Campeonato Brasileiro 1999

O Brasileirão de 1999 foi disputado entre julho e dezembro por 22 clubes, que disputaram um turno único e definiram, após 21 rodadas, os oito classificados para um mata-mata.

O Palmeiras encarou a competição de forma secundária. Exausto pelas quatro competições disputadas no primeiro semestre e com a cabeça totalmente virada para a viagem ao Japão no fim do ano, o Verdão participou da disputa em paralelo com a Copa Mercosul, que até pelo espírito de mata-mata, teve mais atenção do elenco que o Brasileirão.

Mesmo assim, houve grandes momentos, como a goleada por 4 a 1 no Derby e dois chocolates por 6 a 0, no Botafogo e no Grêmio de Ronaldinho. Mesmo assim, alternando muito o elenco, o time chegou na última rodada da fase de classificação com chances de avançar à chave decisiva: bastava vencer o Inter, em Porto Alegre.

O jogo no Beira-Rio foi carregado de nervosismo porque o Inter estava lutando contra o rebaixamento, no complicado sistema de promédio copiado do campeonato argentino – os rebaixados seriam definidos pela média de pontos dos campeonatos de 1998 e 1999. O Inter precisava muito da vitória e chegou ao gol com Dunga, aos 36 do segundo tempo.

Depois disso, quase não houve mais jogo. As luzes do Beira-Rio misteriosamente se apagaram, o jogo esfriou, e o time gaúcho conseguiu segurar o placar, se salvando do rebaixamento – a justiça só seria feita quase 20 anos depois.

O Palmeiras acabou eliminado, mas seguiu focado nas disputas da Mercosul e do Mundial – o time embarcou para o Japão cerca de dez dias depois.

Lista de jogos

Lista e estatística dos jogadores