2
X
0

30/05/2019 - 20:00

Palmeiras 2x0 Sampaio CorrêaDjalma Vassão/Gazeta Press

O Palmeiras marcou um gol em cada tempo e fez o suficiente para vencer o Sampaio Corrêa no Allianz Parque, e desta forma se classificou para as quartas-de-finais da Copa do Brasil.

Diante de um adversário evidentemente mais fraco, o Verdão administrou a partida e chegou aos gols sem forçar muito. Mesmo assim, o time maranhense fez um bonito papel ao não se limitar a se defender e também ao não apelar para a pancadaria. Volta para casa de cabeça muito erguida.

Primeiro tempo

11'
Palmeiras

Lucas Lima deu um belo passe de calcanhar para Mayke, que foi ao fundo e cruzou por baixo; Borja fechou na linha da pequena área e se preparava para marcar, mas foi derrubado por trás por Douglas Assis – mesmo assim, escorou a bola meio sem jeito e Andrey defendeu. Jean Pierre Gonçalves Lima tinha o VAR à disposição para conferir a jogada, mas achou melhor seguir com o jogo.

12'
Sampaio Corrêa

Após boa arrancada em contra-ataque, Esquerdinha conseguiu o arremate da entrada da área, mas mandou por cima.

22'
Palmeiras

Zé Rafael cobrou falta no canto esquerdo alto de Andrey, que voou meio sem jeito mas conseguiu fazer boa defesa.

26'
Palmeiras

Moisés cobrou lateral da esquerda na área; Edu Dracena disputou pelo alto com Andrey e a bola ficou viva, Dracena continuou brigando e Jean Pierre marcou falta no goleiro.

39'
Palmeiras

GOLAÇO DO PALMEIRAS! Mayke iniciou a jogada pela direita e acionou Lucas Lima; aberto, o camisa 20 descolou um lindo passe para Dudu dentro da área; de primeira, o Baixola tocou de calcanhar para a entrada de Mayke, em velocidade, e o lateral bateu de esquerda, de chapa, no canto direito de Andrey.

Aos 48, o juiz terminou o primeiro tempo, que foi movimentado mas não teve muitas chances de gol.


Segundo tempo

Felipão voltou com Gustavo Scarpa no lugar de Lucas Lima.

2'
Palmeiras

Gustavo Scarpa deu um bom passe para Moisés, aberto pela direita; o toque para Borja saiu por baixo, mas o camisa 9 se desequilibrou quando tentou fazer o giro e perdeu boa chance.

4'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Moisés acionou Mayke na direita; o camisa 12 deu um balãozinho para a área exatamente onde estava Zé Rafael, livre, e aí foi só esperar a movimentação de Andrey para cabecear em seu contrapé e marcar o segundo do Verdão.

O jogo acabou. Os dois times se deram por satisfeitos e o ritmo da partida caiu demais.

16'
Sampaio Corrêa

Após escanteio da direita, Salatiel conseguiu o cabeceio, mas Mayke entrou na trajetória da bola e bloqueou o arremate, que tinha o endereço.

18'

Amarelado, Felipe Melo deu lugar a Thiago Santos.

30'

Matheus Fernandes recebeu nova chance de jogo, desta vez no lugar de Moisés.

31'
Palmeiras

De longe, Victor Luis soltou um míssil, mas a bola saiu um pouco acima do travessão.

40'
Sampaio Corrêa

Diogo Rangel bateu falta da esquerda, tirando da barreira, mas Weverton espalmou a bola paralela à linha de fundo, para não dar chance de rebote. Muito seguro.

43'
Palmeiras

Em rápido contra-ataque, Borja fez a jogada mais bonita do jogo: de letra, ele acionou Dudu em velocidade; o camisa 7 viu Zé Rafael fechando pelo meio e rolou, mas Douglas Assis fez o corte e impediu o terceiro do Verdão.

Após três minutos de desconto, Jean Pierre encerrou a partida.



Ficha Técnica

Sampaio Corrêa

Andrey
Éverton
Diogo Rangel
Douglas Assis
Moisés
Felipe Dias
Eloir
Diones
Dedé
Esquerdinha
Cleitinho
João Paulo
Gustavinho
Salatiel Júnior
Julinho Camargo
TÉCNICO


Fim de jogo

Todos cumpriram seus papéis. O Verdão fez seus gols, saiu mais uma vez com a defesa zerada e se classificou à próxima fase. Felipão desistiu de recorrer a todos os reservas e escalou um mistão, bem mais quente que o time que fez uma partida muito fraca em São Luís.

Já o Sampaio Corrêa mostrou que, mesmo sendo uma equipe intermediária da Série C, que pode encarar um Allianz Parque sem passar vergonha, jogando com coragem e sem apelar. Parabéns a todos.

Agora o Verdão volta as atenções para o Brasileirão, para as três partidas finais antes da parada para a Copa América – isso se o STJD não aprontar e não remarcar a partida em que vencemos o Botafogo em Brasília. Nove pontos serão espetaculares para escapar ainda mais na tabela e criar a gordura que precisaremos após a volta, quando jogaremos muitos mata-matas intercalados com as partidas do nacional. VAMOS PALMEIRAS!