1
X
0

16/08/2018 - 19:15

O Verdão venceu a partida e se classificou à moda Scolari. Com uma defesa sólida, que chega à sexta partida seguida sem tomar gols, o time atacou na base do talento individual, abusou de perder oportunidades mas chegou à vitória com um gol de Dudu.

Os laterais seguem presos – mas bastou uma boa subida de Mayke para que o Palmeiras fizesse o gol da vitória. Felipão ainda deve buscar o equilíbrio nas ações dos laterais, para que a defesa continue protegida e o ataque tenha mais fluidez. Isso deve acontecer com o tempo.

Depois de mais uma bela classificação, o próximo compromisso do Verdão é contra o Vitória, pelo Brasileirão, em partida que fecha o primeiro turno – os três pontos são fundamentais para seguir na caça à liderança. Confiança é o que não falta. VAMOS PALMEIRAS!


Acompanhe a transmissão ao vivo feita pelo Verdazzo, com a narração e comentários de Conrado Cacace.

Ficha Técnica

Escalação

Bahia

Anderson
Bruno
Nino Paraíba
Tiago
Lucas Fonseca
Léo Pelé
Elton
Gregore
Edigar Júnio
Régis
Vinicius
Élber
Zé Rafael
Gilberto
Enderson Moreira
TÉCNICO


Primeiro tempo

4'
Palmeiras

Moisés brigou com a defesa do Bahia e a bola sobrou para Borja dentro da área; ele invadiu mas, em vez de bater, tentou devolver para Moisés e desperdiçou a primeira oportunidade.

14'
Bahia

Léo Pelé fez boa jogada pela esquerda e cruzou por baixo; Edigar Júnio chegou escorando e a bola foi no pé da trave direita de Weverton; no rebote Gilberto tentou ogol com pouco ângulo – e talvez conseguisse, se a bola não btesse no corpo de Edigar Júnio, que estava caído após se atirar na bola no lance anterior.

O Bahia imprimia uma pressão defensiva muito forte a partir da linha divisória e dificultava demais a criação do Palmeiras;os laterais Bruno e Léo prendiam Mayke e Diogo Barbosa e o Bahia tinha mais volume de jogo.

25'
Bahia

Em jogada rápida de lateral, Léo Pelé bateu, Gilberto escorou e Zé Rafael conseguiu ajeitar o corpo para bater de canhota – a bola saiu à esquerda do gol, assustando Weverton. Diogo Barbosa cochilou no lance.

26'
Palmeiras

O Verdão respondeu no minuto seguinte: em ataque rápido, Borja abriu para Willian Bigode na direita; ele deu um corte seco em Tiago e bateu cruzado, por baixo, mas Anderson fechou bem o ângulo e defendeu com o pé direito.

35'
Palmeiras

Borja sofreu falta na intermediária e Dudu bateu rápido, achando Moisés nas costas de Tiago; o camisa 10 ficou sozinho na área mas Anderson mais uma vez explodiu para fechar o ângulo e salvar os visitantes. Foi o terceiro gol cara a cara desperdiçado pelo Palmeiras no jogo.

39'
Bahia

Boa troca de passes com Gilberto, EdigarJunio e Vinicius, que finaliza da meia-lua mas Weverton, bem colocado, defende firme.

40'
Palmeiras

Borja recebeu passe de Mayke dentro da área;marcado, percebeu uma brecha e bateu firme, por baixo das pernas de Lucas Fonseca; a bola ainda bateu no calcanhar do zagueiro do Bahia e beijou o pé da trave esquerda de Anderson.

45'
Palmeiras

Diogo Barbosa bateu falta da direita; Moisés tentou finalizar de cabeça mas apenas resvalou na bola; Borja chegou no segundo pau mas passou da linha da bola com o gol vazio.

Após 45 minutos bem movimentados, o juiz encerrou o primeiro tempo. O Bahia começou com muito vigor físico na marcação e saídas rápidas, mas o Palmeiras passou a mandar na partida após a marca dos 25 e criou mais chances que o visitante.


Segundo tempo

No Bahia, Nino Paraíba entrou no lugar de Bruno no intervalo; o Verdão voltou sem alterações.

1'
Palmeiras

Edu Dracena estourou a bola e Borja ganhou de Tiago, saiu na frente de Anderson e tocou por cima; Anderson esbarrou de ponta de dedo na bola e tirou a velocidade do lance, dando chance para Tiago se recuperar e salvar o gol.

Dudu trocou de posição com Willian, se posicionando pelo lado direito. Mas o Verdão insistia pelo miolo, congestionado. Quanto mais o relógio passava, mais o time do Bahia ficava satisfeito com o empate e mais o Palmeiras se atirava à frente, mas o jogo estava amarrado.

28'

Após muitos pedidos da torcida, Felipão chamou Lucas Lima e passou instruções ao meia, que se preparava para entrar.

29'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Mayke tabela com Moisés peladireita e cruzacerteiro, na cabeça de Dudu, que ganhou de Nino Paraíba e escorou no cantinho direito de Anderson.

O Palmeiras aproveitou o cansaço do setor defensivo do Bahia e fez o gol na insistência. Lucas Lima voltou para o aquecimento e o Palmeiras é quem passou a se concentrar na defesa.

34'
Palmeiras

Willian puxou contra-ataque pelo meio e abriu Dudu pela esquerda; Borja puxou a marcação e Dudu cortou para o meio para bater de direita, de chapa, visando a forquilha esquerda de Anderson, mas a bola saiu por muito pouco.

37'

Felipão finalmente mexeu no time – e adivinhem: Tiago Santos no lugar de Borja.

O Bahia cercava a área do Verdão, mas não conseguia entrar, enquanto o relógio andava.

43'

Felipão tirou Willian e colocou Hyoran, montando o time num 4-6-0.

Após quase seis minutos de acréscimo, Marcelo de Lima Henrique terminou o jogo.



Notas


Jogador
Descrição
Nota
Weverton
Sempre bem colocado, fez as defesas serem tranquilas.
7
Mayke
Útil na saída de bola. Quando se aventurou ao ataque, fez um cruzamento primoroso para o gol.
7
Antônio Carlos
Ganhou todos os duelos com Gilberto.
8
Edu Dracena
Firme, rebateu todas e numa delas (sem querer) deixou Borja na cara do gol.
7.5
Diogo Barbosa
Parecia que tinha uma ordem para não passar do meio do campo. Vai ver, tinha mesmo.
6.5
Felipe Melo
Lento, deixou espaços importantes na frente da zaga. Teve dificuldades com o campo pesado.
5.5
Bruno Henrique
Peça fundamental do meio-campo do Verdão, sendo o principal responsável pelo início de todas as jogadas.
7
Willian
Participativo, mas muito aberto - podia ter jogado mais afunilado para se aproximar de Borja.
6
Hyoran
E o relógio andou...
s/n
Moisés
Ligadíssimo, mas pouco criativo - mesmo assim, sua participação foi determinante no lance do gol.
7.5
Dudu
Uma tijolada de cabeça no canto de Anderson e o Baixola está de volta. E quase fez o segundo, que seria um golaço.
8
Borja
Uma chance clara desperdiçada, uma na trave e um balãozinho que o goleiro tirou de ponta de dedo. Vida de centroavante.
6
Thiago Santos
Quinze minutos correndo atrásdos atacantes do Bahia e latindo.
6
Luiz Felipe Scolari
Luiz Felipe Scolari
Com um time armado de forma simples, mas eficiente, chegou a mais uma classificação. A fórmula é velha, todos conhecem, mas funciona.
8