Suposto uniforme vazado na internet contrasta com versões da torcida

A internet está forrada de supostos novos modelos para a camisa do Palmeiras para a temporada 17/18. Lamentavelmente, a Adidas acompanha o calendário europeu para os lançamentos das coleções e os times brasileiros começam as temporadas com um uniforme e terminam com outro, tornando difícil a caracterização e a identificação de um time com um uniforme.

17-18 Provável De qualquer forma, a camisa que está vazando com mais força parece ser esta, da figura ao lado. A não ser que seja um belo golpe da Adidas nos piratas – algo que não seria inédito – esta peça lembra a camisa que nos vestiu entre 1992 e 1997, passando por Adidas, Rhumell e Reebok. As listas brancas, que a imprensa maldosa associava ao leite da Parmalat, neste caso viraram um verde mais escuro. Há quem associe com uma recente do camisa do SCCP.

O escudo foi suprimido e o “P” que caracteriza o Palmeiras flutua do lado esquerdo do peito. As listas da Adidas, que haviam sido deslocadas para as laterais da camiseta nesta temporada, voltaram para os ombros, mas sem escorrer pela manga, o que atrapalhava bastante a relação com patrocinadores e a colocação de patches. A gola é careca, em verde escuro, e nota-se a ausência completa do branco.

Gosto é gosto. De cara já admito que o modelo não casa muito com minhas preferências; sou mais chegado ao tradicional.  O escudo intacto é algo que não poderia ser mexido para dar lugar a esses modismos minimalistas – embora o nosso “P” seja realmente uma obra de arte.

Que o vermelho nunca mais volte a nossa camisa principal. Isso é um alívio. Mas não precisavam sumir com o branco. Essas composições com dois tons de verde precisam ser muito bem pensadas. Essa ficou estranha.

Como toda camisa nova, esta gerou polêmica e deve passar pelos mesmos estágios nos torcedores mais exigentes:
1) Horrível, que porcaria é essa?;
2) Olhando de perto, até que não é ruim não; e
3) Acabei de parcelar em 10x no cartão

A internet produziu algumas peças alternativas interessantes.

Apesar do “P”, esta camisa é a que mais se aproxima do conceito clássico: um tom de verde, e branco nas mangas e nas listras. Botão na gola verde, para seguir uma tendência das coleções desta temporada – prefiro mesmo a velha gola “V”, branca.
Esta, segundo o autor, é uma versão baseada no que a adidas desenvolveu para outros times como o Bayern. Gola pólo com variações suaves nos verdes das listas verticais, grossas.
Tem esta viagem baseada no modelo da Reebok de 1997, com dois tons de verde meio-a-meio, e as 3 listras ainda na lateral.
Reprodução
No final da tarde apareceu esta, supostamente de uma loja em Londres, supostamente dos uniformes 1, 2 e 3. Com calções seguindo a onda “monocromática”. Socorro!

O que acharam?

  • Não gostei nem um pouco.
    Essa verde ficará menos estranha com os patrocínios escritos em branco depois.
    E a branca com listras verde, que está muito legal, acontecerá o contrário: ficará estranha com os patrocínios.

    A segunda camisa encontrada na internet (a verde) se a gola fosse a da primeira verde, estilizada, seria linda.

  • Não consigo chegar à conclusão se a camisa é feia ou bonita. Mudo de opinião dependendo da foto.

    De qualquer forma há algum tempo a Adidas vem decepcionando, seja pelo valor pago ao Palmeiras, seja por camisas pouco criativas, principalmente as comemorativas.

    O clube precisa fazer algo a respeito. Merecemos mais prestígio.

  • Não gostei da suposta principal – ALVIVERDE IMPONENTE – isso já diz tudo. Confesso que curti a que seria o uniforme dois, da última foto, onde possui listras verdes no branco. Só escureceria o tom. Se fosse pra eu escolher algum desses modelos como principal, escolheria o inspirado na 97 ou o segundo (polo). E que os clubes patrocinados pela adidas peguem no pé dela para que ela lance os uniformes seguindo nosso calendário, não o da Europa.

  • A melancia já apareceu em 2 fotos… Quase certeza que é ela.
    Essa branca e verde tem pinta de ser o segundo uniforme.
    Pessoalmente eu não gostei de nenhum dos dois modelos. Achei ambos feios, além de dificultar para os gringos reconhecer nossa equipe em um ano de grande exposição global para nós. O Palmeiras precisava trabalhar melhor sua estratégia de marketing internacional…
    Pelo visto esse ano a minha aquisição vai ser a camisa de goleiros, rs.

  • Já falei, é fake! Ficam xingando a Adidas sem nem saber se a imagem é real: e eu já disse, não é! Deem zoom no P da primeira foto, dá para ver claramente os pixels distorcidos em volta, indicando que houve um redimensionamento do P.

    É muito fácil fazer telefone sem fio, qualquer coisa que jogam na internet, as pessoas tem a tendência maior de acreditarem, quando o correto seria sempre que ver coisas estranha na Net, manter um pé atrás.

  • A Camisa Obsessão que deveria ser o uniforme 1 de jogo! E foi feita para ser somente um caça níquel!

  • Será que essa imagem é verdadeira? A adidas pode vender uniforme oficial sem os patrocinadores presentes na camisa?

  • Tá na hora da Adidas “abrir a cabeça” para as ideias dos “designers da internet”, e fazer uma votação, com as algumas alternativas de modelos, para os torcedores escolherem a melhor.

    • Acho que talvez se fosse invertido o esquema, um tom mais escuro nas listras grandes, e o mais claro nas menores diminuísse essa percepção ‘melancia’. Imagina o Barril de Carvalho usando ela… kkkk

  • Gosto do simples: escudo tradicional, gola em V branca, barra das mangas brancas, numeração em branco e por aí vai. Não sei porque trocar de camisa todo ano e essas maluquices da dona Adidas. Gostaria de ver nosso manto sendo feito pela Umbro.

  • Eu achei a branca sensacional (só colocaria um verde mais escuro ao invés do verde claro). Na suposta camisa principal, eu acho que as listras brancas ficariam melhor também, mas não achei tão feia como alguns dizem. Eu sou bem chato quanto ao uniforme, gosto do tradicional. Não suporto as camisas verde-limão, azul, roxo, vermelho, etc. Essas fogem do primeiro estágio de identidade visual que são as cores verde e branco. Partindo do princípio que essas supostas camisas permanecem com as nossas cores (com exceção da terceira que tem um amarelo ali), já fico feliz.

  • Não achei que ficou feia não…tá valendo.
    O que eu não gosto é da camisa de gola polo e botões!! Que é isso!!! Feio demais!!! Pra uniforme de viagem vá lá, mas para camisa de jogo não dá!!!

  • Essas supostas camisas são tão feias que beiram o desrespeito com nosso time! Sempre defendi a adidas e até comemorei quando eles voltaram para o Palmeiras em 2006, mas o uniforme do ano passado e esses “supostos” novos uniformes estão me fazendo torcer para que a adidas saia fora o quanto antes! Acho que atualmente a Umbro tem feito as camisas mais bonitas para seus clubes. Vem pro Parmêra, Umbro!

  • A camisa em si eu não achei legal, esse verde com verde, sem branco.

    Mas o P sozinho ficou demais.
    Nosso escudo é o P, o nome Palmeiras e a data de fundação subliminar (26 listras e 8 estrelas = 26 de agosto).
    O P é o cerne do escudo, o diferencial.

    Tinha que ser uma camisa num verde bem escuro, tradicional, com o P branco e a borda das mangas e a gola brancas.
    Listras da Adidas nas laterais.

    Ficaria show de bola, na minha opinião.

  • Fake, dá para ver no “P” dando zoom, os pixels estourados, devido a redimensionamento na hora de fazer a montagem.

  • o Palmeiras sempre que lança uma camisa nova tem uma mobilização na internet pra saber qual vai ser, não vemos isso com os bambi com os gamba, é só com o Palmeiras, e o Palmeiras sempre inova, tdo mundo para pra ver , seja palmeirense ou não, eu gostei dessa com a gola polo

  • no futebol moderno, os time serao franquias de grandes empresa. é tendencia, ja começou em outros esporte como o volei. no futuro seremos torcedor do crefisa/fam-palmeiras jogando contra o arroz urbano/spfc por exemplo

  • A Adidas até uns 4 anos atrás sempre fazia camisas bonitas com design alternativos e variados, mas sem desrespeitar as tradições, isso falando não só do Palmeiras, mas de todos os clubes e seleções por ela patrocinados. Dava de 10 a zero na maioria dos concorrentes e de uns 20 a zero na Nike. (As da Puma geralmente eram muito bonitas nos manequins, mas vestiam péssimas). E as coleções casuais também eram sempre bonitas e elegantes.

    Não sei se mudaram o chefe do setor de design, se acabou a criatividade, ou se deram a louca e resolveram inventar ‘inovar’ e de uns tempos pra cá passaram a fazer um modelo mais feio que o outro, de todas as coleções de praticamente todos os times. Raramente acertam a mão. As chuteiras e tênis em sua maioria passou a doer nas vistas… Em suma, seja lá o que fizeram pra tamanha mudança de conceito da marca, que desfaçam o quanto antes.

    Acho que nossa camisa 1, deveria SEMPRE ter o tom principal o Verde Escuro (pode até ter outro tom de verde, acho até bonito, desde que apenas pra realçar o Verde Escuro principal) e os detalhes em Branco, com o escudo oficial grande no peito do lado esquerdo. Pra 3a camisa, até poderia ser essa ai da 1a foto, embora, a principio pareça meio estranha, mas 3a camisa é pra isso mesmo pra ser alternativa.

    Não tenho comprado mais camisa oficial (pirata também me recuso) pois acho os preços ridículos. Antigamente, quando eram menos absurdos eu costumava comprar a coleção do ano anterior, que saia num valor aceitável. Hoje até a coleção anterior eu considero um preço desrespeitoso. Tenho comprado as polos, ou retros quando encontro em promoção.

    Acho que poderiam rever esse conceito de preços, pois acabariam vendendo mais e divulgando mais as marcas do Palmeiras, dos patrocinadores e da própria Adidas. Assim do jeito que está só estimula a pirataria, embora a torcida do Palmeiras seja uma das mais engajadas em comprar da marca oficial pra ajudar o clube, ainda tem muito Palmeirense que vejo nas ruas com camisa pirata, que adoraria comprar a oficial sem se sentir assaltado.

    • Nossa, vendo agora ‘essas 3’ que apareceram no fim da tarde, nenhuma delas serviria pra uniforme 1 e 2, pra 3o uniforme vá lá, qualquer uma poderia ser…

      A propósito, DETESTO essa onda monocromática. Que tendencia bizarra.

    • Depois de 2011 (camisa FIAT com o símbolo “P” de Palestra), só comprei a camisa de goleiro comemorativa azul com detalhes em dourado. E olha que comprei 8 peças de 2006 e 2008.

      Sempre que havia a troca de uniforme de uma temporada pra outra eu ficava animado, porque os preços baixavam muito (era bem módico, para acabar com o estoque).

      A Adidas deveria mesmo rever esses preços praticados… Mas acredito que, se são mantidos, é porque há quem pague.

      • Com certeza há quem pague, mas será que se baixassem, não haveria 3 ou 4 vezes mais quem comprasse e no fim das contas o lucro acabaria maior, e as marcas muito mais expostas?!

      • Para mim as mais bonitas desde que começaram as camisas ‘diferentes’ (sem falar da Parmalat pioneira) para mim, a azul de 2009 com a sansung e uma branca tambem de 2009 que foi usada naquele jogo que o obina fez tres nos gambas, foram as mais bonitas.
        Alias, a mais marcante tambem foi a de 2008, ‘eterna’ VERDE LIMÃO !!!

  • 1) horrível. 2) Linda. 3) Legal. De qualquer modo não comprarei nenhuma das 3 por que considero o preço de R$ 250,00 abusivo.

  • Muito barulho por nada. Já surgiram mais dois modelos na internet, e eqto isso a adidas vai tendo sua marca divulgada…

  • O modelo principal (se é que é mesmo) a lá AmericaMG é lamentável. É verde e branco, não verde e verde. Faz tempo que a Adidas pisa na bola com nossas camisas e o pior é que os modelos são aprovados internamente na SEP.

  • Prefiro os modelos 3 e 4, sendo que se o modelo 3 tivesse o símbolo oficial ficaria bonita.
    Não gosto desse negócio de 2 tons de verde, mas se a fornecedora insiste em usar, penso que o branco tem que aparecer bastante, como no modelo 4, senão a camisa fica sem vida.
    Se o modelo 4 tivesse apenas 1 tom de verde, qualquer um, ficaria muito melhor.

    • Nesta nova foto, vendo as supostas camisas 1 e 2, não “vejo” o Palmeiras nelas. Sei lá, não traz nossa identidade, não tem a nossa cara. Normalmente, uma camisa verde e branco, ainda que sem o símbolo, nos lembra logo do verdão e isso não acontece com esses modelos. Posso estar sendo muito crítico e arredio a inovações, mas essa é a minha impressão, pelo menos a primeira.

  • Ok, dei um zoom no “P”, é fake! Dá para ver os pixels distorcidos em volta da letra, resultado de quando você pega uma imagem de outro lugar com outra definição, e ajusta o tamanho para fazer a montagem.

  • Acho que é fake: o logo da crefisa não apresenta nem sinal de vinco, sendo que o tecido próximo está beeeem vincado. O P bordado é fácil de fazer uma montagem no photoshop também. Eu aposto, até pelo mal gosto do modelo, que é fake.

  • A igual do Bayern eh bonita, essa que rodando na internet eh muito feia.
    Pô Adidas, o símbolo ali tem que ser o atual, e grande!

  • Opção 1 horrível! Espero que seja jogada pra sacanear pirataria mesmo! As opções dos torcedores ficaram muito melhores, muito!

  • Não Gostei, basica demais e sem criatividade alguma! A opção dos internautas (Bayern) seria a menos pior, pelo menos possui mais harmonia!

    • Seria pq a “internet” nesse caso é composta de palmeirenses fanáticos, de bom senso e que conhecem o clube que torcem há no mínimo uma década?

      Se a Adidas tivesse um pouco mais de visão e empatia com nossa torcida, faria uma pesquisa e um teste com uma amostra de palmeirenses diversificada (aqui no Brasil) para chegar nos modelos ideais. Mas historicamente trata-se de uma marca que só olha para o próprio umbigo.

  • Internet sempre tem opções melhores. Não gostei mesmo desta versão. Vou comprar as das coleções antigas, essa aí não dá. A da linha obsessão mil anos luz na frente. Acho um desrespeito por parte da Adidas oferecer este produto. Até o da ponte ficou mais bem feita.

  • A Adidas precisa lembrar que aqui não é Europa, nosso ano não começa na metade e sim dia 1 de janeiro. uma falta de respeito isso com o Brasil. E ela precisa entender também que não queremos camisas recicladas de times europeus

  • A que está sendo a mais provável de ser a nova camisa é a que menos estou gostando. A que tem o modelo da do bayern é a mais linda, com o símbolo atual deveria ser a nova camisa com certeza! Sendo a segunda branca totalmente igual e a terceira poderia ser essa relembrando 1997. Mas infelizmente a adidas não faz enquetes com os torcedores para escolher uma nova camisa que mais agrade aos torcedores

  • eu não costumo colecionar todas.

    aliás, um efeito bom do período sem patrocínio master é que comprei todas as camisas limpas do centenário. depois dos anos Parmalat, as únicas com patrocínio que tenho são da Kia campeã em 2012 e esta mais recente c nome Crefisa em que o distintivo tem tamanho ampliado. Francamente, duvido que eu venha a comprar esta nova.

    Em termos do fenômeno “camisa de temporada”, entretanto, mais do que o design, o que me assombra é que nossa direção não consiga impor a troca de uniforme em janeiro, algo absolutamente óbvio. O ponto bem levantado pelo artigo denota a “desimportância” atribuída pela multinacional alemã aos mercados sul-americanos.

    Esse ponto seria algo em que os clubes sulamericanos deveriam se unir e exigir um tratamento proporcional à nossa realidade.