 pontos, em 3 jogos jogados, sendo 2 em casa. Desempenho de eliminado na primeira fase.

    A realidade é que o futebol apresentado está muito abaixo na comparação com o futebol jogado no ano passado, sem padrão de jogo, sem jogadas ensaiadas, com excessivas falhas de posicionamento defensivo, entre outros aspectos. Podemos tomar por base que praticamente não estão ocorrendo mais gols de bola parada, o que era uma das principais armas da equipe no ano passado.

    Outro aspecto que tem me chamado bastante a atenção é o nervosismo do time. Fomos a primeira equipe a ser campeã do Brasileiro sem ter nenhum jogador expulso. Neste ano, só que me lembro foram 4 expulsões. Sem falar no comportamento recente do Dudu, que está novamente apresentando certa rebeldia, e também da reação de Borja ao ser substituído. Fica claro para mim que o EB não está tendo o controle adequado sobre o grupo. Para piorar, ainda fez declarações expondo o grupo e jogadores específicos após o jogo da Ponte.

    Concluindo, nunca fui a favor da contratação do EB, porém, tive certa paciência no início, mas agora esta paciência está se esgotando, e isso não tem a ver somente com a eliminação no Paulista não.

    • Marco Antonio

      perfeito!

    • Anderson Fontes de Carvalho

      Concordo plenamente com todos os seus argumentos. O problema não foi a eliminação no Paulista e nem somente a tarde fatídica em Campinas. O fatos e a lógica mostram que o time está muito abaixo do esperado em todos os fatores: tático, técnico, físico, emocional etc…

    • Matheus Rodrigues

      Comentário cirúrgico. Não é por causa da eliminação que já tem quem queira a cabeça dele, e sim pelo trabalho do ano até aqui. Pelo retrocesso do time. E isso é algo inegável.

      • Verdazzo

        o texto tem tantos trechos que rebatem essa saída com 4 meses de trabalho

        Às vezes acho que ninguém lê porra nenhuma do que está escrito

  • Roger Jr

    O problema é que além dos técnicos, a rotatividade de jogadores é muito grande tbm. Acho muito difícil um time segurar a grande parte dos jogadores por dois anos. Ainda mais quando foi feito um investimento muito alto e a “necessidade” de retorno rápido é esperada por todos.

  • Edinog

    Realmente é para se pensar em qual medida a se tomar, o que não podemos é repetir aquela vergonha em Campinas, com o time entrando em campo desligado e tomando 3 gols em 20 minutos e nisto todos tiveram culpa, afinal estamos ou deveríamos estar em estágio profissional que não se admite tanta incompetência como naquele domingo.

  • Renato Zóio

    Conrado, eu sempre concordei contigo, inclusive acompanhei bem sua opinião na época da demissão do MO, mas dessa vez estou na contra mão.
    São tantos erros que nem sei por onde começar. Nosso sistema de marcação passou a ser totalmente por zona e exatamente isso que está acontecendo, é uma zona. Os meias viraram atacante, guerra, dudu, guedes, michel jogam muito a frente e isso tem causado um buraco enorme no time.
    E isso é culpa total do técnico, ele já deixou claro que manda os pontas avançarem e não existe que façam cobertura do lateral, isso foi dito em umas entrevistas.
    O sistema de marcação zonal tem por característica a compactação, mas usar sistema em teoria é muito diferente que na prática e Eduardo tem se mostrado um ótimo teórico e apenas isso.
    Ele demora para trocar e quando faz isso erra, ou troca por jogadores da mesma posição, ou faz no final do jogo onde não há tempo para mais nada.
    Quais jogadores da campanha campeã do brasileiro tem jogado bem?
    O mina virou meia, Jean não cobre e nem ataca, Dudu estressado, começou bem e agora é mesmo jogador anterior á chegada do Cuca.
    Tche Tche mais avançado e pela esquerda não vem rendendo.
    Fabiano vinha bem na defesa é sacado para entrada de um cara recém chegado do dpto médico.
    Bola aérea um terror, seja cobertura do primeiro pau ou segundo, os jogadores não ganham uma só pelo alto. Cucabol hoje é sinonismo de saudades.
    Borja começou muito bem, em uma entrevista nosso pedante técnico disse que precisava corrigir seu posicionamento e iria ensinar a jogar bola no Brasil, resultado é esse que estamos vendo, o cara vai de mal a pior.
    Eu NUNCA fiquei tão irritado com um técnico, hoje me vejo ao lado dos cornetas, não suporto ouvir as desculpas e por mim demitiria hoje mesmo.

    • Cassiano Camillo

      E contrataria quem?

      • Lucas

        Boa pergunta.

      • Renato Zóio

        Essa é nova mania de quem defende, alguém que não seja nocivo ao nosso elenco. Houve milhões de investimento e cara está jogando isso no lixo, tô aceitando até outro estagiário, mas que faça o básico e não destrua nosso elenco.

        • Lucas

          Deveriam ter dado chance ao Alberto Valentim.

          • NETO AMARAL

            Concordo. Pra contratar alguém sem bagagem nenhuma, que tivessem deixado o Valentim.

          • Renan Animal

            não consigo postar no ptd? nada passa pelo moderador… aquilo lá tá ficando chato viu, não existe democracia… e olha q evitei todas as palavras bloqueadas.

          • Lucas

            KKKK
            Eu sei…faz tempo que não comento lá! Ele me baniu… estou com o MLK DOIDO, o Leitão veio, Falcão Garcia, Paschoal e mais alguns aqui no grupo do whats… disseram que ele moderou mesmo os comentários

          • Renan Animal

            isso é ditadura! q cara babaca!!! não podemos emitir nossas opiniões sobre o clube q amamos, aff. qual é o escopo do blog? siga ao mestre?

          • Lucas

            Complicado.

          • Lucas

            Por causa de alguns, ele acaba fazendo esse tipo de coisa.

    • Valter Reis

      Em poucos meses, queimou Vitor Hugo, Veiga, Keno, Guerra e Borja

    • Jose Carlos

      Concordo plenamente. Eu sempre quis que ele mostrasse que estávamos errado, que iria conseguir aos poucos encaixar o time, mas o cara não aprende com os próprios erros e acertos, insiste num 4-1-4-1 onde as linhas de quatro fica cada uma numa intermediária, jogadores sem aproximação, sem ultrapassagens. Até agra não soube usar o Tchê Tchê, não consegue cobrir as laterais, é um cagão na hora de substituir (contra os gambás foi ridículo), sábado escolheu sempre errado. Sabemos que faltam bons nomes no mercado, mas chegou num ponto que ou temos uma mudança (seja de treinador, seja de atitude e esquema tático) ou a torcida vai começar a cornetar forte, e isso nunca é bom pra o time.

      • xandresoares

        E contrata quem?

  • Carlos Dias

    Discordo de sua avaliação quanto ao Eduardo, Nos jogos contra times da série A, o aproveitamento é de modestos 50%, isso porque jogamos contra os gambás com um jogador a mais durante todo o segundo tempo. Ganhamos do SFC graças à uma partida monstro do Prass, os gols saíram de jogadas individuais do Guedes e falhas da zaga peixeira, nada a ver, pois, com desempenho do time.
    Jogando contra os pavorosos times da libertadores, em casa, a vitória veio na base do abafa e da raça, novamente, sem grande atuação da equipe.
    O único jogo bom que fizemos foi contra as bichas, e ainda por cima apenas no segundo tempo.
    O treinador vem escalando mal o Tchê², que caiu absurdamente de rendimento por isso.
    Deu uma entrevista em que jogou o Borja aos leões, denotando ser péssimo gestor de elenco, além de substituí-lo após perder um pênalti, nem na várzea se vê isso, a impressão que fica é que quer queimar o gringo, que, concordo, está aquém do que se espera dele.
    Não temos mais bola aérea, que era mortal.
    Por fim e, para mim o mais grave, não vejo evolução no time, a mesma dificuldade de furar retrancas que víamos no começo do paulista temos hoje, faltam triangulações o time quase nunca está compactado e quetais. Não consigo enxergar nada de positivo no trabalho de Eduardo.

    • Matheus Rodrigues

      Concordo em tudo. Possívelmente melhor analíse até aqui.

      • Carlos Dias

        Valeu

    • Marco

      Desculpe amigo mas vc tem problema é?

  • Jose Carlos

    Bom, meu pitaco é que se for pra trocar de treineiro, a hora é esta. EB não vem conseguindo fazer o time evoluir. São quatro meses de trabalho e o time não tem aproximação, tabelas, jogadas ensaiadas, aproximação das linhas. TODO jogo o Palmeiras parece um catado de bons jogadores em campo. É ridículo a tentativa de chuveirinho o tempo todo.
    Em relação ao time na mão do Cuca, é nítida a total involução do nosso futebol. A bola parada que era uma arma temida agora é um bicudo pra área. Pra piorar ele parece não ter domínio algum sobre o elenco, não puxa pra si a responsabilidade, isso que ele fez com o Borja na coletiva é coisa de amador, queimar um puta jogador que é o maior investimento feito pelo clube. Burrice, falta de tato, qualidades que não podem existir no comandante de um elenco rico como o nosso.
    Contratar EB foi um erro, quanto antes corrigir esse erro menos sofreremos. Eu estou cansado de esperar ele calar nossas bocas, mas não há o menor sinal que isto ocorrerá. Aposto e ganho que quarta teremos mais uma vez linhas afastadas, chuveirinhos, bola parada inócua, o time contando com algum lançamento correto, um escanteio, algum bate-rebate.

  • primeiro_campeão_mundial_51

    Difícil concordar com o post. Não é questão de ter sido eliminado, quando o EB chegou, eu não torci o nariz, pelo contrário, teve um blogueiro, não lembro qual, que fez uma análise do estilo do EB, e naquela análise, viamos que o EB tinha um estilo moderno e promissor.

    Mas isso, era a teoria: na prática, o time foi reforçado e agora está jogando menos que no ano passado, EB desfez tudo de bom que havia sido construído (não que ano passado tenhamos jogado maravilhosamente, mas não viamos erros primários como agora).

    É só fazer um exercício mental: se tivessemos mabtido o OO, não teriamos ganho a Copa do Brasil e o Brasileiro. Ele teria sido demitido 2 anos depois, ou seja, começo de 2017. Se tivesse contratado o MO, ele seria mandado embora no meio de 2018: teriamos ganho a Copa do Brasil, mas não o Brasileiro 16.

    O que quero dizer é, sim, o certo é manter o técnico o máximo de tempo possível. MAS só se o técnico mostrar resultados. Manter por manter, mesmo que o cara esteja indo ladeira abaixo a largos passos, na esperança que “talvez ele possa dar certo”, é deliberadamente, jogar contra o Palmeiras, para apoiar uma pessoa que NÃO é o Palmeiras: o verdão é mais importante do que os indivíduos lá dentro, e o clube não pode ser usado como laboratório para estagiários e projetos de jogadores.

  • Rafael Ferraz

    lamentavel ver a midia palmeirense passando pano pra esse estagiário. quem apoia o eduasno batista não quer o bem do palmeiras. simples assim.

  • Renan Animal

    Borja jogou apenas duas partidas completas, DUAS. Chegou agora, não merecia ser esculhambado em rede nacional!

    • Lucas

      Exatamente. Ele ainda vai nos dar muitas alegrias e tem potencial para ser artilheiro do nosso elenco.

      • Renan Animal

        Acho q elegê-lo vilão pela falta de criatividade da equipe é exagero. Tanto ele, qto guerra precisam de sequência, o título da libertadores passa por esses dois.

  • Renan Animal

    Os nossos laterais tem que trabalhar mais a bola, não dar tapinha de lado e lançar mão de chuveirinhos.

    • Lucas

      No jogo contra à Ponte foi bem isso. Só no chuveirinhos …vamos ver o jogo de quarta

      • Renan Animal

        O Jean simplesmente cruza sem erguer a cabeça, qdo não faz isso fica dando tapinha de lado.. Temos que trabalhar mais a bola. Um lateral participativo e efetivo ajuda e muito a equipe, vide o Real. Quase todos os gols saem dos pés do Marcelo.

  • primeiro_campeão_mundial_51

    Seguindo essa teoria, Oswaldo de Oliveira deveria ter sido mantido até Janeiro de 2017.

    Façam um exercício mental agora: teriamos ganho dois títulos nesses dois anos? Um título? Três ou mais?

    Demonizam tanto a troca de treinador, que começam a ser coniventes com o que não está dando certo.

    A SEP é maior, muito maior que o EB: não se deve prejudicar a SEP para dar chance ao EB de engrenar sua carreira.

    • Verdazzo

      voce nao entendeu o texto. tente ler de novo.

    • Rubens Jr.

      Pois é. Depois que a Libertadores estiver perdida não vai mais adiantar se lamentar igual ano passado.

    • Michel

      Concordo com suas palavras e também com as do texto do Conrado. Acho que se o Cuca conseguiu arrumar um péssimo trabalho que estava sendo feito pelo M.O. ano passado tão rápido ao ponto de ser campeão brasileiro no mesmo ano, vocês acham que não é possível chegar outro técnico agora e consertar o ano sendo que a libertadores vai durar o ano todo? Não tem opção no mercado? Até Jair Ventura é melhor que EB e ele não era opção no mercado ano passado qdo Botafogo o contratou, logo é uma questão dos responsáveis pelo futebol buscarem alternativas criativas no mercado, a tentativa ao EB foi válida no começo do ano, mas já se mostrou incapaz com o passar desses 5 meses, só pela eliminação? NÃO. Mas pelo futebol sofrível que estamos vendo nos últimos jogos…Esse ótimo elenco que temos em mãos não pode ficar um primeiro tempo sem praticamente criar chances de gol(tirando esse último jogo os outros 5 ou 6 jogos foram assim, jogando apenas no segundo tempo no sufoco).

  • Wkocks

    Para mim não tem nome disponível no mercado. Acho que o técnico com um elenco desse porte tem que ficar ao menos 1 ano e depois ter o seu trabalho avaliado. Se ele ganhar o Paulista e perder os outros campeonatos ficaremos felizes? Não. O que me preocupa realmente é a gestão do elenco. Time profissional não pode permitir jogador sair de campo chutando o copo e críticas na imprensa referente treinador/jogador ou qualquer outro profissional também é impensável. Matos/Cicero tem que agir rápido para não termos racha/panelinha. A eliminação do Paulista foi em Campinas com a culpa de todos (jogadores/técnico). Vamos mandar todos embora? Precisamos apoiar e se ganhar a Libertadores, ninguém vai lembrar do paulista. Aliás, a Ponte vai ganhar esse ano.

  • xandresoares

    Aos que pedem a saída do EB… colocariam quem no lugar dele?
    Se chegarem em um nome de respeito, com consenso da torcida… acreditam que este teria tempo para mudar tudo e obter resultados? Ou seria só mais uma cabeça que rolaria?
    EB pisa na bola, não é o técnico dos sonhos, de ninguem… nem do Conrado. Mas é o que está lá e pronto. Cuca é lembrado porque ganhou, se tivesse perdido seria o chorão.

    • Lucas

      Não é questão se o Cuca ganhou ou não. Você notava quando o Cuca mexia no time, em uma alteração é exemplo disso. Já o EB quando vai fazer alguma mudança, ele troca seis por meia duzia.

      • xandresoares

        Sim, mudava mesmo o jeitão de jogar. Mas o EB não é o Cuca. Paciência.
        Ninguém resolve essas deficiências que sabemos que existe assumindo o time amanhã… Só por milagre. E se é pra esperar um milagre, continuar com o EB por enquanto é a melhor opção.

    • GRITÃO

      ABELÃO!

    • NETO AMARAL

      Fiz um post comentando essa questão do “coloca quem no lugar”, mas até agora não foi aprovado pela moderação, creio que porque eu incluí um link (caso não seja permitido o uso de links, me desculpem, mas não sabia).

      Mas enfim, vamos às opções:

      Treinadores livres de contrato:
      Edgardo Bauza (ex-seleção argentina, duas vezes campeão da libertadores)
      Rogério Micale (ex-seleção olímpica, campeão olímpico)
      Dunga (sim, podem me xingar hehehe, mas ainda prefiro ele ao EB, é muito mais rodado e cascudo. Títulos de copa américa e copa das confederações como treinador)

      Treinadores com contrato, mas que podem ser atraídos por boas propostas
      Mano Menezes
      Paulo Autuori (Campeão de Libertadores)

      Todos estes nomes na minha opinião possuem mais bagagem pra treinar o Verdão do que o EB. Relembrando: MINHA OPINIÃO! hehehe

      • primeiro_campeão_mundial_51

        E tem ainda outro estrangeirp, o Rueda, campeão com o Atlético Nacional (jogando muito) na liberta 2016: futebol bonito, tatico e tecnico, e pra frente. E dá para trazer técnicos de times menores, com o mesmo risco do EB, mas o EB não está funcionando, outra aposta pode funcionar. Opções não faltam mesmo, é uma falácia o tal de “então vai trazer quem?”.

      • xandresoares

        Todos esses que você citou… geraria discussões e divergências.
        Se anunciasse qualquer um desses ai, quem não concordou com a escolha, na primeira derrota irião questionar.
        Se é pra fazer aposta… prefiro continuar com o EB, porque aposta por aposta, ao menos é uma que já está lá, engrenada.
        Um novo treinador teria que conhecer o elenco, testar todos, ou se apegar com alguns… imagina Arouca ganhando chances, Alecsandro ganhando chances… sabemos que são jogadores com nível mais baixo nesse momento, mas que poderiam ser da confiança de algum treinador… É muita bagunça.
        Se o EB perder o vestiário, não houver nenhuma perspectiva… ai sim, sou a favor da troca. Hoje não.

        • NETO AMARAL

          Respeito sua opinião, mas pra mim, todos esses nomes que citei tem muito mais cacife que o EB pra comandar um time do nível que está o nosso neste momento.

  • MLK DOIDO

    Torcida de iludiu com esse Borja….marcar gol na bixarada é muito facil….

    • Lucas

      KKKK
      Cornetão

  • GRITÃO

    Ô CONRADO, SEU OBESO.

    DESBLOQUEIA O LEITÃO VÉIO QUE ELE É MAIS LEGAL QUE VOCÊ SACO DE BANHA!

    ABRAÇO AMIGÃO!

  • Gaguinho

    Fofofofodac Leleleleitao é o memememelhor fofoforista, dededesbloqueia ele.

    • Lucas

      KKKKKKKKKKK
      CIOL

  • Rafael

    Conrado = ebzete safada!!!

  • Rafael

    quem apoia esse pseudo treinador não é um verdadeiro palmeirense!!!

    • Lucas

      MelDelssss

  • Rafael

    ebzetes safadas só querem o mal do palmeiras

  • Marco Aurelio Venturini

    Para mim, EB está abaixo do estágio do Kleina. Qdo o Kleina, Gareca e Dorival Jr estiveram no Palmeiras, nosso elenco era uma M.

    Para mim os 5 melhores do BR são Tite, Cuca, Dorival Jr, Abel e Mano Menezes. Caso Cuca não aceite retornar, então traga o Dorival Jr. de volta, pq os outros neste momento acho que não viriam

  • Achava que eu era gorda. Mas depois de ver o Conrado me sinto uma modelo.

    Vai fazer cover de Mamma Bruschetta, rapaz!

  • Ruben Barbosa

    Interessante de se notar que pela displicência dos jogadores naqueles 30 minutos em Campinas geram como principal consequência essa pressão absurda em cima do treinador, que obviamente tem sua parcela de culpa, mas a não ser que ele tenha pedido pro time entrar displicente daquele jeito, não vejo como ele ter uma parcela de culpa maior que os jogadores nessa eliminação.

    Imaginando um cenário onde o time não faz aquele papelão lá em Campinas, e o Palmeiras empata, ou até mesmo perde por 1×0 naquele jogo, acredito que no Allianz a história seria outra, e passaríamos pela Ponte, e 90% das críticas da torcida com o técnico não existiriam, e nem estariamos discutindo sobre EB aqui.

    • Rubens Jr.

      Xará (xará mesmo, pois me chamo Rubens Barbosa… kkk), quem escalou Zé e Dracena juntos foi o treinador.

      • Ruben Barbosa

        Sim, assim como em jogos que vencemos na Libertadores contra o Jorge Wilstermann e Peñarol, e no Paulista contra os Bambis, Santos e na volta do jogo com o Novorizontino. E em nenhum desses jogos eu vi alguém reclamando que estavam jogando Zé e Dracena.

        • NETO AMARAL

          Vc pode não ter visto ninguém reclamando, mas eu reclamei e muito. O jogo contra o Wilsterman foi péssimo técnica e taticamente, evidenciou mais do que qualquer outro o principal problema do time esse ano que é a incapacidade de penetrar a defesa adversária, por falta de jogadas ensaiadas e triangulações. E o Jogo contra o Peñarol, embora o time tenha criado várias chances de gol desperdiçadas pelos jogadores, foi uma mostra de como o time está desorganizado taticamente, principalmente na defesa. Dois jogos em que o time ganhou em uma situação totalmente fora do comum (2 gols após os 50 (!!!) minutos do segudo tempo). Se não fosse essas situações teríamos 3 pontos em 3 jogos na liberta, sendo que 2 jogos foram em casa.

    • primeiro_campeão_mundial_51

      A crítica não é pela eliminação, é pelo futebol mediano praticado desde janeiro, que culminou com a eliminação em campinas. Se o time estivesse voando e tivesse tropeçado em campinas, os animoso contra o trabalho do EB estariam bem mais compreensivos.

      • Ruben Barbosa

        Discordo que a crítica não seja pela eliminação, porque antes do jogo de Campinas, as críticas praticamente inexistiam. E como eu disse, se não fosse o vexame em Campinas e tivessemos passado da Ponte, tenho certeza que elas continuariam a não existir.

        • primeiro_campeão_mundial_51

          As críticas existiam sim, leio o PTD, 3VV, Verdazzo,no face o Grupo Obras Allianz, Palmeiras, no Youtube a TV Palmeiras, BobsPlay, 1914alviverde, e em todos ( alguns mais, outros menos) o futebol praticado pelo time já vem sendo questionado.

          Claro que com a eliminação, tudo é extrapolado, mas achar que antes do jogo em campinas, estavam todos em comunhão com o time e principalmente com o EB, simplesmente não é verdade.

          • Rubens Jr.

            Vitórias no abafa, depois dos 50′ do 2º tempo e partidas péssimas contra curic@s e Jorge Wilstermann… tivemos duas boas partidas esse ano, contra bambis e sereias.

    • Marcelo Moreira

      Eu acho que o terceiro gol foi só pra ilustrar o time naquela tarde e bater o martelo mesmo, mas com 2×0 em 7 minutos a pá de cal já estava jogada.

      Em relação à sábado, claro, não dá pra se apegar a isso depois do leite derramado, mas tivemos dois pênaltis não assinalados a nosso favor que, se convertidos, dariam o resultado esperado. Pra você ter idéia da crítica seletiva de parte da torcida: teve atacante perdendo pênalti contra o Penarol e complicando um jogo que estava na nossa mão, vem perdendo chances a cara a cara jogo após jogo e passando ileso por tudo isso, mas a culpa é única e exclusiva do treinador…

      • primeiro_campeão_mundial_51

        Até então, a Ponte teve um penalti legítimo em campinas. Com tudo assinalado, daria Ponte 4 x 3 Palmeiras no resultado agregado. Sério mesmo, que a culpa da eliminação foi os penaltis não marcados, e não a escalação do tecnico errada em campinas, ou a tática de cruzar 60 bolas no Allianz?

        • Marcelo Moreira

          Eu não disse que a culpa foi dos penais não assinalados. E na boa, o jogo de sábado era kamikaze, pouco se poderia realizar e analisar em termos táticos. EB tem sim sua parcela de culpa, mas tem jogador errado passe de 1 metro e batendo escanteio nos joelhos do adversário. Não é possível que 30 minutos de Gilson Kleina esteja sendo tão convincente assim…

      • Júnim Lanza

        PALMEIRAS NO VEXAME EM CAMPINAS era pra jogar com RESERVAS pra poupar, e como time pequeno, os 11 atrás.. como a ponte fez na casa do palmeiras sábado. O RESERVA JAMAIS levaria de 3..

  • Falcão García (Fora EB)

    oi

  • Danilo Almeida

    Lembro que, há pouco mais de um ano, quando o Cuca perdeu umas quatro seguidas, tinha gente aqui neste espaço dizendo que o Palmeiras deveria demiti-lo e apostar no “portuga da Ferroviária”.

    • Marcelo Moreira

      Hahaha bem lembrado!

    • Rubens Jr.

      A diferença é que a maioria sabia que Cuca era o melhor e que a gente sabia que ele ia mostrar seu valor.

      • Verdazzo

        esse “sabia” é uma coisa bem misteriosa

        • Júnim Lanza

          Cuca rescém assumiu o time, estava tentando conhecer o time e perdendo.. SIM SABIA!.. ou o cara tem que ser muito AMENDOIM pra não saber.. tanto que ele foi campeão com um time FRACO.. que faltava peças.. agora tem uma MÁQUINA na mão e o batista não sabe nem quem ele muda..#SaudadeDeCristaldo

          • Joaquim Teixeira

            Ano passado, após o 3×1 contra o bota lá em cariacica.. disseram num blog finado aí que “o Palmeiras nao iria nem pra libertadores”..

            ta aí mais uma prova do tal complexo.. se perde é o pior do mundo.. se ganha, entreguem as taças..

      • Helder Gonzales

        A diferença é que o Cuca já tinha uma Libertadores no currículo. Por isso que a maioria “sabia” que daquele mato poderia sair cachorro.

    • Márcio Lestingi

      Tem outra diferença. O Cuca “perdeu”as 4 primeiras porque, dentro outras coisas, procurou usar o elenco todo e mostrar quem estava comprometido e quem não estava. Isso ficou claro, nos meses seguintes, quando ele encostou os que estavam se esforçando pouco. É diferente do EB, que queimou o Borja na coletiva, porque foi ingênuo ao responder a pergunta maldosa do repórter. Faltou experi pro treineiro

  • Rubens Jr.

    Não há o que se falar em falta de tempo, de adaptação, etc. O cidadão simplesmente tem nas mãos o melhor elenco do Brasil. Tivemos treinadores que trabalharam com péssimos jogadores na história recente do verdão (Kleina, Gareca, Dorival, Felipão, Luxa, etc). Vejam ano passado: bastou um técnico de ponta vir pra trabalhar o bom elenco do ano passado que o título do Brasileirão veio sem dificuldades, contra tudo e contra todos. Outro detalhe: EB já perdeu o vestiário e está queimando os jogadores, principalmente Borja.

  • Marcelo Moreira

    Como bem citado no texto, a concepção de estilo de jogo em determinado momento estar ‘certa’ ou ‘errada’ é deveras individual e subjetiva. Respeito a opinião e entendo a indignação da maioria, EB não é o técnico dos meus sonhos, mas acho precipitado demais pedir sua cabeça nesse momento.

    Em alguns momentos chega a ser contraditório: clamam por sua demissão porque querem um resultado e um retorno imediato, que a paciência esgotou; por outro lado, o conformismo com atletas contratados com muito mais pompa e circunstância, que até então não mostraram a que vieram, beira um comodismo e uma falta de lógica tanto quanto as piadinhas dos rivais sobre Mundial / Crefisa.

  • Dedão Véio

    ja ouviram fala no jogo da baleia verde? falem com o conrado

  • Ralf Olbertz

    Eu fiz esse comentário no pós jogo de sábado:

    “Sempre que acontecem essas merdas eu fico longe das notícias sobre futebol e dos Palmeirenses por alguns dias.”
    “A imprensa é nojenta e aproveita pra tripudiar e os Palmeirenses são irritantes, saem as teorias mais absurdas, inventam de tudo e acreditam em tudo, alguns parecem se satisfazer com essas bostas, parecem ter o prazer de dizer “eu avisei”, “eu disse”, parecem torcer pra dar errado só pra ter razão.”

    Muito válido para vários comentários aqui.

    Então vou tirar umas férias, até quarta feira pelo menos.

    Abraços.

  • Lucas Paraizo

    Entrar naquela pilha do “o Palmeiras tem que ganhar tudo esse ano” é um erro tremendo. Time nenhum no mundo ganha tudo. Temos um calendário enorme com quatro competições e é óbvio que em algumas vamos tropeçar para conseguir ter sucesso em outras. Bom que o tropeço veio no Paulista e melhor ainda se ele se transformar em um título da Libertadores – que é o foco.

    Essa eliminação tem que servir para que Eduardo, jogadores e torcida entendam isso. Nosso elenco é o melhor do Brasil mas tá longe de ser perfeito. Eliminação é foda, mas acontece. Que o nosso treinador estudioso estude muito essa eliminação, veja os erros cometidos e melhore a equipe.

    • Allan Bó

      É por ai! Vamos em frente! Segue a Liberta!

    • Júnim Lanza

      Real madrid perder do barça em casa jogando bem é normal.. palmeiras todo jogo ganha na cagada, no ultimo minuto não PODE SER NORMAL.

  • Ricardo Regi

    Diferente da copa do Brasil-15, a libertadores-17 não vai ser conquistada somente com a vontade e a qualidade técnica individual. Palmeiras precisa entregar mais e isso passa diretamente pela comissão técnica que tem apresentado um repertório muito aquém do esperado. Palmeiras não faz um início de temporada bom, ao contrário do que os números globais indicam, nosso elenco enfrenta dificuldades claras para enfrentar times bem organizados e com níveis médio/bom de qualidade técnica. Muito resultado foi obtido à custa de muita entrega, lampejos individuais e lances fortuito. Uma hora a conta chegaria.

    Nessa perspectiva a questão passa muito mais pela falta de opção no mercado do que o potencial de EB. Ao meu ver Eduardo e sua comissão, durante 5 meses, construíram muito pouco a ponto de justificar sua permanência. A perspectiva não me parece promissora.

    Logo, por mais contraditório que pareça, a falta de opção no mercado me faz crer que o melhor no momento é apoiar EB e todos os jogadores para a conquista de títulos mais importantes, por mais improvável que seja.

    Não há opções convincentes no mercado!! Trocar por trocar seria a pior escolha.
    Na verdade existe somente uma boa escolha mas que encontra-se em retiro espiritual​…

    Que San Gennaro nos ajude!

  • Cosmological Whale

    O argumento de demitir um técnico é oq acontece em todos os times do brasil…e é oq ta começando a acontecer no palmeiras hj com EB. E por isso que muitas pessoas que defendia ele estão começando a rever isso.

    O buraco no meio campo do palmeiras é a coisa patética que eu já vi, nao tem compactação e nem criação nenhuma nesse time.

    • Júnim Lanza

      Veiga, Guerra, Dudu Improvisado, Bastos. Cara ele tem elenco pra escalar 2 times completos se tem buraco no meio a culpa é de quem?

    • Rubens Jr.

      E as 4 avenidas nas laterais proporcionadas por esse esquema imbecil que é esse tal 4-1-4-1? Ridículo isso. Na minha modesta opinião, o Palmeiras deveria jogar no 3-5-2, com Prass; Vitor Hugo, Mina e Dracena; Jean, Felipe Melo, Guerra, Tche Tche e Michel Bastos; Borja e Keno. Duvido que essa formação teria tomado 3 da Ponte.

  • Júnim Lanza

    Pq Não ao E. Batista.. 1) Teimosia no FURADO esquema 4-1-4-1, já comprovado não dar certo no palmeiras mas ele ainda insiste, o palmeiras com o poder ofensivo atual seria 4-3-3- ou 4-4-2 pois senão borja joga isolado e acontece o que vemos, ele saindo da area para buscar a bola e com isso quando recebe a bola esta muito longe. Borja, Dudu Estão fora de posição original o que acarreta na queda de rendimento.
    2) Falta de mudança tática durante o jogo, ele começa de um jeito e acaba do mesmo
    3) Demora para substituições, Duas coisas são certas na vida: A MORTE e que ele só vai mudar alguém aos 24 do segundo tempo (no ultimo jogo precisando golear, ele deixa para mudar aos 28 do segundo tempo ou seja queria mesmo ganhar?)
    4) Não tem pulso com jogadores e isso é NÍTIDO, borja ao sair sempre chutando tudo, e ele sempre APÁTICO na beira de campo, time perdendo ou ganhando ele esta la quieta com cara de NADA com a mão na boca.
    5) O time não confia, por isso não comprou a ideia dele, SIM a rejeição dele, porém nenhum jogador irá a público comprar essa briga, mas apesar de NÚMEROS FAVORÁVEIS no paulista, a OBSESSÃO são duas competições MATA MATA, no caso o estilo E. Batista nessas é horroroso.
    6) Teimosia em colocar jogadores lentos na laterais, caso de egidio e zé roberto.
    7) A volta do CHUVERINHO pois hoje vivemos disso, o camisa 10 que seria guerra, joga mais como atacante do que como armador, dae sentimos falta de quem? MOISES machucado.
    8) Porque ninguém coloca esse time pra treinar finalizações? porque parece que ninguém sabe chutar.

    Temos uma equipe forte, com otimos jogadores, porém limitados pela FALTA de capacidade do tecnico que todos sabemos foi um erro, um palmeiras milionário com jogadores de nivel MUNDIAL JAMAIS poderia trazer um cara INICIANTE para treinar o clube.. MAS SE CAI EDUARDO quem entra? Sinceramente não sei, ouvir burburinhos de JORGINHO, cujo seria OUTRO tiro no pé.

    • Rubens Jr.

      Disse tudo.

      • Valter Reis

        E ainda temos que aguentar o treinador dizer “Sairemos Orgulhosos”

        • Rubens Jr.

          Basta ver o trabalho que o Abel está fazendo com esse time horroroso do FluminenC.

          • Valter Reis

            Sim, verdade, em uma partida que vi esse ano, o Abel deu nó tático no Zé Ricardo !
            Esse seria um ótimo nome !!!
            O bom treinador é aquele que extrai as qualidades de cada jogador e adapta o seu esquema à elas, em prol do time….. E não às “suas convicções”

          • Rubens Jr.

            Qual a estrela desse time do fluminenC? Só tem molecada, e acho que vai ser campeão carioca.

          • primeiro_campeão_mundial_51

            E não vamos esquecer do Mano, que está fazendo o Cruzeiro jogar direitinho, super entrosado, e mesmo retranqueiro, ataca com muito perigo.

            Até esse merdinha de Carille, 4 meses como técnico, tá fazendo os gambas jogarem redondinho ( por mais que me irrite admitir).

          • Joaquim Teixeira

            Concordo tb.. Abel seria a unica unanimidade.. mas parte da torcida “não gosta dele”.. vai entender..

          • Júnim Lanza

            Abel sairia do Flu? eis a questão

          • Valter Reis

            E porque não sairia ?

          • Joaquim Teixeira

            ele tem identificação la.. de 0 a 10 acho que a chance de sair é 2

          • Valter Reis

            Temos um projeto, grana, um elenco decente……. Outro nome bom e mais fácil que o ABEL, Autuori.

          • Joaquim Teixeira

            ha controversias rs sinceramente nao conheço bons trabalhos dele.. talvez por falta de acesso a informação mesmo.. time campeao do mundo do sp caiu no colo dele.. unica coisa que sei.. entre os dois, prefiro Abel.. mas nao acho que a hora é essa..

          • Valter Reis

            Só não é hora de continuar com esse estagiário, o cara pegou um time campeão e reforçado, e fez uma arruaça, ele é muito, mas muito ruim, colocou o Dracena e bancou o Vitor Hugo, como quem diz”AGORA EU SÍ CONSAGRO” E Esta ai o resultado…. fatalmente, teremos de ser eliminados na libertadores ou quase, para esse cara sair.

          • Joaquim Teixeira

            eu concordei com a alteração.. o VH estava estabanado e o Dracena com ótimos números.. 98% de passes certos.. nao vejo dessa forma..

            e cara.. “qualquer coisa menos eduardo” eu concordo que tem gente melhor que ele, mas “qlqr coisa”? Sério que vc deseja isso pro Palmeiras só pra alimentar seu desejo de “vingança” ou o famoso “eu avisei”? Pense melhor nisso..

            Autuori é um Oswaldo de Oliveira com mais tempo no formol..

          • Valter Reis

            Vitor Hugo por dois anos consecutivos um dos melhores zagueiros do Brasil, potencial de seleção, Edu Dracena com Tite em 2015 reserva e com cuca em 2016 reserva, o cara teve uma expulsão, e por causa de uma suposta cotovelada e curítica da imprensa, o Eduardo Caiu na Pilha bancou o cara, e hoje mesmo sabendo que o time não pode ir com o Dracena, ele insiste no erro, esta cavando a própria sepultura e só quem não quer enxergar, não enxerga que ele não é técnico pro Palmeiras, e que vai cair rapidinho, não se iluda com a imprensa palestrino, vai por mim

          • Júnim Lanza

            nisso tenho que concordar, VH não esta merecendo e sabe disto, jogou mal os utimos 3 jogos, dracena esta muito bem.

          • Valter Reis

            Dracena esta muito bem ???? aonde isso ? tomou um sacode do Potker nos 3 a 0 em campinas, tomamos gols em todas as partidas que ele jogou, e o time não esta mais fatal nas bolas aéreas como era antes, não da pra acreditar que a torcida caia nessa pilha, ele é se longe um dos melhores zagueiros do Brasil, esse Eduardo conseguiu quimar não só o Hugo, como Borja, Keno, Veiga e Guerra !!!!

          • Joaquim Teixeira

            Ele queimou o Keno e o Guerra? Discordo.. Borja acho que falta adaptação tanto do atleta qto do treinador e o Veiga deve ter acontecido algo que nao temos conhecimento pq estava sendo aproveitado e do nada foi sacado.. tenha mais calma cara, cuidado com o coração..

          • Valter Reis

            Estou muito calmo, mas é feio ver o que estão fazendo com o campeão brasileiro e a torcida apoiando…… bom eu avisei, e quem viver verá, ele não tem capacidade pro Palmeiras, e sim queimou Queimou até agora, Vitor Hugo, Keno, Veiga, Guerra e agora o Borja, será que ele confia que William será nossa solução ??? péssimo treineiro.

          • Joaquim Teixeira

            o VH nao sentou por causa da cotovelada.. vc sabe disso.. ou deveria saber.. rs

          • Valter Reis

            Como podemos ver isso ? se o Cuca pudesse ler isso, colocaria a mão na testa, o time com o Dracena ficou péssimo, esta tomando gols em todas as partidas, zagueiro com 34 anos, não pode ser jogador titular, essa sina aconteceu com o Gamarra, com o Roque Junior quando voltou, com o Lucio, e agora o dRACENA VAI NOS MATAR… e a torcida apoia rsrsrsrsrs

          • Joaquim Teixeira

            eu sinceramente acho que o VH deveria voltar pq ele tem uma impulsao e é importante no jogo aéreo.. mas qdo ele saiu nao achei ruim, precisava de calma.. estava MUITO afobado e fazendo faltas totalmente desnecessarias.. faltas essas que nao fez em 2015 e 2016 qdo pra mim foi top 5 no brasil.. 2016 top 3.. o problema que eu acho que acontece é ficar dois veteranos no lado esquerdo.. Zé e Dracena.. falta explosão..

          • Valter Reis

            Claro, e por muitas vezes CUCA utilizava o Martins e não o Dracena, por que o time precisava de velocidade, tudo vai de jogo para jogo, mas o eduardo prefere suas convicções

          • Joaquim Teixeira

            Depois que a onça ta morta todo mundo quer chegar perto.. eu teria feito o mesmo erro.. talvez eu entrasse com o VH no jogo da ponte, pq ele tem uma impulsao muito boa.. voltaria empenhado.. mas ai numa disputa ele perde o tempo da bola e tomamos gol, aí a culpa é de qm? do tecnico claro rsrs futebol é ingrato e depois que as coisas acontecem, chovem de especialistas

          • Júnim Lanza

            autuori não seria trocar 6 por meia duzia?

          • Valter Reis

            Qualquer coisa menos o Eduardo nesse momento, quanto tempo vamos ter que perder para perceber isso ? quanto ais o tempo passa pior o time fica, ele esta sendo pior que o M. OLiveira.

          • Joaquim Teixeira

            Acho que nao também.. mas nao da pra falar q ele “é ruim”.. pra mim é o unico que nao seria aposta.. até o luxa hj é uma aposta de que ele, depois de 10 anos, vai arrumar alguma coisa ainda..

          • Júnim Lanza

            – Acho ABEL um bom nome.
            – Podemos esquecer CUCA ele saiu pq ele de bastidor é muito forte, diz que ele e diretoria não se bicavam.. dificilmente volta.
            – Luxa é um incognita.. quando quer ele é fora de sério, mas ele é tipo adriano imperador, diz que gosta de futebol mass…

          • Joaquim Teixeira

            luxa ja foi o tempo.. de cara no elenco pra bater de frente com a imprensa ja basta o FM.. mais um pra eles inventarem raxas, brigas, etc.. ego dificil.. só vai trazer problema

    • primeiro_campeão_mundial_51

      Problema nem é o 4-1-4-1, a tática da moda: é que pra essa tática funcionar, não é só posicionar os atletas nessas linhas, é preciso ter coordenação para compactar essas linhas, é preciso que o lateral suba para triangular com o meia e o ponta, o atacante tem de trabalhar bem o pivô, o time tem de atacar e defender de forma coesa, a marcação tem de ser intensa… E em TUDO isso o EB falha, ou seja: ou ele não consegue fazer os jogadores entenderem isso, suas funções no campo, ou os jogadores são muito ruins… Se com o tempo, ele mostrar que isso vai funcionar, legal. Mas tenho medo de fazer essa aposta, dá impressão que ele não vai conseguir implementar isso a tempo de garantir pelo menos um dos 3 títulos que estamos disputando.

    • Antonio Piason

      Jorginho pra comandar esse time é piada de péssimo gosto , hein ?
      Tem gente que ainda tá lá em 2009 . A gente precisa contar pra esse pessoal que depois de 2009 o Jorginho nunca mais treinou ninguém . Ou pelo menos ninguém que valha alguma menção .

  • Chagas_Sep

    Palmeiras é um time previsível. Só ataca pelos lados do campo, e as substituições são sempre as mesmas.

    No primeiro jogo em Campinas, os cara se estapeando, e ele fingindo estar alheio a situação. Sábado, uma declaração que deveria ser feita dentro dos vestiários, ele deu um prato cheio a mídia fantasiar um problema no elenco com o Borja.

    No jogo de Campinas, Palmeiras estava morto em campo, lento e sem criatividade….. ele coloca o Alecsandro.

    Sábado, com o time abusando do “chuveirinho”….. ele deixa RM e Alecsandro no banco.

    Tirem suas conclusões.

    • primeiro_campeão_mundial_51

      Atacar pelas laterais do campo não é errado, especialmente contra ferrolhos. O problema é como você ataca pelos lados: tem de subir um com a bola e dois acompanharem de perto essa subida, para irem tabelando, fazer a ultrapassagem nas costas do marcador, até chegar perto da área, onde você terá a opção de dat um toque atrás pro companheiro, que pode tabelar, cruzar, rolar pra alguém chegsndo de frente pro gol, ou então tentar invadir a área pra rolar pra trás, cruzar rasteiro na peqiena area, chutar direto…

      Mas o Palmeiras tem atacado pelas laterais assim: Felipe Melo toca pro Dudu na esquerda, Guerra não encosta, Zé/ Egídio não acompanham, Dudu abaixa a cabeça e dispara sozinho, tenta o drible, ou é desarmado, ou cruza de qualquer jeito. O mesmo vale pro lado direito.

      • Chagas_Sep

        Fato.

        Mas nem é o fato, do Palmeiras insistir em uma jogada mal treinada que me incomoda….. o que me incomodou mesmo com o EB….. foi a declaração do pós jogo sobre o Borja.

        Claramente, nosso treinador não tem culhão para sacar o Colombiano do time.

    • Júnim Lanza

      Quantas bolas chutadas de fora de área o palmeiras teve nos ultimos jogos? Sera que não tem jogador que bate de fora bem? Falta um padrão tático, não acho que o palmeiras tem que ganhar TUDO que disputar mas pelo menos jogar bem, os anos passas e as desculpas são as mesmas, antes era fulano machucado, depois ciclano suspense, ae era falta de elenco, daqui a pouco vão falar que a posição de lua de acordo com a ascendentes em touro..

  • Rafael

    estou criando um grupo no zap zap reunindo palmerenses inteligente para discutir estrategias pra derrubar o eduasno batista. quem quiser participar, vem de zap

  • Cara de Anão

    Pessoal que defendem o Eduardo Baptista não querem o bem do Palmeiras.

  • Verdazzo

    alo turminha que tá orfã do outro site: eu sou paciente pra caramba e nunca desistirei de manter a area de comentarios do Verdazzo um espaço legal.
    vao fazendo fake aí que eu vou apagando aqui.
    o meu trabalho de apagar é bem menor que o de voces de criar um fake novo.
    mas bem que voces podiam comentar de boa em vez dessa bagunça. voces sao tao palmeirenses quanto todos os outros.
    basta voces fazerem direito. as regras estao no rodapé do site. sejam bem-vindos.

    • Falcão Garcia

      RESPEITE OS VERDADEIROS PALMEIRENSE

    • Labrador

      RESPEITE OS VERDADEIROS PALMEIRENSES

    • Falcão Garcia

      RESPEITE OS VERDADEIROS PALMEIRENSES

    • Falcao Garcia

      RESPEITE OS VERDADEIROS PALMEIRENSES

    • Esposa do Anão

      RESPEITE OS VERDADEIROS PALMEIRENSES

    • Marcos Cunha

      RESPEITE OS VERDADEIROS PALMEIRENSES

  • MonacoParmerista

    “O processo de troca de comando técnico, antes de dois anos, só pode ser admitido numa sequência negativa de resultados, quando o desempenho do time em campo é sofrível e não há sinais de evolução, seja por que o treinador esgotou seu potencial criativo/estratégico, seja porque os jogadores perderam a confiança nos métodos do treinador e não conseguem se sentir estimulados a …”

    Penso que nesta citação acima esteja o coração do artigo e tendo a concordar com a tese.

    Ao mesmo tempo, é necessário avaliar se há circunstâncias do profissional desenvolver seu potencial criativo estratégico no prazo em que o clube precisa.

    Nosso treinador já demonstrou ser um profissional estudioso e dedicado; e já obteve relativo sucesso por onde passou. Mas, pode estar se vendo engolido pela imensidão do Palmeiras o que o intimidaria tanto a entregar o que já é quanto a desenvolver o que pode vir a ser; no prazo que o clube precisa, quer dizer, a ponto de desempenhar satisfatoriamente na Libertadores e no Brasileiro.

    Penso que os dois próximos jogos serão decisivos. Se houver clara evolução e clara tendência de continuidade na evolução, ele será mantido. Caso o time perca e/ou vá val contra Peñarol e Wilsterman, duvido que o presidente consiga mantê-lo.

  • Joaquim Teixeira

    Sabe o que é pior? Tenho que concordar com o post.

    O complexo de vira-latas da torcida do Palmeiras, aliado a vontade da midia de nos fazer parecer “vira latas” é algo de outro mundo, sem explicação.

    Imagina se o Palmeiras fosse eliminado 2x do mesmo campeonato e a federação “desse um jeito” de nos colocar na final? Pois é, aconteceu no RJ… e que me deixa doido da vida é que a grande maioria da torcida compra a bronca.. agora estão criticando Borja, falando de raxa.. será que esses são os mesmos que em 2015 falaram que o Dudu “nao poderia nunca jogar em time grande pq nao tem temperamento de jogador”? Eis a questão..

    • Júnim Lanza

      Complexo de vira-lata? Não seria VONTADE DE SER CAMPEÕES? o palmeiras por anos foi chacota, saindo de um time quase quebrado que tinha um caso com a serie B para a maior potência latino americana.. Temos potencial, investimento, ou sera que investiu-se tanto a toa?
      E sobre o caso DUDU ele voltou a ser o velho dudu, tudo reclama e leva cartão.. Se esse ano ganhar apenas 1 titulo com o investimento feito e por acaso esse titulo não for LIBERTADORES foi sim um ano JOGADOR FORA, um BAITA INVESTIMENTO jogador fora.

      • Joaquim Teixeira

        Tudo bem amigo essa é a sua opiniao e eu tenho a minha. 2015 não ganhamos paulista, 2016 também não.. no final do ano estavamos levantando canecos nacionais..

        Eu tb queria ser campeao, assim como vc.. a questão aqui não é essa e sim achar que mandar o tecnico embora vai baixar uma entidade no Palmeiras e fazer o time jogar bem, entrando no meio do ano, tendo que conhecer elenco.. taí o gareca pra contar historia.. bom tecnico mas entrou numa fria, tendo que conhecer um elenco de 30 atletas com caracteristicas e problemas diferentes, em 2 semanas..

        Se for pra trazer outra aposta, nao resolve o problema.. esse é o complexo..

        • Júnim Lanza

          Sim concordo Amigo palestrino.. é o que penso, hoje se sai ele QUEM ENTRARIA? não teria 01 nome pra chegar e falar PODE RESOLVER, todos seriam APOSTAS.. porém não ganhar a libertadores esse ano, colocará um ano todo no lixo, o paulista perder em si nem ligo, a questão X é a forma com o que o técnico vem montando a equipe, o palmeiras esta perdido em campo.

          • Joaquim Teixeira

            os últimos jogos me desanimaram bastante.. o jogo contra a ponte me lembrou o Palmeiras do M.O no famoso bumba meu boi.. o adversario estava bem fechado, tem que cruzar mesmo.. mas 40 cruzamentos errados em 60.. é demais.. o Mina estava mal marcado, deveriam aproveitar melhor a altura dele nesses lances.. todas as bolas paradas era bola no primeiro pau pro mina escorar pra trás.. nenhum deu certo.. tinha que variar.. vim do fundo ou ir pro arrebento no meio do “fedô”

            mas somos torcedores.. nossa análise é meio 8 ou 80.. vamos ver quarta.. vao precisar mostrar futebol pra acalmar “as feras”

            Se ele nao levar a liberta, acho que nao fica..

    • Valter Reis

      Cuca, como todos, fazia e faz besteiras, mas uma coisa é certa, ele enxerga o jogo e muito.
      Em todos os jogos ele detecta rapidamente qual o setor ou jogador que não está funcionando e corrige rapidamente com ou sem alteração de jogadores.
      E nisso, lamentavelmente, E.B. é fraquíssimo e usualmente diagnostica erradamente ou tardiamente o problema e sem diagnóstico correto e rápido da causa, é impossível a solução do problema.
      Essas coisas não se aprende, nem se estuda, vai da sensibilidade cada um e é por isso que esses que tem esse dom de enxergar o jogo se destacam no esporte.
      Os demais deveriam procurar uma profissão de comentarista, pois é bem mais fácil falar depois do acontecido e deixar o trabalho de campo para quem nasceu com esse dom e o aprimorou no decorrer da vida.

  • Charles

    Parabéns, belo texto. Fazer uma análise tão racional num momento desses não é para qualquer um.
    Talvez eu nunca tivesse contratado o EB, agora não sei se substituí-lo seria o melhor. Não vejo nenhum técnico no país neste momento que possa vir e fazer tão diferente, mas de toda forma, a diretoria deve estar atenta àquilo que nós torcedores não enxergamos como por exemplo: o clima interno, a relação do treinador com o elenco, sua sistemática de trabalho e claro, sua capacidade para estar no comando da equipe.
    Acredito que o Mattos e sua equipe é competente o suficiente para fazer esta análise e tomar a melhor decisão.

    • Júnim Lanza

      perder pro penarol ele cai quer apostar a eficiência da equipe?

    • Joaquim Teixeira

      BINGOOOOO!

  • Marcelo Moreira

    E eis que começam a surgir as Mães Dináhs Retroativas: ‘com x escalação isso NUNCA aconteceria’, ‘jogando no esquema X-Y-Z não levaríamos 3 gols’…

    Tá embaçado hoje hein!

    • Júnim Lanza

      compare o palmeiras 4-1-4-1 de hoje com o 4-3-3- do ano passado.
      E ano passado não tinha melo, guerra, keno, bigode, bastos, veiga. Jogavamos pior que hoje?

      • Marcelo Moreira

        O que levantei não foi a análise e a comparação dos esquemas e elencos, mas as faixas de ‘eu já sabia’ que a maioria da torcida oportunamente levanta em situações pós-eliminação…

        • Júnim Lanza

          Mas marcelo, me fala qual torcedor ao anunciar E. Batista comemorou? não vi nenhum, todos ficaram receosos, porque a mídia trabalha contra o palmeiras, plantando coisas falsas, possiveis rachas etc.. MILAGRE seria o Batista dar certo.

  • Júnim Lanza

    VAMOS SER SINCERO? Se ganharmos Copa do brasil, Libertadores, Mundial e Brasileiro ainda choraremos por perder o paulista kkkkkkkk Sangue Italiano é assim mesmo, é paixão acima de tudo, sofre, chora, chinga, mas amanhã voltamos morrendo de amores pela esquadra alvi verde..

  • Antonio Frederico

    Ai o Palmeiras ganha quarta-feira de virada do Peñarol depois de uma bela mexida do técnico e qual será a frase mais escrita pelo torcedor no twitter? “Nunca cornetei, te amo EB!!!”

    É quase o script dos filmes de terror, ou de tubarão de ou piranha. Sempre a mesma coisa.

  • Renato Sansão

    Analisando Eduardo Baptista friamente:

    >>> A FAVOR:
    – Belíssimos jogos contra os Bambis e Novorizontino (ida e volta);
    – Boa leitura de vestiário no intervalo dos jogos;
    – Poder de reação do time confirmado nas vitórias nos acréscimos sobre Santos, JW e Peñarol;
    – Perdeu 2 dos 3 principais jogadores de 2016 e que podemos dizer que são muito difíceis de substituir: Moisés e Gabriel Jesus.
    – Recuperação de jogadores que não fizeram um grande 2016 (independente do clube) e melhoraram com ele no comando: Fabiano, Edu Dracena, Egídio, Michel Bastos, Roger Guedes e Willian Bigode são bons exemplos.

    >>> CONTRA:
    – Jogos abaixo da crítica contra os Gambás (com 1 a mais) e Ponte em Campinas, além da cautela e pilha excessivas contra o inofensivo Tucumán;
    – Mesmo tendo visto os 38 jogos do BR-16 e anunciando frequentemente nas coletivas, não faz aquela pressão insana nos 15 min iniciais de cada tempo que o time do Cuca fazia e resultava em gols importantíssimos;
    – Sistema de cobertura falho e zaga extremamente exposta mesmo em jogos mais fáceis;
    – Praticamente não se vê jogada ensaiada, triangulações e uma bola parada treinada. O ataque aéreo letal de 2016 desapareceu na gestão EB;
    – Se sua expressão de medo e desordem mental em parte de jogos e em boa parte das coletivas me deixa inseguro, imagine quem está em campo e busca motivação ao olhar para o banco;
    – Gira muito pouco o elenco, e coloca seus “11 titulares” acima de variações táticas que poderiam utilizar muito mais jogadores de qualidade técnica comprovada. O jogo de Campinas foi a síntese disso: praticamente 2 dias após uma partida extenuante física e psicologicamente, ao invés de ter um time misto treinado (e planejado lá atrás), os mesmos 11 jogadores entraram em campo totalmente desconcentrados e foram engolidos pela Ponte;
    – Demora demais para tomar atitudes “Porco Louco”. Keno no Egídio foi sagaz, mas pra quem precisava de 3 gols em 45 min, poderia ter feito essa no intervalo e não faltando 10 min pra vaca ir pro brejo;
    – Visível queda de rendimento em jogadores-chave do ano passado, que vêm demonstrando irritação/apatia acima do normal: Vitor Hugo, Zé Roberto, Tchê Tchê, Dudu.


    Entrementes, o que mais me preocupa para a sequência da temporada, foi sua entrevista dizendo que não faz o perfil motivador, que não faz jogador chorar em preleção. Ora, ninguém está pedindo que ele seja um novo Felipão ou Tite. dirigente contrata e blinda o elenco. Mas um grande técnico, além de treinador, precisa saber tira o melhor de seus jogadores – incluindo garra, sangue, suor e até lágrimas para esses caras pisarem em campo dispostos a dar a vida por ele, pelo clube e em última instância por sua honra de atleta.

    Assumir que não sabe fazer isso é um passo. O próximo é buscar essas virtudes e dessa forma conseguir ser um profissional mais completo que vá além do treinador que se saiu bem (e não estamos falando de feitos gigantes, apenas de bons trabalhos) em Sport e Ponte Preta.


    Por fim, eu teria trabalhado na virada do ano com os nomes de Abel Braga e Mano Menezes, caras mais tarimbados para gerir esse elenco e aguentar a pressão que vem de todos os lados. No momento atual, único cara que poderia assumir o Palmeiras hoje sem começar da estaca zero é justamente o demissionário que trocou a sequência do projeto por férias. Se não for pra trazer o Cuca de volta, o melhor caminho parece mesmo dar a oportunidade do EB (um técnico promissor, mas longe de estar pronto) poder fazer um trabalho a longo prazo e que vá ao menos até o final de 2017 – como prevê seu contrato.

    • Júnim Lanza

      Egídio jogando bem? sério? vou ligar agora na SKY porque na minha tv isso não aparece, deve estar com defeito renato.

      • Renato Sansão

        Egídio tem nossa maior média de desarmes no ano, acima de TS e FM. Está anos luz de ser o LE bicampeão brasileiro pelo Cruzeiro, mas a meu ver evoluiu bem em relação a 2016.

        • Júnim Lanza

          Caramba cara.. a AVENIDA egídio da onde origina-se vários gols esta acima de média.. realmente é a falência do futebol brasileiro

          • Renato Sansão

            Não está acima da média. Está acima do que demonstrou em 2016. A maioria dos gols sofridos por nós em 2017 foi desatenção coletiva ou pura falta de cobertura – via de regra função dos volantes, e não dos laterais.

          • Verdazzo

            leva o egídio pra sua casa

          • Renato Sansão

            Olha, se nossos problemas fossem resumidos no Egídio, juro que eu levava pra casa e assim o Palmeiras seria imbatível. Fato é que ele hoje é apenas o LE reserva e um dos menos culpados pelo time oscilar tanto (mesmo nas vitórias).

          • Júnim Lanza

            kkkkkk leva o egídio pra sua casa 2..
            Mehores lances do egídio em prol o palmeiras são com ele sentado no banco, não atrapalhando o time, PRA MIM egídio viveu ano passado do jogo contra os BAMBI onde goleamos, onde jogou muito, depois disso lampejos raros de mediano.

          • Antonio A. Alves

            patada versão 1.8

    • Antonio A. Alves

      O que ele não entende é se for demitido irá chorar por muito tempo a queimada de filme por não saber comandar um grande time.

    • Marcos Mab

      Parabéns pela análise! Compactuo com seus pensamentos!

    • Rafael Capelini

      Só discordo um pouco da conclusão,
      acho que ele deve continuar, até a pagina 2.
      Ele tem que urgentemente corrigir falhas pessoais de comando comprometedoras, que se demorar demais, já era o ano; e não pode se perder.

      Ele já dá sinais de que está começando a se perder, e a péssima administração do problema com o Borja é apenas um dos sintomas disso. Parece que ontem já teve outro deslize, que nem vale apena ficar divulgando. Ele tá entrando na rota errada e isso é até pior do que as falhas que precisa corrigir urgentemente.
      Se ele realmente se perder, aí mesmo sem um bom nome terá que cair.

      Que bote a cabeça no lugar, CRESÇA e dê a volta por cima logo, senão o bonde da história vai passar rapidinho…

  • Rafael

    ta blz, conrado, vou me comportar. li as regra e vou seguir prometo

  • Elvis Morais

    Boa tarde.

    Bora torcer é o que nos cabe a fazer nos momentos de dificuldade, espero melhoras do time nos 2 próximos jogos, e que se a melhora não vir que não comprometa nosso bilhete para a próxima fase, que se não ganharmos que pelo menos empatemos para não deixar nosso adversário encostar novamente..

  • Vctr81

    Vou lancar um desafio….pode pedir a cabeca do EB mas tem que eleger um substituto (viavel….nao me venham falar cuca pelo amor…)

    • Joe Loko

      Amigo melhor do que o Eduardo esta fácil, Luxemburgo, por pior que seja, entende meu desespero?

      • Verdazzo

        quem pede Luxemburgo merece o Pará na lateral direita.

        • Joe Loko

          Opinião é opinião, respeito a sua, mas se for pra escolher entre Luxa e EB com certeza vou no Luxa

          • Verdazzo

            beleza, mas voce sabe que vem o Pará no embrulho né? (e mais alguns amiguinhos)

          • Joe Loko

            Faz parte do “pôjeto”….Já tivemos Luan com Felipão, Fellype Gabriel entre outros, Pará é tranquilo…

          • Antonio A. Alves

            Conrado respondendo os comentários é muito bom; mas quando vem com patada é melhor ainda.

          • Antonio A. Alves

            Sobre o Luxemburgo somente tenho a dizer que quando era um técnico focado nas quatro linhas era disparado o melhor no futebol Brasileiro. Sabia como poucos fazer um time de estrelas jogar futebol. Acho que foi se perdendo com as visitas de manicures nos quartos de hotel. Perdeu o foco quando queria entrar numa área que não era dele – gerenciar jogadores e levar o “por fora”. Uma pena.

      • Joaquim Teixeira

        aposta por aposta.. famoso seis por meia duzia.. na epoca do Palmeiras o “Pará” do luxa era o Fabinho Capixaba..

    • Marco Aurelio Venturini

      Dorival Junior, Abel Braga. Se bobear, até Muricy é melhor (já foi campeão da Libertadores). Até o Luxa é melhor

      • Joe Loko

        Tirando o Dorival o resto eu aceito…

        • Marco Aurelio Venturini

          Dorival: fez excelente trabalho no Santos. Em 2014 o Palmeiras tava uma M

          • Joe Loko

            OK mas precisamos de um cara mais agitado tipo Abel, Muricy, Felipão, Luxa….O Dorival é da mesma linha de Eduardo Batista, Carille e outros do tipo que são mortos na beira do campo…

          • Marco Aurelio Venturini

            Estamos falando de várias opções, mas se não for atrás do Cuca não saberá se ele aceita voltar ou não. Ele falou que não trabalharia no 1º semestre, mas já estamos praticamente em maio… E se o Atletico mg buscar antes, daí ferrou

          • Joe Loko

            Concordo, mas as últimas informações que estive lendo foi que ele tirou o ano todo pra resolver problemas…

          • Marco Aurelio Venturini

            Só pela quantidade de comentários contra ou questionando o EB, dificilmente ele terá estrutura e capacidade para reverter.
            E ele não pode se queixar de falta de apoio, o palmeirense teve paciência com ele. Não nos esquecemos do grande fiasco de perder para aquela merda do gambá, o time foi tão apático quanto contra a Ponte

          • Antonio A. Alves

            Dorival é fraco em vestiário. Jogador estrela come ele em campo – lembra do Neymar e do Ganso?

          • Joe Loko

            Fato, simples assim

        • Júnim Lanza

          Muricy não tem mais saúde..
          Dorival.. Só da certo no Santos..
          Abel.. Nome Bom! ***
          Luxa.. Sei lá.. não confio..
          Levir Culpi ou Leão? Sera que daria certo?
          Já SEI PRA RESOLVER seria ZIDANE OU PEP GUARDIOLA

      • Márcio_SC

        Os dois primeiros são ótimas opções, porem já estão empregados, assim não tem como, os outros dois já se aposentaram, desta forma sua sugestão não foi valida.

        • Marco Aurelio Venturini

          No BR, os dois primeiros estarem empregados não quer dizer muita coisa, mas cabe à Diretoria ir atrás. Com o elenco montado em 2017, qual tecnico não quer vir para o Palmeiras?

  • Joe Loko

    No jogo de sábado quem estava no Allianz sabe que teve que gritar com o Eduardo Batista pro cara fazer uma substituição, mesmo “perdendo de 3 X 0” o cara não se mexe…isso é inadmissível

    • Joaquim Teixeira

      daí concordo.. eu estava la e xinguei tb.. demorou demaaaaais pra colocar o Keno.. o egidio nao deveria ter voltado do intervalo e se tivesse voltado, saido com menos de 10min

  • Antonio A. Alves

    Acho que não adianta tirar o EB agora. Mas um nome que agrada é Autuori

    • Joe Loko

      Respeito todas as opiniões aqui mas a pergunta é até quando? Questão de tempo pra ele estragar o projeto Libertadores…

      • Verdazzo

        voce parte da CERTEZA que o que voce esta falando vai acontecer.
        é muita certeza pra pouca dúvida e futebol nao combina muito com isso.

  • Júnim Lanza

    #VOLTAKLEINA kkkkkkkkkkkk

  • Valter Reis

    Esse aprendiz quer fazer com o Borja o mesmo que o papaizinho dele tentou fazer com o Evair…..Só não vê quem não quer…

    • Chagas_Sep

      E o fato do Borja estar perdendo gols a rodo não conta?

      • Valter Reis

        O Borja é um jogador como outro qualquer. Se estiver bem, desempenhando bem a função, é titular. Hoje (sábado) infelizmente não pude contar com o Willian para iniciar, ele praticamente não treinou por causa de uma pancada no tornozelo – declarou Eduardo Baptista, indicando que sua ideia era começar com Willian.

        Peraí, eu entendi direito??? .A maior contratação mais cara da história do clube pra ele “é um jogador como outro qualquer”??? Já prejudica o cara com esse esquema, e ainda vai queimá-lo??? Vai fazer com ele o que o papai gambazinho fidido tentou fazer com o Evair, mas, felizmente, não conseguiu???E eu que achei que ele tinha saído put0 contra o Peñarol,por conta do pênalti perdido, acho que não foi bem por aí… Quem vai ganhar essa queda de braço?? Só sei de uma coisa, quem perde é o Palmeiras…

        • Chagas_Sep

          Tá explicito que o EB não tem o comando da equipe. Fato.

          O EB é fraco e faz sempre as mesmas substituições. Fato(2).

          Mas até o momento… o Colombiano não justificou o investimento. Fato (3).

          • Valter Reis

            Alguns criticando o Borja pela falta de gols.
            Com os BELÍSSIMOS cruzamentos de Jean e Egído, fazer gols como?
            O cara ainda conseguiu pegar a sobra de mais um péssimo cruzamento e jogar a bola no travessão.
            Fez o que deu nesse time sem a menor arrumação.
            Time de craques, com muita raça, mas sem treinador.
            E digo mais
            O mais me deixou impressionado foi a inteligência explícita do E. Batista, no segundo entrou Michel Bastos e Keno, que segundo dava boa possibilidade de chegar ao fundo, realmente isso aconteceu, porém o GÊNIO tirou Borja que tem 1,83m e colocou o William que tem 1,70m , essa substituição é caso de justa causa, é muito incapaz, tirou o Borja e colocou o William e apostou no jogo aéreo. Galliote BANANA faça alguma coisa.

          • Chagas_Sep

            Valter… eu compreendo a raiva do pessoal em relação ao mal aproveitamento do Borja pelo EB.

            Concordo que a substituição de sábado foi uma cagada, afinal, o time fazendo o chuveirinho, e ele deixa RM e Alec no banco e aposta no baixinho Willian.

            Mas não tirem a culpa do Colombiano, o fato de a bola não estar chegando, ou estar chegando “quadrada”, não justifica dominar bola de canela e perder os gols que ele tem perdido.

          • Valter Reis

            vamos lá, 4 1 4 1, sendo que não temos nenhum meia de criação de fato, para um jogador fazer a função de centro avante sozinho, distante da segunda linha de 4, como pode render ? me explica ? pela Colombia ele é o falso 9, e joga muita bola, faz gols e da passes…….. o Cara acabou de chegar, vestindo a camisa mais valiosa do Brasil substituindo o 9 da seleção brasileira, ele merece no mínimo, tempo, um esquema decente, e um treinador que o ajude e não o atrapalhe, tirou ele do jogo contra o Penarol por causa que ele perdeu um penalti e nem na várzea se vê isso, queimou Vitor Hugo, Keno, Veiga, Guerra, Borja, como veremos luz no fim do tunel com esse treinador ? o Borja é o menos culpado, vamos sofrer com o William, ai depois veremos….. mas eu te entendo, a final a boal tem que entrar, mas com um treinador um pouco mais decente, ela vai entrar

          • Verdazzo

            interessante que nenhum dos dois primeiros fatos são realmente fatos.
            e o terceiro, nao se pode exigir no momento, ou voce quer que o cara faça 30 gols em 2 meses?
            uma coisa é estar devendo, abaixo do que pode (e ele esta), outra é “justificar o investimento”

          • Chagas_Sep

            Depois do EB sair criticando o Borja para a imprensa, da forma que ele criticou, não acho que ele tenha a confiança do grupo.

            Quanto ao Borja, o cara foi contratado a peso de ouro, perde gols “imperdíveis”, e não posso criticar?!?

          • Verdazzo

            ele nao criticou; ao contrario, disse que ele esta sob pressao e passou um pano pro cara. voce é que cai na pilha da imprensa.

          • Chagas_Sep

            Eu nem assisto programas esportivos depois de nossa eliminações… pq sei que só sai merda.

            Só leio e assisto mídia alviverde.

            A forma como ele disse, pra mim, soou como: “quem não joga nada, não pode reclamar de ser substituído.”

          • Verdazzo

            reveja com neutralidade e perceba que a intencao foi positiva.

          • Helder Gonzales

            Se a intenção era positiva, não deveria nunca ter usado a expressão “foi contratado a peso de ouro”.

          • Verdazzo

            concordo. mas aí é um pouco mais de media training.
            com a assessoria anterior isso nao acontecia.

          • Matheus Braga

            Sobre o Borja, ele fez um ação que gerou outra reação. É a segunda substituição que ele chuta alguma coisa. William (melhor ou não que o Borja) foi o artilheiro da equipe no Paulista. Você como técnico iria valorizar quem? Um cara que se dedica em campo, faz gol, não reclama abertamente ou um gringo contratado, sim, a peso de ouro, que não está fazendo gol, chuta algo na sua frente pela segunda vez? O Baptista quis dar um choque nele, óbvio! Quem está errado é o Borja. Se ele tivesse reclamado pro Baptista num treino é uma coisa, ninguém saberia. Mas na frente da imprensa toda? Foi juvenil. OBS: não devemos queimá-lo, mas de toda a situação, o Borja é o mais errado.

          • Helder Gonzales

            Discordo da interpretação. O EB claramente criticou o Borja na coletiva e insinuou que ele só foi titular porque o William não estava em condições de iniciar a partida. EB é o técnico e escala quem ele quiser, mas não pode ficar criticando jogador pela imprensa. Tem que resolver isso internamente.

        • Márcio_SC

          Ele quis dizer que dentro do elenco o Borja é como os outros, não terá privilégios, por isso se estiver bem vai jogar e se não tiver poderá ser substituído.

        • Wkocks

          por enquanto não passa de um jogador qualquer. Saudades do G Jesus

    • Joaquim Teixeira

      que teoria da conspiração heim? rs

  • Lucas Marquezini

    Concordo que não é hora de chutar o balde, mas não vejo a cobrança da torcida como algo exclusivamente passional. A mudança na forma de jogar foi brusca e alguns jogadores, destacadamente Tchê Tchê, caíram muito de rendimento. Mas é necessário também cobrar a diretoria. Não temos opções confiáveis nas laterais, algo que poderia ter sido evitado com um pouco de cuidado.

  • Alessandro Almeida

    O cara insiste nessa merda de 4-1-4-1, está queimando o Borja, esta desestabilizando o Dudu, o Tchê Tchê que jogou muito o ano passado esta em uma função morta na mão dele, não tem nenhuma variação tática, e ainda se fala em manter ele, pra que ? para acontecer o mesmo do ano passado, cair na Libertadores e ai sim ir atrás de técnico ?
    Ah tenha paciência, falar que ainda não deu tempo para avaliar com esse elenco ?
    Oh louco !! É sacanagem !
    Adeus Eduardo… Coloca o Zé Roberto de técnico que resolvemos 2 problemas !

    • Marco Aurelio Venturini

      ufa, tem mais gente que enxerga o mesmo que eu…

    • Marco Aurelio Venturini

      Sem falar que o posicionamento do Felipe Melo, desde sempre, está mais para zagueiro, mata o meio campo e o time

  • André_Verdão

    No Brasil se troca de técnico geralmente pra mascarar deficiências do elenco (CONCORDO) mas no caso do Palmeiras o material humano é muito bom, temos ótimos jogadores, se eles não jogam bem a culpa é de quem? Analisando só os clássicos e jogos da Libertadores quantos jogos o time jogou bem? Nas minhas contas apenas um (contra os bambis). O Borja até outro dia era o maior matador da América, agora a bola mal chega nele e quando chega o desespero dele pra fazer o gol é tão grande (pois sabe que outra bola vai demorar milênios pra chegar) que ele erra. Tche Tche não joga bem mais, o time não tem um destaque positivo. Se todos não estão jogando o que pode é lógico que a culpa é do EB. Todo mundo encherga que esse time era perfeito pra jogar no 3-5-2 mas esse técnico insiste no 4-1-4-1 maldito. É nesse PROFISSIONALISMO da diretoria que vai esperar a vaca ir pro brejo (eliminação na Libertadores) pra demitir ele.

    • Joaquim Teixeira

      Eu acho que anda faltando pulso firme na diretoria.. ano passado a essas horas o PN ja teria dado umas 4 entrevistas, ido a programas, bater no peito e falar “eu q mando e a culpa é minha”.. isso blinda o elenco e dá tranquilidade pros jogadores trabalharem durante a semana.. imagina vc trabalha num escritorio X.. aí chega em casa anoite na segunda feira estão falando no jornalzinho da empresa que existe uma rixa entre o seu depto e o comercial.. aí na terça falam que vc está de pá virada, que nao pode falar nada.. na terça falam que talvez vc nao seja o melhor profissional pra função.. na quarta vc está sendo taxado de “amarelao”.. cara isso cansa..

      Discordo tambem sobre o 3-5-2.. acho que esse time tem que ser armado no 4-4-2 com:

      Prass; Jean, VH, Mina, Zé; FM, TT, Moises, Guerra; Dudu e Borja

      3-5-2 o time já está com um buraco no meio, se colocar mais zagueiro nao vai resolver..

      • André_Verdão

        4-4-2 seria o melhor esquema mas o problema é que a idade pesa no Zé Roberto, ele precisa de cobertura pra ser lateral (o Vitor Hugo por exemplo). E Egidio não dá. A lateral esquerda do time é sempre a mais desprotegida, dá pra ver isso nos jogos.

        • Joaquim Teixeira

          Sim, por isso coloquei o VH.. alem de achar ganhamos muito no jogo aéreo e isso foi destaque em 2016 do nosso time.. o Dracena cabecea todas pra cima do gol.. o egídio é aquela coisa.. qdo todo mundo espera algo dele, ele faz aquilo que fez contra a ponte.. devolve a bola pro adversario na intermediaria.. qdo ngm espera nada ele acerta 10 cruzamentos por jogo e faz uma cobertura ok..

  • Antonio A. Alves

    por enquanto nossa saída é reunirmos o máximo de pessoal para esta noite assistir o Periscazzo vemos as idéias e tomarmos muitas patadas do Conrado; sem esquecermos de mandarmos um monte de corações. kkkkkkkkk

  • Chagas_Sep

    Questão não é esquema, Palmeiras pode jogar no 6-4-0.. ou no 3-3-4….. mas se o treinador não fizer o time jogar…. não adianta. Somos um catado em campo, ganhando graças a qualidade individual do nosso elenco.

    O time do Cuca, abafava o adversário, obrigava eles a saírem no chutão, recuperava a bola e definia.

    O time o EB, espera o adversário, recupera e mantém a posse de bola, é um time previsível e apático, algo muito parecido com o que o Oswaldinho e o MO faziam.

    A grande verdade, que aquela foto, que comparava o EB com o Rubinho, e o Palmeiras com a Ferrari, representa bem nosso atual situação.

  • Márcio_SC

    A manutenção do técnico neste momento é a melhor opção, até porque não existe nada melhor no mercado, nosso principal campeonato é a libertadores, se ganharmos o próximo jogo já estaremos classificados.

  • Matheus Rodrigues

    Já que estamos falando do nosso grande técnico, fica aqui dois questionamentos:

    Por que o time não chuta DE FORA DA ÁREA?

    Por que o Zé com 42 anos, fica muitas vezes como último homem, quando o Palmeiras sobe pros escanteios? (escanteios esses quem teem sido muito mal cobrados).

  • Wilfrido Paredes

    Apenas como comentário aos que sugeriram alguns técnicos.

    Felipão, o do 7 x 1 ou do rebaixamento de 2012 ?

    Muricy, o que perdeu o campeonato mais ganho de todos os tempos em 2009 ?

    Luxemburgo, o que já foi um dia o melhor (93 à 2000) e que depois montou um time em 2002 para ir embora na 1a. rodada ?

    Quem disse que gritar na beira do campo ganha jogo ou resolve alguma coisa ?

    Na gestão Beluzzo contratamos Luxemburgo, Muricy e Felipão. E ganhamos o que mesmo ?

    Ganhamos uma dívida astronômica com salários e multas que tivemos que pagar por vários anos, inclusive comprometendo as finanças da gestões posteriores.

    Olha, eu não queria que Eduardo Batista fosse contratado, mas neste exato momento, na minha opinião, a melhor opção é a continuidade do trabalho…

    • AlexTala

      falou tudo!

    • Endriu Wacheski

      Luxemburgo, 369 partidas no comando da equipe e 67.3% de aproveitamento. O cara entende de futebol, sabe mexer com a cabeça dos comandados. 2002 foi fruto da arrogância, e não pelo argumento citado. Fora isso, temos que saber separar a gestão financeira da gestão técnico-adm, contratamos Luxemburgo, Muricy e Felipão, não ganhamos pois tínhamos uma administração financeira, ou até em âmbito geral péssima. Tínhamos técnico e não tínhamos gestores competentes, hoje acredito que um técnico de qualidade como esses citados teria bem mais tranquilidade e artifícios para trabalhar.

      • Wilfrido Paredes

        Endriu, Luxemburgo é meu ídolo. 12 de junho de 93 foi o dia mais feliz da minha vida futebolística.

        Infelizmente,o tempo não pára e ele optou em não se reciclar, não se reinventar.

        Quanto a “administração financeira/geral péssima”, eu discordo. Nós simplesmente tínhamos um dos economistas mais conceituados do país, o Sr. Belluzzo, que preferiu muitas vezes não agir como gestor e sim como torcedor.

        Assim como nós torcedores estamos fazendo agora aqui no Verdazzo, exigindo a saída do técnico…

  • José Rian

    No mercado não tem mais opções,
    Eduardo Batista tem aproveitamento de 71%
    Se o paulista fosse pontos corridos, o Palmeiras era campeão
    Sobre o jogo do fim de semana, o Cuca não iria reverter, em nenhum jogo o Palmeiras ganhou por mais de 2,ou 3 golssobre o seu comando, Luxa é desatualizado e desde 2009 só faz merda.O Eduardo errou na escalação do 1º jogo, isso é fato,mas jogar o trabalho de 1 temporada por causa de um jogo no paulista, ai não dá. Outro erro do Eduardo Batista é na formação 4-1-4-1, isso não funciona em time nenhum, o que funciona é movimentação e aproximação, isso falta no time. o Eduardo precisa trabalhar mais a bola parada tanto defensivamente como no ataque, mas não da pra julgar o cara por causa do paulista

  • Fedato Palmerista

    Não é pelo resultado no paulista, que realmente pouco importa, pelo menos pra mim .
    Mas já deveríamos ter um time muito melhor organizado em campo .
    Michel Bastos não pode ficar fora deste time, se jogar 2 partidas na LE não sai mais .
    O que mais preocupa é que temos a CB próxima e também a fase decisiva de classificação da libertadores com 2 jogos fora de casa ( acho que estes 2 jogos serão decisivos pra permanência do EB ) .

  • Marco

    Parabéns concordo com tudo apesar do bombardeio dá mídia especializada que para não bater na rainha mãe Ceni canaliza toda sua acidez no Batista tudo normal convenhamos em se tratando do verdão tentam minar qualquer trabalho . Avanti Palmeiras

  • BOB CUSPE

    Aí Gordazzo, você vai levar umas catarradas se ficar levando um. Eduardo Luiz disse que esse seu site é uma merd@, que o PTD é bem melhor. Falou tbm q você apanhou dos caras do Orkut.

  • BOB CUSPE

    Respeite os Verdadeiros Palmeirenses.

  • Marcos Carsado

    Minha preocupação é que, não estamos jogando bem, em minha avaliação, não consigo sentir firmeza no time, apesar do grande elenco que temos, se estamos bem na Libertadores, não nos esqueçamos que tivemos duas vitórias no estouro do cronômetro, que se não viessem, estaríamos com apenas 3 pontos e numa situação horrível, pior que a do ano passado, sei que o “SE”, não pode ser levado em conta, mas me apavora o Palmeiras não ganhar um jogo da Libertadores com maior Autoridade.

  • Claudinei José de Oliveira

    É chato ficar fazendo comparação, mas pra um time que até lateral no campo de ataque arrepiava adversários, nossas bolas paradas estão extremamente frustrantes… Não dão em nada, ou seja, não há nada ensaiado pra surpreender o adversário ou, se há, é mal ensaiado…

    • 9 – MARQUINHO

      Acho que o Torugo faz muita falta neste quesito.

      • Claudinei José de Oliveira

        Dudu e Jean andam errando tudo o que tentam tbm…

    • Quasar

      Mas tinha Moisés né.

    • AlexTala

      essa bola era do Moises e ele esta no estaleiro!

    • Palmeiras07

      Com Egídio cruzando nunca vai funcionar, e olha que ele diz que é o principal fundamento dele.

  • Matheus Alves

    Se tudo der errado, chamem o goleiro Bruno (o nosso)… 10 minutos no comando do time, uma vitória. Quer aproveitamento melhor?

  • 9 – MARQUINHO

    Não estou totalmente satisfeito com o trabalho do EB, acho que às vezes ele erra em substituições, acho que ele não soube motivar o time para o jogo de Campinas, acho que foi juvenil na coletiva de ontem e tal. Mas… acho que ainda não é hora de demitir o técnico. Precisa de mais tempo e estes 2 jogos fora de casa pela Libertadores esclarecerão melhor o seu trabalho depois desta eliminação.

    Quando os antis-EB dizem que “SE” o time não tivesse feito estes 2 gols depois dos 50 minutos estaria com apenas 3 pontos, precisam concordar também que contra o J.Wilstermann “SE” o Borja não perde aquele gol de cabeça sozinho de frente com o goleiro, “SE” o Guerra não perde aquele gol sozinho com o goleiro, “SE” o Roger Guedes não pisa encima da bola sozinho depois de receber a bola na cara do goleiro… contra o Penãrol, “SE” o Borja não erra o pênalti, “SE” o cara não tira a bola do Tchê-Tchê praticamente de dentro do gol, “SE” o Willian não chuta no travessão com o gol aberto… bom “SE” alguns destes lances fossem melhor aproveitados, o Palmeiras poderia ter ganho os 2 jogos com tranquilidade e terminado o jogo até sob os gritos de “Olé!” da torcida.

    Futebol é decidido muito em detalhes também. Até o jogo contra a PP, “SE” a bola do Borja no travessão entra, “SE” o juiz dá pênalti no Jean, o 1º tempo poderia ter virado 2×0.

    O pior que falando assim parece que o nosso ataque é ruim. Quando acredito que deva ser um dos que mais marca gols. Fez 3 no SPFW, 4 na Linense, 4 na Ferroviária, 3 no RDB, 3 no Novorizontino (2 vezes), 3 no Penãrol… Enfim, o time está criando muitas oportunidades, mas precisa melhorar mais ainda o aproveitamento.

    A média de gols do Borja também não é tão ruim assim. Foram 4 gols em 11 jogos, mas jogou 90 minutos em apenas 2 jogos. Precisaria ver a média por minutos jogados, mas o Deus Jô pregado pela imprensa gambá, por exemplo, fez apenas 6 gols em bem mais jogos e jogando praticamente sempre o jogo inteiro. Ricardo Oliveira fez 1 mísero gol no campeonato.

    É importante filtrar um pouco o que essa mídia fedida tenta vendar.

    VAMOS TORCER PRA DAR CERTO, PESSOAL!!!

    AVANTI PALMEIRAS!!!

    • Edson P. Mendes

      O “SE”….é o maior craque do time time derrotado. (Frase minha)

  • Vladimir Julião

    Uma coisa é o potencial do elenco , outra é o que consegue realizar.Creio que a maioria de nós se entusiasmou com os reforços e o que eles prometiam , e logo de cara , duvidou do técnico sobre sua capacidade de trazer à tona esse potencial. A dúvida é legítima , mas não deve recair sobre ele toda a responsabilidade.Desde os gols perdidos no jogo da libertadores até a “moscação” no primeiro jogo com a ponte os jogadores e seu desempenho individual mostraram que também ficaram devendo muito, faltou foco e dedicação, mas também estratégia adequada. Ainda não sinto uma integração elenco-comissão técnica-proposta de jogo como a que tivemos no ano passado , depois de algum tempo e trabalho.Está na hora do grupo como um todo começar a mostrar que está consciente da necessidade de buscar um novo patamar .Todos estão devendo.

    • Bruno Candido De Sousa

      Mas isso passa pela capacidade do treinador em administrar o grupo. São estilos muito diferentes. O grupo abraçou o Cuca pq o Cuca pegou a galera no papo, na malandragem de vestiário e de repente chega outro cara que foca mais no trabalho e menos no pessoal. O grupo ainda não se sente confortável e engajado a se doar por esta causa. E quanto mais a torcida mostrar insatisfação menos o jogador vai se importar com a proposta do Eduardo. Para que isso comece a mudar os resultados em campo tem de aparecer. A meta é a libertadores e apesar do sofrimento estamos liderando nosso grupo.

  • Marcelo Dos Santos Baptista

    Bom , pelo que sei se voltarmos do Uruguai derrotados ( bati na madeira 3 vezes ) EB ja era…O problema todo , na minha opiniao e q esse time tem potencial pra mais e EB parece nao conseguir fazer isso acontecer…nao conseguiu focar o time contra a Ponte no primeiro jogo e no Segundo alem de demorar pra substituir qdo fez , fez mal pra caramba e perder taticamente do Gilson Kleina nao da…

    • Bruno Candido De Sousa

      A única decisão errada dele foi a de não rodar o elenco na ida em Campinas. Zé e Dracena jogavam o terceiro jogo decisivo em dez dias. Foi fatal. Quanto a tomar baile do Kleina, para mim isso não existe. Primeiro sabemos que o Kleina não é capaz disso. Segundo, a base dessa Ponte Preta que vem jogando bem e de forma organizada foi montada pelo próprio Batista. Abraços

      • Rafael Capelini

        Essa não foi a ‘unica’ decisão errada,
        ele atuou mal durante o confronto quase todo com a Ponte, onde por exemplo não fez nada pra mudar o Panorama da 1a partida.

        Não quer dizer que deva ser demitido por isso…
        mas foi muito mais do que apenas não rodar o elenco.

  • andersonlogan

    Ótimo texto Conrado, como sempre

  • Carioca Verdão

    Lendo alguns comentários aqui, a primeira coisa q me vem à cabeça é: “Ainda bem q a maioria aqui é só torcedor e não dirigente, nem técnico!”

  • Parmerista

    Será que o Cuca não cansou das “férias” não? rsrsrs

  • Old and Wise

    Muito bom esse post. Temos um bom treinador e nao existem grandes alternativas a disposição. Todos sao apostas…e antes que falem do Cuca, lembrem-se que foi ELE que nos demitiu! Vamos apoiar, exatamente como o Verdazzo recomendou há aproximadamente um mes atrás!!!

  • Parmerista

    Concordo em partes com o texto. A verdade é que o EB ganhou fôlego no cargo porque tem 7 pts na Liberta e é o líder do grupo e também o líder geral na competição. Caso perca dois jogos seguidos na Liberta, por exemplo, será demitido em questão de horas, assim como ocorreu com o MO.

    Lembrando que as duas vitórias na Liberta foram conquistadas na raça, no sufoco, com o apoio do caldeirão que a torcida faz no Allianz Parque. Será que o EB teve muitos méritos nessas vitórias? Sinceramente, EB parece cada dia mais perdido à beira do gramado e fora de campo também.

  • Parmerista

    EB: “Não sei fazer jogador chorar antes do jogo. Não é o meu forte. Sou um cara prático”.

    O cara joga contra ele mesmo ao dizer que não consegue motivar o grupo antes de um jogo importante, algo que é essencial numa decisão, como foi contra a Ponte. Essa passividade e falta de entusiasmo do treinador contagia negativamente os jogadores, como ocorreu contra a Ponte em Campinas.

    • xandresoares

      Cara até certo ponto ele está certo. Muricy que já ganhou muita coisa, já falou isso mesmo.
      Jogador de futebol não ganha jogo por causa de preleção emocionante. Ganha porque é bom, porque tem bom plano tático e técnico. Motivação não é só emocional. Pode ajudar, mas não é fator de desempenho.
      Motivação precisa eu, você.. nós. Que rala o mês inteiro pra ganhar pouco, passando sufoco em transito ou transporte público. Jogador de futebol é muito bem remunerado para jogar bola, livre de qualquer perrengue. Se falar que foi falta de motivação e pilhagem, poe para trabalhar de estivador por um dia no porto, pra ver o que é motivação.

  • Sandro Sgobi

    A torcida já invocou com EB mesmo antes da sua contratação. Eu mesmo não gostei, fui contra. Quer dizer, já rola uma puta energia contrária em cima do cara, só que muitos se esquecem que isso vai também de encontro ao time como um todo. Fica difícil torcer e não confiar ao mesmo tempo.
    Eu sou a favor de trocar. Foi assim em 15 e 16 e os títulos vieram no final do ano.
    Palmeiras só funciona como uma unidade, quando torcida, técnico e jogadores olham todos para uma mesma direção, um mesmo objetivo. Felipão falava dessa corrente, Do jeito que está hoje, com uma absoluta falta de confiança da torcida no trabalho do EB, não dá.
    Troca já!

  • Palmeiras07

    Na minha opinião o EB fez uma ou outra substituição errada ao longo destes 4 meses, considero normal, o erro que me irritou foi não colocar o time B do Palmeiras para jogar contra a ponte, poderia ate tomar de 3 x 0, mas era o time B, para que ter elenco se só usa 14/15 jogadores, eu não me conformo com isso. E Conrado boa observação sobre os usuários do site, eu só acompanho o verdazzo aqui pois é o único site que conseguimos debater um assunto de verdade.

  • Palmeiras07

    Alguns pontos deste time do EB:
    1º Dudu e Guerra não estão jogando bem juntos. E se não está dando certo sou muio mais o Dudu, William e Keno abertos e Borja no centro.
    2º Tche Tche caiu demais de produção, não sei se é alguma coisa com ele ou com o esquema.
    3º Teve chances para testar outro esquema tático que liberasse mais nossos laterais mas não fez. Por exemplo uma formação com 3 zagueiros:
    —————Prass—————

    —————Mina—————-

    V. Hugo —————Dracena

    —————F. Melo—————

    Tche Tche – Guerra – M.Bastos

    Dudu———Borja——-William

    • Fernando Castro

      Ao pé da letra, colocaria Dracena no meio, Mina na direita e Vitor na esquerda. No mais, é uma alternativa interessante.

  • Clessiaum

    Infelizmente pra um técnico que disse em alto e bom som que assistiu todos os jogos do time, que não iria mudar, agregar novos valores mantendo o que é bom. Tem feito o oposto disso.
    Do jeito que tá merece sim uma mudança de comando, todas as qualidades da temporada passada foram excluídas e o que vemos é um time que por exemplo o último jogo viveu de chuveirinhos para os gigantes WB e Dudu.

    Ouso em dizer que QUALQUER treinador que entrar no lugar desse cara fara em menos tempo um trabalho melhor

    • Lucca

      Vai morrer abraçado no 4141

    • Fernando Castro

      DIsse que não iria mudar, mas acabou não mantendo também. Aí que mora o perigo.

  • João Pedro 2

    Até mesmo o Roger que era um dos mais cotados e foi para o galo antes está sendo questionado, e olha, acredito que se for ver elenco o galo perde para a SEP por pouco

  • Roberto Galluzzi Jr.

    A quem escreveu tão ponderada coluna: ONDE ASSINO? Parabéns.

  • Alexandre Koji

    Museu de grandes novidades.
    É a libertadores de 2016 tudo de novo… Só que dessa vez passamos da fase de grupos.
    A leitura do nosso time é facilmente feita pelos adversários:
    1- Jogar fechadinho no Allianz que o Palmeiras tem muita dificuldade de furar retranca.
    2- Garantir a vitória na casa deles.

    É sabido por todos que essa “fórmula” da Libertadores garante uma boa campanha: Ganha em casa e empata fora.

    O Eduardo tem que inovar, senão já era.

  • Alexandre Koji

    Museu de grandes novidades.
    É a libertadores de 2016 tudo de novo… Só que dessa vez passamos da fase de grupos.
    A leitura do nosso time é facilmente feita pelos adversários:
    1- Jogar fechadinho no Allianz que o Palmeiras tem muita dificuldade de furar retranca.
    2- Garantir a vitória na casa deles.

    É sabido por todos que essa “fórmula” da Libertadores garante uma boa campanha: Ganha em casa e empata fora.

    O Eduardo tem que inovar, senão já era.

  • Gustavo Bakai

    Como vv falou no TT, qualquer opinião é válida. Eu, particularmente, sou completamente avesso a troca de comando em um espaço tão curto de tempo e, na minha opinião, o EB deveria ficar até que se prove(MUITO) o contrário. Ele vai ter grandes desafios nas próximas semanas, especialmente com jogos fora de casa pela Libertadores. Não adianta ficarmos aqui divagando sobre os erros dele, pois, como você bem isso, esperamos que o que ele pensa, deveria estar sendo aplicado em campo. Particularmente, espero mais do time, especialmente dos novos contratados. O que eu gostaria de ver neste sentido, é mais ousadia do nosso professor, apelando neste sentido, para um time que, além de manter a posse de bola, volte a ser letal como a SEP de Cuca ano passado, desta maneira, poderíamos ter uma boa combinação de resultados.

  • Gustavo Arthuzo

    Um 3-4-3, o esquema do momento (Chelsea, Atalanta – sensação do Italiano -, Barça, Arsenal, dentre outros, usam), poderia cair bem, nossos laterais tem dificuldade na marcação e teriam que marcar menos, Felipe jogou muito contra a Ponte na posicao de zagueiro…

    Precisa ver o que tem de errado com Tche Tche e Borja também, os dois vieram de um 2016 espetacular e agora fazem um 2017 muito fraco.

  • Victor

    As avaliações do post são interessantes, mas tem algumas coisas que foram desconsideradas na análise, apesar de a ideia geral ser essa mesmo.

    1. A torcida do Palmeiras é a mais corneta que tem, pelo mesmo motivo que é a que mais enche o estádio, e é a que mais consome produtos oficiais, e tem a camisa que “mais se vê” em qualquer canto desse país. Quem tem amigo Palmeirense, Gambá e Bambi, sabe bem a diferença entre torcedores. O Palmeirense tem a escalação do time na ponta da língua, e com raras exceções, acompanhou todas as atuações do time no ano, mesmo os jogos não sendo televisionados em canais abertos.

    2. Eduardo Baptista realmente tem um bom aproveitamento se analisarmos os resultados, mas tirando UMA única atuação contra os bambis, não teve qualquer atuação do time em que tenha enchido os olhos do torcedor, mesmo tendo jogado uma competição “peso leve” e tendo caído num grupo de libertadores dos mais fáceis. Todos sabemos que o time apresenta diversas dificuldades, e por mais que não se saiba o que acontece nos bastidores, o que se vê é um time que não triangula, não consegue fazer um “1 – 2” com eficiência, não tem qualquer jogada ensaiada de bola parada eficiente. Sabemos também que jogadores não vem sendo bem aproveitados e o rendimento de todos eles, sem exceção, caiu em relação ao que apresentavam no ano passado, sejam jogadores do próprio Palmeiras ou que vieram de outros times.

    3. Ter paciência, em geral, é algo que acontece quando você vê um mínimo de evolução. O que a grande maioria da torcida vê com clareza é que o Eduardo Baptista não vem apresentação gradativa evolução, por menor que seja. O que se vê é uma instabilidade imensa, esquemas muitas vezes lidos rapidamente pelo técnico adversário e neutralizado com eficiência – inclua aqui até mesmo estagiários como o próprio Gilson Kleina, a frente da Ponte há uns 5 jogos, mas que já tem maior domínio do seu plantel que o Eduardo Baptista muito provavelmente jamais terá com o elenco do Palmeiras em mãos.

    Não discordo da coerência do texto, mas o caso pontual do Eduardo Baptista me faz lembrar só de uma pessoa…. Marcelo Oliveira. Quando o Cuca pegou o elenco na mão nós nos lamentamos por ele não ter assumido antes, pois aquela Libertadores foi jogada fora, e acho que todos que criticam o Eduardo Pensam muito nisso.

    Mas racionalmente falando, e o maior motivo pelo qual o texto é muito lúcido, é que a menos que o Cuca volte, não tem quem contratar nesse mercado porcaria, e esse é o principal motivo para o coro de saída do Eduardo não ser a prioridade da diretoria do Palmeiras nesse momento.

    VAMOS PALMEIRAS!

    • Cassiano Camillo

      Contra o Novo Horizontino o Palmeiras também jogou demais, contra o Linense fora de casa também.

      • Gustavo Arthuzo

        Primeiro jogo contra o Novorizontino começou sofrível… se fosse um time como a Ponte, será que conseguiríamos virar?

  • Pedro Barioni

    A tática de gestão utilizado como argumento central, me parece bem conservadora e na essência tão subjetiva quanto a que foi colocada como oposição, se todo torcedor é incapaz de analisar as questões do jogo de modo objetivo, em quê uma observação por espaço de tempo maior poderia melhorar esta objetividade?
    A demissão de um treinador não tem nada a ver com tempo de trabalho, seja pra muito ou pra pouco, na minha visão, o que interessa é o que pode ser visto dentro de campo. EB parece ter um bom potencial, ele verbaliza boas ideias, conseguiu alterar a maneira de jogar do time parcialmente, nos segundos tempos ele costuma melhorar o desempenho do time… Porém, ele não tem experiência suficiente para comandar o Palmeiras, hoje, o time atual do Palmeiras, diferente da teoria do texto acima, é um time para resultados a curto prazo, se o caso fosse de esperar dois anos, certamente teríamos muito mais jovens no elenco, não teríamos feito contratações tão caras.
    A falta de experiência de nosso treinador é notável na falta de repertório do mesmo para fazer o time jogar de formas distintas; ele não consegue fazer rodar os jogadores, extraindo de cada um o que é necessário para cada jogo, coisa que Cuca fez ano passado com extrema habilidade; os jogadores não conseguem render o que podem e acabam ficando irritados (Dudu tá voltando a surtar, R. Guedes já surtou, Borja tá enlouquecendo…) e ai acaba virando um ciclo…
    Foi um erro grave tático contratar EB neste momento, completamente incoerente com o resto do planejamento, a culpa não é só dele, mas ele é incapaz de realizar o que se exige dele, no momento.

    • Rafael Capelini

      Bom argumento, mas ‘erro tático grave’ fica difícil de avaliar, pelo fato de que já no fim do ano o mercado não oferecia muita opção e outros nomes tentados não tiveram peito de encarar o projeto, ou acharam que não era o momento de ‘trocar de projeto’. Consta que o Eduardo não foi o primeiro nome tentado, foi apenas o 1o a aceitar. Sem saber exatamente como foram as negociações e quais os outros nomes tentados até se chegar nele, fica difícil saber se foi “ERRO” ou apenas a opção menos ruim naquele momento. Até porque, potencial ele tem, só que ainda demonstra muita imaturidade e insegurança, o que pode acabar por derruba-lo.

      • Pedro Barioni

        Sim, a avaliação é limitada, mas coloquei como um erro tático, pois a decisão primordial neste caso a ser tomada foi anterior, era decidir se continuaria contando com a permanência de Cuca ou se tentaria logo uma outra opção, a partir dai desenrola essa situação que foi descrita de contratar o que sobrou, e a partir dai desemboca nesta situação de contratar um treinador com o perfil nada a ver com o que foi planejado para o momento.

  • Idamil Vinhas de Queiroz

    Não concordo com esse comentário de esperar dois anos para formar um time temos vários exemplos que para justificar esse período um é cuca no próprio palmeiras em 2016 outro é abel braga no fluminense este ano, e tite na seleção quando o treinador é bom é entende de tática de fuyebol forma um time em 4 meses, mas isso não é o caso de eduardo batista o palmeiras ganou esses 12 jogos mas nunca jogou bem!

  • Longe de mim julgar a competência de qualquer técnico profissional, mas na condição de torcedor, o que eu realmente quero ver é 1) uma equipe com padrão consistente e agressivo de jogo, 2) jogadas ensaiadas diversificadas com a bola parada e/ou em movimento, 3) capacidade de vencer retrancas com organização e paciência e adversários que nos encarem de igual para igual, 4) competência no preenchimento de espaços no campo, 5) coletividade e colaboração entre os jogadores para que cada um deles consiga render o seu melhor.
    Se o Rogério Ceni ou o Marcelinho Carioca vierem treinar o Palmeiras e fizerem isso, vida longa para eles no comando técnico do verdão.
    Se o Marcos ou o Evair vierem e não fizerem isso, ficarei na torcida pela saída deles assim como estou na torcida pela saída do Eduardo Batista.
    Penso que se ele não conseguiu colocar isso em prática no Paulista, que era nosso desafio mais fácil no ano, também não conseguirá nos demais campeonatos.

  • Cassiano Camillo

    O pessoal esquece que o Palmeiras do Cuca, principalmente a partir do segundo turno não jogava absolutamente nada, era um time que achava um golzinho através do Cucabol e conseguia se defender pqe tinha um bom sistema defensivo e um goleiro que fechava tudo (Jaílson). O Palmeiras desse ano joga MUITO mais que o do ano passado mesmo sem o principal jogador (Moisés), basta alguns ajustes em relação a defesa e armação de jogada, que virão logo… Confio no EB!

    • Marco Aurelio Venturini

      na boa, cada um tem sua opinião, mas me permita discordar.

      Eu fico com o time que não “joga nada” (para mim era um time confiável) e que foi campeão brasileiro mesmo com pressão da fila de 22 anos pelo título, do que com o time que “joga muito”, mas que:
      – perde para: gambá medíocre com 1 a menos
      – sofre para ganhar do Novorizontino
      – sofre com os medíocres Jorge W., Penharol
      – que toma um nó tático do Kleina/Ponte

      – que está fritando vários jogadores excelentes

      Cada torcedor pode concordar ou não com o EB, mas com ele é bom estar ciente que não vai ficar sem título este ano, é trabalho a longo prazo e sem garantia que 2018 será diferente..

      • O maior Campeão Brasileiro

        Concordo contigo em partes.

        Acho que o EB sofre por pensar como a cabeça de time médio. O que um time médio pensa? Empatar com gambás na Arena Eliminates? Bom resultado. Fazer um bom jogo com o Santos na Vila? Ótimo(independente do resultado). Perder um jogo eliminatório por falta de postura? “Inadmissível”, mas normal acontece. Reverter um 3×0 contra um time médio? Quase impossível, se ganhar e jogar bem está bom!

        Entende? Esse é o grande erro do Eduardo ele saiu da Ponte e do Sport, mas esses times não saíram dele. Além disso, ele tem o seu pior quesito no aspecto psicológico que hoje dependendo do jogo é fundamental. Esse para mim é o pior problema do Eduardo. Eu penso que a diretoria teria que alertá-lo para este ponto que é fundamental nos dias de hoje. E talvez até trazer um profissional de psicologia com ampla experiência esportiva e que possa ajudá-lo nessa questão motivacional e até nos aspectos inconscientes que afetam o grupo de maneira negativa!

        • Marcelo Faria

          Exato, este é o ponto! Se o EB não é bom com preleções, manda o Zé fazer as preleções em algumas partidas, o Felipe Mello, o Fernando Prass, o Edu Dracena, estes são os líderes do grupo! É preciso que os jogadores entendam que de alguma forma existe liderança!

    • Lucas

      Respeito sua opinião. Só que falar que o Palmeiras jogava através do Cucabol, é demais !
      Temos um elenco muito mais forte que do ano passado, isso é nítido.
      O Palmeiras do ano passado, mesmo com alguns desfalques, eu tinha certeza que iríamos ganhar por causa que tínhamos um TÉCNICO que nos momentos que precisava fazer alguma SUBSTITUIÇÃO, ele fazia e automaticamente dava resultado. Com o EB, ele sempre troca seis por meia duzia e assim fica difícil.

    • Pedro Barioni

      Essa é provavelmente a opinião mais longe de qualquer realidade que eu li em qualquer lugar sobre esta situação, rs…
      O time de Cuca do segundo turno jogava exatamente como o treinador queria que o time jogasse.

      • Luiz

        Completamente sem noção.. rsrs

    • Wkocks

      e também sem o G Jesus

    • Bruno Silva

      Cara o palmeiras no segundo turno “dançou conformei a dança.” Na minha opinião jogou muita bola sim porque fez o que se exigia do time naquele momento do campeonato, foi uma equipe madura em campo. Numa reta final de segundo turno de brasileirão todas as equipes ja tem um objetivo traçado, seja titulo, liberta ou rebaixamento. Isso torna o segundo turno muito mais difícil que o primeiro. O segundo turno do palmeiras pode não ter sido vistoso, mas a equipe jogou conforme o momento da competição exigiu. Mas é evidente que aquele te foi e era superior a todos os outros do br16, foi apenas uma questão de circustância.

    • Luiz

      Desculpa, mas vc se engana ao falar que o palmeiras jogava mal. O primeiro turno foi muito bem, e o segundo fez uns 3 jogos ruins por causa do Wagner.. Depois do que esse goleiro fez, nos tivemos q mudar o jeito de jogar, isso por causa do susto (fantasma 2009). Ocorreu tambem que o Gabriel Jesus deu uma parada por uns 8 jogos, nao tínhamos reposição minimamente boa..
      O campeonato Brasileiro estava praticamente ganho, 1 mes e meio antes, isso pq o Palmeiras estava extremamente regular, sem sustos e ganhando fora de casa.
      Nunca q o Palmeiras deste ano joga bem, perderia para qualquer outro formação de 2015 ou 2016.. O grupo da libertadores do ano passado na Libertadores era muito superior ao atual, só relembrar os resultados e os jogos.. Os times deste ano são ridículos e a gente sofre para ganhar..

  • Luis Forquesato

    Bem escrito o texto, mas os argumentos são bem subjetivos.
    Não ficou claro, por exemplo, a diferença entre os trabalhos dos últimos técnicos:

    “(…) Kleina, Gareca, Oswaldo e Marcelo estavam claramente neste estágio.

    Neste momento, entretanto, nenhuma das condições acima está sequer perto de ser satisfeita. (…)”.

    Na minha opinião tiveram trabalhos anteriores até melhores que o do Eduardo.

    • Gustavo Arthuzo

      Anteriores, mas o trabalho deles no Palmeiras foram muito ruim se analisarmos os quesitos técnicos do treinador… MO mesmo, destreinou o time…

  • Messias Amaral

    Todos os jogos que o Palmeiras jogou bem, foi contra times de pequena expressão. Fato eh que nosso time não joga junto, não sabe botar pressão, não sai jogando. O futebol pífio do segundo tempo contra a ponte mostra a incompetência de nosso comandante, teve tempo pra trabalhar e não fez nada. mudou um pouco a equipe e funcionou no primeiro tempo por se diferente, segundo tempo nada mudou e a defesa adversaria ja estava calejada. Não sei como ainda tem gente que defende técnico fraco. ele esta perdendo a mao da equipe, agora eh a hora de trocar pra salvar a Libertadores, mas se deixar pra trocar depois do jogo da ida das oitavas………. e ele ainda me queima a maior contratação da equipe, não cumprimenta o cara, não monta um time que faz a bola chegar na frente e quer q o cara meta gol. Bigodin mete gol pq a bola na sorte procura ele. e tem gente com olhinhos de margarida pra ele ainda.

  • Não acho que seja hora de trocar o treinador, mas críticas pontuais devem sempre ser pesadas numa eventual análise final. Por exemplo, o time perdeu a famosa bola parada que tanto nos salvou ano passado quando fazíamos jogos ruins. O EB literalmente capou o time desse recurso em sua gestão. Já um ponto positivo é que o time não perde o esquema de jogo até o apito final, que tem rendido gols nos minutos finais na competição mais importante do ano.

    O cara também não se ajuda: todo mundo sabe que a torcida odeia o pai dele, será que não dá pra assessoria de imprensa dar um toque pro cara não babar tanto ovo quando é perguntado sobre pai pelos jornalistas?

  • Willames Rodrigues

    Demitir EB hj seria apenas corrigir um erro cometido em dezembro de 2016. Ele nunca deveria ter sido contratado pq é fraco, não tem currículo e o nosso ano exigia um treinador mais experiente.
    Mas falando sobre os “30 minutos” contra a Ponte eu tenho que discordar. O time já não tinha jogado nada contra Jorge Wistelman e Penarol, venceu esses jogos na bacia das almas, com muito nervosismo (falta controle emocional a time e o técnico é um covarde), e o erro ocorreu justamento por não polpar os jogadores que atuaram contra o Penarol no jogo contra a Ponte.
    Em Campinas, o Palmeiras andou os 90 minutos em campo e não levou mais gols pq a Ponte tirou o pé e o juiz não deu um pênalti claro.
    Então não foram “30 minutos” de apagão, mas 3 jogos em sequencia com a gota d’água em Campinas, O jogo de volta serviu pra mostrar que o EB não tem capacidade pra montar uma estratégia para furar retrancas, ele apelo descaradamente para o chuveirinho desde o primeiro minuto, e nos final ainda tirou o Borja (centroavante alto e de ofício) pra colocar o Willian (que tem 1,75 de altura) pra disputar no jogo aereo.
    Por fim, 2016 está se repetindo, se não trocar jogaremos o 2017 no lixo.

    • Anderson Lp

      Basicamente foi isso q vc disse.. O pessoal parece que prefere se enganar, parece um ato de ignorar os problemas e achar q nao aconteceu ou que assim ira melhorar.. Esta tudo errado no trabalho desse tecnico..
      So se a pessoa nao assistiu a esses jogos, essa seria a unica justificativa para usar este discurso positivista..

  • Dawkins Pinker

    Ja vimos os mesmos jogadoes jogando muito mais. Estamos ganhando na raca, e ate o kleina da no tatico. Eduardo nao ta pronto pro palneiras. Vamos esperar perder o ano so pra sermos modernos?

  • Penso que os atuais Diretor e Gerente de futebol do Palmeiras procuram basear suas decisões sempre em indicadores de desempenho quantitativo e talvez esse ponto seja justamente o que mantém EB no cargo. Pontualmente pode estar tudo desmoronando, mas quando olham a ultima linha, tá lá 71% de aproveitamento até agora.

  • NETO AMARAL

    Perfeito.

    Isso que você nem mencionou o evidente nervosismo do time e a inabilidade dele em gerir os conflitos dentro do vestiário. Sejam verdade ou não, começam a pipocar inúmeras notícias de problemas de relacionamento, jogadores discutindo publicamente, membros da comissão trocando empurrões com jogadores, várias situações lamentáveis que nos fazem lembrar do Palmeiras de alguns anos atrás…

  • Marcelo Faria

    acredito que o aproveitamento do EB no Palmeiras é muito bom, porém o torcedor perdeu a confiança que estava adquirindo com o passar dos jogos no Paulista, pelos bons resultados em cima da Ferroviária, Linense, Red Bull, SPFC, SFC e os dois jogos contra o Novo Horizontino. Mas o nível do campeonato estadual é muito fraco para ser feita uma comparação, acredito que a culpa não seja totalmente do EB, mas sim dos responsáveis por gerir o clube, que estão se baseando apenas no bom aproveitamento no paulista, pois a Libertadores é muito diferente, o Palmeiras deu sorte de ter caído em um grupo teoricamente mais fácil, pois só o Peñarol tem a camisa pesada, fazer uma campanha tendo resultado na 1ª fase é muito bom, porém é a forma que o Palmeiras está vencendo seus adversários e caindo na catimba deles! O Palmeiras tem um excelente plantel, contratou jogadores cascudos e experientes pra disputar a competição mais desejada da América do Sul, porém falhou em não trazer um técnico do mesmo nível, mais cascudo, experiente em competições internacionais, porque resultado por resultado, até o Celso Roth levou o Palmeiras a final da Libertadores, mas porque então não ganhou? faltou aquela malícia que tanto os jogadores do Boca Jrs quanto o técnico deles tiveram e levantaram a taça!
    Mas e agora? o que fazer? Chorar o leite derramado? Alguns irão esperar o tropeço do Palmeiras para comemorar a demissão do técnico, outros continuarão apoiando, trocar de técnico agora sem ter opções no mercado?(na verdade até tem, mas eles não vão abandonar seu clubes pra assumir o Palmeiras!)
    Não existe receita pra se ganhar um título como a Libertadores, alguns acreditam que precisa de tempo e maturação do técnico e do elenco, outros acreditam que dá pra ganhar uma Libertadores logo no 1º ano disputando a competição quando se tem um time rico e cheio de bons jogadores cascudos e experientes!
    Não caiam na pilha da imprensa que só quer tumultuar o ambiente do clube e também deixar os torcedores ainda mais discrentes do trabalho do EB e da diretoria, não caiam nessa! Não existe Crise!
    Sei que é difícil, mas independente de quem esteja vestindo a camisa do Palmeiras, sentado no banco de reservas ou em pé junto ao gramado de braços cruzados, devemos apoiar, cobrar quando necessário e também dar tempo e crédito para que o trabalho continue, não está bom? Sabemos que não está ainda mil maravilhas, mas também não é o fim do mundo e também não está tudo errado!
    Se for para o Palmeiras ser campeão na base do APITO FINAL, ultimo minuto de jogo, iremos sofrer, mas sairemos felizes e orgulhosos de torcer por uma equipe vencedora e que pode continuar escrevendo uma história cada vez mais bonita e sofrida! Porque ser Palmeirense é isso! Apoiar, apoiar, cobrar ,sofrer e vencer!

  • Bárbara Ramires

    Desculpe Conrado… mas não tem jeito.. Quem assiste aos jogos e não fica somente torcendo de forma doentia e cega, consegue notar tranquilamente a diferença do time desse ano com o do ano passado. Ano passado enfrentando times mais difíceis no BR tbm não jogávamos um futebol vistoso, longe disso, mas era muito mais eficiente e consistente, tinha padrão tático , o time era compactado e fazia gols que surgiam de jogadas treinadas como triangulações na beirada do campo e jogadas de bola parada onde Victor Hugo e Mina disputavam quem fazia mais gol. Hj tá um deserto só, não tem jogada, o time toma vários contra ataques bobos, e ainda entra disperso nos jogos. Fora o burburinho de que o nosso preparador físico/aprendiz de estagiário perdeu o vestiário.

    • Verdazzo

      Não adianta. Por mais que eu tescreva 20 parágrafos tentando mostrar que não é o futebol de agora que deve ser julgado, e sim o que sera mostrado quando ele tiver mais tempo para impor seu trabalho, todo mundo quer saber só do que está acontecendo agora.
      Pelo “agora”, tem que mandar embora mesmo, isso está claro no texto. Mas esse não é o ponto. Será que tão pouca gente entende isso? (isso sem falar em “burburinhos”, façam-me o favor…)

      • Bárbara Ramires

        Espero que você esteja certo e que o “futuro” seja melhor…. Infelizmente, eu acho que o “agora” já é o trabalho dele. E que tem alguma coisa estranha entre os jogadores, isso tem. Dudu descontrolado, aquela cena entra OF e TS.. Victor Hugo, Zé, Tchê Tchê despencando de rendimento, o trote exagerado no RG, FM batendo boca com o próprio RG… Enfim.. que tudo isso não nos atrapalhe hoje!

    • Anderson Lp

      Basicamente isso q vc disse, nao da para admitir esse futebolzinho jogado pelo atual palmeiras.. Vendo o time do ano passado e deste e’ bem nítido, isso sem contar os erros atuais.. A cada batida de falta ou escanteio nosso eu fico com medo, ficamos tomando sustos com os contra ataques, são sempre iguais.. E o Mina, teve uns 2 jogos em que ele foi para o ataque e não volta, um deles ele virou centro avante e em um outro ele virou meio campo q carregava a bola para ataque. Não temos tecnico para corrigir um erro destes!!
      Não adianta dar tempo, nao mostrou um minimo de evolução, só regredimos.. Um time milionário e passa vergonha. Estou me preparando para hoje e para o seguinte da libertadores..

  • Daniel

    Mudando um pouco de assunto, para uma notícia de última hora: Allianz Parque confirmado como sede da Copa América 2019, junto com a Impressora de Itaquera (São Paulo terá 2 sedes).

  • Anderson Lp

    O time no primeiro turno do brasileiro voou, o segundo turno teve uma grande queda de rendimento pelo susto gerado apos a entrada do Wagner no gol.. O tecnico teve q tomar uma atitude pragmática para nao acontecer novamente o que aconteceu em 2009.. Apos a volta do Gabriel Jesus ele fez uns dois bons jogos, assim de cabeca lembro do Flamengo e São Paulo, apos isso ele ficou meio sumido, nem fazia gol, deu ate umas assistências, mas não era o mesmo. Daria para dizer ate q inconscientemente ele tirou o pe, isso depois de jogar no sacrifício por vários jogos. Não tínhamos um substituto para ele, Leandro banana, Barrios e Alecsandro são ruins e estavam mal. Essa foi uma das causas da diferença gritante do primeiro para o segundo turno.
    Eu concordo com vc q o time era bem seguro, em relação aos sustos, nao vejo assim.. O time do primeiro turno era muito forte ofensivamente, enquanto o do segundo era forte defensivamente (tomava poucos gols e o Jailson saiu invicto)..