Sem espaço na equipe, Lucas Lima não entra em campo há quase três meses

Lucas Lima em treino na Academia de Futebol do Palmeiras
Cesar Greco

De acordo com o diretor de futebol, Anderson Barros, a ideia do clube é negociar Lucas Lima, que por sua vez já está ciente da situação

O meia Lucas Lima não é visto defendendo as cores do Palmeiras já há algum tempo. A última aparição do camisa 20 foi no dia 9 de junho, quando o Verdão sofreu um inesperado revés para o CRB, em jogo válido pela terceira fase da Copa do Brasil. Na ocasião, o meia substituiu Raphael Veiga aos 34 minutos do segundo tempo e, na decisão por pênaltis, foi um dos quatro atletas do time que desperdiçou a cobrança.

À época, o camisa 20 ainda era uma opção de jogo comumente utilizada por Abel Ferreira. Dez dias depois, no entanto, o jogador quebrou o protocolo de saúde organizado pelo clube e foi flagrado por torcedores numa festa clandestina, sem máscara. Por conta deste episódio, foi multado e chegou a ficar afastado por alguns dias.

Mesmo reintegrado ao elenco, Lucas Lima não entrou mais em campo – diferentemente de Patrick de Paula, que cometeu o mesmo ato de indisciplina, mas voltou a ser opção e foi um dos grandes nomes do elenco na classificação às semifinais da Libertadores. Desde então, o Palmeiras fez 19 jogos.

Na temporada, Lucas Lima já participou de 20 partidas (nenhuma pelo Campeonato Brasileiro) e anotou dois gols.

De acordo com Anderson Barros, Palmeiras já busca negociar Lucas Lima

Lucas segue treinando normalmente e esteve presente no banco de reservas na maioria destes 19 jogos. Entretanto, o clube entende que, no momento, o melhor caminho para todas as partes é a negociação.

“É um profissional dedicado e trabalhador, que perdeu o seu espaço. Nós discutimos uma possibilidade inicial com o Santos, mas não houve avanço. A gente sempre discute a situação do Lucas e ele é ciente do que o clube pensa, já que a gente é transparente”, disse Anderson Barros à Rádio Bandeirantes.

“Ele precisa aumentar a minutagem. Se o caminho para ele encontrar isso for empréstimo ou venda, é assim que nós procederemos. Hoje, a gente entende que esse é o melhor caminho a ser seguido. Mas não quer dizer que ele não possa reconquistar o espaço”, completou.

Contratado em 2018, o vínculo de Lucas Lima com o Palmeiras vai até o final de 2022.