O que aconteceu com o Palmeiras em Campinas?

Jogadores da Ponte Preta comemoram gol contra o Palmeiras
Fernando Dantas/Gazeta Press

O Verdão esteve irreconhecível ontem à tarde e tomou uma traulitada da Ponte Preta no Moisés Lucarelli. Os 3 a 0 tornam a missão do Verdão de reverter a situação bastante complicada no próximo sábado.

Mas o que levou o time que teve tanta atitude na quarta-feira a entrar tão apático no domingo? A resposta, à distância, parece simples: cabeça. Ao contrário do que os analistas de placar dizem, a Ponte não deu um baile no Palmeiras, não fez uma partida perfeita, brilhante, simplesmente pelo fato que para merecer esses elogios é preciso ter um adversário que exija algo. E o Palmeiras não exigiu nada; a Ponte fez apenas o básico e perdeu a chance de fazer um placar muito maior e definir o confronto.

Ao vencer o Peñarol da forma que todos vimos, o grupo palmeirense pode ter experimentado uma sensação de onipotência, o que leva à soberba, que por sua vez, leva ao relaxamento. O time parece não ter entrado concentrado para um jogo de mata-mata e estendeu um tapete vermelho para a Ponte Preta até o gol de Fernando Prass.

O primeiro gol, aos 40 segundos, foi ridículo: Lucca conduziu a bola com muita facilidade por todo o nosso campo. Nossos defensores não entraram pra rachar, como se deve, e a Ponte conseguiu arrematar incríveis três vezes antes de fazer o gol – que só saiu porque Jean e Zé Roberto não fizeram o be-á-bá de dar dois passos à frente para deixar o Pottker impedido.

O mérito da Ponte Preta foi ter aproveitado esta chance e a seguinte, quando Pottker deu um passe fácil para Lucca, por trás de Jean, que parecia um juvenil. O toque por baixo de Prass deu ao time da casa, que só tem o Paulistão pra se preocupar e é a chance deles de serem campeões pela primeira vez na vida, a vantagem de dois gols no placar e o domínio mental completo do jogo. O terceiro gol, que só saiu porque Zé Roberto tropeçou em suas próprias pernas, dispensa comentários.

Mas não era um time de queixo duro?

Este Palmeiras não tem queixo de vidro – temos dito isto ao longo da temporada diante das frequentes demonstrações de poder de recuperação que nosso time tem dado. No jogo de ontem, o time não sentiu as pancadas, porque na verdade não sentiu nada. O Palmeiras entrou em campo de corpo, mas não de alma. Jogou perdido desde o início, e não porque tomou os gols.

Nossa torcida, revoltada, passou no final da tarde de domingo xingando o técnico e pedindo sua demissão imediata. À noite começaram a surgir as primeiras teorias conspiratórias – corpo mole, elenco rachado, aquelas coisas de sempre. Criticaram o almoço de Páscoa concedido ao elenco na tarde de sábado – os jogadores treinaram pela manhã, foram liberados para ficarem com as famílias e se reapresentaram às 18h. Houve quem caísse na pilha da imprensa dizendo que o trote no Roger Guedes causou tudo isso.

Tudo bobagem. O Palmeiras perdeu de 3 porque não entrou em campo. Faltou humildade e foco.

E agora?

No sábado, o Palmeiras tem uma chance espetacular de conseguir mais um feito histórico. O Allianz Parque vai estar lotado, e ir para o intervalo com vantagem no placar, mesmo mínima (algo absolutamente normal), torna o placar totalmente reversível. Imaginem o time precisando de dois gols e com 45 minutos pela frente, com o estádio daquele jeito. É claro que dá. O ponto fundamental para que este roteiro seja cumprido é não tomar nenhum gol, este será o maior desafio.

Para que tudo isso aconteça, Eduardo Baptista precisa de novas ideias para fazer alguns ajustes no time. Nada que cinco dias de trabalho não lhe proporcionem. A postura do time ao entrar em campo, esta é que tem que mudar mesmo. E cá entre nós, não existe a menor chance de entrarem em campo do mesmo jeito que entraram ontem.

Na boa e na ruim

O Palmeiras já nos deu grandes alegrias este ano e tende a continuar dando. Ficar ao lado do time na boa, é mole. Nossa torcida tem que mostrar que está junto também na ruim. E aí, de que lado você está?

  • AlviVerde Imponente

    EU ACREDITO NA VIRADA, NUNCA VOU DEIXAR DE ACREDITAR NO MEU TIME, AVANTI PALESTRA !!

  • Bruno L. Gambarotto

    O que não consigo aceitar é dar dois dias de folga para esses caras e só retornar os trabalhos na quarta-feira. Porra, considerando que sexta é véspera de jogo e o treino é leve, vamos ter apenas dois treinos inteiros, mesmo com a semana inteira livre?

    • Kleber M

      Supondo que o problema tenha sido desgaste físico, acho que faz algum sentido. Isso me faz lembrar 1995, quando jogamos mata-mata de Libertadores intercalado com a final do Paulista… e perdemos os dois. A minha questão é pra que ter elenco grande se acaba tendo que “escolher” um dos torneios pra jogar sério?

    • Leandro Bassani

      você folga sábado e domingo ?

      • Bruno L. Gambarotto

        Meu amigo, comparar jogador de futebol com trabalhador comum soa desonestidade intelectual. Os seus salários estratosféricos não são fruto do acaso. É praxe no futebol brasileiro termos jogos de quarta e domingo, e isso obviamente implica na impossibilidade de ter dois dias de folga. E vivem reclamando que essa rotina os impossibilita de ajustar as falhas mediante bons treinamentos. E ai justamente quando possuem uma semana inteira para treinar, abdicam dela como se as coisas estivessem às mil maravilhas e só voltam na quarta-feira? Pra mim isso é esculhambação.

        • Leandro Bassani

          Desonestidade Intelectual ?
          “diante da dinamicidade e complexidade do ambiente, é fundamental a utilização de índices visando compilar um grande volume de informações, facilitando uma visão holística” voce esta tendo uma visao fechada do ambiente , esta se apegando apenas ao treinamento tatico e fisico , o que domina o corpo ainda é a força da mente ! EB deu o descanso pq conhece os jogadores e sabe muito bem do que eles mais precisam nesse momento. vamos aguarda.

  • Ighor Silva

    5 dias de trabalho ajudará mesmo, porém deram 2 dias de folga. Ou seja… São apenas 3. Como vc disse. Não há como analisar o jogo. Não houve jogo de nossa parte.

  • Helder Gonzales

    Acho que também pesou o fator idade. Nossos muitos veteranos precisam de mais tempo de recuperação e saíram esgotados do jogo de quarta. É fácil falar agora, mas era um jogo pra usar o elenco e abaixar a média de idade, com jogadores como o Victor Hugo e Roger Guedes iniciando a partida.

  • Grão de Pimenta

    Acho que no próximo jogo o primeiro tempo vai ser fundamental, primeiro passo é não levar nenhum gol e depois tentar fazer no minimo 1×0 ou até 2×0 o que não é nenhum absurdo , mas o fato é que tem que virar o primeiro tempo ganhando e isso não é nada impossível, depois no segundo tempo vai pro tudo ou nada, oq não pode é virar o primeiro tempo empatando ou perdendo ai ja era

  • Jander Perfeito

    Na minha analise: Está faltando combate dos homens de meio, principalmente FM e TT e não foi só neste jogo. O time tem que compactar mais e todos se ajudarem, se não ficará presa fácil. Dudu e Wilian voltam pouco para ajudar, diferente do Guedes que sempre volta na marcação. O Eduardo entrou com o time que ele considera titular, sem poupar jogadores, se tivesse poupado e perdido a critica, em cima dele seria muito grande. Eu consideraria em alguns jogos fora, jogar com 3 zagueiros para ter mais pegada. Problema, os dois jogadores de grande pegada VH e TS não começaram o ano bem, muito afoitos e com os nervos a flor da pele, visto ontem o TS, no banco de reservas levou amarelo e brigando com o preparador físico. Agora é colocar a cabeça no lugar e lutar pela classificação difícil mas não impossível. Avanti Palmeiras.

  • Rafael Figueiredo

    O problema não foi nem tomar 3 da ponte… Foi jogar o segundo tempo inteiro sem criar perigos pra macaca, sendo que um golzinho já colocava a gente de volta ao páreo mesmo que para o jogo seguinte apenas.

    • Rafael Capelini

      num ‘jogo de 180 minutos’ você ‘desprezar’ 45 esperando o jogo de volta não é muito inteligente, especialmente tendo que correr atrás de enorme prejuízo. Ainda mais, que o ‘esperar’ do 2o tempo só não resultou em maior adversidade porque o apitador colaborou e a macaca tirou o pé…

      Ridículo o time estar perdendo e ‘apenas ficar esperando o tempo acabar pra tentar a sorte na volta’ isso não é atitude de PALMEIRAS e muito menos de qualquer equipe vencedora da história!!

    • Didi

      se a gente fizesse um golzinho, a ponte peidava e buscaríamos até um empate. certeza.

  • Lucas Paraizo

    O principal trabalho do EB essa semana é cuidar dos nervos desse time. Esse elenco precisa de calma para entrar em campo que nem entrou no segundo tempo contra o Peñarol. Aquele Palmeiras lá consegue tranquilamente reverter o resultado contra o Ponte. O Palmeiras afoito, nervoso e jogando na base do chutão não vai a lugar algum.

    Tchê Tchê voltou muito mal, acho que é hora de dar uma chance para o Michel Bastos entre os titulares, quem sabe até pelo meio e jogando com Róger Guedes ou Keno no lugar do Willian pela ponta.

    • Rafael Figueiredo

      Podia trazer o Guerra pra função do Tche Tche e colocar o Michel mais a frente… Michel merece ser titular, é muito habilidoso e ajuda na bola parada em que o Dudu está errando todas

      • Lucas Paraizo

        Michel também nos dá a arma do chute de fora da área, algo que o time tem feito muito pouco.

    • Paulojs

      Mas é justamente esse o problema do EB, gestão de elenco, ele é fraco, só ver no Flu o perrengue que ele passou com o cone, na parte tática ele até que é passavel, meio sofrivel, mas ok….

  • Renan B. Baroni

    Na boa e na ruim! Pra quem passou pelo periodo 2002 – 2014, isso de ontem é molezinha! Avanti!

  • Lucas Paraizo

    Outra: espero ver essa semana jogadores como Felipe Melo, Dracena e Prass batendo no peito e defendendo o Eduardo Baptista. Esses caras experientes e de moral alta precisam ajudar a bancar o técnico nessas horas, até para a imprensa parar de tentar rachar o elenco e a torcida parar de pedir a cabeça do cara.

    • Marcelo Moreira

      Também acho que essa é hora de jogador chamar a responsabilidade. EB tem sim sua parcela de culpa, mas na boa, ele entrou com o que temos de melhor e não há conversa de vestiário que conserte a pataquada de levar 2×0 em menos de 10 minutos…

  • Concordo MUITO com o texto, mas fico puto como um time com tamanha superioridade se deixa levar por um time no máximo esforçado e arrumadinho.

    Claro que a Ponte jogou a vida. Mas a impressão é que todo jogo contra a Ponte eles jogam a vida? Essa displicência do Palmeiras, que leva à esses vexames, me irritam demais.

    Faz o simples, entra focado caraio. Sem esforço seria 0x0 lá, ou placar mínimo, já que o Palmeiras não queria jogo. E em casa resolveria. Mas não, uma pane, um descontrole geral, e agora todo mundo em cima e pegando no pé do time, e eu pergunto: pra que vacilar desse jeito?

    Não pode de forma alguma jogar o título paulista mais fácil de todos os tempos no colo dos gambás, pq a Ponte mesmo se passar da gente continuará SIM virgem. A macaca só vira gorila pq a gente dá moral, pq os adversários, ainda mais em decisões, passam o carro na chita.

    Não adianta ser o melhor time de SP, um dos melhores do Brasil e quiçá das Américas e levar passivamente 3 gols.

    O único que parecia pilhado era o Borja, ainda assim aquela “pilha” errada, afobada. Descontadas falta de ritmo do Jã, infelicidade do Zé e inoperância do Tchê Tchê, faltou HOMBRIDADE.

    Nas vacas magras eu até entenderia. Mas esse time aí não pode perder dessa maneira.

    • Matheus Braga

      só discordo da parte do Borja. Vi inúmeros lances dele desistindo da jogada ou até mesmo ignorando um adversário passando à sua frente. O William que não custou 1/3 dele está muito mais ligado. Espero que isso seja corrigido, porque o investimento foi muito alto pra ele miguelar desse jeito.

  • Matheus Braga

    O maior erro do EB foi não ter rodado o elenco. Estamos de fora e só conseguimos ter essa visão depois do resultado. Óbvio! E a minha leitura do jogo foi de um time desconcentrado e desgastado (física e psicologicamente) pelo jogo de quarta. “Ah, mas eles ganham milhões pra isso”. Amigo, nosso organismo não sabe diferenciar um jogador de futebol de um pescador. O cansaço físico e mental pode ser igual pra ambos (pra jogador, o mental é ainda pior). Enfim, teria total apoio se tivesse começado com VH, Mina, Thiago Santos, Veiga, Michel Bastos, Keno, Roger Guedes, etc, e mesmo assim perdesse. Faz parte do jogo. Esses eram os reservas de ontem e poderiam ser titulares facilmente numa semi contra a Ponte. O que não podia é ter entrado dessa forma. Agora já foi! Vamos em frente e que pelo menos tenhamos dignidade no sábado de tentar reverter o placar.

    • Matheus Braga

      Aliás, o que o Borja está andando em campo e desistindo de disputar bolas a um metro dele, é brincadeira!!!

    • AlexTala

      Concordo com tudo o que voce escreveu, so tem um porem… teríamos uma semana de descanso para o proximo jogo com a mesma Ponte e se ganhássemos fora de casa (ontem) depois sim poderíamos poupar o time para viajar para o Uruguai. Imagina o EB seria aclamado herói! Foi feita uma definição estratégica, não deu certo, agora e correr atriz do prejuízo.

      • Matheus Braga

        Sim, eu também tinha entendido dessa forma. É que como a gente só tem a visão do jogo, sem a visão de treinamento, dia a dia com os atletas, conversa, etc, nossa referência é o jogo. E no jogo os caras pareciam que estavam uns 95% cansados. E o estranho é não terem detectado isso antes, se foi isso mesmo. Enfim, só eles podem reverter isso.

    • Bruno L. Gambarotto

      Concordo com a ideia do desgaste emocional. Depois de um dia que eu trabalho além da conta, muito estressante, eu noto que a minha produtividade no trabalho cai. Mas justamente por isso que temos 30 jogadores tecnicamente aptos para disputarem qualquer jogo. Para nessas circunstâncias, usarmos os que estiverem em um estágio mais competitivo. O time reserva não teria o mesmo entrosamento do titular, mas compensaria isso com competitividade. Seria um jogo muito mais peleado. Mas enfim, é isso: comentar depois que o jogo passou é fácil. #Avanti

      • Matheus Braga

        É isso.

  • MonacoParmerista

    Eu não vejo a reação do time ontem como sensação de onipotência.

    Minha tendência é projetar no time um sentimento que eu mesmo estava antes do jogo de ontem: um profundo desinteresse dado o tamanho do feito de 4a feira passada.

    Estimo que com esse sentimento e diante da perspectiva de jogos duríssimos em seqüência — Peñarol e Wilsterman fora, intercalados com eventuais finais do Paulista — o time pode não ter sintonizado com o fato objetivo: era uma SEMINFINAL de taça importante c perspectiva de substanciais retornos financeiros pro clube em caso de conquista.

    Agora, o momento é de reagrupar e ser EXIGENTEMENTE profissional com todos. Presidente tem de cobrar diretor, que tem de cobrar gestor, que tem de cobrar comissão técnica que tem de ser pragmática com elenco.

    Têm de ser feitas escolhas seguras em termos de sistema de jogo, escalação e atitude em campo.

    Com pano de fundo disso tudo, tem-se o levante reacionário liderado pelo batráquio-zumbi-golpista-ditator, quer dizer, esses mortos vivos estão ávidos por uma derrocada no paulista pra continuar a fritura dos “profissionais caros” e seus “orçamentos vultosos”, a começar pelo prório Alexandre Mattos.

    Arrisco dizer que, pro clube, JORRAR água nessa fritura é tão — ou mais — importante do que a taça e os retornos financeiros da conquista do Paulista.

    Que o presidente mostre-se fiel aos ideais que o levaram a ser indicado como sucessor dos anos 2013-16 e batalhe muito por esse Paulista e todos os seus significados.

    #ForzaPresidente
    #AvantiPalmeiras

  • Fernando da Silva

    A historia do Palmeiras repete de perder para times pequenos pode ser uma mera coincidencia. O Estudiantes era melhor do que o Palmeiras em 1968? O poderoso Guarani de Careca era melhor do que o Palmeiras em 1978? A Inter de Limeira era melhor do que o Palmeiras em 1986? Talves seja esses titulos perdidos porque não entrou em campo. Faltou humildade e foco.

    • Paulojs

      Mas só no Palmeiras que isso ocorre? Pq? Qual seria a explicação?

      • Vinicius Moreira

        Não é só no Palmeiras…
        ETI Jundiai foi campeao da copa do brasil e não foi contra o Palmeiras, Santo Andre foi campeão da Copa do Brasil e não foi contra o Palmeiras, Ituano foi campeão paulista e não foi contra o Palmeiras e por ai vai…

        • S.E.P.

          Mas não é o uma constante, usando o seu exemplo : O Ituano foi campeão em cima do Santos, certo? Mas me diga qual outro campeonato que eles perderam para time inexpressivo em final? Ou seja acontece, mas com o Palmeiras infelizmente é uma constante, já fomos vice de Guarani, Inter de Limeira, fomos eliminados por Ipatinga, Asa, etc….Com os outros é uma vez ou nunca, e com a gente é quase sempre…..

          • Marco

            Amigo acho que vc não está acompanhando as eliminações constantes de galinhas e meninas ,sua acidez é justificável mas não é justa

      • Fernando da Silva

        Nao sei mas talves seja praga do Mustapha Mumhaa!

    • AlexTala

      O Guarani de 78 era melhor! E libertadores não tem favoritismo é guerra, ganha quem tiver mais vontade de ganhar ……

  • Matheus Alves

    Acredito que essa derrota será boa; só não sei se a curto ou a longo prazo.

    Se virarmos essa situação, o aprendizado será imediato e veremos mais um jogo épico, que fortalecerá ainda mais o grupo.

    Se não virarmos, teremos foco maior na competição que realmente temos obsessão e com certeza, estaremos mais preparados para os outros campeonatos.

    • Daniel

      Matheus, boa nada.

      E parece que vc esqueceu que já havíamos jogado duas vezes antes esse ano com a Ponte: empatamos em casa e perdermos há 1 mês atrás.

      Se não aprenderam com 0 x 1 vão aprender agora com 0 x 3?

      Time não teve nem brio na cara. Dudú andava em campo.

      • Matheus Alves

        Sim, e digo-lhe o motivo. O jogo que perdemos por 1 a 0 teve algumas justificativas e foi completamente previsível. Jogamos com um time misto e pouco entrosado e perdemos num lance de infantilidade do Zé Roberto, que fez um pênalti grotesco. Aquele jogo não valia nada para o Palmeiras, que já estava classificado.

        Ontem foi completamente diferente. Era um jogo grande e uma derrota assim é bem mais sentida do que aquele 1 a 0. Foi um jogo que escancarou algumas deficiências: técnicas, táticas e psicológicas.

        Se comissão técnica e jogadores conseguirem absorver o impacto e aprender com esse jogo, será bom pro grupo. Lembre-se que tomamos 4 do Água Santa e depois embalamos rumo ao título do Brasileirão.

  • Leandro Bassani

    Dia 22/04 – 5×1

  • João Pedro 2

    Borja está morrendo de fome sozinho na frente, muda o esquema batistinha

  • Willames Rodrigues

    5 dias de trabalho? Os caras ja ganharam a segunda e a terca de folga, entao sao 3 dias de trabalho.
    E a postura no segundo tempo foi revoltante, a mesma do jogo contra os gambás. Total displicência. Era ora ter feito um monte de coisa, rodava o elenco, descansava alguns jogaadores, entrar mais defensivo, só que agora a vaca ja foi pro brejo.

    • Marco

      Foi nada amigo faremos a final vitoriosa com as galinhas no velho porcoenbu e vc vai comemorar pela eternidade​ pode esperar

  • Claudinei José de Oliveira

    O Palmeiras vai reverter o placar… escrevam aí. Não acho que a cabeça dos caras estava em outro lugar. Acho que o time simplesmente não estava numa tarde boa… Porém, acharam que, como em outros jogos, dava pra empurrar com a barriga… Quando resolveram acordar já estava 2×0 e só tinham passado dez minutos… Então, à tarde ruim, somou-se o nervosismo e o time voltou a apresentar a inoperância de outras eras (Marcelo Oliveira) que, sempre, em momentos ruins, reaparece… Mina no campo de ataque tentando fazer alguma coisa que meias e atacantes não foram capazes de fazer o jogo todo é o mais claro exemplo disso. Se aquela bola que foi lançada para o Borja no início do 2º tempo fosse um lance da Ponte, era 4×0. Como era do Verdão, o que aconteceu? Borja literalmente pisou na bola. Se o Verdão faz um gol ali era outro jogo. Mas ali foi decretado o nocaute técnico do time: se contentaram com os 3×0 contra.

    • Lee Ernest Balster Martins

      Também acho que a atitude do segundo tempo foi se contentar com os 3×0 contra, o problema é que não pensaram na torcida, que nunca se contentaria. Pelo que foi apresentado pela equipe não da para dizer que houve tentativa de diminuir a desvantagem

  • Roger Jr

    Pedir a cabeça do EB!? Será que ele é pior que o Kleina?

    • Anderson Fontes de Carvalho

      O Kleina é fraco, mas ao menos mostrou atitude na beira do campo, “jogando junto” com a Ponte Preta. Já o nosso…….

    • S.E.P.

      Sim, e muito, o GK deu um nó, um baile, engoliu, sei lá quantas mais expressões eu poderia usar aqui para comprovar que o GK é sim, muito, mas muito mais técnico que o nosso patético treineiro

      • Vctr81

        para de causar mano…qdo o kleina estava no palmeiras vc pagava pau pra ele? aposto que vc ja era um cornetão..

  • Marcio Lettra

    O que não consigo admitir de jeito nenhum é um time como o Palmeiras entrando para jogar uma semi-final FORA de casa daquele jeito que vimos, isso é TOTALMENTE INACEITÁVEL e a culpa é duplamente do nosso técnico. Primeiro porque não pilhou a equipe para entrar focada, segundo porque não conseguiu nem depois de estar perdendo de 3×0, nem no intervalo ele conseguiu porque voltamos do mesmo jeito para o segundo tempo. Ridículo…

  • Old and Wise

    A verdade é que estava esquisito mesmo. Li aqui comentários que devia ter rodado o elenco e com boas justificativas mas…o Michel Bastos entrou…o Roger Guedes entrou…o Alecsandro entrou…A displicência do Roger Guedes, principalmente foi irritante. Perdia a bola e ficava PARADO. Alecsandro muito apático também. Ainda que Michel Bastos tenha entrado melhor…nao incendiou nada. A explicação do post é muito boa mas já tinha acontecido igualzinho no jogo contra os gambás. Aquela bola rodando pra tras na defesa..do Ze, Roberto pro Mello…voltando pro Dracena..e voltanfo pro Ze Roberto atrasar para o Dracena e de novo..e de novo..e de novo com a gente perdendo de tres??? Eu fico pensando o que fazia o William…o Dudu..o Tche Tche enquanto essa bola ficava rodandp na defesa? Nada ne? Absolutamente nada! Melhor mesmo é fingir que nao viu e confiar em dias melhores…mas nao tenho certeza se isso é solução!!

  • Caio Beraldo

    Estarei lá. Ingresso estava garantido antes do jogo e não abro mão dele. Fui até na partida de volta em 2011 na CdB, e na mesma CdB em 2014 contra o CAM, com time misto, num campeonato “entregue” já que o foco era a permanência no Brasileiro. A camisa está em campo, e isto basta.

  • Didi

    Eu não abandonei o time depois de um 6×0 pro Goiás que deixou a gente na lanterna do Brasileiro, vou largar agora?

  • AlexTala

    Eu ja estou com os ingressos comprados!!!!

  • Daniel

    Uma derrota ridícula.
    Criticar o E.B. agora é fácil. Ninguém criticou a escalação antes do jogo.
    Mas quem imaginaria que o time entraria em campo tão apático?

    Esse time tem de descansar a cabeça e treinar muito agora. Jogo se ganha na bola e na aplicação tática.
    Se tiverem isso, a qualidade técnica prevalecerá.

    • S.E.P.

      Eu sempre critiquei, mas é aquele negócio, se vc critica o cara antes do jogo, a torcida cai de pau xingando, entre outras coisas. Mas já que vc quer critica antes do jogo, vamos lá : Se ele não sair, vai ser um ano perdido, com atuações em sua maioria sofriveis(ganhando pq o time é muito bom)um ou outro lampejo de bom futebol e mais vexames pela frente.

    • AlexTala

      Oa contrario! todo mundo feliz de ver a escalação com time completo!

  • Wkocks

    É o chocolate de todo ano. Não tem jeito. A minha visão foi a mesma do post. Faltou foco (pode ter sido soberba ou comodismo). Não adianta falar que não presta e mandar todo mundo embora. Nas vitórias nós vimos que a equipe está evoluindo e pode sofrer percalços. Precisamos ficar mais firmes nos mata-mata’s que virão pela frente. EB tem que ser firme nesses momentos e no lugar dele colocaria alguns no banco para que não ocorra novamente. Temos elenco para isso

  • Antonio A. Alves

    No caso da apatia do time não existe justificativa; se a pegada foi forte na quarta feira, que seja melhorado o planejamento para o final de semana. No meu ver a Ponte ficou a semana toda sussa; enquanto o Palmeiras teve a batalha épica que não era para ser épica, devido ao apagão do primeiro tempo; pois quando a bola esteve no chão foram 10 min que era para ser 3×1. O que vejo em nosso time (exceto contra o Novo Horizontino) é deixar o adversário inferior complicar o jogo: exemplos Jorge e Penarol, pois nitidamente são fracos. Especificamente no caso do Penarol houve a palhaçada do juiz que mexe com os nervos de qualquer um e pode gerar uma série de problemas. Do mais torcer para reverter o que não é impossível; tá mais do que na hora dar uma patada neste time dromedário. e.t. muito bom seu post como sempre.

  • Vinicius Moreira

    Na marcação o time apresentou os mesmos problemas que já vem apresentando à alguns jogos… a diferença foi que a Ponte acertou tudo e aliado a “preguiça” do time do Palmeiras, em três ataques ele fizeram três gols…
    No ataque faltou vontade… ngm se aproximava para rodar a bola ou tentar um chute de fora da área… o jogador que mais tentou organizar e levar o time mais próximo do gol foi o Mina…
    Agora é torcer e esperar um jogo bem melhor no sabado pq ainda temos chances de classificar

  • Allan Bó

    Jogo de volta: 3 x 0 para o Palestra e ganhamos nos penaltis, sem mais! AVANTI !!

    • Marcelo Moreira

      Oloco, que ganhemos no tempo normal! Na outra quarta jogamos contra o Penarol lá no Uruguai, o desgaste psicológico e a tensão de uma disputa por pênaltis judiaria demais. Sem contar que corre o risco dos jogadores estarem sob o mesmo efeito de ontem: a cabeça na epopéia do jogo anterior…

  • Henrique Lobato

    O otimismo de muitos aqui é legal , mas eu não consigo confiar nesse técnico .. fraco e medroso

    • Daniel Eid

      Time entrou em ritmo de coletivo/amistoso, visivelmente cansado sem nenhuma jogada em velocidade e totalmente lento na recomposição . Eduardo Batista fez escolhas ruins em termos de substituição , mas tbm não pode ser culpado pela letargia do Jean e pelo escorregão do Ze. Ao meu ver houve uma falha (não erro) da comissão em não rodar mais o elenco para esse jogo , vide o desgaste de quarta-feira, porém não estou lá dentro pra saber qual o aval dos fisiologistas e demais sobre “desgaste”, minha analise fica em cima do que vi, o resto é chute. Enfim, deu tudo errado , no coletivo e no individual . Vou pro jogo sabado, pois tenho certeza da vitória, não sei se será suficiente em termos de placar (tirar 3 gols), mas estarei lá.

      • Wendel Lucas

        9 em 10 Palmeirenses teriam mandado o mesmo time para o campo, a maioria queria Michel Bastos e Roger Guedes, ninguém queria o Alecdonalds é verdade, mas a outra opção era o Rafael Marques, iriam xingar o cara mais ainda (eu queria ver o R.Marques em campo, gosto dele)
        Obs.: Falo isso com base nas pessoas que conheço e não de todos os palmeirenses

        • Rubens Jr.

          Pra quê trocar um centroavante por outro se o time estava jogando com 2 centroavantes?

          • Wendel Lucas

            Isso eu não entendi também, não teria colocado o Alecgordo jamais

      • Wkocks

        Não tem jeito. Se o EB tivesse rodado o time e perdesse iria chover de críticas devido não termos jogo no meio de semana. É tentar reverter e aprender com o erros. Todos tem culpa da má atuação

  • Rodolfo Amaro

    Palmeiras tinha que levar (ainda) mais paulada da imprensa, pra mexer com o brio deles e acordarem pra realidade de que cada jogo é um jogo e todo adversário merece respeito. O ego inflado pelos elogios por quarta feira, bem como a falsa sensação de que pode resolver todo jogo a hora que quiser tem que ser exorcizados. O time tem que correr e ser mais humilde, tem que querer ficar com a bola a todo custo. Agora, os caras pareciam mortos, não corriam. Levando três e achando que tava lindo. É inadmissível. Mas tenho certeza que sábado será completamente diferente. Joguem pra torcida, com raça, com determinação, aplicação. A torcida fará a parte dela como sempre! Vamos Palmeiras!

  • Tenhamos FÉ!

    Esse jogo da volta será 4 a 1 e vamos nos classificar nos penais.

  • Messias Amaral

    Com esse time eu creio que eh possível, mas temos que pressionar a ponte desde o inicio, dar o pontapé inicial e subir os 10 jogadores de linha, amassar igual fizemos na libertadores anterior com o river do uruguai. que da, da.
    o que aconteceu ontem nao tem explicacao, podem falar o que for, mais eh inexplicável. usar como base pra nao passar vergonha de novo. eh o Palmeiras passando vergonha com um time pequeno esse ano.

    • Messias Amaral

      mas eu creio num 4×0 no jogo de volta, imponente, raçudo, técnico.

  • klebão

    Que alteração nosso EB poderia promover pra Sábado?

    • Wilton Tani

      Acho que deveria entrar o Keno e T. Santos nos lugares de Willian, ou Borja, e Felipe Melo.

  • Sandro Sgobi

    Já vendeu 26 mil. Vamos lotar aquela p. (quer dizer, o Allianz) e fazer história mais uma vez.

    Vai ser épico. #AvantiPalestra

  • Luciano – Apuca

    Sempre c/ o Verdão, na boa ou na ruim, porém c/ sinceridade, é evidente que não dá pra cravar nenhuma das teorias de conspiração que surgem na imprensa (até pq eles só querem ver o nosso time mal, principalmente agora que é favoritaço em tudo o que jogar), mas é óbvio que tá faltando comando e que alguns jogadores estão muito abaixo do que se espera e do potencial que tem, já tivemos amostras de jogos de displicência similar (como contra os gambás), como jogos de muita intensidade c/ os 2 da liberta em casa (embora ainda nosso time está bem longe do seu ápice, o que é ótimo pois nos da muita perspectiva), enfim vamos torcer e apoiar mas é inadmissível na minha visão que se jogue outro jogo como o da Ponte e contra os Gambás, perder faz parte mas c/ honra….VAMO VERDÂO !!!!

  • Antonio A. Alves

    não tivemos o Periscazzo na sexta acho que por isso ferrou tudo. kkkkkkkkk – tô querendo tomar patada.

  • Edinog

    Infelizmente foi uma partida vergonhosa do time, espero que pelo menos o elenco e o técnico tenham vergonha na cara e honrem a camisa, o salário e as mordomias que o clube lhes oferecem, podemos até perder novamente no sábado, afinal viramos freguês deles, mais porém joguem um minimo de futebol e não aquela vergonha de domingo !!!!!!!!!!!

  • Henrique Lobato

    O Conrado onde que eu desrespeitei as regras do verdazzo? Não posso ter opinião?Me fala onde eu errei que vou procurar me corrigir.

  • Não vem por panos quente não..!Vestiário rachado, houve ate briga, tem jogador na reserva (Fabiano, V.Hugo, T.Santos, Egidio, Roger Guedes), que não esta aceitando a panela com Zé Roberto, jean e outros, começou no vestiário contra o Peñarol. EB perdeu o controle..!

    • Henrique Lobato

      Não sei se procede , mas não duvido

    • Paulo Ponciano

      Tá louco amigo, onde que o Egídio ou Fabiano tem moral pra ficar bravinho por estar na reserva?
      O elenco é numeroso e os caras sabem disso!

  • Renan Sulaiman

    Vamos verdão, acredito na classificação, tmj EB.

  • Henrique Lobato

    Pra quem acha que eu estou aqui só pra cornetar e ver sempre o copo meio vasio ,Saibam que eu vou ficar muito feliz por estar errado em relação ao Eduardo Baptista

  • renato

    Também acho que vai ser outro jogo para cardíaco : 3 x 0 ! Levamos nos penaltis

  • luiz sergio neto

    Na verdade o erro do EB foi nao ter usado o elenco gigante que tem em maos. Depois do desgaste de quartA pra que repetir o time e utilizar jogadores velhos como ze roberto (caiu sozinho) e edu dracena? Por que nao usou keno, rafael marques e outros? Enquanto isso a ponte descansou uma semana! O unico apagao foi da cabeca do EB de nao dar descanso para alguns medalhoes ancioes. Desculpe mas depois de ver o cara dizer nao saber o que aconteceu e ainda dar folga ate quarta, nao revertemos o placar nao

  • Wilfrido Paredes

    Olha, nossa torcida é impressionante. Para o bem ou para o mal.

    Cara, impressionante como vocês tentam encontrar motivos pela derrota. É cada teoria da conspiração que dá um belo roteiro.

    É tão difícil a gente aceitar um dia ruim do time ? A gente sempre precisa achar que o time tá rachado, que o técnico perdeu o comando ?

    Terapia para vcs….

    • Henrique Lobato

      É sua opinião . Respeito

    • Matheus Rodrigues

      Alguém lúcido na torcida, que belo comentário para se ler.

  • Wilton Tani

    GK é bom técnico! ou ninguém aí lembra da campanha que tivemos com ele na libertadores?

    • Wilfrido Paredes

      Também acho que Gilson Kleina fez um belo trabalho, inclusive veio da Ponte. Assim como também acho que Estevam Soares e Marco Aurélio fizeram bons trabalhos em 2004 e 2005.

      Eu só não entendo porque vocês não podem dar tempo ao Eduardo Batista para mostrar o seu trabalho…

      • Wilton Tani

        Wilfrido, na minha opinião falta ao EB convicção! não só nossa… mas dele próprio com os jogadores.

        Outra coisa, aqui no Brasil o técnico tem que saber botar e tirar pilha de jogador… senão não vence mata-mata.

  • Paulo Ponciano

    Perder faz parte, mas perder desse jeito é inadmissível… Time andou em campo.
    Jean e Zé Roberto marcando dá raiva de ver. Quando tínhamos Moisés e Tchê² eles atacavam e ajudavam bastante na marcação, sem Moisés e com Tchê² desaparecido desde o jogo contra o SP está impossível pro F. Melo marcar sozinho. Fora o buraco que fica no meio de campo!

    Passou da hora de testar um 3-5-2 com Prass, Mina, Dracena, V. Hugo, Zé – F. Melo – Guerra – Bastos – Jean – Dudu – Borja.
    Pelo menos o os nossos laterais não tem tanta obrigação de marcar.

    • Wilfrido Paredes

      Também acho que Moisés fazia este papel junto com o Tche Tche. Apesar de sermos vulneráveis nas laterais, os dois davam contam em auxiliar na cobertura das laterais.Além disso, Gabriel Jesus fazia um trabalho tático muito importante voltando até a defesa para marcar o lateral.

      Mas neste ano, nosso time é mais técnico, mais velho e tem menos força física para fazer este trabalho. Felipe Melo não conseguirá fazer a cobertura das laterais sozinho.O 3-5-2 que você montou é muito interessante, mas Felipe Melo precisaria de mais um companheiro para fazer esta cobertura. Do jeito que você escalou, nem Guerra, nem Bastos tem força para fazer este papel…

      • Paulo Ponciano

        Mas com 3 zagueiros o F. Melo não ficaria tão sobrecarregado como está ficando agora, jogando com 2 zagueiros.
        Outra alternativa é o Bastos na ponta esquerda no lugar do Zé e o Tchê² (ou Veiga/Hyoran) no meio, mesmo Bastos não sendo muito marcador tem mais velocidade e mais intensidade que o Zé.

  • Marcos

    Moro em Campinas e pela comemoração na cidade parecia que a Ponte tinha sido campeã das galáxias. Rojões, carreatas, passeatas…tinha até helicópteros da polícia monitorando os mais exaltados.
    Sobre o jogo, o Palmeiras simplesmente não jogou. Menção especial à partida abaixo da mediocridade de Jean e Zé Roberto (não sou fã do Fabiano mas jamais ele deveria ter saído do time nesse momento).
    Sou Palmeirense como todo mundo aqui, mas vamos ser lógicos e racionais, não vamos fazer 3 gols na Ponte e não tomar nenhum e depois ainda ganhar nos penaltis. Não vamos fazer 4 a 0 e nos classificar direto. Num jogo normal o placar de 3 a 0 poderia sair, mas precisando de 3 fica muito complicado. Claro que tudo é possível nessa vida, ainda mais falando de futebol, mas é MUITO dificil (entretando vou torcer muito e espero muito queimar a língua e que ganhemos de 12 a 0, com 10 gols do Alecsandro…hehehe). Vamos tirar lições para a Libertadores e Copa do Brasil (outros mata-mata). Paulistão acho que só em 2018 (será?), uma pena pois esse estava MUITO baba.

    • Michel

      Essa última frase sua explica o grau de insatisfação da torcida, “esse estava MUITO baba”, e tava mesmo, na mão, e pra quem não ganha desde 2008 seria mto bom ganhar novamente.

    • clluiz

      Claro pô. O Resultado de ontem pra eles já vale como um título.

    • Marco

      5 x 0 na volta

  • Leonardo Magro

    Fala Palestrinos!! ressaca monstra hein…não era pra menos. Perder pra Ponte já é complicado, agora perder pra ponte de GK e de 3 x 0 (fora o baile) foi demais…fiquei impressionado com a falta de gana de nosso time, incrível a facilidade que os adversários encontravam em nossa marcação…saiam tocando fácil a bola, ninguém dava combate ou tirava os espaços…incrível!!!!! Massss como sou otimista, e sei do poder desse escudo, dessa camisa, dessa torcida eu acredito que vamos virar esse jogo, mas terá que ser o jogo perfeito, unindo tática, técnica, raça e inteligência, isso tudo em perfeita simbiose com nossa apaixonada e contagiante torcida! VAMOS PALMEIRAS!!!!!

  • Daniel

    Presidente omisso, Técnico fraquíssimo e sem comando, jogadores acomodados….Voltamos a Era dos Bananas.

  • Paulo Fontes

    “cinco dias de trabalho” em apas gigantes, pois na prática, serão apenas três dias. Sábado veremos se valeu a pena esses dois dias de folga.

  • Ralf Olbertz

    Um texto lúcido no meio de tanta asneira que tem saído por aí..

    Eu só espero que o time entre em campo e honre a camisa e os torcedores do Palmeiras, espero ver sangue nos olhos dos jogadores.

    Essa é a única forma de pedir desculpas pela palhaçada que fizeram no domingo!

    E que isso nunca mais se repita!

  • Futebol é um esporte do demônio. Esse tipo de derrota acontece. Nós tínhamos a melhor campanha do Estadual e somos líderes do grupo na Libertadores. Ganhamos de 3 do SPFW, de 3 duas vezes do Novorizontino. Viramos contra o Santos. No jogo épico de quarta, muita gente me parece ter feito a leitura errada do que viu. Foi aos 54, foi no sufoco por força das circunstâncias, mas nós massacramos o Peñarol. Perdemos um caminhão de gols. Borja não perderá pênaltis sempre, mas perdeu. Bigode não perderá gol sem goleiro, mas perdeu. Mais dois ou três lances fáceis que poderiam nos ter feito sair com uma goleada tranquila. O duro é quando o time não cria nada, não joga nada. Como, por ex, contra a Ponte. Neste caso, sim. Mas me pareceu muito mais uma pane, uma descompressão, sabe? O time jogou com tanta força, intensidade, concentração na quarta, que domingo a adrenalina foi a zero. Quando você tem TODOS os jogadores do time, dos melhores (Dudu) aos regulares (Bigode) errando tudo, é óbvio que não é culpa de ninguém, nem do EB (que mexeu mal, acho). É aquele dia em que fodeu mesmo. Para mim, o sinal de que foi um dia atípico é isso: quando jogadores incontestáveis como Dudu erram tudo. Prass falhou. Dracena, que vinha bem, falhou. Então calma, pô. Nossa torcida parece não exigir mais que vençamos, que sejamos primeiro do grupo. Agora temos de ganhar todas e fácil. Ganhou suado, tá ruim. Perdeu, tá ruim. Empatou, tá ruim. Só serve de 3 a 0 pra cima. Isso não existe.

  • Czar_SP

    Vejo mais acertos do que erros na temporada. E a tendência é só melhorar.

    Por outro lado… posso estar vendo fantasmas, mas há um padrão incômodo: nos jogos recentes contra Novorizontino (lá) , Jorge Wilsterman, SCCP, Peñarol e ontem. Em todos o time entrou com a pilha invertida e ficou vendo o adversario jogar.

    Depois foi aquele sufoco… como todos estes times são piores que o nosso na maioria das vezes foi possível reverter.

    Mas nem sempre dá.

    E quando dá, é um desgaste desgraçado.

    Físico e mental.

    Impossível esperar que o time vá o tempo todo buscar viradas alucinantes.

    Já passou da hora de aprender a ser cascudo. EB não é burro e com certeza sabe que vai ter que pular miudinho pra acabar com esse inferno desnecessário.

    • Ralf Olbertz

      Bem lembrado, se enfiaram em um inferno extremamente desnecessário..

      Era pra ser uma semana tranquila.. fazendo treinamentos já pensando nas finais e na libertadores..

      Jogadores e Comissão técnica se jogaram em uma fogueira.. Foram muito burros!

      Agora que se virem pra sair..

  • Ferracini

    O que causa revolta não é o time perder…é o time não lutar!!! Não é simplesmente dividir em “de boa” quando ganha e “de ruim” quando perde. Trata-se de respeito a camisa e aos torcedores!!!!
    Também acho que teve soberba, falta de foco e blá, blá, blá…mas é inaceitável que um time entre em campo com a atitude mostrada ontem. Sabemos que não vamos sentir a alegria das vitórias em todos os jogos, mas o orgulho de ser palmeirenses deve estar presente em absolutamente todos!!!!

  • Paulo Vertu

    Infelizmente o Palmeiras entrou achando que ia ser fácil, e nao foi! Não sentiu o golpe dos gols. Mais vai sentir o golpe dá mídia e torcedores durante a semana!

    No Palestra, casa cheia, semana de cobrança e pressão…. Se não passar de fase, foco na libertadores, mas, Pra mim o Palmeiras passa, com goleada e sem pênaltis.. aí que eu quero ver a cara dá imprensa e dos antis kkk

    VAMOS PALMEIRAS!!!

  • Renato Sansão

    Conrado e amigos,

    Nesse domingo o Palmeiras esteve anestesiado por 90 minutos. Jogo muito, mas muito em cima do anterior (que parece ter durado 500 minutos) e que pedia – mais por planejamento de calendário que por circunstância – a preparação de uma segunda equipe para a disputa de jogos no Paulista que sejam muito em cima dos da Libertadores. E isso ficou evidente que não foi feito.

    Faltou planejamento e bom senso. Como já foi dito, nenhum jogador – por honra e por ganhar tudo que ganham – pede para não jogar. Mas era claro que tínhamos uma situação para time misto. E não precisa ser treinador rodado, preparador físico ou fisiologista para cravar que ter saído com Vitor Hugo, Egídio, Thiago Santos, Raphael Veiga, Keno e Roger Guedes era a melhor pedida para enfrentar um adversário inteirinho fisicamente e que joga bem demais em seu estádio.

    Perdemos dessa maneira porque entendemos que colocamos em campo “o que tínhamos de melhor”, elegendo de forma equivocada “o melhor 11” acima do “melhor elenco”. Isso desmotiva (com razão) alguns atletas, municia a imprensa e inflama a ala negra dentro do próprio clube, prejudicando o ambiente de uma forma geral.

    Ainda assim, um erro de cálculo que pode ser corrigido no próximo sábado, já que é jogo de 180 minutos. Depois dos 3×0, mais do que a vaga o que está em questão é se o Paulista (e por consequência a torcida), serão tratados como a Copa do Brasil de 2016 – que mesmo com um time reserva + Jesus foi vendida com juros altíssimos para o Grêmio – para priorizarem a Libertadores ou se avançar e conquistar esse Campeonato Paulista após 8 anos será colocado como prioridade por todos.

    A torcida e o apoio sempre virão na boa e na ruim. E até por isso é na ruim que, ao invés de chamar o torneio de “paulistinha”e fingir que foi um tropeço normal e dentro do previsto, se cutuca a ferida e se cobra de todos ali atitude de representantes da entidade Palmeiras em campo. Em todos os minutos. De todos jogos. De toda a nossa vida de palmeirenses obsessivos e apaixonados que vivem as partidas intensamente – antes, durante e depois.

  • Mauro Miguel

    Foi uma tragédia, ou seja, uma conjunção incomum de falhas sistêmicas ao mesmo tempo e/ou sucessivas.Ninguém se salvou. Talvez a folga de sábado, para almoço de Páscoa com as famílias tenha saído pela culatra. Time irreconhecível.Desconcentrado

    • Verdazzo

      por favor, da proxima vez, tente fazer apenas um comentario com todas as suas ideias, em vez de sete em sequencia. na boa.

  • Mauro Miguel

    O início de jogo foi desastroso, gol com menos de 1 minuto. 2-0 com menos de 10 e 3-0 com menos de 35;pesadelo.

  • Mauro Miguel

    Muitas as estão sendo formadas, algumas delas se justificam.Time já entrou morto fisicamente. Isso é inadmissível, se pensarmos que temos vários jogadores a disposição e que certamente entrariam com sangue nos olhos.

  • Mauro Miguel

    Se a sabedoria nos ensina que time que está ganhando não se mexe, por quê escalar Jean, que voltava de contusão e portanto – sem ritmo – Fabiano estava bem, muito bem apesar de suas sabidas limitações.

  • Mauro Miguel

    Tinhamos que ter seguido a logística de poupar e mesclar. O pijama training do pofexô Luxa, ou o misto quente de 99/2000 que Felipão usou com sabedoria. Esse desgaste ocorrido nos 3-2 de quarta e 0-3 de domingo minaram os atletas psicológica e fisicamente. Todos falharam nessa decisão.

  • Mauro Miguel

    Zé Roberto não pode ser o cara do mano a mano. jamais!!! Deveriam saber

  • Mauro Miguel

    E Borja não tem feito nada digno de elogio, ultimamente. Seus companheiros de ataque parecem evita-lo. E ele segue enfezado e caneludo. Precisa ser alimentado com bons passes do meio de campo. E o meio campo? Tem que funcionar…

  • Nicolas Tamburu

    Eu acredito!

  • Mauro Miguel

    Batista foi muito mal e seus comandados conseguiram ser piores do que ele, apanhando da bola. Se escondendo. Andando em campo. Que saibam assimilar as críticas pesadas dessa semana e que provem sua qualidade no sábado. Com uma goleada para classificar sem os penaltis

  • Mauro Miguel

    Vamos apoiar. Vamos torcer e jogar juntos
    O Palmeiras está na disputa, nada cairá do céu. Temos que fazer por merecer.

  • Dawkins Pinker

    Reapresentação na quarta. Jogo no sabado.

  • CaioHB

    Pressupondo que o Paulista já era, agora é focar na Libertadores e preparar o elenco para o Brasileirão, campeonato, a propósito, que seremos bicampeões (decacampeões). Não que eu não acredite na virada. sábado. É apenas uma suposição. Os 11, para o restante da temporada deverá ser: Prass, Jean, Mina, Vitor Hugo, Egídio, Felipe Melo, Tche Tche, Moisés, Guerra, Dudu e Borja, jogando num 4-4-2 clássico. Seria lindo. O técnico é que permanece uma incógnita. Esperaria acabar a participação no Paulista, e, dependendo como for, chamava o Cuca pra conversar, trabalhando, assim, as possibilidades.

  • Bruno P. Scheurer

    O que me deixa mais puto é ques estão queimando Tche Tche e Vitor Hugo 2 monstros o ano passado não desaprenderam a jogar. No jogo contra o SPFC o Tche Tche chegou a ser cogitado pra seleção e agora não serve. Tiraram a liberdade do Tche Tche agora ele é assistente do Ze Roberto e ele não sabe jogar assim sem liberdade. Vitor Hugo errou em 2 jogos e já foi crucificado, era ele que costumava cobrir as deficiências do Ze e do Egidio na marcação, e agora o Edu “super lento” virou titular sagrado.

    Desmontaram o time do ano passado e não colocaram nenhum sistema substituto no lugar.

    • 9 – MARQUINHO

      Sobre o Vitor Hugo, concordo plenamente. Fomos campeões da CB 2015 e do Brasileiro 2016 com ele titular, tendo sempre uma defesa pouco vazada e com ele metendo gol de cabeça com frequência. O cara faz 2 cagadas e perde a posição.
      Na minha opinião o Edu Dracena é infinitamente melhor que o Torugo na saída de bola, mas perde em velocidade, vitalidade e na bola aérea. Vide o gol do Roberto contra o Novorizontino que ganhou no tranco do Dracena, vide termos tomados 2 gols de bola aérea contra o Penãrol… No segundo gol ontem, ele rateou com o Pottker…
      Bem observado também sobre sua capacidade de cobertura aos lesmas da LE.
      PERFEITO!

      • Bruno P. Scheurer

        Concordo, o Edu Dracena é mais técnico , mas até pela idade ele já não tem a mesma forma de 5 ou 10 anos atrás quando era o melhor zagueiro do Brasil. Se você ver nosso sistema defensivo contra a ponte contando aí o F Melo a média de idade é altíssima pega qualquer ataque minimamente veloz acontece o que aconteceu em Campinas.

    • Paulo Ponciano

      Concordo que o V. Hugo por inúmeras vezes tinha que cobrir as falhas dos laterais esquerdos, mas discordo de todo o resto. Ele estava sim passando por um momento péssimo, o empate contra o Tucuman é na conta dele (apesar do Broja ter perdido 3 gols na cara do goleiro). E enquanto isso o Dracena estava jogando muito bem, então é justo o Dracena ser titular e ele reserva pelo momento.
      E o Tchê² foi visto pela última vez no jogo contra o SP… Merece um banco faz tempo, mas infelizmente mesmo jogando mal como tem jogado, continua titular absoluto e sequer é substituído durante as partidas.

      • Matheus Daniel

        Aí que tá, acho que o Tche Tche deve sim ser titular, não tem problema, o que me incomoda é mesmo ele jogando mal o técnico nem sequer cogita substitui-lo durante a partida, além de ser uma posição chave onde ele se quiser pode alternar o estilo de jogo e mudar as caracteristicas do time.

  • Danilo Santos

    Passado o baque de ontem as ideias voltam para o lugar. A única coisa que ainda continuo puto é apatia que o time entrou, se acontece isso no mata mata da libertadores adeus planejamento. Mattos pediu para que a torcida apoiasse Fabiano e eu dei ouvidos, porém Eduardo Batista não pensou em dar apoio e já lançou Jean no jogo parecendo que tinha comido 300 quilos de chocolate e havia passado o dia inteiro de diarreia. Enfim… Vamos apoiar e eu acordei hoje acreditando piamente que vamos reverter o placar e se classificar no tempo regulamentar, anotem. Já fiz até promessa, passando e levando o caneco encima dos gambas ficarei 6 meses sem tomar cerveja. Hoje é meu pior sacrifício é ficar sem as geladas kkkk. Vamos Palmeiraaaasssss

  • Danilo Santos

    Imagem que gostoso será passar o final de semana inteiro vendo essa imprensa lixo falando que o palmeiras foi lá e meteu 5×0. Até os times gigantes tem dias ruins, o barcelona ultimamente vem dormindo em algumas partidas, até o próprio real Madri. Somos a maior potência das Américas, vamos passar o trator.

    • Wendel Lucas

      Concordo, mas pq todo mundo aqui usa a foto do Amaral ?

      • Danilo Santos

        Cara, Boa pergunta.

        • Wendel Lucas

          Faz tempo já que venho notando isso, dá a impressão que é um único cara louco e enfurecido digitando

          • Verdazzo

            quem nao coloca foto nenhuma no disqus recebe uma foto padrão. escolhi essa.

            melhor que uma silhueta sem rosto.

          • Danilo Santos

            Coloca padrão uma foto do marcão então. O Amaral é tenebroso rsrsrs

          • Verdazzo

            é proposital, exatamente pro pessoal se sentir estimulado para colocar suas proprias fotos.

          • Matheus Daniel

            ah entendiii…tinha essa curiosidade, achava que fosse varios fakes…

      • Bárbara Ramires

        Sempre me perguntava isso…

  • André_Verdão

    Não devemos esquecer que além do torcedor corneta existe também o iludido. Caso o Palmeiras vença a Ponte por dois gols de diferença vai encher de iludidos aqui enaltecendo a raça do time, a entrega, só vão esquecer convenientemente que no primeiro jogo os jogadores entraram com uma das posturas mais vagabundas e sonolentas da história do clube. É uma vergonha e reparem que não é só nesse jogo. Todo jogo o time entra dormindo no primeiro tempo e acorda no segundo (quando acorda). Tá faltando um choque de realidade nesses caras, dá impressão que se acham um Barcelona da vida que só precisa jogar o segundo tempo pra ganhar.

    • Wendel Lucas

      Falta banco pra uns caras aí

    • Henrique Lobato

      É oq eu tenho falado o ,Palmeiras​ do ano passado fazia muitos gols nos primeiros minutos , já o desse ano só joga no segundo tempo , me dá medo imaginar este tipo de atitude num mata mata de libertadores , se contra os times mais fracos estamos penando pra ganhar como será com os mais qualificados ? Tenho assistido alguns jogos dos times brasileiros na libertadores e o Palmeiras e o que mais tem sofrido pra criar chances de gol , não estou nem awe pro paulista oq me mata de raiva e ver o time jogando como jogou domingo , mas não só isso é perceber que o EB já separou o seu grupinho e que dificilmente vai voltar atrás e reconhecer as falhas deste 4 1 4 1 que sempre deixa o Felipe Melo sozinho nos contra ataques dos adversários , é a linha de 4 do meio campo que não marca ninguém não recompõe e quer atacar em linha e o Borja que paga o pato , pq errou muito no jogo de ontem pq tinha que vir no meio campo pra participar do jogo .Bom é mais ou menos isso

  • ESQUADRAO 1996

    A torcida está revoltada pela falta de vontade demonstrada ontem; reverter o placar será bem complicado, mas enquanto houver 1% de chances temos de torcer, deixando para depois a “caça às bruxas”. Esperamos apenas que o descaso de ontem não se repita, ou teremos grande dificuldade em apoiar este jogadores q não honram o manto alviverde. Avanti Palestra.

    • Wendel Lucas

      Não acho tão difícil reverter o placar, se esse time jogar 50% do que sabe, já dá pra levar para penalidades

  • Nicolas Tamburu

    Acho que esse próximo jogo será crucial para a temporada, quem puder ir ao jogo, compareça. Tem que ter 40 mil lá, é assim que iremos fazer nossa parte. VAMOS VIRAR ESSE JOGO! Enquanto houver esperança, o verde da nossa camisa brilhará mais forte.

  • 9 – MARQUINHO

    Acho o positivo que todos os jogadores ouçam esta enxurrada de críticas da torcida e da imprensa quanto a atuação de ontem. Desta forma, no sábado serão separados os homens dos meninos e vamos ver se este time tem culhão para tocar o terror no jogo e calar a todos.
    Particularmente acho os jogos mais gostosos de ser jogados. É a possibilidade de fazer história com uma classificação épica.
    Aguardemos.

  • Vladimir Julião

    Nossos jogadores (e o EB) tem de ter inteligência pra entender o que , como e porquê rolou o que rolou no domingo.Ok sua chamada para o apoio da torcida , de pleno acordo, mas o que pode decidir nossa reduzida chance de reverter a situação passa por um plano adequado de jogo e competência na realização , somada a um grande esforço de superação.Nossa torcida tem sido ponta firme , e não creio que será diferente no 2o jogo.Paciência é necessário , apoiar direto , etc. , mas eles(incluindo o EB) é que tem de mostrar que tem vontade e condição , catzo! Neutralizar os ataques ou contra-ataques da macaca é essencial , e isto requer mais pegada nas divididas , marcação no meio de campo , etc.Se dermos espaços e deixarmos eles confortáveis tocando a bola ou armando jogadas fudeu.Veremos.

  • Away

    Espero que o estagiário,e péssimo estagiário seja demitido já no sábado,seja qual for o resultado.

  • Charles

    Analisando o jogo de ontem com a cabeça mais fria, temos que reconhecer que aconteceu uma conjunção de fatores que levaram a este resultado, que dificilmente se repetirá, principalmente se o time souber tirar as lições que uma derrota como essa trás, vamos a eles: a Ponte jogou muito bem; o gol no primeiro minuto e principalmente o segundo logo a seguir, desmantelou o estado psicológico do time, já bastante castigado no jogo anterior; A comissão técnica não conseguiu detectar esse desgaste mental; Dos 3 gols que o Prass tomou, provavelmente teria defendido pelo menos dois se fosse outro dia; Dois dos jogadores mais experientes do elenco, Zé e Jean estavam irreconhecíveis; O demais jogadores estavam abaixo de seu potencial e por fim, o Tche Tche fez seguramente sua pior partida com a camisa do Verdão, comprometendo tanto o sistema defensivo, quanto o ofensivo.
    Não imagino todos este fatores se repetindo simultaneamente no futuro e isso já me dá o conforto que desastres como esses são fatos isolados que não deve se repetir, permitindo que o time tenha um rendimento mais homogêneo ao longo da temporada.

  • nivaldo

    acho que o Eduardo Batista precisa dar mais credibilidade pro Guerra e pro Borja, sempre são eles que sai do time, o time precisando de gols e ele tira os dois caras junto com o Dudu que poderia fazer algo diferente, seria justificável se nas alterações ele colocasse alguém pra mudar o estilo de jogo.
    Onde está o Veiga, Hioran, Vitinho , esses caras poderia incomodar a ponte e achar os espaços.
    O que nao pode é ficar refém de tipo de jogadas, o Kleina soube anular os pontos fortes, e o eduardo insistiu no erro, a Ponte marcou as jogadas em velocidade pelas pontas, e o que EB fez, substituiu os jogadores com a mesma caracteristicas. Nao pode ficar só no discurso, tem que dar chances pra todos, esta sempre no mais do msm, sai guerra e borja, entra Alecsando, Michel Bastos e só.

  • Ana

    Do lado de quem sempre está no estádio, na boa e na —–
    Na boa, no sábado será na ótima!!! Amém

  • Rubens Jr.

    Como assim, “nada que 5 dias de trabalho não lhe proporcionem”? O time se reapresenta apenas na quarta-feira, logo, terão apenas 3 dias de trabalho. Um vexame desses e o comandante concede 2 dias de folga? Depois quando dizemos que esse time não tem comando…

  • Tio chico

    EB é o melhor das Americas. Admitam.

  • Daniel Martino

    Vou torcer muito com certeza, acredito no Palmeiras jogando com raça e nos deixando com orgulho novamente…tipo aquele Palmeiras x Gremio dos anos 90. Estava naquele jogo no Palestra e mesmo faltando 01 gol paa consagrar a virada, a torcida estava euforica no final do jogo, mesmo sem a classificaçao. Para mim o mais importante é conseguir fazer isso, mesmo nao classificando. Isto sera muito importante para a continuidade, especialmente Libertadores, que é o objetivo maior do ano. Se classificar melhor ainda, logico, mas o mais importante é demonstrar raça e vontade proporcional a grandeza do Palmeiras e amor da torcida!

  • Ricardo Regi

    E aí Nutellas já se conformaram com a desclassificação?

    Faça sua parte e vá ao jogo. Apoie incondicionalmente o time e se no final a classificação não vier , dai sim vc posta no Twitter, Facebook e Instagram sua indignação, tristeza e dorzinha de barriga.

    O ano só está começando e temos essa e outras competições para disputar. Não sejam perdedores também. Já basta o que nos aconteceu no domingo.

    Vai lavar rostinho e compre um ingresso por favor.
    O meu já está garantido. Juntos vamos empurrar esse time por qualquer vitória, quem sabe eles nos surpreendam.
    Vejo vcs por lá!

    • Luis Claudio Carrasco Garcia

      O time tem 12 milhões de torcedores, sem essa de que só pode reclamar quem for no jogo. Time foi vergonhoso e pelos investimentos feitos, é definitivamente proibido de fazer esses papelões.

      • Ricardo Regi

        Luis Claudio, a onde está escrito que “só pode reclamar quem for no jogo”?
        Mas sim, não é o momento mais adequado para perder as estribeiras e abrir um berreiro. O jogo tem 180 minutos.
        Em segundo lugar, aqueles que tiverem a oportunidade e puderem comparecer ao jogo e incentivar esse time a resgatar pelo menos sua dignidade contra a pequenina ponte preta, favor o façam. Aliás essa vitória é muito importante para o restante da temporada, MAIS DO QUE A CLASSIFICAÇÃO. Saca? Estamos somente a mais um jogo estúpido contra a ponte preta para desencadear a furia dos nutellas e a crise no palestra. Não é verdade?

  • João Carlos

    O erro na minha visao foi ter escalado o mesmo time que jogou um jogo de 110 minutos na quarta-feira.
    O elenco “reacheado” foi montado justamente para estes casos, para poder passar por grandes maratonas sem diminuir o nivel.
    Jogadores como Keno, Roger Guedes, Thiago Santos, Vitor Hugo e Egidio poderiam ter entrado mais descansados, mais focados e ligados nessa partida. Isso sem mencionar a “motivacao extra” que teriam para brigar por uma vaga no “time da libertadores”.

    • Marcelo Faria

      Também concordo, acredito que independente de qual resultado seria, o Palmeiras que investiu tanto dinheiro pra deixar estes jogadores no banco, deveriam ter jogado, pois certamente o resultado da partida seria diferente, talvez não tivesse perdido de uma diferença tão elástica como foi.

  • Wilfrido Paredes

    Olha, tenho 46 anos e fiquei na fila 23 anos, pois em 76 tinha apenas 6 anos. Já vi muita coisa ruim acontecendo para o nosso clube nesse período de fila. Gol do Serginho no último minuto no Morumbi, derrota para o XV de Jaú no Palestra, eliminação para a Ferroviária no Pacaembu, perda do título para a Inter de Limeira, etc, etc e etc.

    Mesmo assim, com resignação, nunca fui capaz de abandonar este clube ao qual sempre tive amor incondicional. Sempre esperançoso do título vir. Até que ele veio, em 93.

    Boa parte dos Palmeirenses desta faixa etária foram muito resilientes.

    O que quero dizer é que nós Palmeirenses temos o direito de nos manifestar da forma que bem entendermos, mas acima de tudo temos que apoiar o nosso clube nos momentos difíceis.

    Acreditem, o Palmeiras está bem é será campeão muitas vezes neste ano…

    • Edinog

      Wilfrido, bom dia, tenho 20 anos a mais do que você e também já tive muitos sofrimentos e mais alegrias com o nosso Palmeiras, mais com todo o respeito a opiniões de todos, o que se viu no último domingo foi muito triste e vergonhoso, um monte de jogadores, 14 no total e um técnico que mais pareciam estar ali como obrigados a disputarem partida de futebol e não estarem em suas casas, talvez comemorando uma Páscoa com a família. Só espero que a Diretoria do Clube mostrem a estes senhores que está é a profissão que escolheram e que são muito bem remunerados por isto, com certeza o Nobre já estaria com o discurso pronto para amanhã, quando o elenco se representar, lembra-los disto. Concordo com você que seremos campeões em muitas oportunidades neste ano, porém, não podemos repetir os vexames dos anos anteriores, que só não foi maior, pelo placar, afinal 3×0 é melhor do que 6×0 ou 5×1 ou 6×2, não porém para um elenco como este.

      • Wilfrido Paredes

        Ola Edinog, bom dia. Sim, sabemos que foi vergonhoso o comportamento do time dentro de campo, concordo com você.

        No meu comentário, apenas quis mencionar que apesar de tudo que já passamos, queremos o melhor para o clube. O problema é que muitas vezes comentamos em cima de situações que são pontuais e que servem como lição.

        Quando Eduardo Batista foi anunciado, fui um dos que não gostou da chegada.

        Depois, quando vi o trabalho em campo, vi que o trabalho poderá ser promissor. Por não ter nome, ele sofre muito mais do que outros técnicos.

        Veja o péssimo trabalho que Marcelo Oliveira fez no Palmeiras, 1 ano no comando e o time só dava chutão. Mas como ele era um técnico bi-campeão brasileiro, toleramos ele por todo esse tempo…

    • Alexandre Ferreira

      16 anos na fila

      • Wilfrido Paredes

        Oi Alexandre, claro 16. É que eu quis ilustrar que nunca vi o time campeão, apesar dele ter sido muitas vezes campeão entre 70 a 76, eu, infelizmente só vi com meus olhos quando tinha 23 anos…

  • Alexandre Ferreira

    A imprensinha vem falar de lance Lance limpo?
    Fernando Bob lascou o cotovelo na cara do Willian, cadê o cartão vermelho?
    Gol do Jô tava impedido, esse mesmo deveria chegar no juiz falar ” to impedido”.

    • Ana

      Devíamos reclamar e faze-lo ser punido como aconteceu com o Vitor Hugo. Sempre SÓ o Palmeiras é punido.

      • Alexandre Ferreira

        Verdade! A imprensa é podre, gamba e mentirosa.

  • Lucas MS

    Se o Verdão meter gol no começo, a ponte tremer!!! Tem q jogar igual ao começo do segundo tempo contra o peñarol

  • “Faltou humildade e foco.”
    Humildade eu discordo, pois o grupo em sua maioria tem boa índole e caráter.
    Foco eu concordo. E penso que a comissão técnica deveria ter tido a preocupação de não deixar isso acontecer. Minha crítica é em relação a essa falta de sensibilidade da comissão técnica e penso que dificilmente EB conseguirá desenvolver isso ainda neste ano. Um claro sinal disso foi a agressividade do preparador físico com o jogador. Aquele tipo de conversa tem que acontecer antes de entrar em campo, como forma de prevenção e não com placar adverso e o bicho pegando.

  • Antonio Frederico

    Para mim simplesmente acabou o primeiro tempo. 3 a 0 pra eles. Vamos aguardar o segundo tempo e somente depois faremos nossas considerações, e ainda sim sem essa de querer jogar tudo pro alto. Estamos no caminho certo, e o que eles (os antis) mais querem é isso, a gente perdendo a cabeça. Não deem esse mole pros caras nas redes sociais, ok?

  • Andre Luís Sousa Araújo

    Concordo com tudo que foi escrito. De repente tava tudo bom, por causa de um jogo desses, totalmente atípico, encontram centenas de problemas? Mas, há que se dizer algumas coisas. Uma: Pelo menos, dá pra botar na conta da comissão técnica a falta de motivação (ou será que seguiram à risca o manual e mesmo assim nenhum jogador foi contagiado? Pode isso?); duas: Vitor Hugo, sobretudo por sua velocidade, talvez esteja merecendo a titularidade novamente; três: O Jean, visivelmente sem ritmo, foi o principal responsável pelos dois primeiros gols;e quatro: quando vejo um jogador cair como caio o Zé Roberto, imagino que faltou perna, ou seja, bateu fraqueza mesmo nas perns no grande Zé Roberto!

  • Matheus Daniel

    Por enquanto vejo o Eduardo Batista tomando o mesmo rumo do Marcelo Oliveira, só não esta pior porque o elenco é melhor, mas não duvido nada se no segundo semestre não começarem os chutões…Tomara q eu esteja errado.

  • Marcelo Faria

    Continuo apoiando na boa ou na ruim…vamos Palmeiras…eu acredito…pra quem nasceu pra ser GIGANTE, não vai se apequenar por causa de uma derrota!

  • Valter Reis

    Me desculpem mas enquanto tivermos um treinador estagiário, não iremos a lugar algum.

    • João Pedro 2

      DO jeito que estamos jogando, libertadores já era

  • João Pedro 2

    a cada bola que a ponte pegava ou atacava no segundo tempo, vinha os flashs 6×0 5×0 4×0 Caramba, fazia tempo que não sentia essa angustia

  • Erick Alexandre Lacerda

    Conrado, a gente apoia o time, se a gente tá bem na temporada é por conta do time que é muito bom, e não por mão de treinador. Esse time joga sozinho, só precisa de alguém com pulso firme pra saber rodar o elenco e colocar medalhão no banco. E isso o EB não vem tendo, tá faltando bolas pra ele. Espero que ele corrija isso, ele esta tendo toda a semana…

  • Luis Claudio Carrasco Garcia

    Concordo que o time entrou dormindo, mas o texto dá a entender que em outros jogos, o time estava jogando muito. E na boa, não estava. Faria muito mais sentido termos 3 pontos na liberta e não 7, foi por muito pouco que não deixamos a vitória escapar, em casa, 2 vezes, contra times totalmente desqualificados.

    E essa falta de qualidade não é elenco e nem doação. É técnico e tático. Essa bordoada da Ponte era tragédia anunciada: na hora que verdão pegasse um adversário mais organizadinho, o time iria espanar, como espanou.

    O lado bom, é que faz todos abrirem os olhos, e diminui a chance deste vacilo acontecer no mata mata da liberta, que no fundo, é o que realmente interessa!

    Não vou pedir a cabeça do Eduardo Batista, mas é claro como o dia que ele é bem “mais ou menos” como técnico. Falta cancha.