Em solo uruguaio, Gustavo Gómez projeta final contra o Flamengo

Gustavo Gómez concede entrevista no desembarque do Palmeiras, em Montevideo, no Uruguai.
Cesar Greco

Capitão da equipe na conquista do bicampeonato, Gómez falou também sobre a festa da torcida na saída do CT

A delegação palmeirense chegou em Montevidéu, para a disputa da final da Libertadores contra o Flamengo, no início da noite de ontem. No desembarque da equipe, o zagueiro Gustavo Gómez concedeu entrevista coletiva e projetou o duelo frente aos cariocas.

“A gente pensa sempre em entrar para ganhar cada jogo, a final também. Nosso elenco é preparado para os grandes desafios, demonstramos isso ao longo da temporada, com as dificuldades que tivemos. Nosso time sempre está brigando. Vamos fazer isso, vamos pegar um grande rival, protagonista no futebol brasileiro, são dois times grandes que vão brigar para conquistar a Libertadores”, contou o atleta.

Questionado sobre a rivalidade entre as duas equipes nos últimos anos e o retrospecto negativo do Verdão nos jogos anteriores, Gómez minimizou e afirmou que a final é uma partida diferente.

“É um jogo à parte, jogamos uma final com eles na Supercopa e fizemos um jogo muito bom. Quando é um jogo só, é um jogo à parte. Nosso time trata de melhorar sempre, olhando os vídeos, treinando. Estamos trabalhando pra fazer um grande jogo e vamos buscar esse título muito importante”, contou.

Hospedado no hotel Hilton Garden Inn, em Montevidéu, o Palmeiras fará mais dois treinos, no estádio Gran Parque Central, antes da grande final. Na sexta-feira à tarde, ainda, o Verdão fará o reconhecimento do gramado do estádio Centenário.

“O grupo está bem, fizemos uma boa viagem e estamos com muita vontade de jogar. Queremos que sábado chegue logo. Ficamos felizes em ter todo o grupo à disposição, o Felipe treinou normalmente ao nosso lado e todos sabem a importância dele para o elenco. O professor passa o time que irá a campo no dia do jogo. Amanhã [hoje] vamos trabalhar a parte defensiva e a ofensiva. O Abel ainda tem tempo para definir os 11 que iniciarão o jogo”, declarou o zagueiro.

Gustavo Gómez fala sobre festa da torcida palmeirense

Depois do último treino na Academia de Futebol, que ocorreu na manhã de ontem, o Palmeiras recebeu o apoio dos torcedores na saída do CT. Sobre a festa da torcida, o paraguaio elogiou os palmeirenses presentes.

“Muito legal, maravilhoso. A gente também está com muita vontade e esperança de fazer um grande jogo para conquistar esse sonho que todo mundo tem: o torcedor, a gente, quem trabalha no CT. Vamos fazer de tudo para conquistar esse sonho”, finalizou.

Gustavo Gómez minimiza discussão com Weverton

Gustavo Gómez do Palmeiras em disputa com Ronald do Fortaleza, durante partida válida pela trigésima quarta rodada do Brasileirão 2021, no Castelão.
Cesar Greco

Sobre a partida do Palmeiras contra o Fortaleza, Gómez lamentou a atuação do time no primeiro tempo

O Palmeiras foi a campo na noite deste sábado para enfrentar o Fortaleza, no estádio do Castelão. Jogando com a equipe titular, o Verdão não conseguiu segurar a equipe da casa e perdeu o duelo por 1 a 0.

Logo após o gol do Fortaleza, o goleiro Weverton e o zagueiro Gustavo Gómez discutiram em campo e precisaram ser separados por Luan e Danilo. Ao final do jogo, o paraguaio concedeu entrevista coletiva e minimizou a desavença.

“É um lance que acontece no jogo. O Weverton não percebeu que eu estava falando com o Abel e queria que eu reclamasse com o árbitro. São dois jogadores com experiência. Conversamos no intervalo e está tudo bem. Isso também demonstra como estamos ligados, que queremos a vitória. Isso acontece”, disse.

O Palmeiras chegou a empatar a partida nos minutos finais, com Patrick de Paula. Entretanto, o lance foi anulado pelo VAR devido ao posicionamento de Gómez na jogada, que estava impedido e fez um corta-luz na bola. O camisa 15 questionou o critério usado pela arbitragem, já que o Verdão sofreu um gol parecido contra o Fluminense, no domingo passado, que foi validado.

“O critério tem que ser parecido. Meu pensamento é que, quando é a favor do time da casa, o árbitro tem outro critério. Contra o Fluminense, no campo deles, validou. Aqui anulou. Tem que ter o mesmo critério”, reclamou.

Gómez lamenta primeiro tempo do Palmeiras

Sobre o desempenho do time em campo, o defensor lamentou o primeiro tempo abaixo do Palmeiras, mas ressaltou que o revés não diminui a confiança para o jogo do dia 27.

“Não jogamos bem com a bola no primeiro tempo. Não encontramos a linha de passe, mas estamos trabalhando no dia a dia para melhorar. Ainda tem um jogo terça-feira e depois tem a final, um jogo único. Na temporada passada também foi assim [derrotas antes da final]. É uma situação parecida. A gente está trabalhando para conseguir o bicampeonato”, finalizou.

A última partida do Verdão antes da decisão da Libertadores será diante do Atlético-MG, nesta terça-feira no Allianz Parque, às 21h30.

Gómez é convocado e desfalca Palmeiras semanas antes da final da Libertadores

Gustavo Gómez, convocado pela seleção Paraguaia, durante treinamento do Palmeiras na Academia de Futebol.
Cesar Greco

Capitão da seleção paraguaia, Gómez pode ficar de fora por 3 partidas do Brasileirão; Weverton, por sua vez, não foi convocado por Tite

Zagueiro titular e capitão da seleção paraguaia, Gustavo Gómez foi novamente convocado para defender seu país em jogos das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Catar.

Os duelos contra Chile e Colômbia acontecerão nos dias 11 e 16 de novembro; assim, o defensor pode desfalcar o Palmeiras em três jogos do Brasileirão, que serão disputados poucos dias antes da grande decisão da Libertadores, contra o Flamengo, dia 27 do mês que vem, em Montevidéu.

Para os confrontos em que o camisa 15 não estará disponível, que serão frente ao Atlético-GO (11/11), Fluminense (14/11) e talvez o SPFC (17/11), Abel Ferreira tem como opções Kuscevic e Renan, além dos volantes Felipe Melo e Danilo Barbosa.

Outro atleta que deve ser chamado por sua seleção é o lateral-esquerdo Piquerez, reserva de Viña no Uruguai.

No Brasil, Weverton não foi convocado por Tite

Weverton durante treinamento do Palmeiras na Academia de Futebol, dessa vez não foi convocado por Tite.
Cesar Greco

Na seleção brasileira, o técnico Tite decidiu não convocar os atletas que atuam no país para não prejudicar os times, já que o Brasileirão não será paralisado. Diante disso, o goleiro Weverton, costumeiramente chamado, não foi chamado pelo treinador e estará à disposição de Abel Ferreira.

A seleção fará treinos na Academia de Futebol em preparação para o confronto com a Colômbia, que será disputado no Itaquerão.

Títulos, vitórias e mudança de posição: Luan e Gómez completam 100 jogos atuando juntos

Luan e Gómez em comemoração juntos ao elenco, em jogo do Palmeiras contra o Athletico-PR durante partida válida pela décima oitava rodada, do Brasileirão 2021, no Allianz Parque.
Cesar Greco

Com Luan e Gómez em campo, Palmeiras venceu 59 vezes contra 16 derrotas e obteve 25 empates

Em 12 de agosto de 2018, num duelo frente ao Vasco da Gama, Gustavo Gómez e Luan atuaram juntos pela primeira vez no Palmeiras. O duelo, vencido pelo Verdão por 1 a 0 (gol de Deyverson), além de ter sido o primeiro da dupla lado a lado, também foi a estreia do paraguaio no clube.

Desde então, os dois se consolidaram na zaga palmeirense e, diante do Sport na última segunda-feira, completaram 100 jogos atuando juntos. Com eles em campo, são 59 vitórias, 25 empates, 16 derrotas (67,3% de aproveitamento dos pontos) e 63 gols sofridos.

“É uma satisfação jogar ao lado dele, e ele sabe disso. Desde o início, a gente se entendeu muito bem e culminou do começo da nossa caminhada ser com o título brasileiro. Depois veio o entrosamento maior, mais vitórias e mais conquistas e pretendemos ganhar mais. Ele é um cara exemplar, um bom pai e marido, nossas famílias se dão bem também e espero que esta relação dentro e fora de campo dure por um bom tempo”, disse Luan ao site oficial.

Como titulares (em uma formação com três ou dois zagueiros), a dupla soma 89 duelos, com 52 triunfos, 23 empates e 14 reveses.

“Ele foi uma das primeiras pessoas que me recepcionaram aqui no Palmeiras. Ele é muito profissional, trabalhamos bem juntos e a ideia é seguir fazendo história. Ele é um zagueiro completo, tem marcação forte e boa saída de bola. Para mim, é o mais completo do Brasil. É uma honra jogar ao lado dele”, declarou Gustavo Gómez.

Com quatro títulos para cada, os dois formaram a dupla titular nas conquistas do Brasileirão (2018) e da Copa Libertadores (2020). Nos troféus do Campeonato Paulista (2020) e Copa do Brasil (2020), atuaram juntos em uma das duas partidas finais.

Luan e Gómez inverteram de posição com Abel

Desde quando eram comandados por Luiz Felipe Scolari, passando por Mano Menezes e Vanderlei Luxemburgo, a disposição da dupla em campo tinha Luan pela direita e Gómez pela esquerda.

A estrutura se manteve até a partida contra a Chapecoense, no mês passado, quando Abel Ferreira inverteu os dois pela primeira vez. Passados alguns jogos, o comandante voltou a repetir essa formação diante do Internacional e, desde então, não alterou mais.

Luan e Gustavo Gómez durante treinamento do Palmeiras, na Academia de Futebol.
Cesar Greco

“Os jogos foram trazendo o entrosamento, como a maneira que ele se posiciona, os momentos que ele gosta de sair para caçar, quando tenho de ficar para fazer a cobertura dele, quando eu saio eu tenho a confiança que ele está me cobrindo… Enfim, para mim, o grande destaque dele é a gana de vencer sempre e nunca desistir do jogo em nenhum momento. Ele é um exemplo de profissional”, concluiu Luan.

Há mais tempo no clube, Luan soma 172 partidas e seis gols marcados; Gómez acumula 153 jogos e 17 tentos (número que o faz ser o sétimo maior zagueiro-artilheiro da História do Palmeiras).