“Foi para extravasar”, diz Luan sobre a comemoração do gol sobre o Athletico-PR

Cesar Greco

Nas redes sociais, o jogador também festejou o tento e desabafou: “nada resiste ao trabalho”

Apesar dos sólidos números defensivos em toda sua trajetória no Palmeiras, o zagueiro Luan não é unanimidade entre os palmeirenses. Após algumas falhas em duelos importantes, o defensor busca agora a volta por cima no clube.

No jogo diante do Athlético-PR no último sábado, vencido pelo Verdão por 2 a 1, o camisa 13 foi um dos destaques da partida e anotou o primeiro gol da noite.

“Falar que você precisa de um gol é muito clichê, todos precisamos. Mas eu estava precisando muito. Estou muito feliz. A comemoração foi para extravasar. Carregamos tanta coisa dentro da gente que só nós sabemos a pressão. Espero continuar bem”, disse Luan à TV Palmeiras/FAM após o jogo.

Contratado em 2017, Luan contabiliza 161 partidas com o manto palmeirense, seis gols marcados e quatro títulos conquistados: Campeonato Brasileiro (2018), Campeonato Paulista (2020), Copa do Brasil (2020) e Copa Libertadores (2020). Na atual temporada, fez 41 desarmes certos, interceptou 19 bolas e em dez oportunidades deixou um companheiro com possibilidade de finalização.

“Nada resiste ao trabalho”, desabafa Luan

Além da entrevista pós-jogo, o zagueiro utilizou suas redes sociais para celebrar o gol e afirmar que “nada resiste ao trabalho”.

Parceria com Gustavo Gómez

Desde que chegou ao clube, o maior parceiro de zaga de Luan é o paraguaio Gustavo Gómez. Ao todo, os dois já disputaram juntos 72 partidas, com 43 vitórias do Palmeiras contra apenas nove derrotas e 20 empates.

Campeões lado a lado do Brasileiro de 2018 e da Libertadores de 2020, a dupla possui duas estatísticas expressivas no Verdão. Em 2019, atingiram a marca de 1081 minutos consecutivos sem sofrer gols, o que representa a segunda maior sequência de uma dupla de zagueiros na História do Palmeiras.

Um ano antes, os dois contribuíram para que o clube sofresse apenas 26 gols em todo o Brasileirão, número que é a melhor marca da equipe desde a implementação dos pontos corridos com 20 clubes.