Wesley tem lesão grave no joelho; reposição requer agilidade

Wesley
Cesar Greco/Ag.Palmeiras

O atacante Wesley teve constatada uma lesão no menisco do joelho esquerdo e precisará de uma cirurgia para corrigir o problema.

O camisa 47 sofreu uma lesão aos 17 minutos do primeiro tempo do jogo de ontem, contra o Bragantino, após prender o pé no gramado. A previsão de tempo de recuperação é de até quatro meses, o que o tiraria de combate até o final da temporada.

Com isso, o Palmeiras fica com apenas dois atacantes de velocidade no elenco: Rony e Gabriel Veron. A reposição faz-se urgente, visto que a janela internacional de transferências para o Brasil será fechada na próxima segunda-feira, dia 9.

A fatalidade fez com que o elenco do Palmeiras ficasse mais reduzido ainda. Com apenas 26 atletas, o grupo de atletas profissionais fica restrito a 24 jogadores, já que Luan Silva também está se recuperando de grave lesão.

Alternativas

Fabio Menotti/Ag.Palmeiras

O mercado internacional oferece dezenas, até centenas de possibilidades. Mas a proximidade da data do fechamento da janela é um grande complicador.

O elenco do Palmeiras dispõe de Willian para jogar também pelas beiradas, embora não seja exatamente um velocista. O próprio Luan Silva segue em tratamento e pode estar à disposição nas próximas semanas. Forçando um pouco, até Gustavo Scarpa pode completar o time jogando avançado, desde que não tenha que cobrir alguma convocação de Viña.

Todas estas soluções já implicam em alterar significativamente o atual modelo de jogo ofensivo.

O mais provável mesmo é que o time sub-20 mais uma vez abasteça o principal. Os atacantes Marcelinho e Marino Hinestroza vêm fazendo um bom Brasileirão na categoria e, mesmo ainda bastante crus, podem receber uma chance.

Planejamento ruim

Anderson Barros
Fabio Menotti/Ag. Palmeiras

O Palmeiras vem jogando há algumas semanas com o elenco extremamente justo e já sofre com as convocações constantes de jogadores do setor defensivo.

A má administração financeira, somada aos efeitos da pandemia, levou o clube a optar recentemente por enxugar a folha salarial e dispensar jogadores importantes.

Uma lesão como a de Wesley, estatisticamente, aconteceria mais cedo ou mais tarde. O Palmeiras teria que contar com muita sorte para atravessar todo este período final de temporada sem mais lesões. E o pior é que não estamos livres de outra ocorrência.

Todos os clubes, a esta altura, estão sujeitos a este tipo de fatalidade – vai sentir menos quem tiver um elenco mais diversificado e qualificado.

Nosso elenco tem bastante qualidade. A quantidade precisa ser cobrada de nossa diretoria, que segue contando com a sorte para não precisar apagar mais incêndios e não arruinar de vez a temporada.


O Verdazzo é um projeto de independência da mídia tradicional patrocinado pela torcida do Palmeiras.

Conheça mais clicando aqui: https://www.catarse.me/verdazzo.

  • Concordo com quem falou em Erik aí…melhor do que improvisar Scarpa como sugerido aí…mas acredito que não tem ninguém pra jogar o qie Wesley vinha jogando…infelizmente…quanto ao resto, é GG +10

  • Não sei se estou em outro mundo, mas temos reposição para o Wesley, mesmo que seja um Willian da vida, que merece todo nosso respeito.
    Faz um tempão que não temos zaga de reposição e ninguem fala nada . Será que é dificil perceber que o time mudou principalmente por ter FM na volancia e Luan e GG como dupla de zaga ?????
    Mesmo com Wesley em campo, nosso esquema vai por água abaixo sem Menino, GG e Vinã.
    Apesar de todo potencial apresentado, a falta do Wesley não é nosso principal problema

    • Erik não, pelo amor de Deus. Já demonstrou inúmeras vezes que não tem invergadura pra vestir o nosso manto. Tem o Gabriel Silva, que embora não seja um velocista, pode dar um caldo.

      • Se o Erik era bom o suficiente para ser reserva útil no time de 16, que era mais forte, certamente poderia fazer esse papel hoje. Ele fez 3 gols em 16 jogos no brasileiro de 16, o Roger Guedes, o titular, fez 4 em 31 jogos, não dá pra falar que ele foi mal. É nosso, tem experiência na série a do brasileiro (31 gols) e não exclui a possibilidade de testar o Gabriel Silva, é só uma opção a mais.

        • Fora que ele está jogando muito no Japão, depois de ter jogado bem no Botafogo também. Fez 13 gols nos últimos 3 meses no Japão É melhor que o Rony