Contagem regressiva: 9 dias

Contagem regressiva: Abel Ferreira concede entrevista coletiva após derrota para o SPFC no Allianz Parque
Reprodução/TV Palmeiras FAM

A frustrante derrota de ontem à noite para o SPFC no Allianz Parque não caiu bem para nenhum palmeirense. A expectativa para o clássico era de uma grande vitória – e tudo apontava para isso.

O Palmeiras, a despeito do mau segundo tempo no Maracanã, diante do Fluminense, vinha com o time encaixado; o adversário vinha de uma goleada humilhante em seus domínios e com a enorme pressão de estar cada vez mais próximo da zona do rebaixamento.

Pela primeira vez desde a volta do público os estádios o Allianz Parque viveu uma noite de casa cheia, com mais de 35 mil pessoas. A rivalidade falava alto e o desejo por uma grande vitória era latente.

Abel Ferreira traçou seu plano até Montevideo e escalar os titulares a 10 dias da final não fazia parte dele. Nosso treinador teve que passar por cima da expectativa geral e frustrou a todos, em nome de suas convicções.

Na coletiva após a partida, chamou a responsabilidade para si. Curto e grosso, mudando um pouco seu estilo prolixo, reafirmou que sabe o que está fazendo. Não pediu um voto de confiança. Ao contrário: esbanjando auto-confiança, mostrou convicção de que suas escolhas são a única coisa a se fazer diante do calendário do futebol brasileiro.

Futebol é algo cheio de nuances e as coisas podem ser vistas sempre por vários ângulos. Do ponto de vista de Abel, escalar os titulares no Maracanã e os reservas no clássico era o melhor a ser feito.

Olhando daqui, honestamente, não faz o menor sentido. Mas o ponto de vista de Abel já nos rendeu resultados incríveis. Nosso treinador justifica sua auto-confiança com tudo o que já alcançou no comando do Palmeiras, ainda mais diante das condições precárias que lhe são dadas (e aqui não estamos, claro, nos referindo à infraestrutura, e sim ao elenco desequilibrado, à falta de respaldo nos bastidores e ao calendário).

E se Abel está confiante, acho que nós também podemos ficar. Por mais que pareça que ele está indo na direção errada – e realmente parece.

Nosso papel neste momento é apoiar. Estamos muito próximos da decisão para entrar em discussões mais profundas sobre os rumos do time. Mais do que nunca, temos que mostrar: todos somos um, na boa e na ruim.

FALTAM 9 DIAS. VAMOS PALMEIRAS!


O Verdazzo é um projeto de independência da mídia tradicional patrocinado pela torcida do Palmeiras.

Conheça mais clicando aqui: https://www.catarse.me/verdazzo.