3
X
0

01/09/2019 - 16:00

Flamengo 3x0 PalmeirasCesar Greco/Ag.Palmeiras

O Palmeiras teve a chance de se reabilitar na temporada. Um jogo grande, difícil como o de hoje, é a oportunidade perfeita para um time protagonista reverter qualquer maré ruim.

Passamos longe disso. Até abrimos o placar logo a dois minutos, mas meio pé do Willian estava impedido e o VAR anulou o gol. Aos dez, levamos o primeiro e foi como um nocaute.

Na tabela, estamos a seis pontos do Flamengo, mas com um jogo a menos. Na teoria, são só três pontos, e 18 jogos até encontrar novamente o Flamengo, em casa. Estamos muito dentro do jogo ainda. Mas alguma atitude precisa ser tomada.

Primeiro tempo

2'
Palmeiras

Gol do Palmeiras – anulado pelo VAR –  Matheus Fernandes, jogando com meia, fez uma linda enfiada de bola para Willian; entre os defensores, o camisa 29 girou rápido, invadiu a área, foi ao fundo e cruzou para a chegada de Matheus Fernandes, que escorou com o peito para o gol. Mas Willian estava meio pé impedido no lançamento.

10'
Flamengo

Gol do Flamengo – Bruno Henrique tocou com categoria para De Arrascaeta, que partiu em velocidade e em dois toques inverteu a jogada; a bola passou entre as pernas de Vitor Hugo, que estava na passada, e chegou limpa para Gabriel, que foi preciso ao tirar de Weverton.

O gol desmontou o Palmeiras mentalmente. Os jogadores ficaram prostrados, sem reação, como se tivessem tomado um remédio tarja preta. O jogo, que estava razoavelmente equilibrado, passou a ser inteiramente dominado pelo Flamengo. No início, o sistema defensivo ainda resistiu, mas sem organização alguma, apenas devolvia a bola ao time da casa, que aumentou o volume.

24'
Flamengo

Bruno Henrique (F) arrancou, com passadas largas, e arriscou de fora – a bola passou sobre o travessão de Weverton, com perigo.

31'
Flamengo

Foi a vez de Gerson arriscar de fora; ele pegou bem na bola, mas Weverton defendeu firme.

32'
Flamengo

Rafinha arrancou em diagonal, costurou e passou a Éverton Ribeiro, que entrou na área e bateu cruzado, mas pegou mal na bola, que saiu sem perigo. Mas o lance evidenciou o quanto nosso time estava assustado e sem força de reação. O Flamengo sentiu o medo em nossos jogadores e montou em cima.

38'
Flamengo

Gol do Flamengo – Bruno Henrique foi lançado na direita; Matheus Fernandes acompanhou à distância e permitiu o cruzamento, que veio preciso, na cabeça de De Arrascaeta, no segundo pau. Ele testou firme, sob o olhar curioso de Marcos Rocha.

39'
Flamengo

Quase virou passeio – jogada rápida pela esquerda; De Arrascaeta passou fácil por Gustavo Gómez e Marcos Rocha e cruzou por baixo e a bola ia sobrar para Gabriel conferir o terceiro, mas Vitor Hugo salvou no último instante.

46'
Palmeiras

Gol do Palmeiras – anulado pelo VAR – Dudu bateu falta na área, Vitor Hugo cabeceou forte; Diego Alves espalmou e Willian pegou o rebote e encheu o pé, estufando as redes. Mas Vitor Hugo estaria com o ombro à frente na hora do lançamento. Mesmo na câmera parada o lance é duvidoso, mas o VAR anulou.

Rafael Traci apitou o fim do primeiro tempo após três minutos de acréscimo, com duas rápidas intervenções do VAR para anular nossos gols.


Segundo tempo

Felipão mandou Raphael Veiga no lugar de Matheus Fernandes. O time precisava mostrar uma mudança de atitude, mais que uma mudança tática.

2'
Flamengo

Bola viva em nossa área, após um bate-rebate a bola foi bem na direção de Gerson, na meia-lua; ele bateu de esquerda e encheu o pé, mas errou o alvo, podendo escolher o canto se batesse de chapa.

4'
Flamengo

Bruno Henrique (F) roubou a bola de Bruno Henrique (P), conduziu pelo meio e bateu forte, por cima, mas com perigo. Com duas chances de gol em quatro minutos, o Flamengo deixava claro que não daria chances ao Palmeiras, que, por sua vez, sequer esboçava uma reação.

13'
Flamengo

Gol do Flamengo – Rafinha adiantou a bola na direita quando se preparava para entrar na área; Diogo Barbosa foi para a dividida, recolheu no último instante mas o lateral flamenguista fez o teatro; o juiz marcou, o VAR não revisou e Gabriel deslocou Weverton para marcar o terceiro. A bundamolice de nossos jogadores , que nem exigiram o VAR, deixou claro: os 3 a 0 já eram um bom negócio.

Felizmente o Flamengo, sentindo que o pau podia cantar, resolveu apenas tocar a bola. Nossos jogadores erravam tudo o que tentavam. Quando não tinham a bola, eram facilmente envolvidos; quando a tinham, erravam passes de forma bisonha.

Felipão ainda colocou Gustavo Scarpa no lugar de Willian, só para tentar algo. Depois, resignou-se, e preferiu colocar Jean no lugar de Bruno Henrique, o pior em campo, apenas para tentar não tomar mais gols.

38'

Irritado, como todo o time, Gustavo Gómez caprichou na entrada em Bruno Henrique, com a sola nas costas, e foi expulso direto.

47'

Depois de alguns minutos de olé, o juiz Rafael Traci tratou de terminar logo o jogo, evitando que nosso vexame fosse maior.



Ficha Técnica

61.390

R$ 3.368.134,00

Rafael Traci

Súmula

Borderô

Flamengo

Diego Alves
Rafinha
Rodrigo Caio
Thuler
Pablo Marí
Filipe Luís
Willian Arão
Éverton Ribeiro
Gerson
De Arrascaeta
Piris da Motta
Gabriel
Bruno Henrique
Berrío
Jorge Jesus
TÉCNICO


Fim de jogo

O Palmeiras não tomava três gols num jogo desde maio de 2018; não perdia por três de diferença desde abril de 2017. Foi um vareio, inapelável. O destino marcou um dos jogos mais difíceis do ano num ponto em que nosso time estava com o moral extremamente abalado, e o do adversário em alta. A pior combinação possível – e não tivemos força pra sequer esboçar uma mudança de atitude.

Serão seis dias até o próximo jogo e o trabalho passa por uma longa DR na Academia de Futebol. Agora não adianta nada falar em técnica e tática, porque se a cabeça não está funcionando, os pés não farão a coisa certa e não existe plano que funcione.

No futebol, as coisas mudam rápido, a gangorra é intensa. Mas nada acontece por mágica. É preciso não apenas tomar uma atitude, mas um conjunto delas. VAMOS PALMEIRAS!