Sorteio na CBF define o Internacional como adversário do Palmeiras na Copa do Brasil

Copa do BrasilA CBF definiu ontem através de sorteios os confrontos e a ordens dos jogos que comporão a fase de oitavas de finais da Copa do Brasil. O adversário do Palmeiras será o Internacional, mais um que eliminou o SCCP no Itaquerão. A primeira partida acontecerá no Allianz Parque, no dia 17 de maio, e o jogo da volta será no Beira-Rio, no dia 31 – ambos às 21h45.

Além de nosso maior rival, outro clube da capital paulista que ficou de fora foi o SPFC, que também está prestes a ser eliminado do Paulistão. O aspirante a técnico não consegue estabelecer o equilíbrio entre ataque e defesa e suas pretensões no ano se resumem ao mata-mata da Sul-Americana, já que no Brasileirão tem que se preocupar muito mais em não cair do que em aspirar a algo no topo da tabela.

Além do Palmeiras, ainda representa o estado de São Paulo na Copa do Brasil o Santos, que deu sorte com as bolinhas e enfrentará o time mais fraco da chave, o Paysandu – pré-classificado por ter sido o campeão da “Copa Verde”.

Os outros confrontos são Santa Cruz x Atlético-PR, Flamengo x Atlético-GO, Botafogo x Sport, Cruzeiro x Chapecoense e Paraná x Atlético-MG, além de mais um clássico nacional, Grêmio x Fluminense.

Histórico

O Inter é um dos raros clubes que pode se orgulhar de, numa série significativa de partidas, ter vantagem contra o Palmeiras. Em 86 jogos, são 36 vitórias coloradas, 22 empates e 27 vitórias palmeirenses. Essa diferença foi construída no estádio Beira-Rio, notoriamente maldito em nossa História. Como visitante, o Inter tem um desempenho modesto, ordinário, contra o Verdão.

Na Copa do Brasil, houve dois cruzamentos entre os times: em 1992, nas semifinais, o Inter nos eliminou com duas vitórias que o conduziu para o confronto final quando conquistou o título, roubado, em cima do Fluminense. O Palmeiras deu o troco em 2015, na trajetória também vitoriosa que foi marcada pelo sensacional gol de cabeça de Andrei Girotto.

Apesar da vantagem colorada no confronto geral, a diferença vem diminuindo: nos últimos três jogos, o Verdão venceu todos. Confira todos os detalhes do confronto entre os clubes usando o Almanaque do Verdazzo

Tabela

Com a divulgação do adversário, da ordem dos jogos e dos horários, a tabela com os jogos do Palmeiras foi ampliada. Haverá um trecho do mês de maio que num espaço de sete dias o Palmeiras vai jogar por três competições distintas; caso o Verdão passe pela Ponte Preta amanhã, teremos jogos por quatro competições diferentes em 14 dias – haja chavinha pra virar.

Confira aqui como ficou o calendário, o qual, esperamos, ainda vai ganhar mais duas partidas.

  • Antonio Frederico

    A vantagem de enfrentar o colorado maldito é que por ser um time de elite (apesar da série B) é um embate que não nos deixa morosos na disputa, forçando o time o entrar em campo com toda a sua aplicação possível. Já o Santos tem a obrigação de seguir adiante, perder pro Paysandu seria desastroso em todos os sentidos. Melhor assim. Time grande tem que enfrentar time grande. Deixe que os pequenos se entendam entre si.

  • George

    Final de Maio e começo de Junho a sequência é dura. BAM no Morumbi (27/05), Inter no Beira-Rio (31/05) e Galo no Allianz (04/06). Vai ser dureza, tanto pros adversários como para nós!

    • Carioca Verdão

      Vai ser a hora de saber usar o elenco. Apesar de termos um elenco numeroso e de bom nível, os técnicos brasileiros ainda não tem o hábito de rodar o elenco conforme a competição. Só fazem isso no início da temporada, depois, definem um time titular e só mudam por contusão ou cartão. Tem q aprender a usar o elenco todo.

  • Rafael

    eduasno batista se for minimamente inteligente vai aproveitar o amistoso de amanhã contra a ponte pra preparar o time contra o penharol

  • Luis Claudio Carrasco Garcia

    Se vamos passar ou não pelo Inter, só depende da Postura do Palmeiras em campo. Vai conseguir virar a chavinha e entrar focado no primeiro jogo, ou vai fazer m…. de novo, como foi contra a Ponte? Se entrar sério, agressivo, já faz a classificação no primeiro jogo, um sonoro 3 ou 4 a zero. Se entrar moscando, bom, contra os gambás o Inter mostrou que, pela situação atual, não tem nada a perder e foi pra cima sem medo: e jogou muito bem, poderia tranquilamente ter vencido a gambazada e nem ter precisado da disputa de penaltis.

    E aí, qual será o Palmeiras que vai entrar em campo dia 17? Estou mais ansioso por essa partida do que a volta contra o Tucuman, ou o começo do Brasileiro contra o Vasco. Me incomoda o Gaymio ter 5 CdB e nós 3: quero a supremacia absoluta do Palmeiras em todos os troféus possíveis de se conquistar.

  • Sandro Sgobi

    Com toda essa sucessão de jogos em diferentes campeonatos, o que preocupa é o time dar todo gás em um e entrar em outro em “Modus Ponte”. Por que será que sinto que isso vai acontecer de novo mais cedo ou mais tarde?

    • Fernando Castro

      A meu ver, entraram daquele jeito contra a Ponte por causa da intensidade do jogo contra o Peñarol. Se tivesse poupado alguns, certamente não teria acontecido aquela catástrofe.

      Espero que a lição tenha sido aprendida.

      • DU PALESTRA PALMEIRAS

        e nao teriamos ganho do penarol

  • Antonio Frederico

    Conrado, cadê o pre jogo?

  • Old and Wise

    O time do Inter é muito ruim. Jogaram desfalcados do D’Alessandro contra os gambás, é bem verdade, mas passaram na casca. Bastou os maloqueiros jogarem 10 min e perderam tres gols feitos. O Inter de 2.017 é fraco como o do ano passado. Os goleiros sao os astros do time. Eu acho que passamos facil mas futebol é jogado…lambari é pescado…

    • DU PALESTRA PALMEIRAS

      Mas se jogarmos contra eles como jogamos o primeiro jogo da semi final do paulistão será dificil hein

  • Wkocks

    Hoje o favoritismo é nosso e precisamos fazer valer isso. Jogar com seriedade e com inteligência, pois decidiremos fora e uma boa vantagem sem sofrer gols é fundamental. Dá para passar até com tranquilidade se o elenco estiver determinado e focado. Aliás, temos que passar pelo elenco e estrutura.

  • DU PALESTRA PALMEIRAS

    Nunca vou esquecer um jogo nos anos 90 em que jogamos no beira rio, saimos na frente do placar e um jogador que fez o gol do empate levou o segundo cartão amarelo e ….
    Fez o gol da virada do inter. Sim o cara levou 2 cartões amarelo na partida.