Luiz Felipe Scolari

Luiz Felipe Scolari

Felipão é um dos maiores técnicos da História do Palmeiras, se não o maior. Tem possivelmente a melhor combinação entre as capacidades de administrar e motivar um elenco com a de dominar uma prancheta.

Os times de Felipão no Palmeiras sempre foram os que proporcionaram os jogos mais épicos. Sofrimento nos jogos não é exatamente a imagem do DNA palmeirense, mas o sentimento nas arquibancadas ao assistir um time se matando em campo com o general à beira do gramado - e normalmente arrancando os resultados a fórceps - é indescritível.

Scolari teve sua primeira passagem pelo Verdão entre 1997 e 2000; ganhou a Copa do Brasil de 1998, a Copa Mercosul de 1998, a Libertadores de 1999 e o Rio-São Paulo de 2000.

Em sua segunda passagem, comandou um clube sem casa, durante a construção do Allianz Parque, e conseguiu a Copa do Brasil de 2012, mas não conseguiu tirar o time da rota do rebaixamento naquele mesmo ano.

Felipão voltou ao Palmeiras em 2018 para encerrar seu ciclo no clube com mais uma rodada de conquistas, apagando de vez a imagem negativa de 2012 conquistando o Brasileirão de 2018 e entrando para a História do Verdão definitivamente. Encerrou sua História no clube como o segundo treinador que mais comandou o Verdão, com 485 partidas.


Resumo das partidas

Jogos
Aprov
V
E
D
485
58,1%
238
132
115