Comissão técnica propõe treino coletivo em reapresentação do Palmeiras

Sete jogadores do Sub-20 participaram do treino desta segunda-feira

Após sofrer uma inesperada derrota ontem de manhã para o Cuiabá, o Palmeiras se reapresentou nesta segunda-feira, na Academia de Futebol e realizou a primeira sessão de treinamentos visando ao confronto diante do Athletico-PR, no próximo sábado, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Os titulares que atuaram mais de 45 minutos no duelo contra a equipe mato-grossense não foram a campo e apenas trabalharam na parte interna do Centro de Excelência. Sem estes jogadores, a comissão técnica separou o grupo em dois times de onze jogadores e propôs um coletivo tradicional.

Durante a atividade, Abel Ferreira cobrou intensidade, deu ênfase nas transições e parou o treinamento algumas vezes para corrigir situações de jogo. Marcos Rocha, Gabriel Menino, Gustavo Scarpa, Deyverson e Renan foram liberados mais cedo.

Amanhã o elenco folga e volta a se reapresentar na Academia de Futebol na quarta-feira, às 11h.

Para completar o treino, foram chamados alguns jogadores do Sub-20

Para completar a atividade, foram chamados alguns jogadores do Sub-20. Foram eles, o lateral-direito Davi, os zagueiros Lucas Freitas e Jhow, os meio-campistas Caio Cunha, Miguel e Pedro Acácio e o atacante João Pedro.

O Sub-20 do Palmeiras enfrenta nesta tarde o SPFC, pelo Campeonato Brasileiro da categoria. Como participaram do treinamento no profissional, estes sete atletas não deverão ir a campo.