1
X
0

Palmeiras 1x0 CearáPalmeiras 1x0 Ceará

Depois de um clássico espetacular, o Palmeiras voltou a oscilar e penou para vencer o Ceará no Allianz Parque. Após marcar aos 17 do primeiro tempo, o time se acomodou e permitiu ao visitante, que veio para perder de pouco, sonhar com algo mais.

Mesmo com quase meio time poupado, o Ceará veio para cima e fez de Weverton o melhor em campo. O Palmeiras ainda precisou contar com a atuação do VAR, que confirmou a marcação do bandeirinha num impedimento pra lá de duvidoso de Bergson num lance em que o Ceará teria chegado ao empate. No final, deu Verdão. Mas podia não ter dado.

Primeiro tempo

O Ceará veio a campo sem cinco titulares, dois deles no banco. A ideia era perder de pouco e não desgastar seus principais jogadores, como Thiago Galhardo e Ricardinho, num jogo em que a derrota era praticamente certa. E o Palmeiras, sabendo disso, parece ter entrado em campo com um certo ar de já-ganhou.

4'
Ceará

Felipe Silva cobrou falta da esquerda; Valdo subiu mais que Gustavo Gómez e testou por cima do gol.

5'
Palmeiras

O Palmeiras devolveu na mesma moeda: Dudu bateu escanteio da direita e Deyverson subiu num bolo de jogadores pra conseguir a testada, que saiu por cima.

17'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Bruno Henrique lançou Mayke nas costas de Cristovam; o camisa 12 foi ao fundo e cruzou por baixo; Felipe Melo fechava como um centroavante e ia marcar, mas Valdo afastou; Zé Rafael pegou a sobra sozinho, ajeitou o corpo e bateu no cantinho esquerdo – a bola ainda beijou a trave antes de entrar.

Com o gol, o Palmeiras abaixou o ritmo e passou a rodar a bola com muita calma – até demais. O Ceará, que veio para perder de pouco, começou a  entender que podia conseguir algo mais.

34'
Palmeiras

Felipe Melo fez lançamento longo na esquerda encontrando Dudu; junto à linha de fundo, ele tinha Deyverson e Bruno Henrique na área; Diogo Silva já tinha dado um passo à frente para tentar cortar o cruzamento, aí Dudu decidiu tentar fazer o gol sem ângulo – e quase conseguiu, mas a bola ficou do lado de fora da rede.

37'
Ceará

Bergson tentou chutar de fora mas pegou muito mal na bola, tão mal, que Chico ainda tentou aparar a bola na área; Vitor Hugo chegou dividindo e a arbitragem achou que foi pênalti no choque entre os dois. Chico deu o tapa na bola; Vitor Hugo chegou capinando e dá um leve toque na bola antes de acertar as pernas do atacante do Ceará. Bergson bateu no canto esquerdo, sem muita força, e Weverton foi buscar.

39'
Ceará

Felipe Silva bateu mais uma falta, desta vez da direita; Valdo subiu absolutamente sozinho e testou visando o canto esquerdo de Weverton, que estava batido. A bola passou a centímetros do poste.

46'
Palmeiras

Zé Rafael fez jogada individual por dentro, passou por três adversários e chutou rasteiro, colocado, mas sem muita força; ela ia de novo no cantinho esquerdo mas desta vez Diogo Silva foi buscar.

Felipe Fernandes de Lima encerrou o primeiro tempo com a dúvida sobre o pênalti no ar.


Segundo tempo

10'
Palmeiras

Dudu bateu falta da direita; Gustavo Gómez testou colocado, no cantinho esquerdo de Diogo Silva que saltou mas não alcançou. Mas o paraguaio queimou a largada: ele avançou alguns décimos antes de Dudu bater na bola e estava impedido.

13'

Mayke, cansado, deu lugar a Jean.

17'
Ceará

Samuel Xavier entrou em diagonal e serviu a Felipe Silva, que recebeu, tirou de Jean e bateu de curva, na última gaveta do canto esquerdo; Weverton voou e espalmou de mão trocada fazendo mais um milagre.

19'

Gustavo Scarpa saiu de campo para a entrada de Lucas Lima.

24'

Deyverson deixou o campo e Henrique Dourado ganhou mais uma chance. Aplausos foram ouvidos – não sabemos para quem.

27'
Palmeiras

Dudu foi ao fundo pela direita e cruzou; Henrique disputou com Valdo e os dois se chocaram – a bola passou lisa.

35'
Ceará

Felipe SIlva abriu na esquerda para Thiago Galhardo, que teve facilidade para cruzar por baixo. Vitor Hugo poderia ter cortado, mas ficou com medo de marcar contra e deixou ela passar; Samuel Xavier fechou do lado direito e tocou para marcar… mas não contava com o arrojo de Weeeeeverton, que surgiu do nada, se atirou na bola e conseguiu salvar o gol certo.

41'
Ceará

Bergson é lançado no meio de nossos zagueiros, gira e se prepara para marcar; Gustavo Gómez se recupera e tromba com o atacante, mas a bola sobra para Felipe Silva que chega antes de Weverton e marca. O bandeira havia acusado impedimento de Bergson na origem da jogada. A impressão clara com a imagem congelada é que o atacante está na mesma linha, mas o software do VAR – o mesmo que validou um gol impedido de Bruno Henrique do Flamengo em Chapecó – determinou que o lance era ilegal.

50'
Ceará

Leandro Carvalho partiu para cima da marcação dobrada de Diogo Barbosa e Zé Rafael, cortou para dentro e soltou um canhão de esquerda, com curva; a bola tinha o endereço mas Weverton voou para fazer mais uma defesa espetacular e salvar o Palmeiras.

51'

Após seis minutos de acréscimo, a arbitragem encerrou a partida.



Ficha Técnica

Ceará

Diogo Silva
Samuel Xavier
Valdo
Eduardo Brock
Cristovam
Auremir
Leandro Carvalho
Fabinho
Ricardinho
Pedro Ken
Felipe Silva
Chico
Thiago Galhardo
Bergson
Adilson Batista
TÉCNICO


Fim de jogo

Foi um sufoco. Mesmo contra o mistão do Ceará, o Palmeiras teve sérios problemas de concentração e quase deixou dois pontos valiosíssimos pelo caminho. E o aviso havia sido dado no primeiro tempo, quando Weverton defendeu um pênalti e Valdo perdeu um gol feito, sozinho.

O Palmeiras voltou para o segundo tempo sem mudar a atitude e tomou um calor inacreditável, que consagrou Weverton. Nosso goleiro se converteu num verdadeiro paredão e fechou o gol – na única que passou, o software doidão do VAR fez o serviço.

Pedimos FOCO NO CEARÁ por dois dias. Parece que faltou esse foco. Então agora o mantra é FOCO NO VASCO, e que desta vez os jogadores atendam ao apelo da torcida e voltem a jogar com a mesma intensidade que os levaram a massacrar o SPFC. E que se danem os outros jogos. Vamos fazendo a nossa e vamos ver o que acontece. Hoje, deu tudo certo. VAMOS PALMEIRAS!