Brasileirão 2018 – planejamento de pontos: quarto quartil

Thiago Santos
Cesar Greco/Ag.Palmeiras

O Brasileirão 2018 atingiu a 29ª rodada e com isso chegamos ao fim do terceiro quartil da tabela – para quem acompanha o blog, todos os anos fazemos um exercício de projeção de resultados com três pontos de corte, na 10ª, 19ª e 29ª rodadas, dividindo a tabela em quatro quartis.

O objetivo é estabelecer uma tabela paralela de pontos que conduza o Palmeiras aos 77 pontos, contagem razoavelmente segura para chegar ao título, visto que apenas uma vez na história um time chegou ao vice-campeonato com mais de 72 pontos.

Depois de ficar devendo pontos à projeção original no primeiro e segundo quartis, o Verdão fez um terceiro quartil excepcional, com oito vitórias e dois empates. O espetacular aproveitamento de 86,7% não apenas descontou os seis pontos de déficit que tinha ao final do segundo quartil, como conduziu o time à liderança do campeonato, com três pontos mais saldo de oito gols de vantagem para o Inter.

O planejamento inicial, portanto, tolerará uma reta final de 18 pontos conquistados em 27 possíveis. Mas cumprir essa receita ainda é apenas uma referência, a meta confere ao Verdão uma probabilidade grande de título, mas não suficiente para garantir o troféu.

Obstáculos

Brasileirão 2018 - Quarto quartilA previsão inicial projetou encerrar o terceiro quartil com 59 pontos – exatamente a conta atual na tabela real de classificação. Desta forma, para chegar aos 77, bastará seguir a receita original, sempre levando em conta que uma perda de pontos não planejada pode ser compensada com uma vitória num jogo em que originalmente seria tolerado um tropeço.

Uma derrota para o Flamengo no Maracanã foi colocada no programa antes do campeonato começar, em abril. Ocorre que o time carioca é um dos únicos que ainda perseguem o Palmeiras na tabela e uma derrota pode pulverizar a diferença e abrir completamente o campeonato. Assim, os 18 pontos ainda podem ser considerados uma conta razoavelmente tranquila, desde que o Verdão não tropece no Maracanã.

Brasileirão 2018Essa tarefa parece ainda mais difícil considerando que o confronto está encravado entre as duas partidas que o Palmeiras fará contra o Boca Juniors, pelas semifinais da Libertadores.

Considerando que o jogo do próximo domingo contra o Ceará precisa render três pontos de qualquer maneira, a sequência que começa dentro de nove dias na Argentina será a prova de fogo do Verdão na temporada. É fundamental que o time tire pontos do Flamengo. Mesmo que perca pontos contra o Atlético-MG e Santos, a sequência de cinco jogos finais parece bastante amena.

Embalo e foco

Palmeiras 2x0 Grêmio
Cesar Greco/Ag.Palmeiras

No atual estágio do time, a projeção parece bastante modesta – mas mesmo assim chega aos 77. Essa cautela leva em conta o dinamismo do futebol, a rapidez como as coisas mudam no ambiente de um grupo com apenas um fato novo.

A prudência se justifica: dependendo da forma como acontecer, uma eventual frustração na Libertadores tem esse poder. O Palmeiras tem que se precaver ao máximo nos bastidores, pois enfrentaremos o equivalente à ORCRIM de Itaquera na Conmebol. Alerta total ligado.

A forma como os comandados de Felipão vêm jogando, no entanto, nos dão toda a confiança de que os objetivos podem ser alcançados. Nosso time perde a bola mas não perde o foco jamais; os adversários começam a criar a jogada mas não sabem para onde ir nem o que fazer; o Palmeiras recupera a bola rápido e arma um ataque mortal. É muito difícil jogar contra um time assim. É muito bom torcer para um time assim.

Não tem nada ganho ainda. Mas depois de virar o segundo quartil com seis pontos de déficit, a oito pontos do líder, terminar o terceiro quartil com as metas batidas e com esse embalo não podem causar outro efeito, a não ser nos encher de esperança. Vamos curtir jogo a jogo. Estamos chegando lá. VAMOS PALMEIRAS!


O Verdazzo é um projeto de independência da mídia tradicional patrocinado pela torcida do Palmeiras.

Conheça mais clicando aqui: https://www.padrim.com.br/verdazzo